Skip to content

Mais uma entrevista com especialista em fraudes norte americana – Tracy Coenen, dona da empresa Sequence Inc.

26/02/2008

foto-tracy.jpg

Tracy Coenen é uma expert em fraudes e investigações financeiras, de renome nacional.

Ela é Contadora Pública (Certified Public Accountant – CPA) e Investigadora Profissional de Fraudes (Certified Fraud Examiner – CFE), possui um “Master of Business Administration” (MBA).

Ela também é Professora Adjunta na Universidade da Concórdia – Wisconsin/EUA, e atua como Adjunta para a Associação profissional de investigadores de fraudes (Association of Certified Fraud Examiners).

Coenen é colunista do Jornal Legal de Wisconsin (Winconsin Law Journal), escritora convidada para a Revista de Fraudes (Fraud Magazine) e formada pelo Programa de Treinamento de investigadores criminais (Criminal Investigator Training Program) no Centro de Treinamento de Aplicação a Leis Federais (Federal Law Enforcement Training Center).

Coenen recebeu, em 2007, o prestigiado prêmio Hubbard (clique aqui para ver o video) após escrever um artigo sobre as consequências econômicas do furacão Katrina, em 2006, para a revista FRAUD MAGAZINE.

Sua empresa, a SEQUENCE INC. combina experiência em contabilidade forense e técnicas investigativas confiáveis para apurar perdas.

Para saber mais sobre ela, clique aqui.

Obtivemos a seguinte entrevista com ela:

IDD – Como você se envolveu com marketing multinível? O que atraiu sua atenção, experiência própria ou outro motivo?

Tracy – Quando comecei na Mary Kay, eu buscava apenas uma oportunidade (de trabalho) que eu pudesse administrar. Eu não via como uma carreira em potencial para mim, mas como um emprego de meio turno, de forma que eu pudesse controlar horários e atividades. Fiquei também atraída pela suposta capacidade de ganhar muito dinheiro empreendendo meus esforços. Não sabia que era uma mentira completa.

IDD – Se algumas empresas são verdadeiras pirâmides financeiras, por quê não há ação mais intensa para prevenir e corrigi-las nos EUA?

Tracy – Muito simples, os Estados Unidos não dão a devida importância legislativa ao assunto. Eu acho que é, em parte, por razões políticas, e é em parte porque as empresas que lideram as pirâmides são bastante inteligentes sobre o esquema e como driblá-lo. Empresas como Amway, Mary Kay, Usana, Herbalife sabem bem como mascarar a pirâmide, com o que parece ser um legítimo negócio de vendas diretas. Estas empresas conseguem fazer com que o governo foque no prouto, quando, na realidade, os representantes das empresas estão centrados no recrutamento de novos membros para a pirâmide.

IDD – Qual a sua opinião sobre o documentário do FDI?

Tracy – Tenho estado envolvida com FDI na investigação da Usana, Herbalife, e outras empresas. Entendo que o trabalho que fazemos é eminentemente de alerta para muitos. Só espero que as autoridades finalmente enxerguem a verdade que descobrimos e tomem medidas concretas contra estas empresas.

IDD – O documentário relata que 98% dos distribuidores da Herbalife desistem após 14 meses. Qual é a sua opinião sobre esta estatística, nunca aceita pela Herbalife?

Tracy – Creio que há documentação que provará que a estatística está correta.

IDD – Na sua opinião, a indústria farmacêutica é vítima de empresas que vendem suplementos alimentares ou existe alguma espécie de conivência?

Tracy – Creio que há empresas de MMN que vendem suplementos alimentares superfaturados sob a alegação de que os mesmos curam doenças, quando não há prova dessas alegações. Entendo, entretanto, que não há relação entre a indústria farmacêutica e o fato de que estas empresas operam em marketing multinível. Empresas de MMN procuram vender produtos exclusivos a preços elevados. Produtos farmacêuticos também podem, em tese, encaixar-se nesta premissa, pois a maioria dos consumidores não sabem muito sobre remédios e vitaminas.

IDD – O que se pode esperar das autoridades após o lançamento do documentário do FDI?

Tracy – Não tenho certeza. Eu gostaria de ser otimista e dizer que eles agirão imediatamente. Infelizmente, as autoridades têm muito trabalho a fazer e muitos casos a investigar. Eu não posso dizer com certeza se esta questão será uma das suas principais prioridades.

IDD – Existe um estudo nos Estados Unidos sobre a perda de dinheiro por pessoas da Herbalife?

Tracy – Robert FitzPatrick tem estudado muitos prejuízos para as empresas e os distribuidores (www.pyramidschemealert.org).

IDD – O que pensa sobre a participação de pessoas de renome, como Paul Zane Pilzer, e Robert Kiyosaki, com o Marketing multinível?

Tracy – Essas pessoas criam um problema, uma vez que o consumidor médio pensa que têm credibilidade. Estes “especialistas” sabem que os adeptos do marketing multinível são suscetíveis a por muita fé em suas palavras, e usam essa lealdade para vender os seus livros. É triste, realmente

IDD – No Brasil tínhamos uma empresa chamada Omni International, que explorava uma pirâmide financeira sob a fachada de vendas em lojas virtuais. Apesar dos inúmeros relatos de seus membros, não foi feito nenhum esforço aparente para fechar a empresa, que só foi interrompida após uma queixa feita em rede nacional. Nos Estados Unidos, existem outros mecanismos para fechar uma empresa fraudulenta de MMN, fora a pressão da opinião pública?

Tracy – Existem leis em vigor, inespecíficas, mas que poderiam ser utilizadas para fechar empresas de marketing multinível. As agências responsáveis pela aplicação dessas leis são notoriamente relapsas e só as aplicam quando a violação é grotesca.

IDD – Qual a sua opinião sobre este assunto: o SEC parou a investigação sobre USANA, embora o Fraud Discovery Institute tenha demonstrado fortes evidências de um esquema de Ponzi?

Tracy – Estou triste porque a SEC não acreditou que o FDI tem fortes indícios para abertura de um inquérito formal. No entanto, isto não significa que eles não reabrirão os arquivos sobre a USANA no futuro. Espero que isto aconteça.

IDD – Você tem conhecimento (ou você sabe onde é possível obter uma série histórica (pelo menos 10 anos), da revisão anual (semestral, trimestral) da Herbalife nos Estados Unidos e no resto do mundo (de preferência nos seus outros 2 maiores Mercados: México e Brasil), a partir e cálculo nominal e operacional dos resultados?

Tracy – Nos relatórios da SEC.

IDD – O que pensa da afirmação de que os produtos da empresa(Herbalife) utilizam tecnologia de ponta?

Tracy – Este tipo de afirmação é comum no marketing multinível. A verdade é os produtos do marketing multinível são superfaturados quando comparados com os seus concorrentes. Os preços são elevados, devido, sobretudo, ao fato de que as empresas pagam uma pequena quantia de comissão a muitos níveis de distribuidores para cada venda. Mas as empresas não podem admitir que esta é a verdadeira razão para a alta dos preços. Portanto, em vez disso, eles têm que fazer o seu produto exclusivo. Eles utilizam frequentemente alegações de alta qualidade, produtos exclusivos, ou a mais recente tecnologia como o motivo para a alta dos preços.

IDD – Você conhece os procedimentos de “lavagem cerebral”, que são utilizados em eventos, e, se positivo, tem conhecimento de algum projeto de lei nos E.U.A. (ou em qualquer estado americano) para corrigir / impedir esta prática?

Tracy – Eu não tenho conhecimento de nenhuma lei específica, mas sei sobre tais práticas nos Estados Unidos, sobretudo no que se refere à Mary Kay Cosmetics:

Lavagem cerebral Mary Kay- parte 1

Lavagem cerebral Mary Kay – parte 2

Lavagem cerebral Mary Kay – parte3

IDD – Agradecemos muito a atenção e o fato de ter disponibilizado teu tempo para conceder-nos esta entrevista.

Tracy – Quando e no que puder ajudar, assim o farei.

.

Leia também:

.

Entrevista com o especialista em fraudes do MMN – Jon Taylor

Sofismas e falácias dos distribuidores de MMN

Herbalife, Agel Amway: MMN legítimo ou MMN pirâmide?

Herbalife: lavagem cerebral na prática – parte 1

Herbalife: lavagem cerebral na prática – parte 2

Um olhar psicanalítico acerca de grupos de distribuidores das empresas de marketing de rede e de fiéis de várias instituições religiosas

Algumas relações entre supervisores e distribuidores da Herbalife

Meu contato com Herbalife e MMN

Monavie: Os números de um bom negócio?

Teste para avaliar se uma empresa de MMN é ou não é pirâmide

Scripts para recrutar trouxas – parte 1

Scripts para recrutar trouxas – parte 2

Scripts para recrutar trouxas – parte 3

Scripts para recrutar trouxas – parte 4

22 Comentários leave one →
  1. 27/02/2008 8:52

    Bem, depois desta entrevsista, acho que fiquei sem trabalho… :-D (private joke).
    Vou propor uma mudança de estratégia a quem de direito.

    Muito interessante, a entrevista.

    ———————-

    “Empresas de MMN procuram vender produtos exclusivos a preços elevados”

    Ora aí está uma verdade indesmentível (de entre as muitas que podemos retirar deste texto).

    É curioso que a Amway, depois de ter sido acusada pelo governo de “vender sonhos” no Reino Unido, tenha proposto uma redução significativa dos preços dos produtos – e depois de anos a fio a garantir que os preços elevados derivavam da “alta qualidade dos produtos” e que as margens não podiam ser reduzidas.

    —————

    Quanto aos relatórios enviados para a SEC – aquilo tem de ser analisado por quem tenha conhecimentos para tal (financeiros, económicos, contabilísticos, etc) – sacar informações relevantes daquela amalgama de dados é a mesma coisa que encontrar uma agulha específica num monte de agulhas.
    É por estas e por outras que as verdades numéricas existem, estão disponíveis, mas ninguém tem conhecimento delas. São invisíveis e inacessíveis à maior parte das pessoas, para todos os efeitos.

    —————-

    Os meus parabéns por mais uma entrevista bem conduzida e extremamente relevante para os assuntos aqui em debate.

    Cumprimentos.

  2. Ana Silva permalink
    08/03/2008 20:18

    Caros autores deste blog,

    Foi com grande surpresa que vi este Site, sendo ele uma critica a industria do Marketing Multinivel, tenho assistido ao mesmo. Gostaria de mencionar que compeendo as vossas questoes, criticas, duvidas se o MLM funciona ou não funciona. Como profissional de 25 anos de MLM, posso-vos dizer que a resposta a essa pergunta é a seguinte : NIM. Ou seja nem SIM nem NÂO. Tal como qualquer industria. Passo a explicar: conheci ao longo destas quase 3 decadas exemplos incriveis de sucesso. E exemplos terriveis de perdas. Trabalhei antes no sector imboliario, construção, restauração e distribuição. Vi exactamente iguais numeros de casos de ganhos e perdas, alegrias e sofrimentos. A unica diferença é a de que em todas as industrias a que mais me fascinou foi curiosamente a do MLM. E com 54 anos, tenho ainda uma paixao imensa por esta industria que tem tudo aquilo que todas as industrias: pessoas boas, e más, boas e más empresas, produtos bons e maus etc etc Quando vejo algum profissional de MLM dizer “negocio do seculo” ” fique rico rapidamente” faço questão de o alertar para a ilusão que esta a ser passada para as pessoas. Ou seja: o apelo que faço a todos os profissinais de MLM é o seguinte: vamos dar as mãos, e de uma vez por todas credibilizar ao maximo esta industria e ajudar as pessoas com os produtos e a oportunidade de cada companhia! Defender o repectivo negocio, mas defender sempre MLM, pois so beneficiamos!

    Este blog retrata algumas experiencias menos positivas, as quais lamento, e as quais opinioes, os autores tem todo o direito de as dar, porem conforme um leitor “J.P.” mencionou voces estao a tomar a generalizar de tal forma, que estao a por em causa inclusive todo o sentido e interesse do blog e a vossa credibilidade.

    Gostaria apenas de dar 3 exemplos para que percebam que esta industria e perfeitamente igual a qualquer uma.

    NIKE tem o Ronaldinho Gaucho correcto?? 2 vezes FIFA World Player correcto? Um dos maiores ou o maior idolo brasileiro da ultima decada.
    A AMWAY que tantos voces criticam tambem o tem:
    http://prn.newscom.com/cgi-bin/pub/s?f=PRN/prnpub&p1=20080228/AQTH055&xtag=PRN-prnphotos-69601&redir=preview&tr=1&row=1
    http://www.nutrilite.com/

    VODAFONE tem David Beckham correcto?? Um dos melhores jogadores do Mundo, e um icone nos dias de hoje.
    A HERBALIFE que tantos voces criticam tambem o tem, ao patrocionar o LA GALAXY

    VICTORIA SECRET e FERRARI têm respectivamente Heidi Klum e Michael Schumacher correcto?? Eleita uma das melhores modelos do Mundo, e o melhor piloto de sempre da FORMULA 1.
    A LR HEALTH & BEAUTY SYSTEMS tambem os tem:
    http://www.lrworld.com/lrweb/index.php?id=8238
    http://www.lrworld.com/lrweb/index.php?id=6746

    HOLLYWOOD tem Salma Hayek, uma das maiores celebridades da sétima arte.
    AVON também a tem.
    http://avoncompany.com/women/news/press20040722.html

    A todos os profissionais de MLM votos de muita força que 2008 seja o ano de todos voces, vamos credibilizar, solidificar a nossa industria com honestidade, lealdade aos nossos clientes e distribuidores, e marcar definitivamente a diferença para com todas as outras areas.

    Aos autores do blog, votos de um bom 2008, lamento se alguma vez algum(a) de voces, se deu mal com MLM. Conheço 1000 vezes mais blogs a criticar outras industrias ate mais pequenas, do que MLM. O vosso blog, na minha opiniao, deveria ser construtivo. A melhor critica é aquela que dá uma solução. certamente reparam que nos posts mais construtivos existe muito melhor participação e eficacia. Os ultimos posts tem sido imensamente destrutivos, polemicos e por isso a grande redução de particpação de comentarios e pessoas, um deles, o J.P. que tive imensa pena de nao tirar impressoes com ele, pelas iniciais e pela grandessima qualidade de intervenção deverá ser um conhecido MLMer de grande sucesso em Portugal. Ele foi para mim o grande exemplo de voces terem perdido um leitor que poderia dar imenso interesse ao blog, e a encontrar melhores explicacoes sobre muitos dos sucessos do MLM e igualmente para derrotas.

    Para finalizar é com um enorme entusiasmo igualmente que estive em janeiro nos Estados Unidos com 350 directores de diferentes empresas de MLM / venda Directa onde discutimos questoes de etica, futuro de MLM, e a aposta cada vez maior nos programas de caridade e ajuda sobretudo a Africa.

    Ana Silva, ORIFLAME

  3. gap permalink
    09/03/2008 23:06

    Como profissional de 25 anos de MLM

    Então já deve estar rica, afinal de contas deu tempo de ser TOP de várias empresas.

    Gostaria apenas de dar 3 exemplos para que percebam que esta industria e perfeitamente igual a qualquer uma.

    Desde quando que contratar pessoas famosas pra posarem como vitrine de uma empresa a torna legitima? Enron, Parmalat, Barings Bank, todas empresas fraudulentas que também tiveram a “representação” de celebridades. Isso é tática utilizada até pelos politicos. Esse é teu ponto de referência? Celebridades que receberam fortunas pra posarem na propaganda de produtos que eles nunca utilizaram? Nesse momento a TV está cheia de celebridades fazendo isso nos comerciais. Quer dizer que um estudo sério do FDI, utilizando dados estatisticos da SEC, que mostra que 90% dos distribuidores da Herbalife saem do negócio após 12 meses e com prejuizos, deve ser deixado de lado, pois afinal de contas o David Beckham é patrocinado pela empresa. Isso não faz nenhum sentido. Pagando bem, as celebridades e as agências não estão nem ai o que a empresa faz pra ganhar dinheiro!
    Recomendo que vc leia esse post aqui -> http://tinyurl.com/ypvrzh .

    Conheço 1000 vezes mais blogs a criticar outras industrias ate mais pequenas, do que MLM

    Então, por favor, nos mostre esses blogs e essas indústrias, porque uma busca por “mlm scam” retorna mais de 216 mil resultados no google. Me fale quais são para compararmos no google trends.

    A melhor critica é aquela que dá uma solução.

    Conhece a China? É, até agora a melhor solução pra esse problema é a deles.

    Os ultimos posts tem sido imensamente destrutivos, polemicos e por isso a grande redução de particpação de comentarios e pessoas

    Desses 7 últimos posts, ao menos 2 foram entrevistas e 3 foram denúncias. Destrutivos? Quer dizer, os caras da Agel desrespeitam as normas de uma agência nacional e nós devemos ficar quietos? Duas instituições de Portugal afirmam que a Agel se encaixa num perfil de pirâmide, e nós devemos ficar quietos? É pra ser polêmico mesmo! É pra fazer o povo acordar mesmo. Os acessos continuam no mesmo ritmo, e as pessoas chegam ao blog através do google, o que significa que elas não lêem os posts necessariamente na ordem de publicação.

    o J.P. que tive imensa pena de nao tirar impressoes com ele, pelas iniciais e pela grandessima qualidade de intervenção deverá ser um conhecido MLMer de grande sucesso em Portugal

    Discordo. Ele tentou convencer a todos de que o MMN é uma maravilha através de um video promocional. Nós só opinamos no óbvio: o video era um tanto interessante mas totalmente tendencioso e continha mais aspectos promocionais e de marketing do que informação de qualidade a quem quiser entrar no ramo. Só isso.

    e a encontrar melhores explicacoes sobre muitos dos sucessos do MLM e igualmente para derrotas.

    Isso ai todo mundo já sabe como funciona: chegue no começo da empresa, recrute como louco, ganhe um ótimo bônus e depois faça eventos pelo mundo mostrando seus bônus e prometendo ao povo o mesmo tipo de riqueza, e, claro, sempre botando a culpa no individuo pelo fracasso e nunca no sistema de MMN. Limitações mercadológicas, culturais, sociais e econômicas nunca entram no papo motivacional dos lideres de MMN. A culpa é sempre do sujeito e nunca da empresa ou do sistema. É simples assim. Os MMNers já sabem disso, tanto é que o exôdo para a Agel está em dimensões astronômicas, todo mundo saindo de outras empresas de MMN pra entrar na Agel.

    Para finalizar é com um enorme entusiasmo igualmente que estive em janeiro nos Estados Unidos com 350 directores de diferentes empresas de MLM / venda Directa onde discutimos questoes de etica, futuro de MLM, e a aposta cada vez maior nos programas de caridade e ajuda sobretudo a Africa.

    Espero que não estejam pensando em explorar os pobres africanos. Ah sim, espero que volte sempre, faz tempo que estou à espera de um lider do MMN aqui na seção dos comentários.

  4. Renata permalink*
    10/03/2008 8:08

    “Aos autores do blog, votos de um bom 2008, lamento se alguma vez algum(a) de voces, se deu mal com MLM.”

    Bom 2008 para voce tambem. No meu caso, nunca participei de nenhum MMN.

    “Conheço 1000 vezes mais blogs a criticar outras industrias ate mais pequenas, do que MLM. O vosso blog, na minha opiniao, deveria ser construtivo.”

    A colocacao nao guarda nenhuma relacao com a entrevista aqui postada. Mas nao procuramos unanimidade, este blog e informativo e tem servido aos respectivos propositos.

    “A melhor critica é aquela que dá uma solução.”

    Aqui no Brasil, eu tambem opinaria pelo banimento do MMN (a China e um estado da India ja o proibem). Mas como esta providencia e extremamente dificil de ser tomada, acho que uma legislacao rigorosa e aplicavel na pratica iria (ao menos) prevenir a atuacao de alguns esquemas piramidais.

    “certamente reparam que nos posts mais construtivos existe muito melhor participação e eficacia. Os ultimos posts tem sido imensamente destrutivos, polemicos e por isso a grande redução de particpação de comentarios e pessoas,”

    quanto mais realista e contundente o assunto do post, menos comentarios. E mais acessos.

    “…um deles, o J.P. que tive imensa pena de nao tirar impressoes com ele, pelas iniciais e pela grandessima qualidade de intervenção deverá ser um conhecido MLMer de grande sucesso em Portugal. Ele foi para mim o grande exemplo de voces terem perdido um leitor que poderia dar imenso interesse ao blog, e a encontrar melhores explicacoes sobre muitos dos sucessos do MLM e igualmente para derrotas.”

    Ele postou um video que foi comentado. Parece-me que nao concordou com as criticas. Se eu fosse uma ardua defensora de MMN, provavelmente nao participaria ativamente de um blog que denuncia algumas empresas e questiona o esquema como um todo. Leria, mas nao teria participacao ativa.
    Ainda nao tive o prazer de ler nenhuma intervencao de um MMNer (comprovadamente) bem sucedido.

    Quanto a questao dos patrocinios, faco minhas as palavras do GAP. Aqui no Brasil, quando da campanha para presidente, vimos INUMERAS celebridades de primeira linha apoiarem o partido. Hoje, temos um numero enorme de denuncias de corrupcao contra membros do governo, varios participantes ja sairam e sofrem processos. O patrocinio que as empresas de MMN dao a celebridades nao confere credibilidade as mesmas.

    Ouso dizer que o da Herbalife ao Beckham foi o maximo do patrocinio “marqueteiro” por essencia. O cara foi jogar num time obscuro dos EUA, atuar num esporte que nao e nem um pouco popular por la e o Beckham nem americano e! Por que uma empresa americana foi focar logo numa celebridade de fora, logo os EUA, que tem um povo tao patriotico?

  5. Renata permalink*
    16/03/2008 18:39

    http://www.sequence-inc.com/fraudfiles/2008/03/14/its-fun-being-number-one/

    O livro da Tracy esta entre os dez mais “ouvidos” na Amazon.com.

    Para quem gosta de alardear que o MMN e defendido por pessoas extremamente bem sucedidas, famosas, etc….temos tambem o respaldo de pessoas muito, mas muito bem conceituadas nas respectivas areas de atuacao.

  6. 15/05/2008 9:00

    Viva,

    A Tracy publicou um artigo interessante no blog, acerca da corrupção política no estado do Utah. Traz uma lista com as empresas de MLM que contribuiram com fundos para a campanha de Mark Shurtleff , o republicano que “apenas” ocupa o cargo de “Attorney General” – algo que em Portugal seria mais ou menos equivalente a Procurador Geral da República.

    Este senhor não só recebeu fundos destas empresas (entre elas a Alticor, a Nu Skin, a Agel e a Pre-Paid Legal), como também faz campanha activa pró-MLM.

    E, claro está, foi às custas dele que a lei que determinada o que é considerado uma pirâmide no estado do Utah foi enfraquecida o suficiente para ilibar todas as MLMs que movimentam produtos.

    http://www.sequence-inc.com/fraudfiles/2008/05/14/supporting-pyramid-schemes-is-lucrative-for-politicians/#comments

    É por estas e por outras razões que certas e determinadas empresas não são fechadas e multadas…

    Cumprimentos.

  7. renata24 permalink*
    15/05/2008 9:40

    …obviamente, a Agel não tem sede em Utah a toa.

    O procurador não tinha como “fugir” de suas obrigações “políticas” para com as empresas que MMN que fizeram expressivas doações a sua campanha.

    Credo.

  8. Rogério Oliveira permalink
    11/06/2010 21:36

    Quando você ouve grandes propostas de dinheiro fácil, que vai ganhar dinheiro fácil sem sair de casa, e que você tem que comprar produtos antes de começar a vender. Não perca tempo e dinheiro isso é picaretagem pura.
    Parece um culto de seita fanática, faz a cabeça de otários com muita facilidade, pois o discurso é muito persuasivo e motivador, 95% dos amigos que não ouviram meus conselhos se ferraram perderam dinheiro e ainda ficaram endividados, e com muita vergonha de terem sidos passados para trás como idiotas.
    Cuidado desavisados de plantão, tem uns caras aqui defendendo as empresas porque se vocês desistirem ou não entrarem eles tomarão prejuízos, VOCÊ ESTÃO TRABALHANDO MUITO PRO TOPO DA PIRAMIDE ENRIQUECER!

  9. Shynne permalink
    02/03/2011 0:19

    Gostei do Blog.

    Concordo com Gap e Renata!

    25 anos e ainda não ficou rica?

    Claro que não ficou, quem enriqueceu verdadeiramente foi o topo…

  10. kelton permalink
    02/03/2011 0:43

    Olá,
    Para mim sempre foi óbvio que vendas multinivel constituem um formato hierárquico, embora não necessáriamente piramida, pois, se o topo é quase inalterado na base e no meio pode haver muita mudança… E creio que o fanatismo é que é o veneno deste tipo de vendas, mas, no geral não creio que seja um ramo de atividade a ser proíbido, apenas fiscalizado, pois, se for para proíbir todo comércio lucrativo teríamos que extinguir a propriedade privada dos meios de produção (o que já foi tentado na URSS e não deu certo…). Bem, dito isto deixo uma sugestão e uma dúvida. SUGESTÃO: criem um tópico (link) identificando os autores do site, da mais credibilidade… DÚVIDA: embora não de pra ficar rico no geral esse ramo da lucro na opinião de vocês nos “cargos intermediários”? Por exemplo, um assistente de gerente ou um gerente da Forever tem lucro contínuo?
    Boa noite e parabéns pelo trabalho, por favor encaminhem a resposta a este comentário para o meu email

    • Renata permalink*
      02/03/2011 18:50

      Sugestão – não acataremos, pois já fomos vítimas de distribuidores fanáticos. Quanto a credibilidade, o fato de não estarmos identificados não fará com que vários leitores tomem como verdades absolutas o que postamos. E a grande maioria dos posts traz os respectivos links informativos.
      Dúvida – creio que apenas o topo ganhe dinheiro. Os cargos intermediários, creio, ganham uns “trocos”. A maioria dos gerentes da forever alardeia ganhar mais do que realmente ganha (não fazem a necessária dedução de despesas) para fins de recrutamento. Não creio em lucro contínuo, a rede deve estar ativa para que o patrocinador ganhe, isto não ocorre, dada a altíssima rotatividade dos distribuidores da base.

  11. Augusto dos Santos permalink
    22/11/2012 11:27

    Isso é uma grande verdade. Só quem ganha dinheiro de verdade é o pessoal do topo, aqules que iniciaram o negócio. Todos os demais trabalham para a abelha rainha, não adianta outro discurso de “oportunidade”, de que você vai radicalmente ficar rico(a). Só ganha dinheiro mesmo no máximo uns 5 a 10 primeiros que iniciaram o negócio em determinada região. O restante vai sim ganhar algum dinheiro, mas se entrar nessa onda de “plano de carreira” está ferrada(o), pois as exigências para se manter como diretora, executiva,etc, são draconianas e cada vez mais difícil pois se expande o número de consultoras e o mercado cada vez se restringe e aí você “cai” de posto porque não consegue manter a produção (alta para caramba) que lhe exigem.Muita gente por vergonha ou medo de críticas faz estoques de produtos para se manter no posto de diretora ou distribuidor, faz dívidas e depois perde o posto, devolve o carro ( no caso da Mary Kay) e se frustra. Gente, qualque negócio em que você tem que pagar um “comissão” eterna é exploração, enganação e abuso. Não ao MMN! Expandam tais idéias para seus familiares e amigos.

  12. Deborah permalink
    06/02/2013 23:44

    Que absurdo! Só tenho uma coisa a falar para as pessoas que falaram sobre a Mary Kay, pois sobre as outras empresas citadas, não tenho conhecimento do método de trabalho para argumentar! QUEM QUER ARRUMA UMA JEITO, E QUEM NÃO QUER ARRUMA UMA DESCULPA. Ninguém disse que você iria ganhar dinheiro fácil, sem trabalhar! Mary kay é um trabalho como outro qualquer, com a diferença das grandes possibilidades de lucros e reconhecimentos! E obviamente em todas as empresas citadas , você precisa TRABALHAR meu amor! Se muitos conseguem, porque oustros não conseguiriam?

    • Renata Lima permalink*
      07/02/2013 10:25

      muitos nada, menos de 90% consegue. Não passe adiante a lorota que mmn é negócio como outro qq e quem trabalha ganha pq NÃO É ISTO que acontece. Vide estatísticas. Boa sorte.

  13. 07/02/2013 16:29

    Isso é fato em qualquer empresa de MMN conhecida até hoje. Um trabalho como qualquer outro? Será? Garanto que em QUALQUER outro trabalho ou negócio as chances de sucesso são bem maiores que os menos de 10% do mmn. Busque estatiscicas oferecidas no sebrae (sobre empresas) ou em qualquer fonte oficial.

    P.S. :acho que Renata quis dizer que menos de 10% consegue (mais de 90% não consegue).

    • Renata Lima permalink*
      07/02/2013 17:51

      isto, a minoria consegue algum din din.

  14. Jacqueline permalink
    25/04/2013 0:14

    Estou muito Triste,Estou na Mary Kay á mais ou menos 6 meses :(

  15. 30/09/2014 10:07

    Viva,
    vejo de facto muita indignação acerca de MMN e gostaria de falar no meu caso:
    eu conheci MMN pela primeira vez numa empresa chamada New way, elite club (cujo o diretor de MK, é o actual diretor de MK da get easy), fiquei maravilhado com todo o ambiente, no entanto perdi bastante dinheiro, a dor tinha sido tanta, que nunca mais quis saber de MMN, passado uns tempos me venderam numa feira no norte um produto de uma empresa chamada LR, que prometia fazer bem aos ossos e era um produto certificado e mais não sei o que…
    eu acabei por comprar por impulso, e desconhecendo totalmente que era de uma empresa de MMN…
    Mais tarde uma pessoa proxima de mim tinha “estalado a bacia” e eu acabei por lhe dar o tal creme, e os resultado foram tão espantosos que nem eu estava a espera, essa mesma pessoa vivia numa aldeia e depressa de espalhou e em pouco tempo, tinha bastantes pedidos e não fazia ideia onde comprar mais, ate que fui a net e descobri que era um produto de uma empresa de MMN (o que fiquei super surpreendido), e contactei o parceiro mais proximo de mim, que era uma distancia de 150 km, mais ou menos, que eu perguntei se não se importava de me inscrever, ao qual a resposta foi afirmativa, e me tornei “parceiro” da LR, health and Beauty Systems, sem qualquer obrigação de faturação nem penalização, o que deixou mais descansado pois eu apenas queria fazer umas venditas visto que eu nem percebia nada de saude, e assim foi, vendi, ganhei algum dinheiro ao qual paguei os respectivos impostos associados, com o tempo me apercebi que tambem tinha produtos de uso de geral desde a shampoo á pasta de dentes, e ate comecei a experimentar e a gostar, daí a falar deles aos meus pais e amigos foi natural e eles tambem quiseram experimentar onde eu realizei mais algumas vendas e quando eles tambem gostaram, pediram para tambem comprar mais barato (40%), e a minha equipa tinha começado mesmo eu não tendo essa intenção, passado um ano, acabei por atingir a posição de “Chefe de Organização”, ja vou no 3 carro que a EMPRESA me entregou, (Smart, Classe A, Classe A com Kit AMG) onde foi a LR efectuou um ALD, e eu sou apenas o condutor habitual, e mesmo havendo altos e baixos na faturação de a “minha estrutura”, numa me retiraram o veiculo, muito pelo contrario, o proprio director Geral me contactou a perguntar se estava tudo bem e se eu precisava de ajuda, o que me fez sentir um verdadeiro parceiro de negocio e não um numero.
    Hoje faço a LR a tempo inteiro, de forma natural, pago os meus impostos (até doi), pois é regra intransponível da empresa, que por essa regra e outras, é certificada pelo IPVD (Instituto Portugues de Venda Direta), e tem cerca de 29 anos de mercado.

    Lembrar:não ganho dinheiro com entradas de um novo parceiro, mas sim sempre que for adquirido um produto.

    Resumindo, eu tive uma péssima experiência com uma empresa que pensava e me diziam que era de MMN, que depois tinha decidido apontar de forma definitiva que MMN era um sistema de fraude, e afinal hoje eu entendo a diferença de uma pirâmide financeira e a industria de MMN, (as vezes, pois de fato, teem “brotado” de todo lado novas empresas, novos sistemas que estão tão bem feitos que eu entendo que muitas pessoas sejam enganadas)!

    Vejo com grande interesse e valor o trabalho efectuado neste blog, no entanto, penso que a solução não é existir uma taça com algumas maças podres e vamos deitar tudo fora, creio que seria mais interessante e valido, serem postados regras, leis, em suma, mais conhecimento de como distinguir uma empresa valida, de uma empresa não valida, em portugal, o IPVD ajuda nessa função, mas, infelizmente, muitos tentam abafar a sua importância e trabalho, …e se eu tivesse conhecimento desse instituto, não tinha me dado mal logo na primeira vez…

    Agradeço o fantástico trabalho deste blog(o nome penso que é um pouco desajustado) , pois INFORMAÇÃO É PODER”, vejo com grande interesse para a própria industria no seu todo, a preocupação em falar, discutir, avaliar, testar e informar, seja que empresa for…

    não costumo comentar em nenhum blog, no entanto, apos de ler o post e os comentários decidi aceitar o desafio lançado pelo autor (penso) do blog quando tinha gosto de haver comentários de alguem da liderança de MMN, e lembrar, que eu sou totalmente a favor de MMN, da mesma forma que repudio por completo jogos financeiros, bolhas, bolas, pirâmides financeiras ilegais, etc etc, afirmo mesmo que apesar de pagar os meus altissimos impostos, os crimes continuam acontecer e ate mesmo a aumentar devido a passividade das forças de autoridade (GNR, PJ,PSP, etc)….

    Agradeço mais uma vez, ao autor deste blog por todo o trabalho que tem feito, no entanto, deixar apenas um pequeno reparo, propor uma alteração no nome e lembrar que no meio de qualquer industria, haverá sempre criminosos, e é cada dia a melhorar a qualidade de informação que todos nos ficaremos mais preparados para minimizar a onda de larápios a “roubarem” nas nossas cidades, nosso povo, nossa familia ou ate mesmo nossos pais e filhos…..

    “O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética… O que me preocupa é o silêncio dos bons.”
    (Martin Luther King)

    Desejo-vos bons negócios e que sejam felizes !!

    Nuno Viola

  16. 25/01/2016 15:04

    Li todos os comentários e por ter tido contato com o MMN desde de cedo…, acho que posso falar ou mesmo comentar…! Também como Nuno Viola comercializo produtos. E a questão é totalmente essa produto Nuno Viola vc vende algo que não se trata de genealogia, e que é APENAS E TÃO SOMENTE PELO COMERCIO, vc obtem a remuneração devida!!! Esta sendo confudido a questão de venda direta com marketing Multinível coisas completamente diferentes… a venda da ideia de ganho que é o desejo de todo mundo e diferente de ter um produto de qualidade que vc adquire paga por ele e pronto ai retorna a comprar pq. gostou, consegue perceber a diferença? O MML produto é apenas uma faxada e que custa muito caro não pq. o produto tem “OURO” em sua formulação, mas sim, pq. comandar massas que tragam clientes custa caro no caso as campanhas tanto as publicitarias como regionais, custa verdadeiras quantias nababescas manter o cume da piramide e por isso é necessário explorar de forma linear as pessoas iludindo, ludibriando até pq. não tem como ser expert em fabricação de calçado, ou medicamento e também em pasta de dente é ridículo a quantidade de pessoas que acreditam na mirabolancia de determinados produtos MMN, por isso vira ceita e lavagem cerebral, isso tem em muitos lugares e cada vez uma parcela da sociedade capitalista, passa a plantar que vender desejos tem mais valor do que a materialidade, não comento ideia errada ou certa pode ser muito produtivo, mas as pessoas tem que estar ciente do que fazem e adquirem é quase como comprar auto-ajuda é o que acho hj. as pessoas vem precisando disso ao que parece, senão o mercado não estaria mudando tanto!!! ab

  17. Ana permalink
    23/11/2016 21:50

    Pessoal, saiu uma matéria muito relevante sobre os bastidores de Mary Kay na ABC, uma emissora de TV gigante dos EUA.

    Existe um lado B não tão rosa quanto ouvimos falar, histórias de decepção e prejuízos, mas que é pouco divulgado. Vale a pena dar uma olhada

    • Sara Regina Ferreira dos Santos Caminotto permalink
      26/03/2017 17:09

      Realmente é perceptível o comportamento fanático. É insuportável.
      Entrei agora no fim de 2016 para Mary Kay já conhecia os produtos e são ótimos a maneira de acerto me deixa em dúvida se é legal.
      Mas… O que não aquento e o fanatismo.

  18. 17/07/2017 16:16

    Primeiramente, gostaria de parabenizar o trabalho de vocês por criar e manter este site.
    Procurei aqui algum artigo sobre a moeda digital OneCoin, infelizmente não encontrei nenhum, acho que seria importante um artigo sobre este novo agente que também está fazendo uso do MMN.
    Obrigado,
    Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: