Skip to content

Telexfree é uma Telexfria

10/03/2013

Caros leitores, o que vocês achariam de ganhar algumas dezenas de dólares por semana pra encher as caixas postais alheias de spams? “Ganhe milhares de reais em apenas um mês só postando anúncios”. Pois é, a Telexfree, através de seus divulgadores, promete isso… e muito mais, o que é de praxe à toda empresa de MMN. Pois então, a Telexfree é uma Telexfria mesmo? É um negócio da China ou um rabo de foguete? Aqueles que não conhecem muito bem o sistema de compensação da dita cuja sentem-se em suas cadeiras e saboreiem a inteiração com essa “fantástica oportunidade de negócios”. Àqueles que já sabem como funciona, junte-se a nós para contribuir por mais ângulos acerca do entendimento de mais um “negócio do século”.

.

1 – A Companhia

Se formos acessar o site da Telexfree, veremos a imagem do fundador da empresa, James Merrill, um norte-americano que, segundo o seu currículo criou a Telexfree em 2002.

No entanto, segundo pesquisa feita pelo site Segredododinheiro, acessando o site registro.br ficou constatado que a TelexFree é chefiada por Carlos Wanzeler, que é também o responsável pelo registro do domínio telexfree.com.br, que tem a tiracolo o provedor de e-mail diskavontade.com.

figura 1

A empresa Disk a vontade, sublinhada acima, comercializa serviços de VOIP (voz sobre IP – Voice Over Internet Protocol), assim como a Telexfree faz hoje e funciona em Vitória, no Espírito Santo. Observando o contrato da empresa Disk a Vontade vê-se claramente que Wanzeler é seu representante legal.

O site continua sua investigação comparando o CNPJ do registro com o do contrato, e descobre que são os mesmos. Assim como descobre que o e-mail de registro do domínio telexfree.com.br pertence à Disk a vontade. A entidade “Worldxchange Intermediação e Negócios LTDA” é a mesma da empresa Disk a vontade. Então a conclusão é que a empresa Disk a Vontade criou o domínio telexfree.com.br na data de 01/02/2012.

Isso tudo para o domínio telexfree.com.br; para descobrir quem abriu o domínio telexfree.com, a pesquisa foi feita no site whois.com, o qual mostra que o responsável pelo registro do domínio telexfree.com é o mesmo do site a Disk a Vontade: Carlos Wanzeler.

A partir daí começa a ficar interessante: a Disk a Vontade teria criado a Telexfree ou elas são a mesma empresa? Segundo pesquisa de nosso colega blogueiro, ao conversar com um atendente da Disk a Vontade no Brasil soube que a dita cuja apenas ofereceu suporte e consultoria na parte tecnológica na implantação da Telexfree nos Estados Unidos. Isso responde por que a Disk a Vontade registrou os domínios telexfree.com e telexfree.com.br, e lança uma intrigante dúvida no ar: por que uma empresa no EUA contrataria uma Brasileira para dar consultoria tecnológica em VOIP?

Mas tem mais: ao ler o contrato que rege o negócio, vemos que a contratada, ou seja, a empresa responsável legalmente pelo negócio, se chama Ympactus Comercial LTDA, situada no mesmo endereço da Disk a Vontade.

O item 2.1 do contrato diz o seguinte: “A TELEXFREE é a denominação de fantasia da YMPACTUS, por força de contrato de uso de marca por parte da TELEXFREE INC que também é a anunciante principal que veicula seus produtos por meio da YMPACTUS”. Isso nos leva ao seguinte fato: o contrato é celebrado entre o divulgador e a Ympactus Comercial LTDA e não com a Telexfree INC.

Pesquisando no site da SEC (Comissão de Valores Mobiliários americana), verificou-se que a empresa se chamava Commons Cents Communications e foi alterada para Telexfree em 15/02/2012. E a Commons Cents Communications não era uma empresa de marketing multinível. Isto é, ela não tem experiência em MMN, mas em tecnologia VOIP. Somado a isso ainda há a seguinte informação: James Merrill é o presidente da TelexFree.com e Carlos Wanzeler é Tesoureiro e Diretor. Ele, o mesmo proprietário da Disk a Vontade e Ympactus. Disk a Vontade, Ympactus e Telexfree na prática funcionam como um mesmo negócio, apesar de juridicamente serem entidades distintas.
 

 

2 – Sobre sistema Telexfree

2.1 – O “produto” da TelexFree

No site da TelexFree existe um menu intitulado “cliente”, na qual comercializa o produto chamado “99TelexFree” (serviço VOIP). Esse é um serviço telefônico que custa 49,99 dólares por mês e oferece:

a)      Chamadas gratuitas entre celulares sobre os portadores “Vivo-Claro-TIM” e “Oi”

b)      Chamadas gratuitas para qualquer telefone fixo do Brasil

c)      Chamadas gratuitas para telefones fixos e celulares nos EUA e Canadá

A forma de divulgação desse produto é a publicidade na internet, em sua maioria em sites gratuitos de anúncios. No site da empresa existem vários anúncios prontos (modelos) e mais de 150 sites de classificados gratuitos. O prospecto copia e cola o anúncio no site de classificados gratuitos. A TelexFree não indica qualquer informação adicional, como por exemplo, de onde são os anúncios, de quem eles são e o local no qual os recrutas irão publicá-los. Aí tem uma questão que nos deixa com a pulga atrás da orelha: esses sites de anúncios gratuitos não possuem muito fluxo de acessos, então porque cargas d’água seria interessante para a empresa que seus divulgadores utilizassem sites que darão pouco (ou quase nenhum) retorno à empresa? Já fica aqui uma pista do local em que se origina o faturamento da empresa. Falaremos mais adiante sobre isso.

2.2 – O plano de compensação da TelexFree

Os recrutas oferecem os planos da TelexFree como oportunidade de ganhar dinheiro através da publicação de spam… digo, anúncios na Internet, da venda do plano de comunicação 99TelexFree e do recrutamento de novos membros para a empresa. No mesmo segmento da Zeekrewards. Lembram da Zeek, e o doce fim que teve? Foi fechado sob a acusação de ser um esquema Ponzi. Para receber o dinheiro das comissões na conta bancária, o recruta/divulgador necessita ter um saldo de US$ 300,00 no extrato de sua conta na TelexFree. Esse bônus pode ser tanto dos anúncios, como das indicações, comissões e bônus na rede. Quando o recruta solicita a retirada, leva até 7 dias para o dinheiro estar na sua conta bancária. Pode ser solicitada 1 retirada por semana, sem cobrança de taxas pelas mesmas. Enfim, o plano de compensação da empresa e as várias formas de comissionamento podem ser vistas a seguir:

 

2.2.1 – Comissões do 99TelexFree – ganhos residuais

Como vimos, o 99TelexFree é um plano de comunicação VOIP oferecido pela TelexFree que custa 49.99 dólares por mês.

Usando uma matriz 5 x 5 extraída do site behindmlm, fica mais fácil perceber a estrutura de pagamento das comissões e percentuais sobre a venda do produto da empresa (rede de consumo).

A matriz 5 x 5 começa com o participante no primeiro nível; depois há o desdobramento em 5 pernas (o nível 1 do participante). Por sua vez, estas cinco pernas se ramificam em mais 5 pernas (o nível 2) e assim por diante até o 5º nível, como pode ser visto abaixo:

figura 2

Cada uma das posições das posições nestas pernas é preenchida por um assinante do 99TelexFree, e a comissão ganha pelo recruta depende do local no qual o downline está na matriz:

– Nível 1 (5 downlines): US$4,99 por assinatura.

– Dos níveis 2 a 5 (3.905 posições) – 99 centavos por assinatura arrebanhada (é necessária a QUALIFICAÇÃO no plano de marketing). Mas pra ganhar esses US$0,99, além disso, na rede de consumo que vai do nível 2 até o nível  5, o dito cujo que está lá em cima (bonequinho vermelho da figura)  precisará de no mínimo 01(um) cliente em CADA nível para que possa auferir os ganhos residuais. Ou seja, os 10% (US$ 4,99) o recruta recebe por conta dos clientes diretos e ele, e a partir do NÍVEL 1 até o NÍVEL 5, ganha-se os residuais se existir um cliente em CADA nível, sendo respectivamente assim:

Ex: recruta possui  4 clientes, um no nível  1, um no nível 3, um no nível 4 e outro no nível 5, e não possui cliente no NÍVEL 2. Então, para receber os ganhos residuais desta rede de consumo, o recruta/divulgador precisará colocar UM cliente no nível 2. Ele só passará a ganhar os residuais por sua rede de consumo quando, em todos os níveis, existir pelo menos UM cliente.

2.2.2 – Comissões AdCentral, AdCentral Family e de recrutamento

Os ganhos por anúncios variam de US$ 20 a US$ 249,50 por semana, respectivamente, para os planos AdCentral e AdCentral Family (Sem a necessidade de qualificação, que se faz presentes para que o divulgador/recruta aufira comissões e bônus). Uma vez que os prospectos paguem a taxa de adesão a um desses planos – tão comum em esquemas lesivos -, estão autorizados a publicar um anúncio pré-preparado, diariamente, em um “site de anúncios grátis na Internet”.  Além disso,  US$ 50 pelo registro – Partner. Antes o valor do Partner era US$30. Para ficar claro:

• Plano ADCENTRAL (US$299,00 por ano) – recruta recebia US$ 20,00 a cada 7 anúncios postados (durante 7 dias, sendo um por dia); agora, após as mudanças de 17/09/2012, passa a ganhar um pacote de serviço no valor de US$ 49,90, que fica disponível na conta virtual do recruta (stock).

• Plano ADCENTRAL FAMILY (custo anual de US$ 1375,00 em cinco “pernas/estações”) – recruta recebia US$ 100,00 a cada 35 anúncios postados (durantes 7 dias, sendo 5 por dia); agora, passa a ganhar US$ 259,50 ( sendo este valor referente a cinco pacotes do serviço Telexfree, que também fica disponível no escritório virtual do recruta. Essas 5 pernas podem ser compradas juntas de uma só vez ou de forma parcelada (US$299 para a adesão inicial e depois 289 dólares para cada uma das quatro pernas adicionais – mudança a partir de 17/09/2012, quando o valor do adicional custava US$269).

Os planos AdCentral e AdCentral Family são válidos por 1 ano, e uma vez findado esse prazo contratual é necessária a renovação do contrato para que o prospecto continue tendo acesso às possibilidades de ganho de dinheiro oferecidas pela empresa.

E o que teoricamente pode ser feito com esses pacotes de serviços?

Em primeiro lugar, VENDER. Ao receber um pacote da Telexfree como pagamento por seu trabalho semanal (US$49,90 por cada ADCENTRAL), o divulgador poderá vendê-lo a um cliente EXTERNO, pessoa física ou jurídica, que estiver interessado no serviço, recebendo de imediato 10% do valor U$ 4,99 e 44,91 no EXTRATO de seu stock.

Ex: recruta aderiu a um plano AdCentral, fez tudo certinho durante a semana e, ao invés de receber US$ 20,00 como antes, recebe um pacote Telexfree no valor de U$ 49,90 pra tentar vender a uma “alma caridosa”.

Em segundo lugar, TRANSFERIR. O recruta que não quiser ou não conseguir vender o pacote que ganhou como pagamento pela semana de trabalho, no valor de U$ 49,90 por cada AdCentral , terá a opção de transferi-lo para outro recruta negociando o valor deste pacote, transferência essa sem nenhuma ligação com o sistema Telexfree. O pagamento ocorrerá através de transferência de valores entre stocks ou por contas bancárias das partes negociadoras.
EX: recruta possui um pacote AdCentral FAMILY e seu ganho semanal foi de 5 pacotes no valor de US$ 49,90, e não conseguiu vendê-los, mas outro recruta possui cinco clientes interessados. Se ele estiver interessado, o primeiro recruta transfere seus pacotes para o stock do segundo, por um valor menor que seu valor de face (que é de US$ 49,90), Suponhamos, US$20 por cada pacote.
Em terceiro lugar, RECOMPRAR. É a opção em que o recruta devolve os pacotes de serviço (US$49,90 cada) para a empresa, que os recompra pagando por cada um US$ 20,00 por cada PACOTE do seu serviço. E este valor será creditado imediatamente na conta do recruta. Pra esse caso fica a pergunta: por que a empresa fez esse malabarismo para no fim das contas continuar pagando a mesma coisa para o recruta? Adiante falaremos sobre isso.

Já em relação às comissões de recrutamento, a TelexFree paga US$20 pelo recrutamento de membros que comprarem o plano AdCentral ($299) e paga US$100 pelo recrutamento de membros que comprarem o plano “AdCentral Family” ($1375 = 4 x 269 + 299).

 

2.2.3 – Comissões Binárias

A TelexFree usa uma estrutura de compensação binária para comissionar o recrutamento de novos membros para a rede. Uma estrutura de compensação binária começa com o recruta no topo e se ramifica em duas pernas abaixo do mesmo (nível 1). Por sua vez, essas duas pernas se ramificam em mais duas pernas (nível 3)  e assim por diante:

figura 3

Os dois primeiros membros recrutados na estrutura de compensação binária formam a base de dois times, divididos igualmente ao meio. Antes de 17/09/2012, obrigatoriamente deveria haver o recrutamento dos dois primeiros membros da rede para que o recruta pudesse pleitear a qualificação com o intuito de auferir as comissões binárias da TelexFree; depois, os novos membros recrutados pelos dois componentes do primeiro nível da rede também serão colocados no binário do upline.

A primeira das comissões binárias pagas pela TelexFree perfaz o valor de 40 centavos de dólar por semana como comissão relativa ao recrutamento de membros feita pelo recruta ou por sua equipe (independentemente de qual lado estarão).

O segundo tipo de comissão binária oferecida é baseada em novas adesões de ambos os lados do binário. Por exemplo, se o upline recrutou seis novos membros, sendo que três caíram em sua equipe direita e 3 na equipe, ele ganha US$ 60 (3 x $20) de comissão por aquele dia. Além disso, todos os divulgadores deverão possuir não só dois indicados diretos, como também um cliente de US$ 49,90 DIRETO. Este cliente direto pode ser o divulgador/recruta mesmo, e deverá adquirir o serviço através de seu login, no site da TelexFree. Ou seja, para o divulgador continuar ganhando sobre todos os pares (binários) de sua rede terá que ter debaixo si, além de dois divulgadores, um cliente ligado diretamente a ele. O cliente deverá renovar o serviço todos o meses, senão o divulgador deixará de ganhar essa comissão.
• BINÁRIO DE ADCENTRAL – valor de US$ 20,00
• BINÁRIO DE ADICIONAIS (CICLOS DE 3) – valor de US$ 60,00

Contudo, se quatro desses membrosrecrutados caíram na equipe esquerda e apenas dois na direita, o recruta upline ganhará comissão relativa a dois pares (dois à esquerda e dois à direita) com os outros 2 restantes da equipe esquerda esperando por mais dois serem colocados na equipe direita.


2.2.4 – Bônus Team Builder

Para se tornar um Team Builder (bônus que também existia na Mister Colibri), que é um legítimo construtor de rede (recrutador), o divulgador precisa:

  • ter uma AdCentral Family ou uma AD Central Principal + 4 AD Centrais Adicionais;
  • Ter 10 AD Central Family cadastradas diretas ou indiretas na rede, 5 do lado esquerdo e 5 do lado direito;

figura 4

Com isso, o recruta participará da quota de 2% que a empresa destina para ser dividida entre os Team Builders, até o limite de US$39.600. O recruta possui 60 dias contados a partir da data de cadastro para atingir a posição de Team Builder.

Com uma AD Central Family, o divulgador publica 5 anúncios por dia e ganha hoje  no mínimo US$ 100 dólares por semana ou US$ 400 dólares por mês. Quando adquiri a posição de Team Builder participa de algumas vantagens, ou privilégios do Team Builder: ele e todas as AdCentral Family vinculadas a ele passam a publicar 1 anúncio por dia e ganham 100 dólares por semana. Depois de 30 dias como Team Builder, no mês seguinte o recruta começa a ganhar 2% de participação sobre o faturamento da Telexfree até completar o valor do bônus que é de U$ 39.600 dólares. Resumindo, o Team Builder é um AdCentral Family que só precisa publicar 1 anúncio por dia para ganhar o mesmo valor que as outras AdCentral Family. O Team Builder ganha um bônus de U$ 39.600 dólares a mais que os outros AdCentral Family.

Lembrete: o recruta possui 60 dias contados a partir da data de cadastro para atingir a posição de Team Builder.

2.2.5 – Renovação anual junto à TelexFree

A associação na TelexFree perfaz o valor de $299 anualmente, sendo possível a seus membros comprarem quatro linhas por 289 dólares cada (AdCentral Family).

.

3 – Mudanças no sistema de aquisição de contas TelexFree
Antes de setembro de 2012 poderia uma única pessoa comprar várias contas com apenas um CPF (geralmente o seu); hoje não é permitida a compra de mais de uma conta com o mesmo CPF, porém isso não impede que o recruta/divulgador compre contas com o CPF de terceiros e a administre. Ou seja, que compre contas com o CPF da tiavó, da vó, da mãe, do sobrinho, do papagaio etc.

.

4 – Considerações sobre o plano de negócios Telexfree

Recapitulando, então, as formas de auferir os bônus de rede (ou tropa, como informalmente os recrutas chamam sua rede):

1 – US$20,00 por cada adcentral que o recruta indicar diretamente.
2 – US$100,00 por cada family indicado diretamente.
3 – US$20,00 por cada par de adcentral formado abaixo, seja por indicações diretas, indiretas, ou transbordamento.
4 – US$60,00 por cada trio de adcentral formado.
5 – Bônus residuais pelos anúncios feitos da rede.
6 – Bônus de Team builder de no máximo US$39600, que o recruta recebe quando indica 10 AdCentral Familys para sua rede.

Ao leitor que já acompanha nossas análises de sistemas de MMN deve ter matado a charada quanto à essência do modelo da Telexfree. Seu sistema oferece um produto, a tecnologia VOIP, e sua forma de divulgação é a publicidade na Internet (seria o “serviço” oferecido para a empresa).

No caso do VOIP, é um produto que possui mercado restrito, que não é usado de maneira contínua tanto por pessoas físicas quanto jurídicas. Em outras palavras, é um produto que não possui garantia/sustentabilidade, a exemplo da moeda virtual da Mister Colibri, os LPs – Loyalty Points. Em relação à publicidade de internet, existem formas de ganhar dinheiro, mas dificilmente (sendo bastante conservador) que isto acontecerá utilizando a página da Telexfree. Só como exemplo, custa em torno de $0,25 a $0,30 para alguém aparecer na propaganda paga no Facebook para umas mil pessoas e conseguir uma boa visibilidade demonstrada pelos likes. Se para o Facebook, o maior site de relacionamentos no Brasil e EUA o custo é baixo, não há condições dos amantes da Telexfree competirem com a rede social de Mark Zuckerberg vendendo anúncios na net (através do próprio site da Telexfree).

Soma-se a isso o fato que a TelexFree não se responsabiliza pelos produtos e serviços anunciados em seu nome em outros sites da rede, sendo a responsabilidade do PRÓPRIO anunciante. E como fica o Código de Defesa do Consumidor nesse caso, como bem nos lembra o site NossoCariri?

Mediante o exposto como é que, através do sistema AdCentral, a empresa GARANTIA o pagamento semanal de US$20,00 para o que é essencialmente publicação de spams na Internet? Se o forte não é a venda do VOIP nem anúncios de terceiros no site da Telexfree, só existe uma maneira: dinheiro das adesões advindo do recrutamento de novos membros – US$299,00 mais US$50 do PARTNER para aderir e para renovar o contrato com o esquema. Isso caracteriza a empresa como um esquema Ponzi. Renovar o contrato para quê? Para vender anúncios ou para recrutar pessoas e auferir as comissões?

Digo garantia, pois agora a TelexFree não mais pagará seus membros em dinheiro conforme tinha prometido no começo. Em vez de pagar $20 dólares semanais ela vai dar uma linha VoIP que vale $49,90, só que o participante terá de vender ou transferir essa linha para outro divulgador com o intuito de fazer dinheiro. Exatamente como aconteceu com os LPs da Mister Colibri. Claramente uma transferência de responsabilidades e dos riscos da atividade para o recruta. Senão conseguir vender ou transferir a linha, a TelexFree PODE recomprar o produto, pagando até mesmo menos do que os US$20. Não é necessário ser expert aqui para perceber recrutas começarão a micar com as linhas na mão, pois como ela mesma disse no novo contrato:

não se garantindo, porém, o ‘valor de face’ do produto, negociando o valor em razão do volume, da demanda e/ou de seus estoques.

Então, a qualquer momento, a TelexFree pode simplesmente se recusar a recomprar essas contas 99TELEXFREE, ou então, ela pode estabelecer o valor que quiser para essa recompra. Por exemplo, se ela disser “a partir de agora o valor de recompra das contas 99TELEXFREE é US$ 1,00 (um dólar), nenhum recruta poderá dizer que não sabia disso, pois isso está previsto no contrato.

Olhe só leitor: não bastasse o que foi exposto acima, além disso, o potencial destrutivo do esquema é maximizado ainda mais quando o plano de marketing da empresa permitiu que em parte de seu momento de expansão uma pessoa só fosse dona de várias estações com um ÚNICO CPF (no caso o seu); hoje ainda uma pessoa pode comandar várias estações ao mesmo tempo, mas aí utilizando-se de CPFs alheios. Com todas essas características começa a fazer sentido o fato que várias pessoas na rede já ouviram relatos de pessoas que venderam carros, casas, papagaio, cachorro e até a mãe pra entrar ou permanecer no esquema.

Portanto, martelando o ponto crucial: se o recruta não ganha dinheiro com venda de produtos, ganha como? A resposta é: RECRUTANDO pessoas. O bônus Team Builder é mais outro exemplo crasso dessa conclusão. O Team Builder ganha mais dinheiro postando menos anúncios do que um AdFamily normal. Ou seja, na prática o “produto” aí é meramente o invólucro para um sistema que não vive da venda de produtos, que precisa de novas adesões para o pagamento das comissões prometidas no sistema de marketing (esquema PONZI). O que importa mesmo nisso tudo é a venda da oportunidade, e não a venda do produto. É uma engrenagem que se movimenta basicamente graças aos seus participantes, e não através fontes de receitas externas, advindas da venda de anúncios e serviços ligados à tecnologia VOIP.

Senão vejamos: cada conta AdCentral abastece o sistema com $299/289, enquanto paga $1040 por ano – 1 anúncio por semana a 20 dólares = 52 (semanas) x 20 = 1040. Ou seja, se o que parece dar dinheiro mesmo é recrutar pessoas, é primordial para a Telexfree que cada recruta traga pelo menos no período de um ano mais 3 pessoas para pelo menos cobrir o pagamento da comissão anual de 1040 relativo ao pagamento dos anúncios. Ou compre mais estações utilizando outros CPFs. E o pagamento das outras comissões que a Telexfree deve pagar ao recruta em caso de recrutamento de novo membro, virá donde? Uma taça de mousse de chocolate para quem descobrir…

Prezado leitor, preste atenção: a Telexfree incentiva o recrutamento através das adesões e a compra de outras 4 posições para o sistema; paga 20 dólares para quem recrutar um incauto para o plano AdCentral; paga 100 dólares a quem recrutar para o AdCentral Family; paga dois tipos de comissões binárias aos seus participantes que se qualificarem recrutando dois outros incautos para a rede;  e paga bônus aos recrutas por formarem uma grande rede (TROPA). Agora, imaginemos quando chegar o momento em que os antigos membros pararem de renovar a associação e que diminua a quantidade de novos membros a entrarem no sistema: como é que a Telexfree será capaz de se sustentar e pagar as 20 pratas semanais (comissão do modo AdCentral) se o que sustenta o esquema são as novas adesões e não a venda do VOIP e uma possível receita com anúncios de terceiros no site da empresa? Seu destino será o chão, como é praxe aos esquemas Ponzis. Responsáveis pela empresa serão procurados, serão processados, talvez antes disso fugirão com um boa grana nas mãos. O último esquema Ponzi mais disseminado em que fatos como esses ocorreram foi a Mister Colibri. Talvez os próximos serão a Telexfree e a Lyoness.

TelexFree possui a configuração de um Ponzi camuflado. Mal camuflado, por sinal.

 

5 – Aplicação do teste de Taylor

Utilizando o teste de Taylor, que nos fornece um termômetro para detecção das características estruturais de sistemas fraudulentos e lesivos a distribuidores/consumidores (nesse caso não necessariamente ilegais), verificaremos sob mais um ângulo o sistema de distribuição multinível da TelexFree possui as características lesivas (quer dizer, a situação da empresa pode estar regular, mas mesmo assim seu sistema é nocivo aos seus distribuidores/consumidores, mesmo para aqueles que queiram levar à sério o “negócio”). Esse modelo é utilizado primordialmente para identificar pirâmides com produtos, mas também pode ser utilizado para análise de pirâmides financeiras.

1. Afirmação: o recrutamento de participantes é ilimitado em uma interminável rede de motivados recrutadores que são incitados a recrutarem novos recrutadores ad infinitum.

Pergunta: o recrutamento ilimitado é permitido, incentivado, e existem aqueles que são recrutados, autorizados e incitados por incentivos (sobreposições, adiantamentos, compras etc.) para recrutar distribuidores que se transformarão em recrutadores adicionais, que por sua vez também são autorizados e motivados a continuarem recrutando mais recrutadores indefinidamente, de forma que o efeito é uma rede infinita de recrutadores que recrutam novos recrutadores?

Comentário: a consequência mais gritante dessa “bandeira” é a de que se um determinado mercado está saturado (saturação de fato), o programa deve mudar para outro local ou introduzir novos produtos ou divisões para continuar. A oportunidade para cada pessoa nova ganhar dinheiro se torna cada vez menor quando esta cadeia infinita ou pirâmide de participantes continua se expandindo. Nem precisamos comentar o fato da TelexFree possuir essa característica.

2. Afirmação: o avanço em uma hierarquia de vários níveis de “distribuidores” é conseguido através do recrutamento, e não por compromisso.

Pergunta: “Um participante avança em posição (e renda potencial) numa hierarquia de níveis múltiplos de “distribuidores”, recrutando outros distribuidores abaixo dele, que por sua vez avançam recrutando outros distribuidores abaixo deles, etc?

Comentário: o resultado é o compromisso para com o recrutamento, com o objetivo de ascender aos níveis superiores de pagamento da hierarquia de distribuição. Se a única maneira pela qual um recruta pode ganhar significativamente no esquema é através do recrutamento como forma de avançar a níveis mais elevados do plano de compensações, temos aí fortes indícios de um sistema em pirâmide. Quanto à TelexFree, é só notar quantos AdFamilys o recruta tem que ter na sua rede para ser um Team Builder.

3. Afirmação: Exigências do tipo “Pagando para jogar” são satisfeitas por contínuas “compras incentivadas*.

Pergunta: “Distribuidores” são encorajados a fazer aquisições significativas quando recrutados? Isto é, eles são encorajados a fazer investimentos significativos em “compras incentivadas”, a fim de tirar partido das vantagens da “oportunidade de negócio”, e depois continuam a qualificação para a progressão – ou estacionamento – na empresa de MMN?

Comentário: cuidado com a quantidade mínima de compras de produtos ou serviços ao longo do tempo – em que você precisa “pagar para jogar o jogo” – para se beneficiar de comissões ou avançar no plano de marketing da empresa. Seja cauteloso quando lhe é pedido para continuar comprando produtos, em vez de fazer compras pontuais quando necessário. Tais “pagamentos para jogar” ou “incentivos” podem ser exigências disfarçadas de compras em uma pirâmide baseada em produtos, ou um sistema sofisticado para munir de “investimentos” uma pirâmide na forma de compras de produtos. Poucos ganham comissão suficiente para cobrir o custo dessas despesas. Telexfree incentivava na primeira fase de sua expansão a possibilidade de comprar várias estações com apenas um CPF. Agora é possível ainda um recruta administrar uma rede composta por CPF de terceiros.

4. Afirmação: a empresa paga as comissões e/ou bônus a mais de cinco níveis de “distribuidores”.

Pergunta: será que a companhia paga as comissões e gratificações a distribuidores em uma hierarquia de mais níveis do que está funcionalmente justificado, i.e., mais de cinco níveis?

Comentário: até mesmo na maioria das corporações com organizações de vendas extensas, o mercado do mundo inteiro pode ser coberto em cinco níveis de gerência de vendas: filial, distrito, vendas regionais, nacionais e internacionais. Pagar as comissões e bônus em mais de cinco níveis em um programa MMN enriquece principalmente aqueles que estão na parte superior da pirâmide, às custas das pessoas da parte inferior. Você seria sensato ao evitar qualquer programa que paga mais do que cinco níveis na hierarquia de distribuição. Sistemas de compensação deste tipo são particularmente exploradores, principalmente quando os pagamentos estão numa hierarquia de organizações diluídas de grupos participantes, e não apenas os indivíduos – criando uma taxa de perda extraordinariamente elevada, exceto para aqueles no topo de uma “mega-pirâmide das pirâmides”. Mais outra característica presente no sistema da TelexFree

5. Afirmação: o pagamento da companhia (ou seja, comissões) das vendas ligadas a cada participante upline iguala ou excede o pagamento feito pela venda de produtos, desincentivando a venda a varejo e incentivando excessivamente o recrutamento, o que provoca uma concentração extrema da distribuição dos rendimentos no topo da pirâmide.

Pergunta: será que um distribuidor que compra produtos para revenda recebe menos do que o pagamento total (em comissões, prêmios, etc) que a empresa de MMN paga aos participantes uplines que pouco ou nada tinham a ver com a venda?

Comentário: se assim for, os pagamentos da empresa para o distribuidor sobre a venda do produto a varejo seriam lamentavelmente pequenos, enquanto que aqueles no topo (uplines) abocanham ainda mais a pequena comissão de vendas de centenas ou mesmo milhares de distribuidores downlines. Esta comissão é grande para uplines, mas para vendedores a varejo downlines é mínima. Conselho: evitar qualquer empresa de MMN em que o montante reservado para participantes que realmente vendam produtos para fora da rede de distribuidores seja menos da metade dos pagamentos da empresa para distribuidores.

Hehehe. Essa 5ª característica está presente em seu sistema e também nem é necessário comentá-la.

Portanto, sob mais esse ângulo, percebe-se que o esquema é lesivo. Ponzis são explicitamente assim mesmo.

.

6 – Ministério Público investiga a TelexFree (Acre, Mato Grosso e Goiás)

E leitor, o cerco está começando a se fechar sobre o esquema. O Ministério Público de Mato Grosso abriu inquérito civil para apurar a atuação da TelexFree. Consoante a promotora Fernanda Pawelek, da 1ª Promotoria Cível de Lucas do Rio Verde, o sistema oferece “risco aos interesses econômicos” dos participantes e pode esconder um esquema do tipo “pirâmide”.

E a promotora continua a crítica ao esquema, agora levando em consideração a forma de ganho mais descarada que indica que o negócio do esquema é só mesmo recrutar: os ganhos por conta da formação de equipes de divulgadores:

Não há relação entre o que se ganha e o que se produz (…) fica evidente que a pirâmide, a qual hoje pode dar lucros a alguns, poderá desmoronar na medida em que os investidores pequenos deixem de investir“, afirma.

Em relação à página oficial da TelexFree na internet, Pawelek destacou o pequeno espaço reservado aos serviços de telefonia oferecidos pela empresa.

Não há informações acerca do serviço, como funciona, forma de pagamento, sendo que estas só podem ser obtidas se o contrato de prestação de serviços for localizado.

Procurador -Geral de MT suspeita de estelionato no caso da TelexFree

Já o Ministério Público do estado do Acre também está investigando a TelexFree. Na portaria (1) – INQUÉRITO CIVIL N.º 01/2013, Nº DO MP: 06.2013.00000003-9, consta o conteúdo do Inquérito Civil da TelexFree. Cita o Diário Oficial, em consonância com a investigação levada a cabo no Mato Grosso:

CONSIDERANDO que chegou ao conhecimento do Ministério Público notícia de que, no Estado do Acre, a empresa TELEXFREE encontra-se atuando fortemente no mercado consumidor de modo a atrair consumidores/ investidores que, por meio de investimento financeiro, sob a promessa de lucro fácil e garantido, mediante contrato, deverão, em seguida, postar anúncios da empresa na rede mundial de computadores, formando equipes para tanto, em troca de bonificação; (…) observa-se que inexiste qualquer ênfase no serviço VOIP, posto que a atividade realmente predominante consiste na captação de recursos financeiros por meio de evidente formação de pirâmide, o que descaracteriza o marketing multinível.

 

CONSIDERANDO que não há relação entre o que se ganha e o que se produz, e que fica evidente que a pirâmide, a qual hoje pode dar lucros a alguns, poderá desmoronar na medida em que os investidores pequenos deixem de investir; CONSIDERANDO os riscos de prejuízos econômicos aos quais estão os consumidores sujeitos e que é clarividente a promessa enganosa e arriscada de lucro fácil e de vida afortunada;

 

RESOLVE: Instaurar INQUÉRITO CIVIL, a fim de investigar o fato acima descrito.

Além do Ministério Público, também superintendências da Polícia Federal espalhadas pelo Brasil, estão investigando o esquema.

.

TelexFree encontra problemas também em Goiás:

A polêmica da Telexfree

Empresa investigada por suspeita de crime contra a economia popular dribla a Justiça por causa da falta de denúncia de usuários

Diário da Manhã

Rafaela Toledo

Apesar de investigada em mais de sete Estados brasileiros (Acre, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Minas Gerais, Pernambuco e Santa Catarina) a empresa Ympactus Comercial Ltda, conhecida pelo nome fantasia Telexfree, não foi alvo de denúncias nos órgãos de defesa do consumidor do Estado de Goiás. Após ataque de blogueiros renomados; um recorde no Reclame Aqui, considerado um dos maiores sites de reclamações do Brasil e muita polêmica; o Ministério Público Federal (MPF) e a Secretaria de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda orientam as entidades fiscalizadoras a desencorajar os investidores que escolhem este tipo de negócio. A suspeita é de que se trate de Golpe da Pirâmide, caracterizado como crime contra a economia popular.

Continua em: http://arquivo.dm.com.br/mobile/texto/gz/120093

.

Por tudo isso, conselho para o caro leitor que ainda pensa em entrar na TelexFree: caia fora do esquema!

.

Leia também:

Decisão que proíbe a Telexfree de cadastrar e pagar mantida pelo TJ do Acre

MPE pede e Justiça determina suspensão de pagamento e novos cadastros da Telexfree

Marketing multinível: subproduto da degradação do tecido sócio-econômico-moral

Ministério da Justiça (também) no encalço da Telexfree

Ministério da Fazenda: TelexFree esquema de pirâmide

O fim do golpe da TelexFree

O Sistema existe para resolver os problemas do Sistema

A verdade sobre o MMN: quase todos perderão dinheiro

Entrevista com o especialista em fraudes do MMN – Jon Taylor

Entrevista com a especialista em fraudes do MMN – Tracy Coenen

A procura do MMN perfeito

O que está errado com o marketing multinível?

Sofismas e falácias dos distribuidores de MMN

Um olhar psicanalítico acerca de grupos de distribuidores das empresas de marketing de rede e de fiéis de várias instituições religiosas

Teste para avaliar se uma empresa de MMN é ou não é pirâmide

Scripts para recrutar trouxas – parte 1

124 Comentários leave one →
  1. Andre permalink
    10/03/2013 2:07

    O melhor artigo que li sobre a telexfria ! Parabéns

    • Fernando permalink*
      10/03/2013 13:32

      ok. O IDD agradece.

      Saudações

  2. Moses permalink
    10/03/2013 10:30

    O que me dá pena é que já vi EXATAMENTE essa mesma história acontecer seguidas vezes: Fazendas Reunidas Boi Gordo, Zeek Rewards, Mister Colibri, e muitos outros.
    E o discurso desse pessoal da Telexfree parece mesmo com o pessoal da Avestruz Master, que às vésperas do esquema desabar estavam com o mesmo papo de “eu já estou ganhando dinheiro com isso”, “trouxa é quem trabalha”, “o negócio já está funcionando e é garantido”, etc., etc. etc. – enquanto era óbvio que o “produto” avestruz era tão “real” quanto esses planos de VoIP que ninguém consome…

    • Renata Lima permalink*
      10/03/2013 11:53

      O “produto” de telexfria é totalmente dispensável.

  3. 10/03/2013 12:21

    uma boa pergunta è: O interesse e lucro vem da venda d algum produto, ou da venda de adesões para entrar no “esquema”?

    • Renata Lima permalink*
      10/03/2013 12:22

      Adesões, óbvio.

  4. 10/03/2013 12:27

    vem cá, esse post foi publicado por fernando augusto? ta certo isso , é o q diz la em cima?
    o mesmo q até esses dias estava falando bem da telexfree e convidando todo mundo pra essa ilusão?
    acordar é sempre valido né? antes tarde do q nunca. pena são os iludidos, mas caindo se aprende o equilibrio. rsrsrs

    • Fernando permalink*
      10/03/2013 13:29

      Não, não foi publicado por ele. Não me confunda com aquele sujeito, por favor. Aquele é promotor do MMN, vai pular de galho em galho se achar que isso será vantajoso.

  5. 10/03/2013 13:37

    ok desculpe, é q vi lá em cima no post “por Fernando (Augusto)”.
    Sorry :-)
    percebi q o discurso esta diferente, .. mais honesto. heheh

  6. 11/03/2013 11:31

    Excelente!

  7. Curioso permalink
    11/03/2013 18:36

    olha quem também tá na Telexfree agora http://www.facebook.com/photo.php?fbid=191133754343942&l=d525fd6123

    • Renata Lima permalink*
      11/03/2013 19:31

      hahaha, eu tinha noticiado aqui. Aqueles outros dois que saíram da mtyc com ele (thiago e iuri) também “voaram” pra telexfria.

      E mandam entrar rápido pra receberem o “maior derramamento do binário”. Bonito de ver.

    • não-me-chama-que-não-vou permalink
      12/03/2013 12:32

      Olhem esse grande divulgador…

    • Renata Lima permalink*
      12/03/2013 16:35

      “este daqui é o primeiro de muitos”. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Tem que ser muito sem noção para dar a cara pra bater em prol de um esquemão destes. Mas o bom é que se queima de vez…com quem é honesto, claro.

    • Luiz Claudio permalink
      29/03/2013 22:48

      Vendendo tudo…

  8. Voipy permalink
    11/03/2013 21:14

    “o Skype cobra US$ 5 mensais por seu plano Premium
    a) Chamadas gratuitas entre celulares sobre os portadores “Vivo-Claro-TIM” e “Oi”
    b) Chamadas gratuitas para qualquer telefone fixo do Brasil”

    Informação equivocada, na conta Premium Skype não existe direito de ligações gratuitas para fixo ou celular do Brasil

    Fonte: http://www.skype.com/pt-br/premium

    Eu utilizo o serviço telexfree por causa do pacote Voip, que está sendo bastante útil no Call Center que gerencio, antes pagávamos 400,00 por um serviço ilimitado que nos provia apenas 2 ligações simultâneas no PABX, no Telexfree são 3.000 minutos por 99,00 e sem limite de chamadas simultâneas, já tive 15 operadores fazendo ligação ao mesmo tempo e a qualidade da ligação se manteve estável, como vocês próprios citaram no tópico, provavelmente a plataforma VoIP da TelexFree é da empresa Disk a Vontade

    • Fernando permalink*
      12/03/2013 9:44

      Correto. QUem tinha um pacote parecido era o Voip Rider. Obrigado pela informação.

  9. Paulinho Faraó permalink
    12/03/2013 9:27

    O Google tem uma ferramenta chamada Google Trends, o qual demostra a distribuição
    geográfica e cronológica do volume da buscas por determinado termo.

    Sugiro que os consulentes façam uma busca pelo termo Telexfree nesse mecanismo.
    As ocorrências, como constatarão, se concentram em certo país da América do Sul.

    A propósito, quando alguém chegar dizendo que aquela empresa atua em vários países (como de fato há algumas), sugiro um consulta.

    Vejam o exemplo em tela:
    http://www.google.com.br/trends/explore#q=telexfree

  10. Anonimo permalink
    12/03/2013 17:35

    Só estou pesquisando, não sou contra nem a favor…
    Mas pelo que entendi, o fato é que, enquanto estiver funcionando você ganha uma grana, mas não pode contar com isso sempre, e tem que estar preparado para deixar de ganhar. Seria isso?

    • Renata Lima permalink*
      12/03/2013 19:10

      Em esquemas ponzi, as pessoas ganham NO COMEÇO e depois o esquema esvai por falta de adesões…no caso da telexfree, o final será mais rápido já que o MJ está de olho.

      Saiba que quem entra simplesmente endossa um sistema abusivo e ilegal.

    • Joao Silverio permalink
      13/03/2013 1:37

      Renata,

      É uma pena que quem promove não é punido ou pelo menos advertido pela justiça a não entrar mais para esses esquemas…

      Quando um esquema fosse desmantelado, todos os divulgadores deveriam receber essa advertencia, isso pelo menos assustaria esses pilantras de pularem para outros esquemas.

  11. Fernando permalink*
    13/03/2013 11:06

    Rafael Homer, do CanalTech, aventa a possibilidade do dono da empresa não ser mais o Wanzeler, e sim de Sebe Souza. Esse esquema possui uma rede muito intrincada:

    http://canaltech.com.br/noticia/seguranca/Telexfree-Entenda-a-polemica-da-empresa-acusada-de-esquema-de-piramide/

  12. Fernando permalink*
    14/03/2013 16:49

    PRONUNCIAMENTO OFICIAL de um ORGÃO DO GOVERNO confirmando que é esquema, pirâmide. golpe:

    http://www.seae.fazenda.gov.br/destaque/nota-de-esclarecimento-sobre-as-atividades-da-telexfree

  13. Fernando permalink*
    14/03/2013 17:46

    Essa é boa: servidor público do TJAC comanda rede TelexFree investigada pelo MP. Os “argumentos” (sofismas) do cara: “temos um binário progressivo finito, figurões participam do esquema e nós pagamos 19 milhões de impostos”.

    http://www.ac24horas.com/2013/03/13/oficial-de-justica-do-tjac-comanda-rede-telexfree-investigada-pelo-ministerio-publico/

    É de dar pena (das pessoas que defendem esse esquema) e sentir nojo.

    Um esquema com peças incrustradas também no judiciário. Cada vez mais fica interessante descobrir até onde vão os tentáculos dessa organização.

  14. 15/03/2013 18:31

    Eu não entendo o porque de tanta raiva contra a telexfree, se vcs não querem ou tem medo de entrar,por que difamar e dizer que sabem que viu que conhece, lamentável, um país livre onde pessoas ainda querem controlar outras , faz o que vc quer e deixa quem quer entrar na telexfree quieto, sinceramente, pode pesquisar, toda vez que vc colocar sobre a telexfree na net vai aparecer um monte falando mau, e eu acho que é mais para visualização de blog e videos no youtube, tudo que vira criticas é motivo de muias pessoas lerem e decer o pau, aconteceu mesma coisa com empresas do tipo herbalife que também não tenho nada contra, mas o povo massacrava a herbalife sem saber o que estavam falando, e o mesmo acontece agora com a telexfree, o problema é que muitas empresas não se importam com tipos de comentários destes, mas pelo que fiquei sabendo a telexfree já está coletando blogs e videos que falam tal coisas, para entrar com processo judicial por difamação, ai eu quero ver os donos dos artigos sustentarem o que dizem, um abraço a todos e fica só como um alerta, pesquise em mais lugares e não se deixe ser controlado por niguem,.

    • Renata Lima permalink*
      15/03/2013 18:55

      que besteira, cada um faz o que quer, o blog não tem pretensão de influenciar na decisão de qualquer pessoa. Nosso intuito é levar INFORMAÇÃO.

      Quem quer confiar em telexfria (que é esquema ponzi, você mesmo poderá concluir isto quando notar que SEM ADESÃO a empresa ACABA), vá em frente. Compre a “ideia” no sentido de que as pessoas PRECISAM de VOIP na era do skype.

      A telexfree pode acabar igual aftb, zeek, colibri….todas estouradas com ex membros diariamente buscando informações na internet sobre COMO reaver o que investiram.

      Uma dica…não desqualifique os mensageiros de más notícias sobre telexfree. Preste atenção nas MENSAGENS. Esta coisa de “mídia que persegue” é uma baita abobrinha no caso telexfree, porquê temos aqui informações OFICIAIS de órgãos públicos. ATENÇÃO.

      Outra, o blog não incorre em difamação nenhuma. Temos liberdade de expressão, a telexfree devia estar mais preocupada em provar que NÃO É PIRÂMIDE, ao invés de sair nesta caça as bruxas que não vai dar em nada. Esta empresa está sob escrutínio PÚBLICO e as pessoas tem direito de se manifestarem a respeito. ATENÇÃO (de novo).

    • Roger permalink
      18/05/2013 19:03

      Vai dizer que a net e a gvt também não acaba se não houver adesões?

    • Renata Lima permalink*
      19/05/2013 23:30

      se não consegue diferenciar o pagamento por adesão (formação de rede pra lucrar) do faturamento por venda direta (pagar por serviços), o assunto morre aqui.

  15. 16/03/2013 21:16

    Desde que surgiu eu já tenho fortes suspeitas da TelexFRIA. Primeiro, eram as inúmeras mensagens de SPAM que recebia em meu email e nas redes sociais, só chamando para o recrutamento. Procurei saber como a empresa funcionava e vi que não era coisa séria, nem ética. E por fim, vieram análises em blogs denunciando um esquema de pirâmide (mal) disfarçado, onde se paga um absurdo para postar anúncios em sites de classificados gratuitos – isso para mim é mais do que suficiente para não entrar.

    Aí vieram as denúncias em vários órgãos estaduais denunciando a empresa e começou a chuva de mentiras e de ataques por parte dos divulgadores. Hoje, vejo que a coisa atingiu um nível que não imaginava que chegaria, sendo uma gigantesta pirâmide financeira sustendada por mentiras. E como sabemos, mentira tem pernas curtas, se os órgãos competentes agirem a tempo não agirá mais.

    Grande abraço!

  16. Rafael Antunes permalink
    17/03/2013 2:39

    Atenção equipe IDD! Já está rolando mais um esquema de pirâmide na internet, o Alive Matrix.

    • 17/03/2013 18:38

      Rafael, já estão rolando outros por aí. Basta um olhar atento e você encontrará algumas como a Multiclick Brasil (idêntica à TelexFree, porém não tem o VoIP e o incentivo ao recrutamento é mais descarado), Winner Manager (para receber por testar jogos é preciso pagar uma taxa absurda), dentre outras que estão atuando por aí, mesmo sofrendo processos (caso da Omni, por exemplo). E amanhã será lançada mais uma empresa-pirâmide, a World Prelaunch. É bom ficarmos de olho aberto.

      Grande abraço!

  17. Line permalink
    17/03/2013 17:22

    Novidade, e os fanáticos por essas seitas sempre usam o discurso emocional apelativo que nada adianta e só faz piorar a situação e a credibilidade.

  18. Mattos permalink
    24/03/2013 20:30

    Fico imaginando, se todos que estão ganhando e se dando bem e voando com a TeleFree .Por que motivos se preocupam tanto com os comentários contrários. Se realmente a empresa e tudo que os divulgadores pregam ; para que se incomodar. Procurem vender o produto de vocês e não se incomodem com comentários contrários ,a QUALIDADE do produto e sua maior propaganda. Agora se o interesse de vocês e angariar mais elos para a corrente de vocês tentando uma transparência que não existe, isso e PIRAMIDE…..

  19. Mattos permalink
    25/03/2013 17:49

    HONESTIDADE, é uma qualidade de ser verdadeiro; não mentir, não fraudar, não enganar. A honestidade é a honra, uma qualidade da pessoa, ou de uma instituição, significa falar a verdade, não omitir, não dissimular. O indivíduo que é honesto repudia a malandragem a esperteza de querer levar vantagem em tudo.
    Justificar erros apontando erros de outros, não torna seu erro uma verdade. Se existe políticos desonestos isso justificaria minha desonestidade??? Mostrar um falso sucesso financeiro para atrair pessoas a participar de algum negocio e fraude, e ser conivente ou usar esse tipo de farsa e certo??? O que me incomoda e isso. Venda seu produto ,pois qualquer empreendimento depende de compra e venda. Outro ponto que não entendo, se crio algo novo e altamente rentável , monto uma rede de distribuição e vendo para todo o Brasil ou para o mundo. Quantas empresas usam o Voip da TelexFree, sem contar os Voips dos “divulgadores” . Independente de ser golpe ou se ja acabou, se a Justiça e a PF vai ou não entrar no caso, as reclamações (site reclame aqui) envolvendo a empresa gera desconforto, pois não são clientes reclamando do Voip, e sim “divulgadores/associados” reclamando do próprio negocio, pessoas que já se envolveram em outros casos de piramide entres os divulgadores da Telexfree.
    Uma empresa de comunicação que não tem telefone nem SAC, e uma contradição.

  20. José Pereira permalink
    26/03/2013 23:16

    O pior que essa praga fixou sede aqui no Espírito Santo, Estado desprezado pelo resto do Brasil, só o SBT reconhece nosso valor (hehehehe) e vem essa “empresa” denegrindo ainda mais nossa imagem. Aqui também tinha escritório da Mix Phone Club, na beira da praia, em bairro nobre de Vitória, mas como previsto, estourou a bolha e os caras sumiram. Provavelmente estão na TelexPay (você tem que pagar para entrar, certo?). Com tantas empresas que surgiram supostamente comercializando VOIP como é que essa tecnologia ainda não é conhecida pelo público em geral???? É mais fácil você comprar um tablet de última geração do que adquirir uma linha VOIP!!!!!!

  21. Curioso permalink
    30/03/2013 22:43

    E o Paulo Ricardo Faraó, ops, Figueiró, já tá em outra… BBom http://www.youtube.com/watch?v=x7JgP-vDm1M . Saiu de 3 empresas em menos de um ano, pode pedir música no Fantástico. Uma sugestão http://www.youtube.com/watch?v=e5v7mcsFCzE

  22. Clara permalink
    05/04/2013 11:36

    Muito bom e esclarecedor o artigo. Vocês teriam informações sobre a Bbom, se é o mesmo esquema? Muito Obrigada

    • Renata Lima permalink*
      05/04/2013 15:05

      Mesma porcaria, sem contar que já tem gente ganhando nesta pirâmide em pré cadastro. Uma nova palhaçada com prazo de validade também. Fuja de pirâmides!!!! Boa sorte.

    • silvia maria permalink
      09/06/2013 4:58

      È minha cara isso tudo é pirâmide,dinheiro fácil??? Alguém vai pagar o pato equem entrar nessa um dia vai pagar o preço!

  23. Clara permalink
    08/04/2013 19:15

    Oi Renata, muito obrigada pela resposta. Um colega estava me oferecendo, e com base nos seus artigos pude identificar que era esquema de pirâmide, apesar dele negar. Perguntei só para ter a confirmação.

  24. Janaina permalink
    30/04/2013 0:16

    Hoje me ofereceram a telexfree,eu já cai na Dinastia e na polishop que tem a principal fonte no recrutamento e consumo minimo mensal de 300 reais (POLi).
    Mas a POlishop acho que intocável,até agora vocês não escreveram nada sobre ela!!!!!!

    • Renata Lima permalink*
      30/04/2013 9:11

      TODO negócio de recrutamento é lesivo, logo polishop também é. Boa sorte. (não vale a pena escrever sobre todas as empresas que usam o mmn como sistema de distribuição, fora alguns detalhes, a essência é a mesma)

    • Renata Lima permalink*
      30/04/2013 9:11

      ah, telexfree é esquema Ponzi. Não se iluda.

  25. Melissa Pandarely permalink
    08/05/2013 18:02

    Olá boa tarde, meu namorado esta nessa, esta querendo vender o carro novissimo pra investir mais, desde o inicio eu sabia que era fraude, mais pra ele é uma maravilha não gosta de trabalhar, ele estava ganhando um diheirinho bom com isso e por isso se iludiu, noss ta ficando doido com isso recrutando um tanto de gente, ja tentei explicar a ele que dinheiro facil não existe e o pior ele se acha o dono da verdade… esta estudando mal poruq acha que com isso sera um grande empresário chega a dar pena. GENTE ENTENDAM UMA COISA, OU SEJA UM EMPREENDEDOR OU GANHE NA LOTERIA OU HERDE DE ALGUEM OU O MAIS CERTO, MAIS ESTUDAR TRABALHAR, DINEHIRO DE GRAÇA NÃO EXISTE! passar aqui 01 minuto de seu dia postando obs, trabalhando, e vc acha que vai ficar rico com isso, eu to com uma raiva depois de ler não somente esse como outros tantos artigos falando mal desse treco, gente a justiça tem que fazer alguma coisa. para pararem de golpear as pessoas. ISSO É UM ABSURDO…! so os primeiros ganham depois acaba! Nossa mais um jeito de tirar dinheiro das pessoas…

    • Arthur permalink
      08/05/2013 18:39

      Melissa,é complicaddo ontem uma pessoa veio me falar de Telexfree,eu apresentei os dados inclusive o parecer do Ministério Público,a pessoa se recusou a acreditar que era golpe ,inclusive os links da globo.com mostrando o tanto de processo que esta empresa esta sofrendo,mesmo assim a pessoa entrou e disse que vai ganhar uma granninha enquanto não pegam nada.

    • Renata Lima permalink*
      09/05/2013 0:12

      Já li em algum forum que os associados SABEM que é pirâmide, inclusive se preparam para nova migração quando esta saturar (e salvo engano, está em vias de saturar). É uma picaretagem sem fim. Começa pela proposta poste anúncios por 10 minutos e ganhe X. Dinheiro fácil sem fazer nada + comissão por rede = pirâmide com serviço para disfarçar.

    • Bruno permalink
      09/05/2013 1:33

      Melissa, Arthur e Renata, o que considero mais grave nesses milaborantes esquemas é o o comportamento revelado por alguns (bastantes). participantes. Não estou me referindo ao caso em questão, a ninguém em especial, mas apenas fazendo uma análise geral do que tenho visto.
      Indago a vocês: então nossos antepassados e nós trabalhamos tanto para criar um país onde o objetivo primordial da vida é “se dar bem” a qualquer custo, mesmo sabendo que o “lucro” será proporcionado pelo prejuízo e infelicidade dos outros? Que raio de “pais cristão” é este afinal?
      Eu fui educado pelos meus pais, pobres financeiramente, para sempre fazer a coisa certa e respeitar os outros, nunca trapacear, nunca se aproveitar da fraqueza dos outros, nunca tirar injustamente dos outros o que lhes pertence. Nessa época a palavra “ética” ainda não estava na moda e não fazia parte das apostilas dos cursinhos de RH, mas o sentido dela ela bem assimilado por todo mundo e utilizado na prática da vida..
      A frequência do surgimento dos mais variados esquemas cujo objetido, no fundo, é arrancar dinheiro dos outros para favorecer um pequeno grupo parece demonstrar que a nossa sociedade entrou numa vertiginosa decadência moral, onde os valores que regraram as nossas vidas no passado e que alicerçaram o surgimento das nações prósperas.hoje são tratados apenas como tolices e excentricidades. A “Lei de Gérson”, enfim, parece ter se instalado como a única norma a ser seguida atualmente no pais.
      O que quero dizer com tudo isso é que eu jamais conseguiria dormir bem sabendo que o meu colchão e o meu travesseiro foram comprados com “dinheiro maldito”, ou seja, obtido graças à enganação e desgraça de gente pobre, humilde e ingênua. É agindo corretamente que me sinto bem e Isso não se deve à obediência de alguma doutrina religiosa ou ao temor de um castigo divino pós-morte ou em vida, mas apenas porque sei que eu devo ser uma pessoa decente e ter bom caráter, mesmo sem esperar recompensa ou “lucro”.
      Se muitas pessoas conseguem dormir sabendo que prejudicaram muitas outras então, além de necessitarem de um bom psiquiatra, elas certamente não podem reclamar da corrupção avassaladora e de outras formas de bandidagem que assolam este país.

    • Renata Lima permalink*
      09/05/2013 10:05

      este tipo de gente que entra consciente nestes esquemas não costuma reclamar de nada….é um povo que invoca o nome de deus pra tudo (inclusive dizem que foi deus quem encaminhou a proposta das empresas, que deus abençoa quem arrisca, por aí…), que explora a fé alheia, que explora a desinformação, que não sabe o que é ética, aliás, acha que ganhar dinheiro (de qq forma) é ético.

      Um reflexo da cultura do nosso país. Infelizmente. Mas eu acredito que estas coisas que tanto prejudicam têm prazo de validade. É muita gente que perde dinheiro com mmn. E muita gente que recebe e faz bom uso de informação.

      No começo do blog só tínhamos comentaristas participantes, gente que vinha defender mmn. Hoje (além destes) temos depoimentos de pessoas que saíram dos esquemas, perderam dinheiro e confessam, pessoas que manifestam-se contra o negócio e gente que AGE contra abusos. Prosperamos, posso dizer.

  26. ALCEU permalink
    10/05/2013 0:55

    Olá Bruno, vou te contar um segredo, os que dormem em colchões e travesseiros comprados com dinheiro de “pobres vítimas” desse sistema sujo, dormem tranquilos, pois até os que perdem dinheiro, amigos etc, etc, em um dado momento do negócio mentiam pros seus conhecidos, familiares e amigos, sobre estar se dando bem com o MMN, e não estavam, ou seja, mentirosos tirando dinheiro de mentirosos, simples assim, salvo alguma exceção. Abraço.

  27. Fernando permalink*
    20/05/2013 18:19

    MP denuncia criminalmente operadores do Telexfree em Alta Floresta do Oeste

    http://www.mp.ro.gov.br/web/guest/noticia/-/ver-noticia/4302?redirect=/#.UZp3HlFqodV

    O Ministério Público do Estado de Rondônia ofereceu denúncia criminal contra Antônio José Barbosa, Clóves José Pereira e Juvandir Sbaraini, por prática de crime contra a economia popular. De acordo com investigações do Ministério Público, os denunciados obtiveram ganhos ilícitos mediante especulações ou processos fraudulentos, consistentes no “esquema de pirâmide financeira”, por meio de comercialização de pacotes de tecnologia Voip, oferecidos pelo Telexfree.

    De acordo com o Promotor de Justiça Márcio Giorgio Carcará da Rocha, subscritor da denúncia, os denunciados ingressaram e cadastraram diversas pessoas no esquema, realizado por intermédio do Telexfree, sob a alegação de que os serviços são prestados por meio de marketing multinível, o qual consiste na venda de produtos e cadastramento de pessoas para darem continuidade às vendas e divulgação do produto.

    “Ocorre que o marketing multinível é uma modalidade de comércio caracterizada por uma rede de contratantes independentes que movimentam a venda de produtos ou serviços de fabricante ao consumidor, mascarando o golpe denominado “esquema de pirâmide”, observa o Promotor de Justiça.

    De acordo com Nota Técnica , 88% dos integrantes da “pirâmide” estão fadados ao prejuízo, por se encontrarem na parte superior da pirâmide, sendo que geralmente somente o idealizador e poucas pessoas obtêm lucros.

    Fonte: Ascom MPRO
    Ministério Público do Estado de Rondônia
    Rua Jamari, 1555, Olaria. CEP: 76.801-917, Porto Velho – RO. Telefone: (69) 3216 – 3700

  28. Pedro Montesso permalink
    21/05/2013 0:37

    Socorro, acabei de ver um video no youtube de um Fernando Augusto, por favor me digam que não se trata do mesmo Fernando Augusto aqui do site, é um divulgador do telexfria ( Link> https://www.youtube.com/watch?v=oHL_8FUEsM8&feature=share )

    • Renata Lima permalink*
      21/05/2013 10:02

      Lógico que não é a mesma pessoa. O Fê (que eu conheço há tempos) JAMAIS divulgaria pirâmide. Trata-se de homônimo mesmo.

    • Fernando permalink*
      24/05/2013 10:19

      Não Montesso, nem brinque me confundindo com esse pilantra!

  29. ADRA OS OLHOS permalink
    25/05/2013 10:55

    O complicado e a cegueira de quem entra e a defesa de algo q esta claríssimo insustentável
    … não se preucupam em ganhar sobre a perda do próximo… ou seja entra em negocio sabendo ou suspeitando mesmo prejudicando terceiros por pura GANÂNCIA….Aquele q fizer tropeçar o seu próximo sera reu de Juízo..

  30. pedro permalink
    31/05/2013 2:57

    Sou um estudioso quando se trata de MMN, já vi vários e vários planos. Já fui convidado para mais de 5 empresas diferentes, somente esse ano. Assisti pacientemente e gravei as conferencias online de cada empresa para em seguida estudar o plano de compensação.
    E em meus estudos, sempre busco a resposta para uma única pergunta: “DE ONDE VEM O DINHEIRO QUE GANHAREI ENTRANDO NESSE PROJETO?”. Algumas empresas passaram neste teste. Todas elas possuem produtos. Todas elas também te bonificam por indicar outras pessoas, porém, o que é mais importante saber é que nessas empresas, a longo prazo, o maior bonus que você recebe vem da venda dos produtos, e não da indicação de pessoas. Outra pergunta importante: “SE EU TIVER MIL PESSOAS NA MINHA REDE E NÃO ENTRAR MAIS NINGUÉM, EU CONTINUO RECEBENDO?” Nessas empresas que passaram no meu teste, sim. Em todas elas, com todas as pessoas vendendo ou consumindo os produtos da empresas, mesmo se não entrar mais ninguém, toda a rede continuará a receber seus bonus. Mesmo aqueles que entraram por ultimo, receberão bonus pelas vendas, ou descontos pelo consumo.
    Resumindo, o foco de uma empresa séria MMN tem que ser a venda dos produtos.
    Por que todas as empresas de MMN cobram taxa para que voce entre?
    Justamente para bonificar quem te indicou.
    Por que todas as empresas cobram uma quantidade minima de venda/consumo mensal?
    Por que se não for assim, do que adianta voce construir uma rede de mil pessoas, se elas venderão/consumirão nada? você irá receber uma parte de nada que é igual a nada.
    Espero ter acrescentado um pouco.
    Depois de ter assistido e estudado todos esses planos, me decidi por trabalhar com duas empresas, e não me arrependo. Não citarei os nomes aqui para manter a imparcialidade, mas deixo uma dica para todos, ambas são associadas a Abved. O primeiro sinal de uma piramide no Brasil é não ser associada a esse órgão.
    Abraço

    • Renata Lima permalink*
      31/05/2013 13:39

      se estuda seriamente mmn, deve ter conhecimento da estatística de perdas financeiras superior a 99% (the truth, recomendo).

      No mais, nunca vi nenhum número OFICIAL que comprove que qualquer destas empresas sobrevivem se parar recrutamento. Outra, várias empresas declararam formalmente que não tem controle sobre o que é vendido ao consumidor final, e este seria o indicative mais relevante sobre foco nas vendas.

      Se você estudar um pouco mais sobre o papel da ABVED (e sua composição) não usaria este argumento como reforço de credibilidade. Tem muita pirâmide que é associada.

      Obrigada pela participação.

    • pedro permalink
      03/06/2013 1:22

      Pelo modelo de negócio de ambas as empresas a que faço parte, é possível para qualquer pessoa avaliar e chegar a mesma conclusão, mesmo sem números oficiais. Ambas as empresas sobrevivem sim, mesmo que não entre mais ninguém a rede. Inclusive, uma delas, se amanhã decidir fechar e diluir toda a rede de marketing de rede, mesmo assim ela continuará funcionando e continuará vendendo seus produtos.
      Pelo modelo de negócios dessa mesma empresa, também acredito que seja possível ela ter controle de tudo que é vendido para fora da rede, inclusive, um dado interessante, é que mesmo antes de inaugurar o canal de MMN, essa empresa já vendia cerca de 1 bilhão para fora da rede, uma vez que não havia rede alguma.
      Quanto a Abevd, tudo que pesquisei e estudei, não demonstrou nenhum vestígio de irregularidades na associação e nem nas empresas cadastradas. Por essa razão utilizei deste argumento, e só pra finalizar, a intensão do argumento não era dar mais credibilidade às empresas a que faço parte, e sim, diminuir a credibilidade que as empresas não-associadas tem.
      Claro, sempre estou aberto a novas informações, se as possuir, por favor, compartilhe-as.

    • Renata Lima permalink*
      03/06/2013 13:49

      “Pelo modelo de negócios dessa mesma empresa, também acredito que seja possível ela ter controle de tudo que é vendido para fora da rede, inclusive, um dado interessante, é que mesmo antes de inaugurar o canal de MMN, essa empresa já vendia cerca de 1 bilhão para fora da rede, uma vez que não havia rede alguma.”

      Opa, se tem numero oficial da empresa sobre esta questão, favor postar aqui.

      A herbalife (que é gigante e tem ações na bolsa) já declarou que não tem como controlar o que milhões de distribuidores vendem pra fora.

      Se fala de polishop, um adendo….depois que instituiu mmn, a empresa NÃO TEM controle do que distribuidor vende pra fora.

      E desculpa a franqueza, QUALQUER negócio bom e sério disponibiliza numeros, não deixa a conclusão por conta de quem participa. Então, esta afirmação no sentido de que qualquer um pode concluir que uma empresa de mmn sobrevive SÓ DE VENDAS não tem respaldo nos fatos e nas estatísticas que este blog já publicou. Boa sorte.

  31. Claudia Freitas permalink
    10/06/2013 18:22

    ta uma confusão só na minha cabeça, todos a minha volta dizem estar ganhando muito dinheiro com a telexfree .Será que ta todo mundo mentindo pra mim?

    • Renata Lima permalink*
      10/06/2013 22:04

      Via de regra, o q atrai em piramides e a promessa de dinheiro facil. Os primeiros ganham dinheiro o resto se ferra. Veja se estas afirmacoes nao sao apenas para te recrutar. Alardear riqueza e burrice, telexfree e esquema ponzi. Nao seja mais uma a engordar um esquema sujo destes. Boa sorte!!!

    • Renata Lima permalink*
      10/06/2013 22:08

      Obs – muitos negocios sujos podem ser lucrativos. Exemplo, trafico de drogas. Se o que interessa e o ganhar, seja d que forma for….lamento, mas nada neste blog vai servir.

  32. Fernando permalink*
    11/06/2013 17:36

    10/06/2013 às 22h17

    A polêmica da Telexfree

    Empresa investigada por suspeita de crime contra a economia popular dribla a Justiça por causa da falta de denúncia de usuários

    Diário da Manhã

    Rafaela Toledo

    Apesar de investigada em mais de sete Estados brasileiros (Acre, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Minas Gerais, Pernambuco e Santa Catarina) a empresa Ympactus Comercial Ltda, conhecida pelo nome fantasia Telexfree, não foi alvo de denúncias nos órgãos de defesa do consumidor do Estado de Goiás. Após ataque de blogueiros renomados; um recorde no Reclame Aqui, considerado um dos maiores sites de reclamações do Brasil e muita polêmica; o Ministério Público Federal (MPF) e a Secretaria de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda orientam as entidades fiscalizadoras a desencorajar os investidores que escolhem este tipo de negócio. A suspeita é de que se trate de Golpe da Pirâmide, caracterizado como crime contra a economia popular.

    Continua em: http://arquivo.dm.com.br/mobile/texto/gz/120093

  33. Ernel Dourado permalink
    12/06/2013 2:09

    O que me intriga é porque tamanha comoção em falar a respeito se é ou não. Sejamos honestos, quem está dentro, pode ter certeza que não vai abandonar por causa de denuncias, blogs e vídeos, enfim, eu mesmo tenho meu dinheiro investido, tinha na verdade, já recuperei e agora lucro. Sinto lhes informar, mas não pretendo abandonar agora a TelexFree, seja ela o que for. Entrei crendo em algo, e se agora não for, continuarei a ganhar dinheiro independente de qualquer coisa. Por que não desviam todos esses estudos miraculosos, para tentar resolver questões sociais que realmente são algo a se preocupar, o que as pessoas fazem com o dinheiro delas, até onde eu sei, é responsabilidade e direito delas. Vamos cuidar cada um do próprio rabo, que é muito mais produtivo, procurar assunto para causar polemica, já me lembra aqueles programas que sempre odiei da Record, Band, etc.

    • Renata Lima permalink*
      12/06/2013 14:37

      “Entrei crendo em algo, e se agora não for, continuarei a ganhar dinheiro independente de qualquer coisa.”

      pois é….este blog não serve pra pessoas que continuarão ganhando dinheiro em pirâmides, “independente de qualquer coisa”.

      Não é o perfil dos nossos leitores e nem temos interesse em informar nada para quem é conivente com crime. Boa sorte.

  34. Fernando permalink*
    20/06/2013 17:44

    Juíza explica decisão sobre Telexfree e aguarda ação civil do MP:

    http://tribunadonorte.com.br/noticia/juiza-explica-decisao-sobre-telexfree-e-aguarda-acao-civil-do-mp/253467

  35. Fernando permalink*
    21/06/2013 9:51

    Bens da Telexfree e de seus sócios serão bloqueados
    Enviado por luisnassif, sex, 21/06/2013 – 07:19

    Da CBN Foz

    TelexFree está suspenso, bens da empresa e dos sócios serão bloqueados

    Segundo investigações do Ministério Público do Acre, a Telexfree, que alega ser uma empresa de marketing multinível, na verdade é um golpe conhecido como pirâmide financeira, o qual, por ser insustentável e causar prejuízos a muitas pessoas, é ilegal.

    Thaís Oliveira Abou Khalil, juíza titular da 2ª Vara Cível, da Comarca de Rio Branco, deferiu o pedido do MP, “determinando que sejam vedados novos cadastros de divulgadores, bem como se impeça a empresa requerida de efetuar pagamentos aos divulgadores já cadastrados”, a decisão tem valor em todo território brasileiro.

    Continua em:

    http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/bens-da-telexfree-e-de-seus-socios-serao-bloqueados

  36. Vitória permalink
    29/06/2013 15:43

    É lógico que vão bloquear os pagamentos por hora, como vão avaliar se realmente estão ganhando horrores, porém com certeza o dinheiro será devolvido sim, senão esse processo vai ter o mesmo fim da Telex que é de enganar as pessoas, pra onde iriam o dinheiro bloqueado, pra conta de seus fundadores que não são e muito menos para o governo e nem entidades, tadinho deles porque do jeito que já estão sujos com as manifestações não vão querem mais complicação, esse processo é para ninguém sair lesado e não tem fundamento eles não exigirem que devolvam o dinheiro para o povo, por hora não, mais vai sim acontecer.Antes de falarem mal do meu comentário e me ofender saibam que não faço parte da Telex se quiser como prova dou meus dados para confirmação, para os moderadores do blog é claro meu nome não é bagunça, só acho que algumas coisas relatadas aqui não condizem com o objetivo da investigação.De que adianta todo esse processo se o que mais eles brigam é ninguém serem enganados, se não terá nenhuma exigência da devolução do dinheiro no final, lógico o povo vai cair matando em cima das autoridades e como o povo em maioria tem grande força, vão mesmo que seja forçados, o orgão competente que está no caso a exigirem isso.

    • Fernando permalink*
      29/06/2013 16:28

      “porém com certeza o dinheiro será devolvido sim”

      ——————– não é bem assim. Mesmo ocorrendo a devolução de dinheiro é provável que muita gente fique chupando o dedo. Não haverá toddy pra todo mundo não. E outra: o processo se destina a enganar pessoas se o dinheiro não for devolvido? Que bobagem é essa? Pelo contrário: o processo, inquérito, a investigação busca MINIMIZAR o prejuízo para os próprios divulgadores e evitar que mais prospectos em potencial entrem e percam dinheiro com isso. A ação do MP, MJ e tribunais vêm para resguardar a população, não para enganá-la (mesmo não havendo dinheiro para ressarcir todos).

      Eles não brigam para não serem enganados. Eles brigam pq estão vendo que vão ficar com o mico na mão e estão desesperados. E esse mico tem a ver não só com prejuízo financeiro, mas também com a imagem que os maiores recrutadores têm perante suas ovelhas. Trabalham para não serem linchados no presente e para sairem bem da história, se possível levando consigo boa parte do rebanho para outra pilantragem.

      Povo não vai cair em cima de autoridade coisa, divulgadora (ou pessoa próxima a um divulgador)! Quem tentar “cair” pra cima das autoridades via se dar mal, sendo que alguns verão o sol nascer quadrado. Lamento que no seu desabafo esteja cheio de distorções, falácias e desespero (por ti ou por pessoas próximas a vc).

  37. Curioso permalink
    02/07/2013 3:07

    leiam esse primor de petição, colocada por divulgadores na avaaz e já endossada por dezenas de milhares de afiliados da Telexfree http://www.avaaz.org/po/petition/Cancelamento_imediato_da_liminar_proferida_contra_o_funcionamento_da_Telexfree_inc/?copy

    • Renata Lima permalink*
      02/07/2013 11:27

      deixa se matarem de fazer petições pelo avaaz, não adianta NADA mesmo.

  38. Mateus permalink
    04/07/2013 3:30

    Caiam na real e pensem um pouco: Para ALGUNS ganharem, MUITOS perdem! Querem ganhar dinheiro ferrando com os outros, vão em frente. A credibilidade de vocês na sociedade que vivem estará sempre em alta. Quando acabar essa “empesa” convençam os mesmos a entrarem em outro esquema, mudem o logo das camisetas, adesivos de carros, fotos no face, etc… Vão vender alguma coisa e trabalhar de verdade. O dinheiro que vocês ganham é sujo!

  39. marcelo permalink
    05/07/2013 12:59

    Hoje eles acabaram de trocar o registro do domínio telexfree.com os caras estão se mexendo hahahaha

  40. Fernando permalink*
    17/07/2013 13:24

    Telexfree bloqueia acesso de divulgadores a escritório virtual Acesso está bloqueado desde segunda (15) e divulgadores reclamam.

    Empresa está proibida de realizar pagamentos e adesões pela Justiça.

    http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2013/07/telexfree-bloqueia-acesso-de-divulgadores-escritorio-virtual.html

    A justificativa oficial da Telexfree a essa atitude visa proteger o site contra hackers. Mas olhem um ponto interessante que foi aventado por uma divulgadora:

    “Não podíamos fazer nada mesmo, mas parece que fizeram [o bloqueio] de propósito, para aqueles que querem guardar provas não possa printar (sic) a tela, por exemplo, do valor da adesão paga, onde diz seu nome, e quando foi paga a adesão. Também printar (sic) a tela da parte de renda para verificar quanto o divulgador já recebeu e quanto falta, para qualquer coisa os que saíram no prejuízo receber da Justiça os valores (…) para nos indenizar caso a empresa não volte. Acredito na empresa, mas esta difícil. Não sei porque esta medida de travar o nosso acesso ao backoffice, estanho isso”, escreveu.

    Acredito na empresa, mas está difícil“. Ela já está quase se rendendo à realidade.

  41. 18/07/2013 15:48

    Avoa TelexFria! Avoa pra casa do c…..rsrs

    É fascinante como as pessoas se deixam enganar por ganhos fáceis.
    Só como comparação: A Bovespa em mais de 30 anos não consegue superar a marca de 600 mil CPF’s na bolsa. A TelexFria em menos de 2 anos conseguiu mais de 1 Milhão !!!

  42. Isabela permalink
    18/07/2013 17:47

    Olá, não sei se é permitido postar textos grandes nos comentários, mas achei bem interessante o que essa pessoa expoe sobre a relaçao da Telexfree com o conhecido piramideiro Sann Rodrigues.

    O que vcs acham?

    http://pastebin.com/n37yP0BF

    PORQUE A TELEXFREE FOI TRAVAR JUSTAMENTE NO ACRE, NINGUEM PERCEBEU ISSO, NEM OS ADVOGADOS, LEIAM É IMPORTANTE.

    Vamos ligar os pontos com a verdade. Todos acreditam que os verdadeiros donos da nossa TelexFree é o Sr. Carlos Wanzeler e James Merill e Carlos Costa. Porém um nome é obscuro, desconhecido e pouco divulgador sabe: SANDERLEY RODRIGUES DE VASCONCELOS (vulgo SANN RODRIGUES).

    Quem é Sanderley? Faça uma pesquisa no Google e coloque os termos “First Millionaire Telexfree” (Traduçao: Primeiro Milionário Telexfree), adivinha quem aparece em primeiro lugar? Nosso amiguinho aí.

    No currículo de nosso amigo Sann tem vários processos que envolvem (Pasmem!) esquemas de ponzi fraudulentas com funcionamento no Brasil e EUA. No Brasil, muitos perderam suas economias com a Disk a Vontade, PhoneClub e MixPhone Club nos anos de 2005 à 2007.

    O produto: VOIP. Porém o sistema foi catastrófico, pois devido ao pouco poder aquisitivo da população e a pouca inclusão de pessoas em redes sociais, o sistema não decolou como eles queriam e logo veio o colapso: menos pessoas entrando e mais dinheiro tendo que ser pago. Mas ai eles se reúnem novamente em 2012, afinal se esquecemos dos roubos dos políticos depois de quatro anos, o que dizer de cinco anos. Criaram a TELEXFREE.

    Como a justiça tanto brasileira quanto americana estão de olho nessa pecinha, ele não poderia aparecer nos quadros da diretoria, então o que fazer com ele. Que tal ele ser o cume da coisa. Isso mesmo. Ele é o CUME. Todos os binários começaram DELE, amigos. Agora você imagina o quanto essa pessoa está rica não é. TODA A REDE está abaixo dele.

    Agora vem a questão: adivinha de qual Estado o nosso Sann Rodrigues é? Espirito Santo? Rio de Janeiro? Palmas para quem respondeu ACRE. Isso mesmo ele é do ACRE.

    Sinceramente, eu não acredito em coincidências. A coisa acontecer no ACRE, Sann Rodrigues ser do ACRE. Ao meu ver, a própria empresa quis isso. É melhor ser bloqueada pela justiça, pois o levante popular vai ser contra todos, menos contra ela.

    Todos estão cegos e iludidos, mas quando não se tem mais condições de pagar “o cume” é a hora de correr. Sugiro a todos que parem de “Voa Telexfree” e “Deus está nessa empresa” e procurem seus direitos, vão atrás de seu rico dinheirinho. Chega de esperar, se a justiça fechou então eu quero meu dinheiro de volta. Procon e Juizado Especial neles, ou vocês acham que ele estão assim tão preocupados e muito, muito pobrezinhos. Nunca divulgaram balancetes da empresa, seus lucros, vendas de VOIP, a última informação é o DARF. Cadê o contador da empresa?

    Se não acredita em mim. Problema seu. O que não falta é informações sobre isso que eu disse acima. Chega de conversa de liderança dizendo: “Tudo vai dar certo!” ou “Vamos fazer uma carreata!”. Essas “lideranças” estão no lucro. A empresa tem advogados não precisa da minha defesa. Não preciso ser um zumbi como vocês. Minha igreja tem como símbolo o filho de Deus e não um “rabo de pavão colorido”.

    Acredito que vão aparecer muitos defensores ainda querendo detonar esse texto. A lavagem cerebral mais poderosa é a do dinheiro. Mas um dia vocês vão acordar e perceber que já era e perderam tempo, pois alguém já está na fila recebendo e você não preparou um papel para pegar de volta o que por direito é seu. Desejo a todos, boa sorte e por mim cansei de defender o indefensável.

    • Renata Lima permalink*
      18/07/2013 19:25

      muito conspiratório pro meu gosto. Sei de fontes confiáveis que o negócio começou no acre devido ao IMENSO recrutamento por lá e ao fato de que mais da metade dos investidores acreanos é da area rural.

      A “comercialização” de voip para quem nem tem computador ou acesso a tecnologia mais moderna chamou a atenção do judiciário.

      Eu mesma já pensei na possibilidade da própria empresa ter engendrado isto tudo…mas acho difícil que alguem se arrisque até a pegar cadeia por conta deste esquema. É muita coisa em jogo. Agora que é capaz da empresa deixar pra lá o processo, tocar só pra dar satisfação, isto eu acho bem possível. Tenho certeza, quem bolou este esquema SABIA que tinha prazo curto de validade.

  43. Egiptólogo permalink
    18/07/2013 20:36

    http://www.youtube.com/watch?v=o1XjkRKaZfs novo pronunciamento oficial da Telexfree(postando o link antes mesmo de ver o vídeo)

    • Egiptólogo permalink
      18/07/2013 21:27

      alguém por favor aguenta assistir isso até o final e me passar um resumo? só aguentei ver até a parte que o cara reclama que a imprensa não fala dos impostos pagos pela empresa

    • Renata Lima permalink*
      18/07/2013 21:55

      Prometo que assisto, mas nao do celular e no transito rs

    • Renata Lima permalink*
      19/07/2013 9:53

      “estamos lutando muito dia a dia”, “não podemos falar das estratégias”, blablabla…sobre processo e andamento NADA.

      certidões negativas, impostos pagos, Confins, Pis, IRPJ, IRRF…por quê ninguem pergunta isto????? Ele “explicou” várias vezes, a pessoa entra como PARTNER, que é o “revendedor” (agora virou REVENDEDOR???)…blablabla.

      “Estão nos crucificando”….”maior patrimônio da empresa são seus divulgadores” (divulgador ou revendedor????).

      “sair por aí noticiando que a empresa podia dar calote”….(sim, claro que PODE, afinal Ponzi SEMPRE prejudica alguem)

      “nossos advogados continuam trabalhando para provar inocência da empresa com documentos importantíssimos”. “este país nunca teve o que tá acontecendo hoje com mmn”.

      Que piada!
      Sinceramente, se espremer o discurso dele, sobram algumas sílabas aproveitáveis. Discurso vazio, sem explicação sobre nada. Dificil MESMO assistir isto até o fim.

    • Cobaia Científica permalink
      19/07/2013 0:35

      Impressionante a capacidade de não ter qualquer vergonha no que faz do Carlos Costa. Mais um monte de conversa mole, apelo ao emocional, e drama sem sentido. Acompanho este blog a algum tempo, mas nunca comentei algo aqui. Parabéns ao site e aos seus colaboradores.
      Um ponto me deixou curioso: como todos sabemos, e ele lembrou no vídeo, os bens e contas dele estão congelados pela justiça. Então como ele faz para se manter vivo? Afinal, já tem mais de um mês que isso aconteceu.

    • Renata Lima permalink*
      19/07/2013 9:39

      Alguma coisa ele ou os outros compars…digo líderes, guardaram por fora.

  44. Egiptólogo permalink
    18/07/2013 23:36

    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=276530382488071&set=a.151664011641376.32507.136480546493056 essa mudança tem alguma influência no andamento da ACP?

    • Renata Lima permalink*
      19/07/2013 9:36

      Link indisponível pra mim….

    • Renata Lima permalink*
      19/07/2013 10:15

      o link deu indisponível, mas SE FOR a mudança de ME para S.A (eu vi numa página da telex no fb), é para efeitos fiscais.
      Estão “adequando” pq a telexfree estava irregularmente auferindo benefícios aos quais não faz jus como ME (micro empresa não movimenta MILHÕES).

      Acredito que não tem influência na ACP.

    • Renata Lima permalink*
      19/07/2013 10:30

      e chega a ser uma PIADA a telexfree se gabar de pagar MILHÕES em impostos sendo micro empresa. A gente superestima estes esquemas, tem muita BURRICE por trás disto. O MP podia aprofundar esta questão de me para s.a.

    • Renata Lima permalink*
      19/07/2013 10:39

      http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2013/07/18/ator-de-tropa-de-elite-abandona-a-telexfree-apos-bloqueio-de-dados.htm

      ninguem merece, o sandro rocha informa que vai pra multiclick. Trabalhar que é bom, NADA.

  45. Bruno permalink
    19/07/2013 6:11

    Existe um componente novo nessas pirâmides travestidas de empresas beneméritas que parece ter tido uma influência crucial no grande volume de associados: a religião envolvida e utilizada como ferramenta para arregimentar e amestrar novos associados. Pastores na posição de “teambulder’s”, arregimentando o seu rebanho para compor as redes. E, principalmente, a fé fundamentalista presente claramente nos discursos fanáticos de defesa da “empresa” e da não aceitação de que o “projeto” não passa de um golpe. Pipocam defesas do tipo “essa empresa é de Deus”, e tal líder “é um homem de Deus” e por aí vaí. Enfim, parece que misturaram discursos religiosos com as táticas de palestras de MMN’s para criar uma legião imensa de zumbis.

  46. Fernando permalink*
    23/07/2013 17:06

    Os vag… digo, manifestantes da Telexfree só pararam com a baderna depois que o MP decidiu recebe-los:

    http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-07-23/bloqueio-de-acessos-ao-aeroporto-de-brasilia-e-suspenso-apos-mpf-decidir-receber-associados-da-telexf

    • Renata Lima permalink*
      23/07/2013 17:53

      O MP tem mais que receber mesmo…pra saber mais do esquema, ou este povo acha que este esquema de recrutamento será confundido com negócio legítimo??? Ah, vão trabalhar!!!!!

  47. não-me-chama-que-não-vou permalink
    04/08/2013 11:55

    URGENTE:

    Da página da telexfree no Facebook:

    Albert Neumann A T E N Ç Ã O

    Oi amigos e amigas. Meu nome é Albert Neumman, sou um dos criadores da Telexfree. Infelizmente sou portador de más notícias, que em breve, estarão oficializadas nos canais da empresa.
    Por respeito aos envolvidos nessa história, adianto aqui alguns fatos relevantes referentes a decisões tomadas na reunião ocorrida aqui na California,USA.
    A Empresa Telexfree fecha suas portas depois de tantas alegrias ter criado para tantos brasileiros. A contribuição de todos vocês foi muito importante para tornar este sonho numa realidade.
    Com o bloqueio decidido pela Justiça do Estado do Acre, no Brasil, parte vital do nosso capital de giro ficou imobilizado, impossibilitando as operações de divulgação. A outra parte foi colocada numa conta do Bank of America, que de maneira estranha, sofreu um desfalque de R$122.847.436,98. Ainda sobraram R$375.989.847,38. Estamos chamando este valor de Fundo Gratificador Garantidor Final.
    Assim com as operações definitivamente suspensas, agradeço a quem nos ajudou na grande empreitada que fez tanta gente feliz.
    A orientação é que os valores depositados sejam cobradas de quem os cadastrou, seus superiores, já que os mesmos receberam na última segunda feira, 10:25, horário de Brasília, os valores de FGGF pelos serviços prestados. Valor também destinado ao ressarcimento dos últimos cadastrados. Então não percam tempo e efetuem este procedimento imediatamente diretamente com seus superiores, munidos de seus respectivos comprovantes dos Back Offices e contratos.
    Lembre-os de que fé e confiança é o mais importante neste momento para ter seus recebíveis de volta.
    Tenha fé acima de tudo em Deus.
    Finalmente aos que não tiverem o repasse dessa verba de seus divulgadores, este é meu endereço de email: albie.neumann@hushmail.com, por favor queridos divulgadores, somente denúncias de mal pagadores neste email.

    O Sr. Carlos Costa também se desligou das operações e NÃO REPRESENTA MAIS A EMPRESA. Em breve será postado um vídeo geral de despedida e reiterando a FGGF.

    Boa Noite, obrigado e até a próxima.
    Curtir · Responder · há 14 horas

    Parece que vão sumir.

    • Renata Lima permalink*
      04/08/2013 16:30

      Sera???? Tem tanto fake e noticia fabricada no face que so acredito se a empresa divulgar. Parece blefe.

    • Bruno permalink
      04/08/2013 18:43

      Esse “Albert Neumann” é fake rs.

  48. 26/08/2013 13:48

    bem anonymous lançou um video bem interessante sobre a telex free veja https://www.youtube.com/watch?v=0xdsCz8795g

  49. Fernando permalink*
    25/10/2013 8:28

    Telexfree, mesmo com as contas bloqueadas, promove cruzeiro com Bruno e Marrone:

    http://economia.ig.com.br/2013-10-24/mesmo-com-bloqueio-telexfree-tera-cruzeiro-com-show-de-bruno-e-marrone.html

    E aí amantes da Telexfree, tão brincando com os recursos de vocês!

  50. Bruno permalink
    04/11/2013 3:42

    E também na República Dominicana:

  51. Bruno permalink
    20/11/2013 1:38

    Agora descobriram que a Telexfree está usando o logotipo da Federação Internacional de Badminton para o Campeonato Mundial de 2010 em Paris (Championnats du Monde BWF Badminton Paris 2010), que teria sido criado pela empresa Taio Projeto Consulting para esse evento.

    FONTES:
    http://behindmlm.com/companies/telexfree/carlos-costa-god-used-me-to-create-telexfree/
    http://www.taiodesign.fr/#!events/cy2g
    http://fr.wikipedia.org/wiki/Championnats_du_monde_de_badminton_2010

  52. Fernando permalink*
    13/02/2014 17:25

    Mais uma derrota da Telexfria, agora no TJES (Espírito Santo). Negado pedido de recuperação judicial (antiga concordata) à Fria.

    Nem o TJ Espírito Santo quer realizar o milagre de tirar essa malandragem do buraco!

    http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2014/02/12/justica-do-espirito-santo-nega-pedido-de-concordata-da-telexfree.htm#fotoNav=44

    • Renata Lima permalink*
      14/02/2014 21:44

      Os caras entram com estes pedidos sem pressuposto, fico achando que é só cortina de fumaça, pro povo achar MESMO que tentam de tudo e a culpa é da justiça.
      Ainda que tivesse pressuposto, queria ver darem recuperação judicial para uma empresa BLOQUEADA por suspeita de pirâmide financeira. Bizarrice.

  53. andrei permalink
    10/03/2014 12:36

    Olá Renata Lima tudo bom? leio bastante aqui e gosto muito de seus artigos, queria que vcs falassem mais sobre o MMN da Polishop, vcs fazem uma ótima análise das empresas eu ficaria muito agradecido se vc me atendesse.

  54. Bruno permalink
    12/03/2014 3:58

    Telexfree: ‘Nós sabemos que se trata de um golpe’, diz policial de Jersey
    iG São Paulo – 01/03/2014 06:00

    “(…)
    Um evento de divulgação na ilha de Jersey, entretanto, foi cancelado tão logo a polícia local começou a indagar sobre as atividades da empresa..

    Nesta semana, a polícia da ilha britânica emitiu um alerta em que descreve a Telexfree como “potencial fraude” e pede a quem investiu no negócio para procurar a divisão de crimes financeiros da corporação.
    (…)
    Quando ficaram sabendo que nós sabíamos, eles cancelaram a reunião”, diz Andrew Smith, sargento-detetive da Polícia de Jersey, ao iG. “Nós sabemos que se trata de uma fraude, de um golpe.”
    (…)
    O policial ressalta não ter havido proibição ao evento – apenas orientações sobre os riscos do negócio, reproduzidas pela imprensa local.

    “Espero que, alertando, ninguém vá perder seu dinheiro. As pessoas aqui estão totalmente conscientes sobre a Telexfree agora, de que isso é uma fraude, diz.”

    (reportagens completas no link abaixo)
    FONTE: site do IG (http://economia.ig.com.br/telexfree/2014-03-01/telexfree-nos-sabemos-que-se-trata-de-um-golpe-diz-policial-de-jersey.html)

    • Fernando permalink*
      12/03/2014 10:05

      Bom. Talvez a Telexfria e a wcm777 morram abraçadas!

  55. Bruno permalink
    12/03/2014 4:33

    Descobertos os novos “filhotes” da Telexfree:

    – Telex International Inc.
    – TelexMobile LLC
    – Telex Mobile Holdings. Inc.
    – TelexElectric

    FONTE: http://patrickpretty.com/2014/03/09/did-telexfree-affiliates-fund-millions-of-dollars-in-loans-to-various-telexfree-connected-enterprises/

  56. Bruno permalink
    18/03/2014 3:41

    Ympactus/Telexfree afirma que recebeu uma multa da Receita Federal do Brasil de R$ 71,6 milhões.
    FONTE: vídeo postado no Facebook da empresa em 17/3/2014.
    Minhas observações:
    a) Carlos Costa afirma e demonstra no vídeo mostram que a multa foi de 75% sobre a receita de auferida com a adesão dos “divulgadores” e venda (?) de VOIP não declarados, por enquadramento indevido no regime do Simples. Detalhe: o documento de autuação exibido por ele indica que ela foi aplicada apenas em relação aos fatos geradores do exercício de 2012.
    b) Carlos Costa afirma sorridente que já pagou a multa…..mas com créditos que a empresa supostamente possui junto à Receita. A Ympactus tem créditos de R$ 71 milhões na Receita Federal??
    c) Carlos Costa, suando em bicas, disse estar feliz porque a Receita não aplicou a multa de 150% prevista para os casos de intuito fraudulento/sonegação dolosa, tentando fazer crer, por meio de um malabarismo oral, que não teria sido encontrada nenhuma ilicitude no tocante ao “modelo de negócio”… Mas desde quando é o Fisco quem analisa se a empresa pratica ou não esquema piramidal?

  57. Bruno permalink
    23/03/2014 4:03

    Gazeta Online – 21/3/14
    Divulgadores afirmam que não receberam informes de rendimentos para fazerem Declaração de Imposto de Renda deste ano e que a Receita Federal lhes teria dito que “não consta no sistema do Fisco nenhuma informação sobre pagamentos de tributos referente à prestação de serviços de divulgação do voip da Telexfree e de rastreadores da BBom.”
    FONTE:
    http://gazetaonline.globo.com/novo/_conteudo/2014/03/noticias/dinheiro/1482569-associados-da-telexfree-e-da-bbom-dizem-nao-ter-recebido-informe-de-rendimentos.html

  58. Fernando permalink*
    03/04/2014 18:11

    Divulgadores da Telexfree invadem sede nos EUA após bloqueio de saques

    http://economia.ig.com.br/2014-04-03/divulgadores-da-telexfree-invadem-sede-nos-eua-apos-bloqueio-de-saques.html

    Grupo protestou contra decisão da empresa de impedir o resgate de dinheiro de associados sem um número mínimo de clientes. Polícia foi chamada para conter tumulto

    Divulgadores da Telexfree, que teve contas bloqueadas pela Justiça brasileira no ano passado, por suspeita de pirâmide financeira, invadiram nesta terça-feira (1) o escritório onde fica a sede da empresa em Boston, no estado americano de Massachusetts.

    O grupo pede explicações sobre uma decisão da companhia que consistiu em bloquear o dinheiro de associados que não possuíam um número mínimo de clientes. A polícia foi acionada para conter o tumulto no local.

    Um vídeo publicado no último dia 17 mostra que os divulgadores foram até o escritório da empresa para cobrar explicações sobre as mudanças no sistema de remuneração. As alterações foram feitas após o governo de Massachusetts confirmar que a companhia está sob investigação.

    Na terça-feira, o diretor de marketing internacional da empresa, Steve Labriola, tentou acalmar o grupo. Em vídeo gravado por um dos associados, ele explica que a nova regra exige uma qualificação dos divulgadores para ter acesso aos créditos conquistados.

    “Todo mundo precisa agora de cinco clientes e mais dois associados diretos, cada um com cinco clientes, para poder sacar o dinheiro”, explicou ao grupo, afirmando que a mudança é legal e está prevista no contrato.

    A decisão revoltou internautas nas redes sociais. “O que a Telexfree fez não é nada bom. Esperamos que eles percebam o erro e mudem isso o mais rápido possível. Não se pode mudar um contrato da noite para o dia”, escreveu o divulgador James Turyatemba.

    Outro participante da rede, Gilberto Damiani, afirmou acreditar que a nova regra seria uma brincadeira. “Que palhaçada é essa!!! Espero que seja 1° de Abril !!!”.

    Em vídeo dirigido aos associados no Brasil, o diretor da Telexfree no País, Carlos Costa, justificou a mudança alegando que a empresa foi “forçada a se reajustar”.

    Segundo ele, a nova regra passou a valer em todos os países onde a empresa opera, a fim de atender às exigências internacionais. “Lá fora, a desconfiança de alguns países é baseada no nosso modelo anterior, pois o atual não permite má-interpretação”, justifica Costa.

    Unidade americana está na mira de promotores

    A sede da Telexfree em Massachusetts está sob investigação do governo local e é apontada como o eixo pelo qual o negócio é operado.

    Isso permitiu à unidade continuar sendo acessada por residentes no Brasil. A Telexfree americana é responsável pelo patrocínio ao clube Botafogo de Futebol e Regatas, do Rio de Janeiro.

    A Telexfree, INC. foi criada na cidade de Marlborough em 2002 pelo brasileiro Carlos Wanzeler e o americano James Matthew Merrill.

    Os empresários trouxeram o negócio para o Brasil em 2010, por meio da Ympactus Comercial, com sede em Vitória, e alvo do bloqueio judicial.

    No Brasil, a empresa atraiu cerca de 1 milhão de pessoas, segundo estimativas do Ministério Público do Acre (MP-AC).

    As investigações nos EUA são realizadas pelo escritório do Secretário de Estado da Comunidade de Massachusetts, William F. Galvin. O órgão tem poder para bloquear atividades comerciais no Estado e subsidiar apuração federais.

    A Telexfree informa atuar no mercado de telefonia VoIP por meio do sistema de marketing multinível, um modelo de varejo legal no qual representantes autônomos ganham ao trazer mais representantes para a rede.

    • Fernando permalink*
      03/04/2014 18:19

      E ainda tem gente que entra num esquema desses.

  59. Fernando permalink*
    16/04/2014 16:03

    Telexfree é pirâmide, diz investigação nos EUA

    http://economia.ig.com.br/2014-04-15/telexfree-e-piramide-diz-autoridade-dos-eua.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: