Skip to content

Ação Civil Pública contra a AFTB

09/07/2013

Post atualizado em 11/07/2013, com a notícia trazida pelo leitor Bruno, acerca da confirmação da sentença condenatória, decorrente da ACP, contra a AFTB. Notícia no fim do texto.

.

Para ler o 1º post e os comentários sobre a AFTB, clique aqui

.

Há duas semanas, o leitor Roberto trouxe uma notícia ao campo de comentários do post “Discussão – AFTB” deste blog. O conteúdo da notícia informa que o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, através de Ação Civil Pública Consumerista, obteve liminar para o fechamento da OSCIP Associação Frutos da Terra Brasil (AFTB), sob a alegação de que a “empresa que prometia crédito imobiliário a juros baixos, mas não tinha recursos próprios e funcionava em sistema de pirâmide” e a alegação de que ela viola o direito do consumidor. Essa notícia pode ser conferida aqui. Por considerarmos de suma importância essa notícia (que fatalmente ficaria escondida no campo de comentários e deixaria desavisados vários cidadãos que estejam conhecendo a proposta da AFTB ou que já sejam associados que contribuam mensalmente) decidimos colocar em evidência os principais pontos e conclusões da Ação Civil Pública Consumerista do MP do RJ contra a AFTB, e em seguida alguns comentários a respeito da Ação e o andamento do processo.

.

A Ação Civil Pública pode ser conferida na íntegra clicando-se aqui

.

O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, por intermédio do Promotor de Justiça que ao final subscreve, vem, respeitosamente perante Vossa Excelência, e com fulcro na Lei 7.347/85 e 8.078/90, ajuizar a competente

.

AÇÃO CIVIL PÚBLICA CONSUMERISTA com pedido de liminar em face de:

.

1) ASSOCIAÇÃO FRUTOS DA TERRA BRASIL, inscrita no CNPJ sob o nº 08.911.478/0001-85, com sede na R. Fagundes Filho, nº 145, CEP 04304-010, Centro, São Paulo – SP;

2) CARLOS ALBERTO LILIENTHAL ROTERMUND, brasileiro, casado, empreendedor social, inscrito no CPF sob o nº 400.411.070-04 e RG nº 10.162.368-36 residente na Rua Baru, nº 102 – Jardim Petrópolis, São Paulo – SP;

.

Ausência de recursos financeiros para realização dos prometidos empréstimos

.

A efetivação de ofertas de financiamento sem a existência de recursos financeiros para cumpri-las fica patente pelas próprias palavras da ré:

(…) obtivemos a seguinte linha básica de ações:

1) Primeiro passo deve ser a aprovação do modelo por parte da sociedade. Este aceite seria considerado com a inscrição de 10.000 famílias ao programa proposto;

2) Com 10.000 famílias inscritas, inicia-se a busca de patrocínios privados, o detalhamento do programa de patrocínio iniciou-se em março de 2009, juntamente com os treinamentos de capacitação aos associados que se prontificaram a operacionalizar o programa de patrocínio (…).

3) O mesmo plano de negócios definiu que a busca por recursos governamentais deveria iniciar-se com a marca de 50.000 famílias cadastradas no programa. (fls. 29 dos autos do IC).

Ou seja, depois de prometer a sonhada casa para 10.000 ou 50.000 incautos, e deles receber pagamentos mensalmente, é que a ré começará a busca de recursos para arcar com as suas promessas. O desfecho é previsível…

.

Incentivos em dinheiro para que os associados proporcionem novas adesões à ré

.

A ré ainda oferece recompensas financeiras àqueles que obtêm novas adesões à associação, consistentes em um percentual das mensalidades pagas pelos cooptados, conforme fls. 58 dos autos do IC.

Assim, além de ter um volume de recebimentos que não lhe permite cumprir as vultosas ofertas realizadas, a ré ainda gasta recursos para premiar os associados que conseguem novas adesões. Claro, portanto, que o objetivo da ré não é cumprir com as promessas feitas, mas sim cooptar de forma rápida o maior número possível de associados.

.

Golpe da pirâmide

.

Caracteriza-se o esquema realizado pela Associação ré como um sistema não-sustentável, porque a ré cobra pequenas quantias dos consumidores (insuficientes para financiar a compra de imóveis, mas que geram enormes prejuízos para pessoas de baixa renda) com a promessa de futuro empréstimo em dinheiro para que o associado adquira imóvel, a juros 0% (zero por cento). Mas não possui os fundos para ultimar os empréstimos, tampouco patrocinadores para financiar os valores necessários para quitação de um imóvel.

Acrescente-se que há a promessa de adquirir mais rápido o crédito imobiliário, bem como valores em dinheiro, se os associados angariarem mais pessoas para participar do sistema.

Todos esses fatos, nitidamente, caracterizam o golpe da pirâmide, que é um esquema comercial não-sustentável que envolve basicamente a permuta de dinheiro pelo recrutamento de outras pessoas para o esquema, sem que qualquer produto ou serviço seja entregue.

A idéia básica por trás do golpe é que a pessoa faz um único pagamento, ou vários pagamentos a custo baixo, mas recebe a promessa de que, de alguma forma, irá receber benefícios exponenciais como recompensa.

É o que ocorre no caso em tela. O pagamento durante 30 meses da contribuição associativa permitiria um empréstimo de valor mil vezes maior, sem juros.

Claramente, a falha fundamental é que não há benefício final; o dinheiro simplesmente percorre a cadeia, e somente o idealizador do golpe ganha, trapaceando seus seguidores. Efetivamente, as pessoas na pior situação são aquelas da base da pirâmide: aquelas que assinaram o plano, pagaram para se tornarem membros da Associação, mas não são capazes de recrutar quaisquer outros seguidores e não conseguem receber o tão almejado bem de consumo.

.

A publicidade enganosa

.

Basta a análise desse material publicitário e do depoimento da representante lesada para se concluir que tudo não passa de um engodo. Ofereceu ao consumidor financiamento-consórcio de uma casa própria, apresentou-se no mercado de consumo como uma forma desburocratizada e simplificada de crédito direto ao consumidor/consórcio que dispensava qualquer garantia, exonerava o consumidor de pagamento de juros, dispensava comprovação de renda, mas na realidade trata-se de um embuste.

.

A responsabilização do sócio

.

Os fatos narrados, com a efetivação de atos ilícitos, conduzem ao cabimento da desconsideração da personalidade jurídica, nos termos do art. 28 do Código de Defesa do Consumidor, para responsabilizar o segundo réu pelas obrigações assumidas pela Associação Frutos da Terra Brasil, sendo ele seu sócio administrador.

.

A indisponibilidade dos bens dos réus

.

Conforme assinalado, há indícios claros da prática de atos ilícitos, a ensejar a responsabilidade dos réus pelos prejuízos causados aos consumidores.

Ocorre que os fatos narrados tornam indubitável a ampla disposição dos réus de se furtarem ao dever de cumprir as obrigações avençadas com os consumidores. Há assim concreta ameaça de desvio ou da dilapidação de bens pertencentes aos réus, impossibilitando o ressarcimento aos consumidores. Necessário se faz, portanto, a decretação de indisponibilidade de todos os bens integrantes do patrimônio dos réus, com fulcro no poder cautelar genérico de que desfruta o magistrado, nos termos do artigo 798 do Código de Processo Civil.

.

DA CONCLUSÃO

.

DO PEDIDO LIMINAR

.

Ante o exposto o MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO requer que seja determinado liminarmente e sem a oitiva da parte contrária:

a) o lacre do estabelecimento e a cessação das atividades da Associação Frutos da Terra Brasil, sob pena de multa diária de R$50.000,00 (cinqüenta mil reais);

b) que não seja cobrada dos consumidores prestações periódicas ou qualquer outros valores oriundos dos “SAC – SISTEMA ALTERNATIVO DE CRÉDITO” da Associação Frutos da Terra Brasil, ou plano equivalente, sob pena de multa diária de R$50.000,00 (cinqüenta mil reais);

c) que se abstenham os réus efetuar qualquer oferta ou publicidade relativas aos “SAC – SISTEMA ALTERNATIVO DE CRÉDITO” da Associação Frutos da Terra Brasil, ou plano equivalente, bem como de receber novos associados, sob pena de multa diária de R$100.000,00 (cem mil reais);

d) a INDISPONIBILIDADE de todos os bens dos réus ASSOCIAÇÃO FRUTOS DA TERRA BRASIL e CARLOS ALBERTO LILIENTHAL ROTERMUND;

.

DOS PEDIDOS PRINCIPAIS

.

Requer ainda o Ministério Público:

a) que, após apreciado liminarmente e deferido, sejam julgados em definitivo procedentes os pedidos formulados em caráter liminar;

b) a dissolução da ré, com o cancelamento do registro de seus respectivos atos constitutivos e posteriores alterações, com a adoção ainda das providências previstas no art. 461, §5o, do Código de Processo Civil

c) a condenação dos réus, solidariamente, à obrigação de devolver, em dobro, nos termos do art. 42, parágrafo único, do Código de Defesa do Consumidor, todos os valores pagos à ASSOCIAÇÃO FRUTOS DA TERRA BRASIL, acrescidos de correção monetária e de juros legais;

d) a condenação dos réus, solidariamente, a ressarcir, da forma mais ampla e completa possível, os danos materiais e morais causados aos consumidores individualmente considerados, pelos fatos narrados;

e) a condenação dos réus solidariamente, a ressarcir os danos morais coletivos pelos fatos narrados, no montante de R$500.000,00 (quinhentos mil reais);

f) que seja o réu CARLOS ALBERTO LILIENTHAL ROTERMUND condenado a não constituir nem participar, na qualidade de sócio ou administrador, de qualquer categoria, de nenhuma sociedade que tenha por objeto social a construção ou financiamento de casa própria, sob pena de astreinte de R$ 100.000,00 (cem mil reais), para o caso de comprovada participação em nova sociedade;

g) a condenação solidária dos réus à obrigação de fazer consistente em publicar, às suas custas, em dois jornais de grande circulação desta Capital, a parte dispositiva de eventual sentença condenatória, a fim de que os consumidores tomem ciência da sentença, sob pena de multa diária de R$5.000,00 (cinco mil reais) corrigidos monetariamente.

h) a publicação do edital ao qual se refere o art. 94 do CDC;

i) a citação dos demandados para que, querendo, contestem a ação, sob pena de revelia.

j) que sejam condenados os réus ao pagamento de todos os ônus da sucumbência, incluindo os honorários advocatícios, a serem revertidos ao Centro de Estudos Jurídicos da Procuradoria-Geral de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

Protesta, ainda, o Ministério Público, nos termos do artigo 332 do Código de Processo Civil, pela produção de todas as provas em direito admissíveis, notadamente a testemunhal, a pericial, a documental, bem como depoimento pessoal dos réus, sob pena de confissão, sem prejuízo da inversão do ônus da prova previsto no art. 6o, VIII, do Código de Defesa do Consumidor.

Dá-se a esta causa, por força do disposto no artigo 258 do Código de Processo Civil, o valor de R$500.000,00 (quinhentos mil reais).

Rio de Janeiro, 18 de janeiro de 2010.

Julio Machado Teixeira Costa

Promotor de Justiça

Mat. 2099

.

Essa é uma síntese do conteúdo da Ação Civil com pedido de liminar – decisão provisória que pode ou não ser revogada. A conclusão constante da liminar é clara: a proposta da OSCIP é  inviável e determina, dentre outras coisas, o fechamento da associação.

.

Alguns leitores do blog que são associados da AFTB insistem que está tudo bem com as atividades da OSCIP (e de seus associados, no que diz respeito ao recrutamento de novos participantes), o que, a princípio, não é verdade. Uma leitora informou que houve protocolo de petição ao processo. Se já foi protocolada petição ao processo por parte da OSCIP AFTB, como afirma a leitora, nos autos da Ação Civil Pública, isto significa que a OSCIP tem CIÊNCIA INEQUÍVOCA dos termos da liminar e não pode mais alegar desconhecimento do conteúdo da decisão (artigo 214 do Código de Processo Civil). A intimação via carta precatória (se for o caso de haver petição ou recurso apresentado nos autos do processo) torna-se, neste caso, mera formalidade.

.

Neste caso, a AFTB não precisa ser intimada na sua sede em São Paulo (a Ação Civil foi obtida pelo Ministério Público do  Rio de Janeiro), pois ela própria deu ciência inequívoca dos termos da liminar, ela sabe muito bem o que está acontecendo e do sério problema do qual deve tentar se livrar. Não está “nada bem” com a AFTB, pelo menos até a revogação da liminar ou término da ação com decisão favorável a AFTB. O protocolo da petição pode ser confirmado ao visualizar-se, diretamente o site do TJRJ, (andamento do processo):

.

Processo No 0038222-83.2010.8.19.0001

TJ/RJ – 24/02/2010 00:34:07 – Primeira instância – Distribuído em 22/01/2010

Comarca da Capital – Cartório da 2ª Vara Empresarial

Endereço: Av. Almirante Barroso, 139, 10º andar

Bairro: Centro

Cidade: Rio de Janeiro

Ofício de Registro: 3º Ofício de Registro de Distribuição

Ação: Quitação / Sistema Financeiro da Habitação; Liminar / Medida Cautelar

Assunto: Quitação / Sistema Financeiro da Habitação; Liminar

Classe: Ação Civil Pública

Aviso ao advogado: PRECATÓRIA EXPEDIDA (090210)

Autor: MINISTERIO PUBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Réu: ASSOCIAÇAO FRUTOS DA TERRA BRASIL e outro(s)…

Tipo do Movimento: Recebimento

Data de Recebimento: 08/02/2010

Tipo do Movimento: Assinatura

Data Assinatura: 08/02/2010

Tipo do Movimento: Conclusão ao Juiz

Data da conclusão: 08/02/2010

Juiz: LUIZ ROBERTO AYOUB

Processo(s) no Tribunal de Justiça: Não há.

Existe petição/ofício a ser juntado ao processo.

10/02/2010 - Protocolo  201000589455 -  Proger   Comarca da Capital

Localização na serventia: Prazo Ação Civil Publica

.

Estaremos acompanhando o andamento deste processo e noticiaremos no blog. Por ora, recomenda-se cautela aos interessados em participar desta proposta, cuja meta é eliminar o déficit habitacional brasileiro em 20 anos. Este post visa, principalmente, noticiar um evento importante envolvendo a OSCIP e o blog não possui nenhuma intenção de interferir no livre arbítrio daqueles que acham que devem associar-se, a despeito da existência da ação civil pública e dos termos da decisão liminar que determinou o fechamento da AFTB. Nosso intuito é meramente informativo.

[Atualização] Devido ao descumprimento da liminar, no dia 30/11/2010 o Ministério Público do RJ determinou o bloqueio de R$8 milhões da conta da AFTB.

.

Resultado da ACP contra a AFTB

.

Notícia publicada pela Assessoria de Imprensa em 10/07/2013 15:57

“Lesados em ação civil pública movida em face da Associação Frutos da Terra Brasil devem procurar Justiça

A 2ª Vara Empresarial da Capital, em sentença prolatada em 20/07/2012, considerou “golpe da pirâmide” a oferta de crédito para a compra da casa própria feita pela Associação Frutos da Terra Brasil. Na decisão, a empresa, além de ter sido condenada a cessar suas atividades, está obrigada a devolver em dobro o investimento feito por seus associados para a compra da casa própria, bem como a pagar indenização, por danos morais, no valor de R$ 5 mil a cada lesado.

A Associação recorreu, mas a 17ª Câmara Cível, no último dia 15/05, negou provimento ao apelo, restando confirmada a sentença de primeira instância. Portanto, os lesados pela Associação Frutos da Terra Brasil devem habilitar-se na 2ª Vara Empresarial a receber as importâncias fixadas na decisão, através dos seguintes procedimentos:

1. Procurar a Defensoria Pública ou um advogado particular;

2. Na hipótese de atendimento pela Defensoria Pública, a parte deve dirigir-se a uma das seções desse órgão, portando os seguintes documentos: carteira de identidade, CPF, comprovante de residência, comprovante de renda, contrato com a Associação Frutos da Terra Brasil e recibos dos pagamentos efetuados à empresa.

Se o associado residir em outra comarca diversa da capital, deve apresentar todos os documentos acima listados e mais a certidão de trânsito em julgado da sentença.”

Processo n° 0038222-83.2010.8.19.0001

.

Leia também:

.

Discussão – AFTB

AFTB e seu presidente na mira do MPF/SP

A procura do MMN perfeito

O que está errado com o marketing multinível?

Sofismas e falácias dos distribuidores de MMN

630 Comentários leave one →
  1. 25/02/2010 1:45

    Este blog “vive” de criticar tudo e qualquer coisa, que tenha um mínimo de envolvimento com MMN, dizer que o post tem carater meramente informativo, é uma tremenda hipocrisia, a AFTB vai sair bem dessa, e ainda vai ganhar mais NOME, hoje 25/03/2010, a Band News irá exibir uma entrevista com o presidente da Associação. Sr CARLOS ALBERTO ROTERMUND.

    Abraços…

    • Renata permalink*
      25/02/2010 23:34

      Prove que o que consta do post não é verdadeiro, daí podemos debater. Se a oscip sair bem desta, seremos os primeiros a noticiar. Podem entrevistar quem quiserem, em qualquer veículo de informação, por ora, o que interessa é noticiar o andamento do processo. Hipocrisia é saber de uma ação civil pública com decisão desfavorável, que determinou o fechamento da aftb e nem mencionar este fato.

      Enquanto não houver revogação da liminar, não venham com lorota e encheção de linguiça, não iremos aprovar comentário algum que não venha trazer informações sobre a ação civil pública.

      obs – de novo, eu torço para que os associados bem intencionados e engajados na causa social não saiam prejudicados

    • Kildere Abreu permalink
      01/12/2010 14:41

      Estou conhecendo esse espaço agora e gostaria de saber, qual é a regra do jogo?

      Qualquer pessoa pode postar o que quiser sem precisar mostrar a cara para que seja questionada diante de calúnias ou difamação?

      Pelo que tenho visto aqui os comentários são agressivos onde parece que as pessoas competem para ver quem consegue ferrar mais essa entidade AFTB.

      Até onde eu tenho conhecimento trata-se de uma entidade que tem um papel social de grande relevância, homologada pelo Ministério da Justiça do Governo Federal, com suas certificações renovadas, o que nos dar a entender que uma força maior que o judiciário do Rio de Janeiro, tem cumprido o seu papel de fiscalizar para que haja a renovação do certificado da OSCIP em questão.

      A pergunta é:

      Quem estáa descumprindo alguma ordem judicial de fato. A AFTB que funciona com a autorização do Ministério da Justiça do GOVERNO FEDERAL, cumprindo o seu papel estatutário que é de sua obrigação, ou o juiz que expediu uma liminar, indo de contra uma autorização emitida por uma força maior?

      Seja lá qual for a resposta, eu acho que a Justiça tem que ser JUSTA!!!

      Justiça seria se o juiz que taxou a multa de R$ 50.000,00 dia, exigisse que a AFTB usasse esse recurso da multa para construir várias unidades habitacionais para garantir o direito dos seus associados que tem o direito a casa própria, assegurado pela constituição Brasileira e o governo não consegue atender a demanda.

      Veja o contra cesso dessa questão:

      O Governo Federal autoriza! A justiça do Rio manda parar por entender se tratar de um esquema de pirâmide, visando proteger a população do suposto esquema! A justiça cobra uma multa alta diária, bloqueia R$ 8.000.000,00 para garantir o pagamento da multa.

      De quem é esse dinheiro Bloqueado?

      - Dos associados é claro!

      A quem a justiça do Rio está prejudicando de fato?

      - Os associados é claro!

      Qual será o destino do dinheiro aferido pelo judiciário do Rio de Janeiro com essas multas?

      - ??????

      O mundo está sofrendo por falta de amor ao próximo! Um espaço como esse deveria estar sendo usado também para as pessoas darem sugestões de como resolver os problemas. O que é de fato podre tem que ser eliminado. E o que é bom será que não pode ser aproveitado, trabalhado para que venha dar bons frutos?

      As criticas aqui em torno da AFTB parecem muito pessoais e relacionadas diretamente ao presidente da entidade. Ninguém fala do lado positivo e do que pode ser feito para que haja um aproveitamento do que há de bom nessa projeto social.

      Se o presidente da AFTB e a sua diretoria não é idônea eles tem que pagar com os seus patrimônios pessoais e não os associados.

      Se a idéia da AFTB é plausível mas seus administradores não possuem competência para tocar a organização, que o Ministério da Justiça faça valer a lei que regulamenta as OSCIP´s e transfira o projeto para uma outra entidade mais capacitada.

      Para fechar eu quero dizer que a justiça do Rio de Janeiro, para fazer justiça de fato, o mais sensato seria exigir que a AFTB converta os valores das multas em construções de unidades habitacionais e sejam entregue a quem é de direito, os donos dos recursos bloqueados que não é dos diretores da AFTB e sim dos seus associados!

    • gap permalink
      02/12/2010 12:14

      Kildere

      O presidente da AFTB já tinha falido uma empresa no RS e a deixou com dívidas enormes, portanto se o MJ concedeu o titulo de OSCIP a uma instituição gerenciada por alguém que já demonstrou incompetência no assunto, já vemos que os critérios não são lá grande coisa. O MJ concedeu o titulo de OSCIP sem exigir nenhum relatório técnico de sustentabilidade, e é nisso que o MP pegou. E outra, se você acha que se o MJ falou, tá falado, então você ainda não percebeu que mora num Estado de Direito e não numa Monarquia.

      Outra coisa, a idéia de pegar os 8 milhões pra aplicar em moradias é absurda. Com esse dinheiro daria pra levantar pouco mais de 200 casas no valor de uns 35 mil. Acontece que a AFTB tem mais de 50 mil associados, então boa sorte explicando pros outros 48.800 que eles vão ficar sem moradia e SEM DINHEIRO.

      Não venham querer satanizar o MP do RJ. A liminar deixou bem claro que iria multar a AFTB em 50 mil se eles continuassem as atividades. Eles continuaram, agora justiça está sendo aplicada. Se tem algum culpado nessa história é quem desrespeitou a liminar, não o MP.

      E como o Brasil é o país onde boa vontade é confundida com empreendedorismo, ai vem esse discurso do tipo “Ah, a intenção é boa, a idéia é boa”. Quer dizer, dane-se se é exequivel né. Dane-se que daqui a algum tempo, segundo o processo do MP, a AFTB entre em colapso por se tratar de um sistema insustentável — não citem o relatório de sustentabilidade, porque ele já foi rejeitado pelo MP.

      Irônico é que se a AFTB continuar e daqui a algum tempo vier a quebrar, por conta de seu modelo insustentável, piramidal, ai o pessoal vai falar “mas por que a justiça não fechou antes esse negócio?”. É sempre assim.

    • Kildere Abreu permalink
      03/12/2010 3:18

      Bom. A primeira pergunta que fiz na minha primeira postagem nesse Blog foi, se qualquer pessoa pode vir aqui falar o que bem entender sem mostrar a cara para dar o direito à defesa por parte da pessoa prejudicada. Falo de processo por difamação e calunia! Se não houve resposta é porque essa é a regra do jogo nesse blog. Prova disso é o nosso amigo “gap” que usa a foto do Dr. House que na resposta a minha postagem usou essas palavras:

      “portanto se o MJ concedeu o titulo de OSCIP a uma instituição gerenciada por alguém que já demonstrou incompetência no assunto, já vemos que os critérios não são lá grande coisa”

      De certa forma o “gap” também quis dizer que o MJ também não tem competência por ter certificado a AFTB como OSCIP! Mas quem é esse tal de “gap” que tem a coragem de questionar os critérios do MJ????????

      Porque as pessoas que se associaram a AFTB, confiando na segurança avalizada pelo Ministério da Justiça do Governo Federal, diante uma certificação de OSCIP emitida pelo próprio MJ, tem que amargar prejuízos causados por um questionamento do ministério público do Rio de Janeiro?

      Mas tudo bem. Vamos lá.

      O amigo “gap”, ou seja; “Dr. House” Rzzzzz, me parece ser uma pessoa muito inteligente e conhecedora de muitos assuntos, mas sinto que a bronca dele com a AFTB parece ser pessoal!

      O “gap” fala que o presidente da AFTB já faliu uma empresa em RS mais não fala o nome da empresa para a gente pesquisar também. Qualquer empresário está sujeito a falência que pode ser causada por motivos diversos que fogem a sua competência relacionada a várias coisas como, inadimplência por parte dos seus clientes por exemplo. Se a falência está associada a algum golpe premeditado por parte do presidente da AFTB nessa empresa do RS, comprovada pela justiça, eu terei que dar razão ao amigo “gap”. Se não o intuito desse comentário está diretamente ligado a vontade de causar pânico nas pessoas que acreditam nessa entidade que, de acordo a sua resposta aos jornais: O GLOBO e EXTRA
      ( Ver matéria no link indicado: http://www.aftb-oscip.org/images/stories/slideshow/AFTB-Carta_O_GLOBO_Nota_on_line_01-12.pdf ), me parece que a AFTB está trabalhando dentro da legalidade. Mas….. Devo admitir que a AFTB falhou no descumprimento de uma ordem judicial e que o modelo de negócio onde ele opera com o SAC através de um sistema de Marketing de Rede TRADICIONAL, distribuindo dinheiro por capitação de novos associados, não é um modelo adequado para uma entidade de cunho social cujo o foco é a aquisição da casa própria. Em minha opinião o objetivo da conquista da casa própria já seria o suficiente para conquistar novos associados sem precisar se expor com esse esquema falido de Marketing de Rede que, assim como a sua maioria, tem inicio, meio e fim! O problema é esse fim quando as pessoas entram com o foco no ganho do dinheiro e não com o foco principal que nesse caso é conquistar a casa própria.
      Acho que se a AFTB abolir esse marketing de rede do seu projeto, continuar no seu propósito de conquistar associados com as suas contribuições associativas que é comum a qualquer associação ou cooperativa, usar a sua prerrogativa como OSCIP para buscar os recursos do governo em todas as suas esferas: federal, estadual e municipal, esses recursos associados às doações de empresas de grande porte que podem doar para obter dedução de impostos, doações de empresas de pequeno porte em troca de publicidade dirigida aos associados da AFTB, rendimento sobre as aplicações financeiras dos recursos da entidade, patrocínio dos bancos que administram as contas da entidade e a DEVOLUÇÃO do capital emprestado para os associados que já estão morando nas suas casas financiadas pela AFTB, eu acredito que a entidade poderá continuar com as suas atividades com muita tranqüilidade, mostrando para os críticos de plantão que a AFTB é séria e que muitos comentários maldosos podem estar diretamente ligados ao despeito e a inveja de pessoas que se sentem incomodadas com o sucesso de alguém.

      Dizem que o presidente da AFTB está rico com esse projeto! Em minha opinião se o presidente da AFTB tem um ganho, LICITO, a altura da sua genialidade por ter bolado um projeto de grande relevância e trabalha com dedicação ocupando o seu tempo com esse projeto, acho que ele fez por merecer.

      Será que esse projeto não está indo de contra os interesses dos grandes bancos que vivem de juros e estão se sentindo ameaçados com o projeto da AFTB?

      Para finalizar eu deixo a minha sugestão para a AFTB.

      Acho que a AFTB deve abrir mão desse negócio de Marketing de Rede com distribuição de dinheiro, porque na verdade ela não precisa disso.

      Porque ao invés de distribuir dinheiro pelo trabalho voluntário dos seus associados na busca de novos associados, a AFTB não aplica descontos nas parcelas dos associados onde os interessados trabalhariam para ter o máximo de redução facilitando o acesso a casa própria?

  2. 26/02/2010 1:34

    Vou lhe dar apenas 1 ponto de incoerência, de todos os que foram citados pelo procurador…

    - Não somos consumidores e muito menos somos consumidores incautos como nos qualificou esta autoridade na sua liminar injusta… Somos sim ASSOCIADOS a uma organização do 3º setor que empresta os recursos do seu fundo aos seus associados sem cobrar nada de juros (então tem muita gente grande se “cangando” de medo que isso vingue, não é não? inclusive vocês desse blog)

    Garanto a você que se o Juiz ler os comentário dos associados ele vai levar em consideração o tema da Campanha da Fraternidade desse ano (vocês nem devem saber qual é…) ele também vai ver que a nossa é uma proposta baseada na ECONOMIA SOLIDÁRIA, que esta é uma proposta para os excluídos do sistema financeiro, que o dinheiro é do próprio associado e a AFTB é um MOVIMENTO SOCIAL com vários programas formatados em benefício das pessoas que acreditam num mundo mais justo…

    O incrível, é que na liminar só é citado o nome do promotor e um grupinho que diz que defende os consumidores e não se sabe quem são esses que se escondem atrás de um nome bonito “Tutela Coletiva de Defesa do Consumidor e do Contribuinte da Capital”

    Eu pergunto, e quem defende os mais de 65.000 associados da AFTB?

    Nós vamos fazer a história do novo Brasil …

    • Renata permalink*
      26/02/2010 19:19

      “Eu pergunto, e quem defende os mais de 65.000 associados da AFTB?”

      Consulte o advogado da oscip antes de vir falar asneira em fórum público, ele deverá defender os interesses de vocês no processo.
      E volte aqui se tiver novidades sobre o processo. Ah. caso não saiba, trata-se de uma ação civil pública, a inicial está transcrita no post, não existe nenhum “grupinho” escondido atrás de coisa alguma, acorda e aprende ao menos um pouco deste assunto.

      Este blog tem mais o que fazer do que se “cangar” de medo de qualquer coisa.

      Outra – como participante assíduo de mmn (inclusive ex defensor do esquema OI ALÔ CHIP que já virou lenda…), você deveria ter um pouco mais de cautela ao propagandear coisas como “vamos fazer história do novo Brasil”. A credibilidade fica em baixa com frases como esta.

      No mais, pelo bem dos que são bem intencionados e querem combater o déficit habitacional (e não dos que querem ganhar dinheiro formando rede de pessoas), eu, particularmente, torço para que esta proposta não naufrague.

  3. Luiz permalink
    26/02/2010 11:31

    Caro Henrique, você vive em outro mundo??? No seu já estamos no mês de março é?

  4. Paulo Mesquita permalink
    27/02/2010 1:07

    Parece mais uma OMNI da vida e outras, nas quais o pessoal jurava lealdade e verdade sobre o que ela prometia. Onde estão todas elas hoje ?

    Gente Vocês acreditam em papai noel e coelhinho da pascoa ?

    Eu passei pela OMNI e sei o que eles fizeram comigo e quando descobri tudo, era chamado de perdedor, não queria ficar rico, era um fracassado. Graças a DEus consegui meu dinheiro de volta e ele mesmos se enforcaram com tanta mentira.

  5. Fernando permalink*
    27/02/2010 3:15

    Ah, o Eraldo, o mesmo que iria fazer história com a fraude/palhaçada Alo Oi Chip, dando as caras por aqui? E ainda por cima apagou todas as postagens que tinha feito pró Alo Oi Chip, como pode ser visto no link do Orkut abaixo:

    http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=814681&tid=5306870906734235550&kw=alo+oi+chip&na=2&nst=777

    Papelão, heim “seo” Eraldo?

    Mas vamos a alguns pontos do seu “comentário”

    - Não somos consumidores e muito menos somos consumidores incautos como nos qualificou esta autoridade na sua liminar injusta… Somos sim ASSOCIADOS a uma organização do 3º setor que empresta os recursos do seu fundo aos seus associados sem cobrar nada de juros (então tem muita gente grande se “cangando” de medo que isso vingue, não é não? inclusive vocês desse blog)

    ————————- Rapaz, pensei que só ouviria a expressão “cangando” nas mesas de truco!

    “Meio pau raaato”!

    Hehehe, vivendo, RINDO e aprendendo…

    Ah, vcs não são consumidores? E o que tem a ver o 3º setor? “Associados”?

    Preste atenção: primeiro, o fato de a instituição pertencer ao terceiro setor não dá à vc a prerrogativa de TENTAR dissociá-la das regras inerentes à economia de mercado, as quais estão inclusas as relações de compra e venda de mercadorias. Segundo, qualquer mercadoria possui valor de troca e utilidade (ou valor de uso). Mas o que é o valor de uso (VU) e o valor de troca (VT)? O primeiro significa satisfazer necessidades humanas através de suas propriedades materiais. É VU no sentido de serventia. Já o VT significa a propriedade de ser trocada por outras mercadorias (de comprar outras). Quem compra um carro está interessado na utilidade que o carro terá pra ele, e quem vende está interessado no valor de troca do carro, manifestado no dinheiro (que é diferente de moeda no sentido econômico), dado em unidades monetárias.

    Uma relação de consumo é uma relação de troca em que o COMPRADOR fornece a mercadoria que possui o valor de troca em troca da mercadoria que terá utilidade pra ele. Do ponto de vista macroeconômico, o consumo agregado é composto basicamente pelo consumo do Governo (compra de recursos para oferecer bens públicos à população e para custeio da máquina administrativa), consumo das empresas (materiais para operação do dia a dia, insumos físicos e mão-de-obra) e o consumo privado, das famílias, que utilizam os rendimentos advindos de atividades laborativas para atender às suas necessidades, tais como comida, roupa, um teto pra morar, um automóvel pra andar e trabalhar, lazer pra família etc. Todos esses “consumos” sofrem influências da política cambial, fiscal, monetária, comercial, industrial.

    Vamos então à AFTB. Qual é o produto que ela oferece? Em primeiro lugar, a tão sonhada casa própria, óbvio. Ou vc terá coragem de repetir a conversa de que 99% das pessoas que se associam à AFTB estão interessadas, primordialmente, em solucionar o problema da habitação no Brasil? Óbvio que não: elas querem resolver o PRÓPRIO problema habitacional, e em segundo plano podem até achar bonito contribuir para o ideal da casa própria pra todos os brasileiros!! Mas elas pagam a contribuição com vistas a obter a tão sonhada casa própria! Esse é o objetivo principal da esmagadora maioria!

    Quer dizer, o que ocorre na prática é um pagamento mensal com vistas a sustentar a EXPECTATIVA, a esperança de ser honrado com um empréstimo “sem juros” para comprar a casa própria! Para CONSUMIR uma casa própria. O pensamento de quem paga a mensalidade é COMPRAR aos pouquinhos a casa própria pra no futuro poder desfrutar dela. Ou seja, quem compra quer satisfazer uma necessidade particular, humana, através das propriedades materiais da casa própria, a mercadoria que pra ela possui valor de uso/utilidade.

    O problema é que o comprador não sabe se terá o empréstimo para adquirir o imóvel (sem juros) em 30 meses, em 300 anos ou no dia de São Nunca. Ainda mais em um sistema em que claramente a conta não fecha, que não possui sustentação sem uma parceria “ferrada” ou um aporte de recursos violento. Por isso, a proposta adquire cada vez mais a configuração de uma PROMESSA, que dificilmente irá se cumprir, conforme consta tbém na Ação Civil.

    Em segundo lugar, ela oferece outro produto/oportunidade de negócio: a tão manjada renda extra, praqueles que recrutarem novos associados. Isso faz parte da lógica dos MMNs/marketings de relacionamento, e parece mais uma tentativa desesperada de conseguir aporte de recursos para continuar com o projeto. Seria um prêmio individual (ter o empréstimo pra comprar a casa própria mais rápido) dentro da lógica do sistema da empresa (tentar conseguir fundos pra honrar as contemplações e pagar os bônus daqueles que recrutarem). Só que, ao escolher entrar na espiral do recrutamento, ela tbém está sujeita a todos os problemas e limitações que esse sistema carrega consigo (o MMN travestido de pirâmide, segundo a própria Ação Civil), sistema esse que contribui enormemente para subverter ainda mais o que parecia ser a meta principal da OSCIP: casa própria para muitas pessoas.

    Se vc quer saber umpouquinho da definição jurídica de consumo, dê uma olhada aqui:

    http://jus2.uol.com.br/doutrina/texto.asp?id=10069

    Então vcs são consumidores sim meu chapa! Não adianta tentar se esconder atrás do termo “associado” ou “3º setor” pra tentar descaracterizar a relação de consumo existente entre a OSCIP e aquele que paga a prestação! Pode chorar, espernear, dar cambalhota, virar do avesso, mas nada fará com que essa sua tentativa de diluir e descaracterizar a relação de consumo deixe de ser capenga.

    Garanto a você que se o Juiz ler os comentário dos associados ele vai levar em consideração o tema da Campanha da Fraternidade desse ano (vocês nem devem saber qual é…) ele também vai ver que a nossa é uma proposta baseada na ECONOMIA SOLIDÁRIA, que esta é uma proposta para os excluídos do sistema financeiro, que o dinheiro é do próprio associado e a AFTB é um MOVIMENTO SOCIAL com vários programas formatados em benefício das pessoas que acreditam num mundo mais justo…

    ——————————- Dinheiro do próprio associado? Movimento social? Poupe-nos dessas distorções e demagogia baratas! E não tente desviar do assunto do post, que é a Ação Civil. Pare de postar spams nesse fórum. Observe as regras do blog, e observe esse post:

    http://industriadadecepcao.wordpress.com/2007/11/02/sofismas-falacias/

    Dificilmente aquilo que não está enquadrado nas regras e neste post deixa de ir pra vala!

    Nós vamos fazer a história do novo Brasil…

    ————————– Para o bem daqueles que são bem-intencionados e acreditaram na proposta da OSCIP pra apenas terem um teto pra morar, era bom que a instituição vingasse. Só que o sistema, nessa balada, é insustentável. Tomara que a AFTB não se transforme em mais uma Alo Oi Chip. Ah, e ninguém aqui do blog quer que a associação não vingue, ainda mais por conta de inúmeras famílias terem se associado e pagado prestações. Óbvio que ninguém quer o mal daqueles que se tornaram consumidores da proposta da OSCIP. O problema é que a estrutura de seu sistema não permite que ela sustente suas promessas a longo prazo.

  6. 01/03/2010 14:46

    Oi pessoal. Em todo lugar que vou vejo pessoas defendendo suas crenças. Existem crenças esportivas, científicas, religiosas, filosóficas, conscienciológicas, políticas, etc, etc. Sei que além do debate filosófico do “o que é verdade” e das últimas descobertas da física quãntica sobre paradoxo e intersubjetividade sobre o que é ou não “real”, a galera cria um debate realmente apaixonado.

    É bom trabalhar mais com a razão e menos com a emoção. No caso da AFTB, proposta nova e realmente tentadora e (somente para quem conhece de perto e que pesquisosu e fez algumas contas sem achismo) sabe que ela (a AFTB) possui bons argumentos de defesa de seus ideiais. Argumentos ainda relativos que devem sim, serem mais pesquisados, questionados e aprofundados. Eu não acredito e nem duvido, estou fora desses dois times.

    Eu apenas pesquiso e procuro fatos, ou seja, números, dados, valores, contas, planilhas e cronogramas que a AFTB ainda não forneceu. Forneceu sim algumas contas de seu crescimento e da matemática do fornecimento das cartas de crédito que é ainda insuficiente para nutrir e preencher 100% do que promete.

    Eu entrei na AFTB a mais de seis meses, mas ao invés de defendê-la apaixonadamente, eu a questiono incessantemente. Ainda não estou 100% seguro não. Seus argumentos (a nível de raciocínio e não de paixão) me atenderam a cerca de 70 a 80% de minhas dúvidas e expectativas, mas o que os associados precisam é de 100% e nada menos que isto.

    Ela não pode ser simplesmente fechada, por antipatia de algum procurador. Ela deve ser fiscalizada, vigiada e verificada. Ao réu físico há o benefício da dúvida, qdo há dúvida, e aqui, o réu jurídico tb sofre este benefício. Ninguém me convenceu que a AFTB é 100% segura, ninguém me convenceu que é 100% golpe, e para mim isto é crença pessoal ou grupal. Estou cobrando publicamente, aqui e por e-mail em PVT as planilhas da AFTB. Dados, números, valores de entrada, desepesas, e saída e quero ver a galera debater em cima dos dados e não cima do “eu acho que”, “vamos ganhar”, vamos perder”. Eu não dou bola para os crentes, sejam eles pró ou contra. Eu quero é analisar os fatos. Alguém aí tem os fatos?

    • Edson Nunes permalink
      05/12/2010 11:39

      Vc. já objteve resposta?

  7. ARMANDO permalink
    02/03/2010 9:35

    Em flagrante desrespeito à Liminar, a AFTB anunciou no Jornal O GLOBO – como informe publicitário – e está colocando no seu site como se fosse uma matéria (sic).

    http://www.aftbrasil.org.br/destaques?c=9

  8. Simone Nogueira permalink
    04/03/2010 16:15

    Boa Tarde,

    Hoje um amigo me informou sobre o blog, assunto AFTB, acho que posso contribuir muito para as dúvidas levantadas por todos, já que trabalhei na organização por 6 meses, antes do MMN.

    Primeiramente é preciso separar duas coisas a AFTB antes de implantar o MMN e depois disso.

    Uma OSCIP como outra qualquer, formada por parentes e amigos, primeira contemplação: parte conhecidos outras nunca consegui esclarecer.

    Balancetes nunca revelados, Atas todas atrasadas por que será?

    Recursos dos associados jamais demonstrados.

    No princípio as pessoas pagavam enquanto não eram contempladas um valor determinado dependendo do crédito que desejavam, se caso está pessoa desistisse de ser associado ela não recuperava esse dinheiro de volta, alguém sabe onde está este dinheiro?

    Agora vamos imaginar que 60.000 mil pessoas se associaram e vamos pensar que apenas 30.000 só pagaram a primeira parcela e desistiram, vocês tem noção do valor que deve ter guardado na AFTB, algum associado já viu isso demonstrado em Balancete? Imaginem 100,00 por pessoa mês. Algum associado já viu em que banco este recurso é aplicado?

    No regulamento uma das regras dizia que para se ter o crédito é: preciso ser Brasileiro, mas interessante O homem que implantou o MMN é de outra nacionalidade e foi contemplado,Por que será? A regra mudou?

    Diretoria remunerada, correto, as OSCIP podem e devem remunerar seus diretores, desde que eles tenham competência e talento para a área onde
    atuam.

    Contemplação de familiares.

    Nunca teve auditoria.

    Sistema de indicações totalmente aberto, alguém podia entrar e direcionar as indicações e quantas desejassem para uma única pessoa.

    Agora o mais importante:

    Vocês sabiam que OSCIP podem receber dinheiro e materia prima de outras organizações como empresas de Cimento, acabamentos,Blocos, areia e etc.. e vocês sabem que isso pode ser destinado a outra organização para construir casas? Mas acreditem, pode, é tudo de forma legal, como doação, e a empresa que doou recebe documentação e isenção fiscal.

    Agora é preciso que os associados saibam quando a doação for feita, precisam aprovar o destino dessa materia prima doada, e também devem opinar sobre o destino desse material. Cabe aos associados escolherem as empresas que vão construir as casas quando isso acontecer ou o destino que será dado a este material, bem como o que será feito com o dinheiro arrecadado em caso de venda.

    Agora algum associado sabe me dizer se eles tem esse poder? Ou está minha de recursos só pode ser dirigida pela diretoria?

    Alguém que é associado sabe se a organização já recebeu alguma doação? Se recebeu alguém acompanha o que tem sido feito com elas?

    Agora vamos colocar uma situação hipotética, vamos imaginar que a AFTB já tivesse recebido doação de empresas e que com essas doações um montante de 50 casas já pudessem ter sido construidas, alguém saberia quem seria o dono dessas casas? Alguém saberia dizem de quem teria sido a empresa que recebeu o recurso para construir essas casas?

    Agora vamos imaginar que tivessem sido construida, que tivessem sido vendidas onde estária o dinheiro? Alguem saberia onde está o dinheiro?

    Caríssimos, eu não estou aqui para falar mal da AFTB, resolvi apenas colocar tudo o que pode ocorrer dentro de uma organização como está.

    Teria sido um grande projeto, mas infelizmente ela seguiu um outro rumo, hoje efetivamente ela não é mais uma OSCIP e uma empresa de MMN que se esconde atrás de um título, concedido a muitos brasileiros que ainda tem sonhos em construir um país melhor.

    Um grande projeto se tivessemos conseguido provar com o auxílio de um perito que o projeto inicial não era uma piramide, mas infelizmente o único jurista que conheço no Brasil especialista em Matemática financeira e Sistema Financeiro de Habitação não quiz fazer parte desse sonho, provavelmente por que ele era menos ingenuo do que eu era na época.

    Hoje eu não sei com funciona o show sobre o sonho AFTB, mas com MMN, um dia alguém fica pra trás e já sabemos disso.

    Portanto aos que fazem parte, aconselho a conhecer melhor sobre todos os direitos e deveres das OSCIP, infelizmente o nosso País é campeão em empresas e politicos que se escondem atrás dessa denominação.

    E aos que desejam comprar uma casa, procurem um financiamento Bancário, em caso de problemas o PROCON defende você.

    E aos que já foram contemplados, apenas rezem, pois dependendo da decisão do ministério público, vocês podem ter que devolver os imóveis.

    Eu creio que nessa história alguns podem sair ricos outros infelizmente feridos.

    Mas ela, não era uma organização para ter este final, tudo que questionei e exemplifiquei de forma hipotética pode acontecer, bem como um destino honesto para os recursos quando eles chegassem.

    Na época era meu sonho buscar as empresas para receber recursos, bem como fazer parcerias com prefeituras, mas o grande erro do Presidente desta organização,foi simplismente ignorar que quem faz uma ORGANIZAÇÃO NÃO GOVERNAMENTAL não são os dirigentes e sim seus membros associados.

    Espero que minhas suposições levem todos a reflexões, creio ser bons subsidios para repensar.

    Eu Fui da área de Desenvolvimento Institucional da AFTB e estava cotada para ser Diretora Executiva, graças a Deus eu não assumi este cargo, me sentiria muito infeliz por ver meu sonho ruindo hoje.

    Simone Nogueira

  9. 05/03/2010 11:11

    Bem, eu queria fatos né. Aí estão eles. Hoje 05/03/2010 – Curitiba – PR.

    Me permitam me identificar melhor já que tomei uma decisão e quero ser exemplo para os outros. É o mínimo que posso fazer depois da vergonha de entrar na AFTB e indicar mais 10 pessoas com dificuldades de vida a entrarem também por EXCLUSIVA confiança em mim.

    Meu nome completo está no post, minha identificação na AFTB era 8928. Meus telefones e endereço estão no site
    Paguei 10 parcelas de R$ 170,00 para a sonhada casa própria e agora depois de conversar com minha esposa e relatar todos os pró e contras, baseado em informações, dados e testemunhos e não em achismos ou paixões, nós decidimos DEFINITIVAMENTE SAIR.

    Acabamos de perder R$ 1700,00 reais. Eles ganham até com nossas desistências. Não sei ainda o que fazer e a quem e como recorrer por esse dinheiro que sei que não vou recuperar.
    Prefiro perder pouco agora que muito mais tarde e ainda pior, com mais idade e menos ânimo para trabalhar.

    Aproveito para dizer que moro num sobrado em Curitiba – PR há 9 anos, na base da confiança, sem contrato e sem atrasos no aluguel. A proprietária pediu o imóvel para ela morar e ainda me ofereceu ser minha fiadora para me ajudar a encontrar outro imóvel. Então, cá estou eu de mudança de novo. Me sinto sim, um incauto ingênuo, que pesquisou, pesquisou a fundo, mas ainda assim faltaram dados e informações que surgiram depois.

    Cheguei a ir as reuniões pessoalmente, conferi documentos e escrevi para o Ministério Público na época, consultei advogado e ainda assim com todas as cautelas surgiu a última gota dágua, O TESTEMUNHO DA SIMONE NOGUEIRA – que para mim foi a motivação para um decisão.

    EU SINCERAMENTE ESPERO que as pessoas que estiverem entrando e as que permanecem tenham êxito e não sejam lesadas. Espero que de uma forma ou outra realizem seu intento tão suado. Eu nunca concordei com ESTA DROGA DE INDICAÇÃO, DE PIRÂMIDE E DE BÔNUS na AFTB. Isto queima o filme e levanta suspeitas sim. Escrevi para eles reclamando, mas não adianta.

    Eu conheço o conceito de cooperativa e se assim fosse, tudo seria por votação do cooperados. Pelo jeito a OSCIP é pior que o sistema de cooperativa em que a administração é mais igualitária e eleta pelos cooperados. O cooperado não doa forçado como na OSCIP, ele contribui e adquire DIREITOS. Nesta OSCIP você não tem direitos, só deveres, é leonina.

    Chega de nepotismo, benesses e privilégios nos colegiados políticos em todas as instâncias deste país corrupto e agora ainda me vem uma família se autoprivilegiando e a seus chegados o que eles chamam de “mérito” para beneficiar seus amigos. Eu não tenho o “mérito” de ser amigo dos administradores da OSCIP.

    E mais, os 30 meses da saída da carta de crédito, podem se alongar caso não exista fundos no caixa. Sabiam?

    Então para concluir, me identifiquei para deixar claro que isto é verídico, QUE NÃO É BOATO, quem quiser me ligue, me escreva que eu confirmo. É bom poder deixar o registro de minha experiência aqui. Está autorizada a divulgação de minha vivência em sites, listas e e-mails, desde que não haja edições, cortes ou implementos (inclusive na data, local e site) em minha mensagem/vivência, sujeita a processos por danos morais. Estou falando sério.

    Dalton Campos Roque
    Curitiba – PR
    05/03/2010

    • Tania (Rio de Janeiro) permalink
      25/02/2011 15:09

      Estou interessada em entrar com uma ação conjunta pra reaver o meu dinheiro

    • Renata permalink*
      25/02/2011 19:04

      Tania

      ainda que não consiga angariar pessoas para demandar contra a aftb, pode entrar sozinha. Eles descumpriram uma determinação judicial e isto foi declarado por força de outra determinação. Com a cópia da liminar e a decisão que mandou bloquear os 8 milhões, vc consegue provar que foi induzida em erro. Isto, claro, se vc associou-se após a liminar e não tinha conhecimento da situação jurídica da oscip.

      Boa sorte e que faça valer seus direitos. Enquanto estivermos no “deixa pra lá”, as coisas neste país não funcionarão como deveriam. Isto vale pra aftb….e pra todo o resto.

  10. 05/03/2010 14:23

    Sr Dalton,

    1 – Você está usando este canal para publicar span, pois o site divulgado trata-se apenas de publicidade de seu “trabalho exotérico”

    2 – Você não perdeu 1700, você doou e se arrependeu, pois em todas as reuniões isto fica muito claro, se trata de doações.

    3 – Os valores recebidos que associados que desistem, fazem parte do fundo de caixa que auxilia a sustentabilidade da OSCIP (única coisa que está realmente sendo questionada pela justiça).

    4 – “ESTA DROGA DE INDICAÇÃO, DE PIRÂMIDE E DE BÔNUS na AFTB”, o nome Marketing de Relacionamento, eu aprendi sobre isto na Faculdade, esta afirmação ofende profissionais da área, até mesmo diplomados, pois muitos possuem diplomas de Propaganda e Marketing, e de escolas respeitadas como a ESPM.

    5 – Você não tem conhecimento de causa, pois não pagou os trinta meses, e se continuasse, e pelo trabalho que você disse ter feito, provavelmente receberia sua carta em breve (ta sofrendo por que quer).

    6 – Este processo ainda não tem o resultado final definido, e se a AFTB conseguir provar sua sustentabilidade, ganhará respeito, caso contrário todos nós ficaremos “a ver navios”, eu prefiro correr este risco, você faça o que bem quiser de sua vida, mais cuidado com o que fala ou escreve a respeito, pois a Justiça é que vai definir nosso futuro, e não a sua opinião ou conclusão sobre o assunto.

    Para concluir saiba que Pirâmide ou Modelo piramidal, é o principal sistema administrativo e financeiro que funciona no Brasil e no mundo, isto em todas a áreas, no governo (analise a hierarquia do puder público), no setor privado (analise a hierarquia de qualquer empresa, e na sociedade (poucos ricos e muitos pobres).

    E mais, o Mercado tradicional nunca foi justo, pois o maior esta sempre levando vantagem sobre o menor, a diferença é que no MMN, é interesse principalmente do maior que o menor também cresça, diferente do pensamento da maioria dos patrões e chefes, pense nisso.

    Abraços.

    Henrique Antunes

    • Renata permalink*
      05/03/2010 17:44

      “o nome Marketing de Relacionamento, eu aprendi sobre isto na Faculdade, esta afirmação ofende profissionais da área, até mesmo diplomados, pois muitos possuem diplomas de Propaganda e Marketing, e de escolas respeitadas como a ESPM.”

      O Meu Deus, outro querendo dar importância acadêmica pra mmn…APOSTO que a imensa maioria dos diplomados em propaganda e marketing não está envolvida “profissionalmente” com mmn. Não queira dar a este negócio um valor que ele não tem no meio acadêmico. Se tirarmos a temperatura pelas participações no blog, mmner não costuma concluir curso superior.

  11. Rodrigo permalink
    05/03/2010 22:15

    Pelo que percebi essa AFTB tem um sistema que angaria novos associados apenas para a obtenção de dinheiro, como “é uma organização sem fins lucrativos”, ela não poderia ter um PROGRAMA DE GERAÇÃO DE RENDA. Veja: http://www.aftbrasil.org.br/programas-sociais/programa-de-geracao-de-renda

    O dinheiro que ela recebe de seus associados deveria ser destinado ao que ela se propõe como oscip “viabilizar o crédito imobiliário” para a obtenção da casa própria pelos seus associados, e não poderia ter pagamento de comissões através de sistema de pirâmide. Como podem ver pelo link abaixo ela promete quantias volumosas para quem participar dessa pirâmide, até algo acima de 35mil reais em 90 dias, algo assustador que mexe com qualquer um.

    http://www.aftbrasil.org.br/pdf/PGRE.pdf

    Porque uma pessoa iria se importar se outras pessoas estarão recebendo suas cartas de credito daqui 30 meses, se elas com os pagamentos dos associados vai ter tirado mais de 1milhão de reais nesse período??

    Quanto mais gente essa pessoa indicar mais ela vai ganhar, então tudo o que se pode tirar de conclusão de quem defende esse sistema é que eles não querem parar de ganhar dinheiro, e quanto menos pessoas quiserem se associar menos eles irão ganhar, e ganhando 35mil reais por mês, pode-se imaginar coisas absurdas que pessoas faria para não deixar de ganhar essa quantia. 1milhão de reais em 2anos e meio, será que ainda tem gente que acredita em MOBILIZAÇÃO apenas para a obtenção a casa própria?Ou é uma mobilização para conseguir dinheiro rápido em cima da boa fé dos seus associados.

    O que se vê são muitas pessoas entrando nessa apenas para ganhar dinheiro!
    E ganhando quantias exorbitantes será facil forjar a compra da casa com o dinheiro da associação em videos no you tube
    E isso vai contra o que se propõe a organização “viabilizar o credito imobiliário”, e acaba por se torna uma empresa de MMN, pirâmide. O que agrava ainda mais é que sabemos que pirâmide é um sistema falho. Veja a definição do esquema de piramide no wikipedia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Esquema_em_pir%C3%A2mide

    Antes de tudo isso eu estava interessado numa casinha, via muita manifestação, uma mobilização incrível, relatos de vida de quem sofreu muito, mais acreditou e conquistou o maior sonho de sua vida, apelando de todas as formas possíveis para conseguir que mais pessoas entrassem nesse sistema, fazendo agente quase chorar de tanta emoção que se passa nesse tipo de relato. Agora eu fiquei encabulado, 1milhão de reais em dois anos e meio, tem gente que dá o sangue por 510 reais por mês, imagina o que pessoas não fariam por mais de 35mil. Será que estas pessoas estão mesmo querendo o bem do próximo ou o bem do próprio bolso.

    Da pra imaginar com que tipo de pessoas estará lidando. Mentiras e mais mentiras serão fáceis de encontrar pois, por 1milhão em 30 meses, até executivos e pessoas inteligentíssimas ou mesmo pessoas inescrupulosas que tem um poder de persuasão enorme entrariam nesse sistema, e te enganar com esse tipo de relato será muito simples para eles.

    Não quero dizer que no inicio essa organização não tinha o compromisso de viabilizar o credito imobiliário aos associados, mas com esse sistema de pirâmide, o que essa associação viabiliza é o enriquecimento rápido de alguns, e será que daqui algum tempo quem entrou de forma a conseguir a casa própria pura e simplesmente receberá este benefício?? Te garanto que quem esta no topo da pirâmide de indicação continuará recebendo seu dinheirinho todo mês. Até essa associação ter problemas sérios essas pessoas terão ganhado rios de dinheiro.

    Já viu político quando é acusado de fazer algo ilícito? Eles negam até o fim, enquanto tiverem tempo e oportunidade de se beneficiarem eles negam.
    Mais um dia a casa caí, e quem perde não são eles com seus milhões em bancos do exterior e pagando os melhores advogados do país.
    E se essa associação quebrar você terá ficado alguns reais mais pobre e pagar um advogado para entrar na justiça contra essa organização será ainda mais dificil!!

  12. 07/03/2010 16:17

    “Pelo que percebi essa AFTB tem um sistema que angaria novos associados apenas para a obtenção de dinheiro, como “é uma organização sem fins lucrativos”, ela não poderia ter um PROGRAMA DE GERAÇÃO DE RENDA.”

    A Lei das OSCIPs prevê o uso de 8% do fundo para publicidade, Marketing, isto inclui MMN…

    Renata MMN é uma vertente para o proficional de Marketing, embora não se exija diploma para atuar na área.

    • Renata permalink*
      08/03/2010 14:03

      Nananinanão, bonificar associado não tem nada a ver com destinar “fundo” para publicidade, não distorça a lei. Uma coisa é fazer propaganda, outra é dar dinheiro para quem forma rede de pessoas. “Enfiar” mmn em lacuna de lei é esperteza, já andei falando sobre isto por aqui.

      mmn não tem reconhecimento no meio acadêmico, quem pratica e confia é que tem mania de associar o negócio a algum curso superior. “Profissional” de marketing de rede, infelizmente, não tem sequer regulamentação legislativa específica para a atividade. Novamente, profissional de marketing não deveria ser associado a praticante de mmn, o primeiro exige conhecimento específico, acadêmico, que não deve ser subestimado.

      Obs – a liminar ainda não foi revogada, lembrando aos leitores, caso a liminar seja mantida e a ação seja julgada desfavorável aos interesses da oscip, TODOS, digo TODOS perderão o que pagaram, cada um terá que procurar seus “direitos” em processo autônomo. Portanto, fica o alerta, cuidem a situação do processo, não fiquem nesta de que é 100% certo que a liminar será revogada, como tenho lido em alguns fóruns na internet. A opinião pessoal de associado não vai influenciar na decisão do Juiz, tem neguinho (leigo em direito, claro) jogando argumento em fóruns de discussão, questionando a competência de Juiz e Promotor, afirmando que aftb vai sair “desta”. Espero que saia, mas enquanto não sair, por favor, sejam espertos e saibam, que, por ora, foi determinado o FECHAMENTO da oscip e esta determinação persiste.

  13. wagmar oliveira permalink
    08/03/2010 16:35

    Bem estou sempre dando uma olhada neste blogue para ver se alguém comprovasse que a AFTB nao é uma fraude(como ainda nao se comprovou),sou assossiado hà seis meses e mesmo pagando em dia a minha contribuiçao,ficava sempre com a pulga atras da orelha e rezando para que esta assossiaçao fosse de boa índole até ler o comentário da sra Simone Nogueira e aí a minha esperança de conseguir a minha carta de crédito foi por água abaixo ainda mais sabendo que a AFTB está com um processo na justiça mais desiludido fico.E depois do comentário da sra Simone eu entrei em contato com as pessoas que me atendiam, só que eles já nao me respondem(por que será?) e essas atitudes aumentao ainda mais a minha desconfiaça.Vou sair o mais depressa possível, apesar deste sr Henrique Antunes fazer a propaganda com unhas e dentes(deve ser um desses “supervisores”),prefiro sair agora pois até provar que sapo nao é jacaré,já terei perdido muito mais dinheiro ofertando para essas pessoas que defendem com unhas e dentes a AFTB.Vou fazer o mesmo que o sr Dalton Campos apesar de sair com muita tristeza por mais uma vez ver o sonho da casa propria ser adiada.

  14. 08/03/2010 18:20

    Caro wagmar.

    Eu não sou supervisor, mas apenas associado como você, também não estou fazendo propagandas, mas defendendo, o MMN, da qual sou adpto, e a AFTB, pelo projeto em si, não é uma questão de confiança a AFTB, mas de ideal…
    sou apenas um blogueiro que acredita que a informação muda de cara fato, conforme o modo que lhe é passada.
    E o fato é , que um promotor de justiça que sismpresmente nem sabe o que é MMN, acusou a AFTB de fazer esquema de Pirâmide (que é ilegal), mas isto não nos atinge, o desafio da AFTB agora é provar sua Sustentabilidade.
    Conclusão, temos que esperar a decisão da justiça, antes mesmo de desistir como o seu caso… imagine você que amanhã tudo se resolva e o projeto da AFTB contunue e você deixe de ter sua casa porque desistiu… isto mudaria sua vida.
    Mas tenho certeza que se amanhã eu “perder” o dinheiro que já “paguei”… isto não ira´ mudar a minha…

    Abraços…

    • Renata permalink*
      08/03/2010 20:12

      “E o fato é , que um promotor de justiça que sismpresmente nem sabe o que é MMN, acusou a AFTB de fazer esquema de Pirâmide (que é ilegal), mas isto não nos atinge, o desafio da AFTB agora é provar sua Sustentabilidade”

      não, o fato é que persiste a liminar para fechar portas da aftb. Se o promotor ou juiz estão errados, não compete a você (ou a ninguem que não é parte no processo) afirmar isto. Em nenhum momento o promotor insugiu-se contra mmn como modelo de negócio, o que ele colocou na inicial é que a proposta é insustentável. Leia direito a inicial e o despacho do juiz, antes de concluir que o promotor posicionou-se “contra” mmn da aftb. E pelamordedeus, aprenda a escrever o português básico, nunca é tarde para melhorar alguma coisa.

    • Renata permalink*
      09/03/2010 19:11

      “Conclusão, temos que esperar a decisão da justiça, antes mesmo de desistir como o seu caso… imagine você que amanhã tudo se resolva e o projeto da AFTB contunue e você deixe de ter sua casa porque desistiu… isto mudaria sua vida.”

      Conclusão, desista mesmo e aguarde a decisão definitiva do processo. É o mais lógico a ser feito, imaginem o inverso, se a decisão desfavorável persistir, daí sim, muda sua vida (financeira e para pior, ainda mais se for contemplado -o patrimônio ficará indisponível, daí além de perder, ainda vai ter que gastar com advogado para tentar obter seus direitos). Vamos parar de utopia e focar nos fatos.

      Acho um absurdo que venham aqui incentivar pagamento pra aftb enquanto há decisão determinando fechamento da oscip. Este papinho de sonho e mudança de vida cansou, vamos ao que é sério que é a questão da ação.

      obs – Aos leitores, só vou aprovar comentário neste post que aborde a ação civil pública, que traga novidades sobre o processo e que siga as regras do blog.

  15. Fernando permalink*
    09/03/2010 12:09

    Àqueles que estão falando sobre MMN, pirâmide e similares, leia a nossa FAQ, mais detidamente os pontos 1, 5 e 14:

    http://industriadadecepcao.wordpress.com/faq/#top

    A maioria das empresas piramidais travestidas de MMN escondem-se atrás de parcas legislações acerca do assunto. Em decorrência disso, dentre outras coisas (e dizendo pela milésima vez), o fato de uma empresa escolher o MMN como sistema de distribuição não dá a ela a prerrogativa de ser moralmente idônea e legítima (mesmo contando com o aval da parca e difusa legislação), pois na prática (e assim acontece com a esmagadora maioria desse tipo de empresa) ocorrem perdas pra mais de 90% dos participantes que decidem entrar e fazer esse “negócio”. Nosso site também possui maiores informações a esse respeito, assim como outros sites. Não deixem de procurarem, pesquisarem e se informarem melhor sobre o assunto.

  16. 09/03/2010 12:11

    “Não é possível convencer um crente de coisa alguma, pois suas crenças não se baseiam em evidências; baseiam-se numa profunda necessidade de acreditar.” Carl Sagan

  17. wagmar oliveira permalink
    10/03/2010 12:47

    Deixo aqui meus parabéns ao sr Henrique Antunes pelo positivismo dele, mas vou seguir à risca o conselho da sra Renata e desistir mesmo das contribuições à AFTB. E se essa Oscip conseguir provar na justiça a sua sustentabilidade, terei todo o gosto de recomeçar (sei que será do zero) mas com mais credibilidade na empresa.
    Quero desde já agradecer a este blog pois foi através dele que eu consegui tomar uma decisão que, até que provem o contrário, é a mais acertada de momento, um forte abraço a todos os blogueiros e continuem dando a vossa opinião que eu estarei sempre de olho para ver se há alguma novidade a respeito do processo.

  18. 15/03/2010 18:53

    Pra quem está com medo da AFTB perder essa causa e ser fechada, mas por outro lado não quer parar de pagar e perder tudo o que já foi investido, pois bem, a própria AFTB oferece a solução:

    http://www.aftbrasil.org.br/duvidas-frequentes#t8

    O que acontece se o associado não tem dinheiro para a parcela do mês, mas não quer ficar inadimplente?
    O associado pode pular até 6 parcelas durante todo o prazo do financiamento, bastando apenas ligar no escritório da AFTB e solicitar que elas sejam transferidas para o final do financiamento, sem juros.

    Quem está incomodado com a liminar e não quer continuar pagando até que a pendenga seja resolvida, pode se utilizar desse subterfúgio: entra em contato com a AFTB e vai empurrando com a barriga durante 6 meses.

    Agora, convenhamos, se a AFTB escapar dessa acho que seus associados deveriam exigir que a ela passe a devolver, mesmo que parcialmente, o dinheiro dos associados que desistem.
    Doação o escambau, todo mundo entra com a intenção ÚNICA de conseguir a própria carta de crédito. É sério, essa história de doação não cola, e lembre-se: se a AFTB escapar dessa liminar, daqui a 6 meses outro promotor pode entrar com outra liminar, e mais uma vez todo mundo vai ficar nesse desespero de ver a AFTB à beira de ser fechada e de ver o sonho da casa própria e a grana investida, irem embora.

    Porque, amiguinhos, o financiamento da AFTB não é SEM JUROS como vários idiotas ai falaram. Isso consta no próprio site:

    http://www.aftbrasil.org.br/duvidas-frequentes#t5 – item K

    O custo total do financiamento é 135%, ou seja, juros de 35%. E eu não sou muito bom com números, mas se não me engano 35% é diferente de 0%.

    A AFTB tem excedente pra trabalhar, tem que ter, então acho que tá na hora de levarem a coisa a sério se querem bater de frente com bancos e salvar o Universo.

    A AFTB corre o risco de fechar por causa de uma simples liminar (com argumentos bem fracos a meu ver), e imagina pra quem já vem pagando isso há anos e de repente pode perder tudo por causa de um promotor que acordou mal humorado e resolveu redigir essa liminar?

    Muito amadorismo por parte da AFTB, acho que os associados deveriam começar a se tratados como clientes da AFTB e não como doadores, ou como recebedores de um imenso favor. Que no fundo é isso que vocês são: clientes. Como a AFTB não tem a estabilidade institucional e financeira de um grande banco, deveria devolver pelo menos parte do dinheiro daqueles que desistem. E antes que falem “ah, mas o Itaú não devolve o dinheiro do financiamento se você parar de pagar”, sim, mas qual a probabilidade de uma liminar grosseira acabar com as operações do Itaú e seus clientes ficarem a ver navios? Se você pensou num número entre 0 e 0,00000000000000000001 parabéns.

    • Renata permalink*
      15/03/2010 20:16

      “A AFTB corre o risco de fechar por causa de uma simples liminar (com argumentos bem fracos a meu ver), e imagina pra quem já vem pagando isso há anos e de repente pode perder tudo por causa de um promotor que acordou mal humorado e resolveu redigir essa liminar?”

      Se os argumentos fossem tão fracos assim, a aftb não aguardaria citação formal, entraria no processo com recurso para derrubar logo a decisão, mas ela está “cozinhando” (leia-se, aguardando devolução da C. Precatória, se formos confiar no site, o mandado foi juntado na sexta feira, 12.3). Esta tática aí é típica de quem quer ganhar tempo.

      Outra, quem concedeu a liminar foi um Juiz, ou seja, se o Promotor acordou mal humorado, deparou-se com um Juiz mal humorado tambem. Talvez deparem-se com um Desembargador mal humorado quando for julgar o recurso que a oscip interporá.

      Uma coisa é certa, se o mérito da ação for favorável aos consumidores que incitaram a ACC, quem contribuiu vai ficar a ver navios, quem recebeu a carta de crédito vai ficar a ver navios, quem não quitou o imóvel alienado a aftb tambem ficará a ver navios.

      Considerem que revogar a liminar não é ter o mérito final da ação favorável, não é julgamento definitivo. Ou seja, AINDA que revoguem a liminar, o processo continuará e pode ser julgado a favor ou contra os interesses da oscip. É muito risco e os associados deveriam fazer fila em frente ao jurídico da associação e acompanhar o processo muito de perto.

  19. Léo Marques Martins permalink
    16/03/2010 12:40

    Sou associado da AFTB há quatro meses, e realmente estou preocupado e apreensivo com relação a este caso que envolve a associação. Tenho acompanhado através deste Blog, as noticias e considerações sobre sobre esse assunto. Como sou totalmente leigo em questões juridicas, gostaria que alguém me repondesse o seguinte:
    01 – Se já foi concedida uma liminar, com todas aquelas obrigatoriedades, porque então, a AFTB ainda não a está cumprindo? Se for pelo fato de ela (AFTB) ainda não ter sido citada, quando isso acontecerá? e quando isso acorrer ela terá que fechar suas atividades imediatamente ou terá algum prazo para fazer isso?
    02 – A AFTB me enviou, através de e-mail, o teôr de uma carta que o presidente da Associação enviou ao Porcurador Geral da Republica do Rio de Janeiro, Dr. Claudio Soares Lopes, onde tenta demonstrar a viabilidade do projeto da AFTB. Pergunto: Com sómente essa carta, juridicamente falando, existe possibilidade de uma reversão de todo o processo, inclusive revogar a liminar? Ou simplesmente estará a AFTB querendo com isso dar uma simples e deslavada “satisfação” aos seus associados?
    03 – Em se tratando de uma OSCIP, e pela própria condição de outorgada pelo Ministério da Justiça, já não bastaria para franquear a AFTB a desenvolver tal empreendimento?

    • Renata permalink*
      16/03/2010 14:37

      “01 – Se já foi concedida uma liminar, com todas aquelas obrigatoriedades, porque então, a AFTB ainda não a está cumprindo? Se for pelo fato de ela (AFTB) ainda não ter sido citada, quando isso acontecerá? e quando isso acorrer ela terá que fechar suas atividades imediatamente ou terá algum prazo para fazer isso?”

      Esta questão deve ser verificada junto ao jurídico da aftb (se receberam mandado ou não), se formos confiar nas informações da internet, houve uma juntada de mandado em 12.3.2010. A oscip, após citação, deverá cumprir imediatamente a decisão, a menos que consiga revertê-la em sede de recurso (ou com obtenção de efeito suspensivo ao recurso).

      “02 – A AFTB me enviou, através de e-mail, o teôr de uma carta que o presidente da Associação enviou ao Porcurador Geral da Republica do Rio de Janeiro, Dr. Claudio Soares Lopes, onde tenta demonstrar a viabilidade do projeto da AFTB. Pergunto: Com sómente essa carta, juridicamente falando, existe possibilidade de uma reversão de todo o processo, inclusive revogar a liminar? Ou simplesmente estará a AFTB querendo com isso dar uma simples e deslavada “satisfação” aos seus associados?”

      Para efeitos legais, a carta não serve, somente a carta não revogará liminar nenhuma, trata-se de uma forma de dar satisfação aos associados e tentar chamar a atenção do Procurador para esta ação específica. No jargão, trata-se de “politicagem”.

      “03 – Em se tratando de uma OSCIP, e pela própria condição de outorgada pelo Ministério da Justiça, já não bastaria para franquear a AFTB a desenvolver tal empreendimento?”

      O que se questiona na ação não é a qualificação de oscip, mas o prejuízo que a proposta da associação pode trazer aos associados, da forma como vem sendo realizada. O Promotor e o Juiz consideraram que a aftb opera em esquema de pirâmide….e isto não tem ligação com a qualificação dada pelo MJ.

  20. não-me-chama-que-não-vou permalink
    16/03/2010 17:10

    Renata, boa tarde,

    Como você perguntou no final do seu comentário dia 11/03/2010:
    Será que ainda estão recrutando ???

    Infelizmente posso dizer que sim.
    Chegam em média 3 e-mal por dia convidando para
    “essa oportunidade única.”

    Abraços.

    • Renata permalink*
      17/03/2010 11:37

      http://srv85.tjrj.jus.br/consultaProcessoWebV2/consultaMov.do?v=2&numProcesso=2010.001.035818-6&acessoIP=internet

      Andamento da ação civil pública, para acompanhamento por parte dos leitores. Consta uma juntada de mandado em 12.3.2010, ainda não foi autuado recurso ou registrada manifestação por parte da aftb.

    • César permalink
      06/09/2011 0:22

      É muita cara de pau desse povo estar recrutando ainda, até a hora que levar uma canetada do juiz e ficar com cara de paisagem.

      Deixem descumprirem ordem judicial só dá uma cana.

      Juiz não pede, determina, manda.

      Via transversa, dou os parabéns a colega Renata tendo em vista que, de fato, sabe e muito sobre o caso em comento.

  21. Alessandrofelix permalink
    23/03/2010 13:56

    Pessoal, temos que esperar o andamento do processo e a conclusão final. Adianto que dificilmente a liminar será retirada, mas se conseeguirem, pois estao com otimos advogados, ainda nao devem cantar vitoria pois tudo pode acontecer até a sentença do mérito. Assim, vejo que devemos todos estar cientes de que cadastrar as pessoas como eles estao cadastrando demonstram a má fé destas lideranças e até mesmo da OSCIP que tem como dever SOCIAL e COLETIVO proteger todos os associados…protegendo cadastrando mais pessoas e arriscando o pobre dinheiro destas pessoas!!! Por que arriscar o pouco patrimonio de todos se ele está sendo julgado, por que nao esperar a legalidade e licitude da OSCIP???

  22. 24/03/2010 3:18

    Sou associado da AFTB desde março de 2009, sempre paguei as mensalidades adiantadas 1 mes. E quando tinha 3 mil associados a AFTB respeitava os associados como associados, nossa voce podia ligar, era muito bem atendido. Hoje com o crescimento que teve foi graças a nosso trabalho, eu me dedico todo dia exclusivamente a AFTB, e hoje o atendimento está péssimo. Investe-se muito mais em mandar SMS para avisar de reuniões do que enviar SMS avisando as pessoas que eles mudaram de banco, pra todo mundo ficar atrazado nas mensalidades devido a alteração de banco que fizeram e os associados que nao tem internet não ficarem sabendo. Eu achei isso uma tremenda sacanagem da AFTB!

    Além disso foi solicitado pra quem quisesse ser Nucleo teria que providenciar várias coisas, eu me prontifiquei, exigiram muitas coisas, eu providenciei tudo que pediram telefone mandei instalar uma linha exclusiva para atender os clientes da AFTB, providenciei o CNPJ senão não liberariam a ajuda de custo mensal, que tendo CNPJ tem um custo mensal de R$ 70,00 além do que do telefone um custo de R$ 40,00 aqui não tem GVT, somente OI e Oi tem mensalidade. Além disso tem mensalidade de Internet aqui é R$ 120,00 mensalidade dai pediram uma sala comercial no centro com capacidade para 100 pessoas. Videira é uma cidade de 70 mil habitantes, aqui ja trabalho com palestras semanais todas as semanas, e todo mundo ja sabe onde é meu escritorio e todo mundo ja vem aqui em casa que tem sala e tem capacidade para 40 pessoas que ja é um bom numero. Mas segundo a Cássia isso não é justo e graças a isso a verba não foi liberada.

    Tentei argumentar que teria um gasto mensal de 3 mil reais de aluguel para ter uma sala comercial no centro + 70,00 de CNPJ + 120,00 de internet + 40,00 de telefone + Luz, Água, + Cartazes, faixas, impressoes, folhas…. Uma sala comercial simples em Videira no centro custa no mínimo 700,00 – Como que a ajuda de custo iria me servir? Pra que? Eu pedi para ser um nucleo desde o começo para atender toda a região e todas as cidades visinhas para todo mundo andar junto. Mandei e-mail pro presidente falando sobre isso, mas ninguem quer mais ouvir. Parece que eles querem fazer de tudo para eles mesmos destruirem com a AFTB.

    Ontem um associado me procurou, pra reclamar que ja fazia 8 dias que ele tinha pago e ainda estava como inadimplente, e dai apareceu outro, e mais outro, mandei um email para o financeiro reclamando. Eu to cansado de eu ter que ligar para o associado, eu ter que pagar a ligação para ligar pra celular porque a AFTB nao faz isso, ligo e tenho que explicar pro associado que a AFTB esta com um problema no banco, depois falo pra eles levar o boleto aqui em casa pra ter que escanear, e mandar pra eles. Gente tudo isso tem custos! Mandei pro financeiro e o presidente Carlos me respondeu o seguinte por e-mail:

    —– Original Message —–
    From: “Carlos Rotermond”
    To: “‘.: Portal Yatri :.’”
    Cc:
    Sent: Tuesday, March 23, 2010 6:14 PM
    Subject: RES: URGENTE – RESPONDIDO

    Yatri
    Você me demonstrou casos onde ocorrem atrasos no processamento das
    informações. Tenha discernimento, meu amigo. Isto não é descumprimento de regras.
    Por isto, não posso mais te dar credibilidade.
    Conto com sua compreensão. Espero que você compreenda que não posso estar me
    ocupando com fumaça.
    Um forte abraço
    Carlos Rotermund

    Ou seja ele acabou dizendo que não tenho mais credibilidade dentro da AFTB, quando a AFTB surgiu, quando tinha 3 mil associados eu era alguma coisa, eu era importante. Agora eu nao tenho mais credibilidade! Interessante isso?
    Eu mandei a cópia deste email pra todos os meus indicados e informei a eles que se isso acontecer novamente que eles abram um processo coletivo. E eu sinceramente to achando que a AFTB vai virar somente em processos, o presidente não ta mais nem ai com ninguem. Que pena eu ter que concordar que vocês estão cobertos de razões!

    Infelizmente e o que dizer para as pessoas que acreditaram em mim? O que vou falar para as que me procurarem?

  23. Apg permalink
    24/03/2010 10:39

    O MP não ficou satisfeito com a liminar do Juiz, e interpôs um agravo de instrumento. Com certeza está pleiteando a indisponibilidade dos bens dos diretores da Associação…
    Vamos aguardar os próximos dias, tendo em vista a necessidade de cumprimento do prazo, e ver o que a AFTB vai fazer…

  24. Bruno permalink
    28/03/2010 4:42

    Ao que parece essa AFTB está descumprindo a liminar, pois parece continuar recebendo valores dos seus associados e fazendo propaganda acintosamente, inclusive com o seu site aberto.
    Desobediência à ordem judicial é motivo de processo judicial, com pena de prisão.
    Esses dirigentes e captadores/divulgadores dessa ong estão andando no fio na navalha e brincando com o dinheiro dos outros.
    Vai acabar mal tudo isso.
    Quero ver o que esses divulgadores/captadores dirão as pessoas que confiaram neles para se associar.

    • Renata permalink*
      28/03/2010 14:16

      vixi, se AINDA estão associando, há, sim, descumprimento de determinação judicial porque a liminar não foi revogada e a aftb já até recorreu da decisão.

      Se estiverem associando, estão agindo de má fé e coitados dos que entram confiando nos “captadores de recursos”. Poxa, custa esperar revogar a liminar, que tosqueira.

      Como há multa diária de 50.000,00 por descumprimento, certamente o MP poderá executar a multa (por alguns dias de descumprimento ou vários, dependendo da decisão – e data do proferimento – que irá ou não revogar esta liminar). Esta postura da oscip não ficará impune, a menos que o MP coma mosca, o que eu duvido.

  25. Bruno permalink
    28/03/2010 15:21

    No próprio site dessa ong aparece do lado direito da página de abertura o nome, data e hora da associação da pessoa. E todo dia aparecem novos nomes.
    Sem contar os diversos sites criados pelos captadores de associados, que continuam a pleno vapor.
    Dessa forma, continuam a captar associados e a fazer a tosca propaganda dessa pirâmide.
    E, certamente, esses novos associados devem estar pagando a sua “contribuição”.
    Assim, estão descumprindo a liminar.

  26. Diga nao a MMN permalink
    30/03/2010 4:17

    Vamos entrar em contato com este promotor, talvez ele não entenda de MMN e não sabe que cada dia a maispode significar muita gente sendo enganada e se já há como aplicar a multa em cima deles por descumprimento da ação esta na hora de todos nós que somos contra esses captadores/enganadores fazermos a nossa parte.

    Renata, informe ao promotor que a aliciação de pessoas continua ocorrendo. Seria bom informar os órgãos de imprensa tb, se o processo não estiver correndo sob sigilo judicial, a imprensa em cima vai fazer ate com que o promotor veja como essa gente lesa pessoas inocentes todos os dias.

    Essa vergonha tem que acabar, camara e senado precisam criar uma lei contra esse sistema perverso.

  27. Marcos Carmo permalink
    03/04/2010 18:37

    Infelizmente a maioria dos planos do sistema MMN – Marketing Multi Nível – exalta a criação e ampliação da rede, e não a venda, como fonte prioritária de renda.

    Quem hoje no Brasil vive de MMN a ponto de sustentar a si quando não muito a familia ?

    Se fosse bom mesmo como apregoam nas apresentações e conferencias o mercado de trabalho já tinha mudado faz tempo pois MMN aqui no Brasil existe desde a década de 70.

    Alguns números interessantes extraídos de estudos e estatísticas sobre MLM nos EUA:
    (considerado o País “mãe” do sistema)

    * Somente cerca de 10% dos participantes conseguem receber um pagamento de comissão mensal. Deste 10%, 80% não ganha o suficiente para sobreviver com esta fonte de lucro.

    * Os participantes que ganham dinheiro acima da média, representam um grupo de elite de 0,1% do total de participantes.

    Um dos problemas maiores dos programas de MMN é que são freqüentemente propostos como solução dos problemas a pessoas que estão em más condições financeiras e que em função disso são presas mais fáceis e acabam se arruinando definitivamente ou, no mínimo, perdendo tempo precioso de suas vidas.

    Tome cuidado também com os “treinamentos” muitas vezes feitos via conferencia por meio virtual e que na maioria dos casos se trata de reuniões de auto convencimento, auto exaltação e “lavagem cerebral” sobre as supostas maravilhas do sistema, sem a menor substância e sem algum valor de treinamento.

  28. Gislene permalink
    17/04/2010 3:06

    Olá á todos.Sou uma moradora do vale do paraíba e acabei conhecendo a AFTB aqui em São José dos Campos(interior desão paulo).Eles falaram de todo o trabalho voluntário que fazem e que todos podem participar e tudo mais.Tem até várias pessoas palestrando e prestando serviços comunitários á todos lá.Tenho um sonho em possuir a casa própria e quando vi a proposta deles achei ótimo e bem viável , no entanto fiquei com muitas dúvidas e resolvi pesquisar sobre a AFTB.Sobre tudo o que li aqui estou com 90% de certeza de que é uma fraude e o que comprova mais ainda é que eles ”continuam descumprindo determinação judicial”.
    Estarei vendo melhor sobre este caso que em todo caso já se mostrou muito inconfiável.

  29. ROBERTO permalink
    20/04/2010 22:13

    Associados AFTB

    Em respeito aos associados da Associação Frutos da Terra Brasil e ao despacho proferido acerca da Ação Civil Pública, sob o nº 0038222-83.2010.8.19.0001, perante a 2ª Vara Empresarial da Comarca do Rio de Janeiro, reduzimos nossas atividades temporariamente, permanecendo apenas as atividades que objetivem atender a demanda judicial em curso e a gestão básica da organização.

    Assim, foram suspensos:

    - Todos os eventos de divulgação da Associação para a população;

    - A divulgação da agenda no site da AFTB

    - A emissão de documentos para ativação de novas inscrições;

    - O atendimento via telefone e via Chat, passando a ser efetuado apenas pelo Sistema de Chamado, mediante geração de protocolo.

    Com o intuito de permitir que as informações sejam transmitidas de forma correta e inalterável dentro da Rede Social, a Conferência com o Presidente permanecerá ativa, todas as segundas-feiras as 21h.

    Estamos trabalhando intensamente para atender a todos os questionamentos em relação as nossas atividades. Assim que tudo estiver esclarecido, retornaremos em ritmo normal.

    Cordialmente,

    Equipe AFTB

    Fonte: http://www.aftb.com.br/associado-aftb

  30. ROBERTO permalink
    20/04/2010 22:15

    Informação da sra ‘DEL’ da AFTB para os associados: “esse é um jeitinho que arrumamos para bem de leve demonstrar que estamos cumprindo determinação judicial”. Depois dessa, nota-se total falta de respeito com os associados e com a nossa justiça… lamentável.

  31. Fernando permalink*
    20/04/2010 23:29

    Qual é a fonte dessa declaração da sra ‘DEL’, Roberto?

  32. Léo Marques Martins permalink
    21/04/2010 16:15

    Roberto, gostaria que voce me informasse a data dessa comunicação que vc transcreveu (me parece uma trasncrição. Ou não é?), pois eu não recebi esse comunicado da AFTB, o que acho muito estranho pois sou cadastrado nela, inclusive sendo nível bronze. Por outro, acabo de abrir o site da AFTB, e não constatei nenhuma suspensão em suas páginas, podendo, inclusive, serem feitas novas inscrições sem nemhuma restrição. Como é isso?

  33. ROBERTO permalink
    22/04/2010 15:04

    conquistecasapropria@hotmail.com (conquistecasapropria@hotmail.com)

    21:01) conquistecasapro: Você viu isso na página do site da AFTB?
    Em respeito ao despacho proferido
    acerca da Ação Civil Pública, sob o
    nº0038222-83.2010.8.19.0001, perante
    a 2ª Vara Empresarial da Comarca do
    Rio de Janeiro, reduzimos nossas atividades temporariamente…

    21:03) conquistecasapro: Liguei para a DEL, ela disse que foi uma forma “light” da AFTB mostrar à Ação Civil que está suspendendo parte de suas atividades.

  34. Rafael Cordeiro permalink
    22/04/2010 16:22

    A fonte ele colocou no primeiro comentário:

    http://www.aftb.com.br/associado-aftb

  35. Igor Gabriel permalink
    24/04/2010 15:03

    Como são as coisas não,

    Hoje entrei em alguns sites de construtora e perguntei para minha esposa, quantas parcelas já pagamos a AFTB (parcelas sim, pois elas representam % da minha carta solicitada e mais se não as fizer não tenho direitos a contemplar, então sem essa de doação (aurélio)).
    Pedi que ligasse na sede para obtermos informações, pois há pagamentos nossos que constam como não pagos, devido esse rolo de troca de bancos que me deixou muito intrigado, ou seja já receberam de mim a soma de R$ 1.800,00…ai descobrimos a tal ação pública, pois contatos agora só por e-mail.
    Lembro que fui a primeira reunião e desde o início não concordei tb com a fato indicar pessoas, mas penso que só poderei indicar alguém quando eu for contemplado (chego a ficar com pena de quem indicou, pois como explicar?).
    Afinal são R$1.800,00 perdidos por um sonho brasileiro “A CASA PRÓPRIA” vou e não perder mais tempo, agilizar no decorrer de um ano meios de conseguir tal financiamento pela CAIXA.
    Aos que vão continuar espero que tenham estomago e cabeça para o pior, pois essa ação de imediato já causa o abandono de alguns associados, os fatos apresentados aqui por alguns associados só ajudou mais na minha decisão, e penso que aqueles “cegos” são de fatos pessoas que aceitam o tal sistema que faz vc ainda ganhar uma graninha.

    Em minha primeira e única reunião vi dois personagens que me incomodaram o loiro que chorava e a morena do interior que sempre puxava as palmas…extra, extra mais um associado enganado. (tem que rir, mas se tiver uma ação para devolução do dinheiro dos associados em geral me chamem).

    igorgabriel_adv@yahoo.com.br
    tô com meu boletão para futuros pagamentos, acho que vou guardar como prova cabal.

  36. Magno permalink
    30/04/2010 11:27

    Sou Associado da AFTB a meros 3 meses, ou melhor, a 3ª parcela vencerá no inicio do mes (05), é com muito pesar que recebo esta noticia, mas tendo em vista que é uma acção publica, pedindo “nas entrelinhas” pra AFTB provar que ela nao esta enganando niguem, eu nao vou tomar partido, vou sim, por enquanto, suspender os pagamentos até terminar isso, pois meu dimdim é suado, tal como a Renata citou, espero que AFTB nao se prejudique pra que assim nao prejudique os associados a ela…
    Vamos aguardar….

  37. Gilberto permalink
    03/05/2010 17:34

    Sou associado há três meses, é claro que estou preocupado com a situação da AFTB na justiça, mas acho interessante mencionar aqui algumas coisas muito importantes, e que parece que muita gente está fazendo confusão:

    A AFTB sempre deixa bem claro em suas reuniões explicativas para os futuros associados que usa-se hoje o dinheiro de quem está se associando para comprar os imóveis de quem entrou a 30 meses. Por isso o dinheiro não é devolvido. Algumas pessoas mencionaram que o dinheiro pago nesses 30 meses faz parte do financiamento. Isso também ficou muito claro para mim que não. Você ajuda a associação hoje, e a associação ajuda você depois. Achei muito simples e interessante. Ou seja, é realmente uma espécie de doação. A parte do financiamento é muito específica. Para R$ 100.000,00 são 360 parcelas de 378,00. E isso é após os 30 meses, após a contemplação. Tudo sempre muito claro e sem enganações. Não entendo como as pessoas confundem algo tão simples.

    Sobre a sustentabilidade. Ponto chave da polêmica. A AFTB também é muito honesta nesse ponto para com os associados. Ela disponibiliza uma planilha demonstrando que se apenas 20% dos associados consigam apenas + 1 associado por mês, o dinheiro arrecadado é suficiente para a compra dos imóveis. Ou seja, um crescimento mensal de 20% no volume de associados. A AFTB não esconde dos seus associados que é necessário esse crescimento para que o projeto funcione. Pelo menos enquanto não comecem a vir verbas de doações de empresas, por exemplo.

    Sobre o colapso do sistema. Algo muito discutido no MMN. O crescimento vai diminuindo, ninguém mais entra, e os últimos não recebem nada. As pessoas se esquecem que no projeto da AFTB, cada pessoa contemplada com o imóvel, começa a pagar a prestação. O dinheiro que saiu começa a retornar. Toda pessoa contemplada quadruplica o valor que ela está pagando (E vai pagar esse valor durante 360 meses). Quando o crescimento da associação diminuir, as pessoas contempladas é que proveram os recursos necessários para as contemplações dos últimos associados. O sistema se tornará auto-sustentável, algo diferente do MMN.

    Sobre a divulgação. Achei estranho ler em algum lugar acima (não vou conferir quem foi) que o MMN não é publicidade. Para mim é muito claro que é. Quer dizer que eu falar de qualquer coisa que seja, para os meus vizinhos, amigos, colegas, parentes, etc., não é fazer propaganda dessa qualquer coisa? O que eu acharia incoerente é se ao invés de distribuir os 9% da verba arrecadada entre os associados que queiram ajudar na divulgação do projeto, esse dinheiro fosse utilizado na mídia. Tirar dinheiro de um projeto social e passar para a Rede Globo e SBT, ou redistribuir dentro do próprio projeto social? Eu não entendo como algumas pessoas ainda teimam em dizer que o correto seria a primeira opção.

    • Renata permalink*
      04/05/2010 14:39

      Desculpa a franqueza, mas só os que não sabem matemática básica ou preferem não tirar um tempinho pra fazer umas continhas ainda crêem que a proposta (da forma como está sendo levada hoje) é viável. E este crescimento de 20% esbarra na progressão geométrica, isto foi demostrado neste tópico.

      se querem acreditar que a proibição legal de bonificar associado não prevalece porque a oscip na verdade está destinando 9% (de ninguem sabe quanto) pra publicidade, ok. Se acham que bonificar associado é a mesma coisa (literalmente) que fazer publicidade, ok.
      É muita ingenuidade, mas quem acredita neste negócio precisa se agarrar a qualquer justificativa que a oscip dê para dar rasteira na lei e continuar recrutando.

      obs – o MP do Rio já afirma que este negócio é esquema de pirâmide e, desde o começo de fevereiro-2010, a oscip deveria estar de portas fechadas, por determinação legal (há uma dúvida sobre a jurisdição da ação, se abrange estado do RJ, cidade do RJ ou tem âmbito nacional, nem a inicial e nem o despacho foram claros). Aliás, a ação civil pública é o objeto do post, se voltar, atenha-se a ele, por favor.

  38. 05/05/2010 20:47

    Amigos ficamos de fazer uma parceria com a AFTB, mas pelo que estou vendo termos que suspender e aguardar a decisão da justiça, pois há um Agravo de Instrumento, impetrado pela entidade já na segunda instância do TJRJ:

    Ainda não foi revogada a liminar que prevalece desde 5.2.2010.

    A AFTB requereu apreciação do pedido para concessão de efeito suspensivo ao recurso (na prática, significa “suspender” os efeitos da decisão para fechar portas da oscip), mas não foi concedido até hoje (o pedido foi feito em 26.4.2010). Logo deverá ter um desdobramento, a favor ou contra a AFTB.

    Está na PROCURADORIA GERAL DA JUSTIÇA (MINISTÉRIO PÚBLICO), vamos aguardar, mas isso amedronta qualquer um…

  39. ROBERTO permalink
    07/05/2010 18:16

    CARTA DO PRESIDENTE DA AFTB AOS ASSOCIADOS

    Caros Associados,

    Agradecemos, mais uma vez todo o apoio, e principalmente as demonstrações de confiança depositadas na AFTB nestes últimos dias, desta forma apresentamos as seguintes atualizações:

    1- Foi cumprido no dia 03 de maio de 2010 a lacração do escritório da AFTB em São Paulo (São Judas), requerida por Carta Precatória da Justiça do RJ à Justiça de SP;

    2- Até o presente momento o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, ainda não decidiu quanto ao recurso interposto (Agravo de Instrumento), já que para sua manifestação aguarda parecer do Juiz de 1.ª Instância e manifestação do Ministério Público do Rio de Janeiro (para facilitar o entendimento deste quesito, há uma ilustração em anexo pormenorizando todo o processo).

    3- A AFTB tem executado apenas ações que visem a manutenção da Associação e mecanismos e estratégias de defesa dos Interesses da Associação e de seus Associados.

    Cabe salientar que a AFTB, sendo uma organização sem fins lucrativos, ao implementar um programa habitacional inovador que quebra fortes paradigmas, é natural que sofra ataques. Ratificamos que apenas nos posicionamos diante de nossos associados, que nos procuram nominalmente para esclarecimento. Solicitações anônimas e ataques desqualificados através de denúncias vazias não terão a nossa atenção. Ao invés disso, utilizamos a nossa energia de forma construtiva, em prol da organização. Todas as informações requisitadas até o momento encontram-se no site da AFTB.

    Certos de que estamos fazendo o melhor pela população Brasileira e por todos os nossos associados,

    Atenciosamente,

    Presidência AFTB
    Carlos Alberto Lilienthal Rotermund

    Consultoria Jurídica
    Clayton Gomes
    OAB SP n.º 211.909

    PS. Estamos preparando uma leitura complementar jurídica pormenorizada que em breve estará disponível para consulta.

    • Renata permalink*
      08/05/2010 20:46

      Vixe….

      “Foi cumprido no dia 03 de maio de 2010 a lacração do escritório da AFTB em São Paulo (São Judas), requerida por Carta Precatória da Justiça do RJ à Justiça de SP;”

      o mandado foi juntado antes desta data. Há um lapso temporal entre a determinação e o cumprimento, mas creio que o MP está ciente disto e deverá executar a multa (50.000,00 por DIA de descumprimento)>

      “Até o presente momento o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, ainda não decidiu quanto ao recurso interposto (Agravo de Instrumento), já que para sua manifestação aguarda parecer do Juiz de 1.ª Instância e manifestação do Ministério Público do Rio de Janeiro (para facilitar o entendimento deste quesito, há uma ilustração em anexo pormenorizando todo o processo).”

      depois de muito tempo (a liminar vigora desde FEVEREIRO e estamos em MAIO), o Presidente vem formalizar aquilo que o blog tem noticiado semanalmente (andamento do processo, explicação sobre o trâmite). Demorou….e induziu muita gente em erro, muita gente associou-se mesmo estando em vigor a determinação judicial que mandou fechar portas da aftb.

      “A AFTB tem executado apenas ações que visem a manutenção da Associação e mecanismos e estratégias de defesa dos Interesses da Associação e de seus Associados.”

      O que mantem esta oscip de pé são as contribuições dos associados, já que governo não entrou com $$$, não tem parceria e não houveram doações (substanciais) de empresas.
      Então, se a oscip não pode recrutar (em razão da ação civil pública), quais seriam estas “ações que visem a manutenção da associação”.
      A aftb não pode estar associando, se não pode estar associando, a manutenção da associação está seriamente comprometida. Quem é associado deveria questionar isto.

      “Ratificamos que apenas nos posicionamos diante de nossos associados, que nos procuram nominalmente para esclarecimento. Solicitações anônimas e ataques desqualificados através de denúncias vazias não terão a nossa atenção.”

      hahahaha, uma oscip que só atende associado, coitados dos que querem alguma info (me incluo nesta categoria, mandei e mails pra aftb e nunca fui respondida, quem sabe eu me associo para tentar saber alguma coisa….aham, claro).
      Deveriam estar correndo atrás de interessados para sanar dúvidas, manter a confiança no projeto, prestar esclarecimentos mais detalhados sobre a ACC.
      É mais fácil desqualificar os contatos como “solitações anônimas e ataques desqualificados” do que responder as dúvidas que todo mundo (a esta altura) deve ter.

      “Certos de que estamos fazendo o melhor pela população Brasileira e por todos os nossos associados”

      alguem tem dúvida de que a aftb está fazendo o melhor pela população brasileira? Nem atender aos que não são associados esta oscip atende. Demagogia pura.

      Depois desta “carta”, se eu fosse associada, pulava fora e ia correndo tentar reaver meu dinheiro em juízo.
      Atualmente, trata-se de um negócio pra lá de arriscado.

  40. Luiz Felipe permalink
    09/05/2010 18:24

    Depois de tanto tempo postando dúvidas sobre as ações da AFTB, finalmente temos uma resposta positiva. Sinceramente não creio em reabertura e nem mesmo chance dos associados reaverem seu suado dinheiro aplicado.
    Aos associados que ainda acreditam e aos poucos associados contemplados, sugiro entrar em contato com o MP de sua região para sanar as dúvidas com boas possibilidades de inclusive iniciar o recolhimento das parcelas através de depósito judicial, evitando assim perder mais dinheiro. Caso a AFTB venha a retomar as atividades você poderá comprovar os pagamentos feitos em juízo para não perder seu direito ao futuro benefício e caso ela venha a não mais operar, você poderá solicitar o que você depositou judicialmente. Mas lembre-se que no caso dos contemplados, o deposito judicial realizado será obviamente para quitação dos credores.
    Eu estou agora no encalço da FIRV. Parece ser uma pirâmide financeira que está tomando conta de vários investidores desavisados. Peço inclusive aos grandes Blogueiros desse site, Renata, Fernando, que verifiquem o site http://www.firv.com.br para o parecer final.
    Para cada MMN extinta parece que são criadas 4 novas… impressionante…
    Abraços e parabéns pelo belíssimo trabalho de transparência e seriedade. Certamente a organização de vocês dariam uma bela ONG.

    • Renata permalink*
      11/05/2010 21:49

      A liminar não foi revogada ainda….atenção (mais uma vez) aos desavisados que estão para associar-se a aftb.

      Luiz Felipe

      olhei (ainda de forma superficial) o site da tal FIRV e nunca vi tanta informação subjetiva junta. Ainda não consegui entender como se entra no negócio e mediante qual investimento. Quando tiver mais tempo, vou olhar o site com mais calma (e mais paciência, confesso…rs).

      Obrigada pelo interesse e colaboração.

  41. Fernando permalink*
    17/05/2010 12:47

    Luiz Felipe

    No início de Junho olharei detidamente essa empresa, e aí analisaremos melhor o que ela realmente é. Até lá, faço das palavras da Renata as minhas: obrigado pela participação e colaboração no site.

  42. Patricia permalink
    18/05/2010 1:26

    No último sábado recebi uma ligação da minha mãe coitada animadíssima com esta AFTB, ela mora o interior de Pernambuco, e foi chamada a uma reunião dessa tal associação. Nem precisei pesquisar nada na internet para saber que trata-se de um belo de um golpe, mas pesquisando vejo que estas pessoas estão totalmente descumprindo a liminar, uma vez que continuam aliciando pessoas para essa associação.
    A empresa tem várias pessoas recrutando em Pernambuco, como parar com isso se os próprios recrutadores também estão sendo enganados?

  43. 18/05/2010 9:50

    Patrícia acho que alguns dos promotores da AFTB estão enganados e desinformados; como falei em post anterior, nós aqui em Pernambuco iríamos fechar uma parceria, mas fomos alertados por um dos nossos diretores e fui buscar na web com mais cuidado quando chegamos aqui, de imediato suspendi a operação e estou enviando esforços para divulgar o problema, faça o mesmo.

  44. 19/05/2010 13:51

    Eu acho antes de jogar a pedra, busque as informações reais.
    Não fiquem se baseando em argumentos sem fundamentos e sem provas.
    Busquem na lei as informações corretas.

    Amigos,Segue o link da carta feita pelo consultor jurídico da AFTB.

    http://www.aftb-oscip.org/pdf/documentos/Carta_aos_Associados_14_Maio.pdf Abraços

    • Renata permalink*
      19/05/2010 17:01

      “Neste sentido a determinação de lacração e outras medidas, questionadas e ainda pendentes de decisão do Agravo de Instrumento (Recurso interlocutório), foi executada pela justiça de São Paulo, em cumprimento de carta precatória (requerimento do Juiz do RJ para que se cumpra a decisão proferida por aquele, fora de sua jurisdição, em São Paulo), porém outras estratégias de defesa seguem em planejamento e o apoio de todos os associados para que superemos este momento são de vital importância, visto que a comunicação deve ser uniforme baseada nos princípios éticos e morais ainda aguardando.”

      De todo o conteúdo da carta, o que REALMENTE importa é a informação negritada – há determinação EM VIGOR para lacracão das portas de aftb e outras “medidas”. Tudo bem o jurídico da aftb achar que os argumentos do MP são fracos, mas ela deveria incitar os associados a CUMPRIREM a determinação judicial – aftb tem que estar de portas FECHADAS – enquanto a mesma vigora.

      O resto, desculpem-me, é encheção de linguiça. Enquanto a liminar não for revogada – e ATÉ HOJE NÃO FOI – a aftb pode falar o que quiser, mas não pode estar associando ou incitando os pobres associados e potenciais recrutas em erro de julgamento.

      Reitero, há em vigor uma decisão que IMPEDE que a aftb exerça suas atividades – e isto independe do teor da defesa que ela apresentou ou irá apresentar nos autos do processo, neste momento.

      Não leiam esta carta e achem que está tudo bem, que a causa está ganha, isto é uma temeridade. Não se deixem enganar por jargões jurídicos sem nenhuma relevância prática.

  45. Jota Ká permalink
    19/05/2010 19:53

    Os diretores da AFTB estão usando de todos os meios para descumprirem a decisão judicial. Vejam que o site da “OSCIP” hospedado no Brasil (www.aftbrasil.org.br) foi bloqueado pela justiça. Diante disto, o que fizeram os pilantras? Passaram a hospedar o site no estrangeiro, onde, em princípio, não estão ao alcance da justiça brasileira (www.aftb-oscip.org). Isto é prova inequívoca da má-fé dos diretores de organização piramidal.

    https://registro.br/cgi-bin/whois/#lresp

    Copyright (c) Nic.br
    % A utilização dos dados abaixo é permitida somente conforme
    % descrito no Termo de Uso (http://registro.br/termo), sendo
    % proibida a sua distribuição, comercialização ou reprodução,
    % em particular para fins publicitários ou propósitos
    % similares.
    % 2010-05-19 18:46:53 (BRT -03:00)

    domínio: aftbrasil.org.br
    entidade: ASSOCIACAO FRUTOS DA TERRA BRASIL – AFTB
    documento: 008.911.478/0001-85
    responsável: Carlos Rotermund
    endereço: Avenida Fagundes Filho, 45, cj. 72
    endereço: 04304-010 – São Paulo – SP
    país: BR
    telefone: (11) 40832544 []
    ID entidade: CARAF
    ID admin: CARAF
    ID técnico: ELG15
    ID cobrança: CARAF
    servidor DNS: ns1.brasp.net
    status DNS: 17/05/2010 AA
    último AA: 17/05/2010
    servidor DNS: ns2.brasp.net
    status DNS: 17/05/2010 AA
    último AA: 17/05/2010
    criado: 02/12/2008 #5084907
    expiração: 02/12/2012
    alterado: 17/05/2010
    status: congelado por ordem judicial

    ID: CARAF
    nome: Carlos Rotermund AFTB
    e-mail: calrtd@hotmail.com
    criado: 28/08/2007
    alterado: 06/05/2010

  46. Fernanda Volpi permalink
    20/05/2010 12:51

    Olá,
    Renata, desde já muito obrigada com suas palavras.
    Elas nos ajudam a ter mais convicção da falcatrua que é a AFTB.
    Era associada a 13 meses!! Eu e meu marido.
    Você acha que com o deferimento do juiz de lacração do escritório deles e da suspenção de todas as atividades deles, e logo, a gente não pagar mais, é quebra de contrato da AFTB e a gente não ser mais reembolsado (mesmo que daqui a 50 anos!!) como está na petição do abençoado Procurador da Justiça Julio Machado Teixeira Costa?

    Obrigada!

    Fernanda Volpi

  47. Fernanda Volpi permalink
    20/05/2010 15:39

    Ok.
    A sentido de falcatrua é o de eles estarem se enrolando!!
    E tentando ainda nos conquistar com esta proposta inexequível.

    Ainda recebo e-mails falando de palestras, do no site (como falou o Jota Ká) e que é para continuar pagando.

    Eles estão contra a lei e se arriscando pois isto, como está na petição inicial, gera multa.

    Teria como denunciá-los?

    Obrigada!

    • Renata permalink*
      20/05/2010 17:35

      no site do TJRJ tem um canal de comunicação (ouvidoria), creio que pode ser feita uma denúncia por ali mesmo, caso você esteja fora do RJ. Se cada associado tomar as providências, logo a oscip não poderá mais burlar a lei. Os associados que sentem-se lesados deveriam, desde já, constituir advogado e correr atrás dos direitos. Esta questão é extremamente sensível ao tempo.

  48. Milton permalink
    25/05/2010 10:03

    Participei de uma reunião, em seguida verifiquei os sites, e o que pude perceber é que fizeram de uma forma como uma pessoa humilde não tivesse dúvidas de que se trata de algo fabuloso. Se fizessem o mesmo que estão fazendo, mas a promessa fosse: “te daremos os R$ 100 mil em dinheiro”, muitos dos atuais associados não entrariam, porém eles juntaram a promessa a um imóvel próprio, pensamento que habita a mente da população diariamente.
    Persuasão pura. Da forma mais simples e mais objetiva.

    Milton

  49. Milton permalink
    28/05/2010 18:30

    O pior cego é o que não quer ver. O associado Ricardo Faidiga 009618 faz anúncio pago no google. Empresas sérias obrigam representantes a pararem tudo, até que a situação seja esclarecida. Como pode o Ricardo estar tentando colocar mais pessoas para dentro num momento tão delicado para os associados. E se não conseguirem a revogação?

    É como alguém que suspeita de estar contaminado com HIV sair por aí se relacionando com novos parceiros. Vá fazer o exame primeiro, e depois, se tudo estiver ok, daí sim novos parceiros com um nível de segurança melhorado PARA TODOS.

    Milton

  50. Junior permalink
    02/06/2010 18:26

    Eu encontrei este blog fazendo pesquisa na net, e já acompanho o que escrevem aqui. Meu irmão conheceu esta ONG no trabalho dele e agora é ate conhecido como um líder. Quem para para mim é minha mãe ( eu não trabalho, estudo o dia inteiro na universidade). Como o meu notebook estragou, eu vou usando o dele emprestado. Acontece que todos os emails dele entram no Outlook automático. E ficam lá. Se vocês soubessem de um pouquinho das conversas que correm no grupo dos lideres vocês todos caiam pra traz.
    1) o presidente roubou um id e pontuação para contemplar a mãe dele. Tem vídeo no youtube que mostra isso (http://www.youtube.com/watch?v=HIh-JbB8mIg) . Antes o id era de uma mulher chamada Fátima e agora é da mãe do presidente a Gertrudes. Essa foi contemplada sem nenhum esforço final de semana passado.
    2) Um associado viu a pontuação sumir, bem perto de ser contemplado. Pediu explicações, pediu para consertar o erro, e nada, nunca nada. Se encheu e foi na jornal da cidade dele e abriu a boca. Deu quase uma página de reportagem, eu vi. Pegou cópia do jornal e mandou para o presidente. Este enviou telegrama excluindo este associado. Ta explicado onde foi parar a pontuação do associado? O Jornal era o Jornal do Estado da cidade de Pouso Alegre, MG.
    3) A AFTB pode até ser dissolvida pela justiça, vai ter que ir o patrimônio para outra ONG, certo?? Certíssimo, e esta já foi montada: http://www.institutoprohabitat.org.br, o laranja, o fachada é o Edmundo Roveri, o Carlos não aparece, claro!!!
    4) Essa é incrível: os associados contemplados pagam um seguro prestamista, administrado pela Porto Seguro. Certo??? NÃO!!! A Porto Seguro nunca ouviu falar da AFTB e não tem nenhum seguro contratado pela AFTb ou para os associados contemplados!!! O nome disso não é apropriação indébita?
    5) Os associados chegaram a um ponto que mais parecem os fanáticos do Edir Macedo, que acreditam em qualquer mentira que se fale. Parece que fizeram lavagem cerebral neles, qualquer pessoa com bom senso que fale algo é taxado de anti-aftb, etc, etc, que faz parte da patota do blog dos decepcionados, etc. querem um exemplo? Vejam o blog do cara que fala besteiras aí em cima, o tal do Eraldo http://ong-aftb.ning.com, lá tem alguns comentários de pessoas com a cabeça no lugar, vejam como os fanáticos tratam os comentários destas pobres pessoas!!!
    6) O presidente tem a cara de pau de processar o MP do Rio, isso mesmo, procurem lá no site do TJ do rio que vcs acham é só procuram em primeira instancia, capital, empresarial, procurar pelo nome da associação, vai achar 2 o do MP e a da AFTB. São ou não um bando de caras de pau, no mínimo. Mas que alguns líderes já chamam bandidagem a isso chamam, concordo!!

    Meu irmão foi no evento este final de semana, e vixe!! Voltou horrorizado!! Se antes ele já estava com um pé atrás, agora ele ta com os dois.

    Tudo não parece um absurdo?? Tem coisas que só acontecem neste país!

  51. Associada inconformada permalink
    02/06/2010 18:59

    É parece incrível que a justiça nesse país continua com a mesma lerdeza e cometendo falhas.
    Não foram bloqueadas as contas bancárias da AFTB e agora o presidente contemplou a sua mãe a Dona Gertrudes. Simplesmente ela apareceu no ranking de uma hora para outra.
    E tem gente ainda que aplaude esse golpista. Abram os olhos associados, ele está tirando as contemplações de vocês.

  52. Fernando permalink*
    03/06/2010 0:53

    A AFTB pode até ser dissolvida pela justiça, vai ter que ir o patrimônio para outra ONG, certo?? Certíssimo, e esta já foi montada:

    ———————– Junior, o link do item 3 não funciona

  53. Eduardo permalink
    08/06/2010 16:11

    Junior, cade o link do video? Quero ver o que aconteceu!

    “Meu irmão foi no evento este final de semana, e vixe!! Voltou horrorizado!! Se antes ele já estava com um pé atrás, agora ele ta com os dois.”

    Voltou horrorizado com o que? quem é seu irmão? Você pode esclarecer o que ele tem visto? Seria importante comentar aqui.

  54. Junior permalink
    08/06/2010 17:40

    Oi Fernando e Eduardo

    Meu irmão é um lider, ele pesquisou muito sobre a aftb, e entrou pq até aquela hora nao tinha nada contra a associacao. Eu nao posso pagar minha associacao, minha mae paga para mim pq sou ainda estudante.
    Me desculpem, mas o vídeo do youtube foi retirado. Quem colocou lá não sei, era do canal portalyatri. Eu nao tinha visto que haviam retirado.
    O site da outra ong, pro habitat ainda nao esta funcionando, mas quem quiser pesquisar, no registro.br, tá registrado lá sim estes dois:
    http://www.institutoprohabitat.com.br
    http://www.institutoprohabitat.org.br
    não sei exatamente o cnpj e nem onde foi constituida, já que foi no intuito de se tornar o “franqueador máster” (AFTB agora vai virar franquia!!!) mas os dois estao registrados atraves do 03.040.716/0001-00, E.J.ROVERI – ME. Franquia?? ah tá.. conversa pra boi dormir, isso sim!
    Tudo o que eu falei é a mais pura verdade. Não vou dar o meu sobrenome nem o nome do meu irmão por motivos óbvios, os fanáticos fariam qquer coisa pelo seu “lavador de mentes”.
    O que eu sei já está resumido acima.
    Recebemos hoje isto http://www.aftb-oscip.org/pdf/Laudo_Preliminar_Provisrio.pdf
    Um monte de baboseira cheio de palavras difícieis pra que os de pouca instrucao achem que vale algo.
    Tenho certeza que a aftb será dissolvida sim… e espero que as idéias dos lideres honestos que estão providenciando soluções imediatas logo sejam colocadas em prática!
    MInhas contribuiões estão já em 1200,00, meu irmao entrou antes e pode pagar mais, tem lá um outro dinheirão. Fora os primos, tios, vizinhos, empregada de casa, empregada da vó…e por aí vai… muita gente de família. Meu pai vive dizendo pra nós: Eu avisei!!
    Bem feito!! Não ouvimos ele, que tem 30 anos de banco estatal.
    Eu respondo por aqui se houver pergunta, ok? Se, claro o dono do blog achar que posso.

    Desculpem tb nao ter repondido antes, eu nao estava ” on ” .

    Jr

  55. Mateus- joinville permalink
    09/06/2010 23:22

    Junior

    Sobre estas “conversas” que tu mencionaste, o que seriam?
    Sou associado a 03 meses e estou pensando em trancar os pagamentos por pelo menos 03 meses para ver o que vai dar.
    Como todos não acho meu dinheiro no lixo.
    Dá uma esclarecida sobre este encontro que ocorreu recentemente.
    Valeu pelas informações postadas.

  56. José Marques permalink
    10/06/2010 13:17

    A coisa está se invertendo, a procuradoria do Rio de Janeiro virou Ré. É melhor acompanharem o processo e não formarem opiniões próprias. Podem falar o quizerem, pois isso é democracia mas, a aftb é uma oscip, título concedido pelo próprio Ministério da Justiça. Portanto aí está a seguridade da atividade.

    • Renata permalink*
      10/06/2010 16:45

      Nao seja irresponsavel e tente induzir em erro nossos leitores com este tipo de informacao incomprovada.

      O processo no qual ha determinacao que proibe a oscip de funcionar e o seguinte:

      http://srv85.tjrj.jus.br/consultaProcessoNome/ConsultaNome.do;jsessionid=ac10013330da782c7c4f28994ec4873f90dcb617dbd8.e3yQb38TbhaSe34Oc34PaxePbNz0

      Se ha processo da oscip contra MPRJ, nao esta correndo em conjunto e ate o momento nao teve efeito sobre a decisao que impede o funcionamento da oscip.

      O titulo de oscip conferido pelo MJ nao e, por si so, garantia de seguranca, informe-se melhor antes de escrever para tanta gente. Nao ha nada se “invertendo” e muito menos ha “seguridade da atividade”.

      Qualquer manifestacao neste sentido, sem fontes e fatos, nao sera aprovada, muita gente pode ler estas postagens e achar que esta tudo bem o que, AINDA, nao esta MESMO. Se quisesse ajudar, postaria aqui algum link que comprove suas alegacoes (de que a situacao esta “se invertendo” por conta de processo contra “procuradoria do Rio de Janeiro”). Coloque aqui o link e teremos prazer em acompanhar mais este processo.

  57. Alex Monte permalink
    12/06/2010 12:05

    É perdemos a primeira batalha na justiça por razoes obvias.
    A Sra. Dra. Juiza MARCIA CUNHA SILVA ARAUJO DE CARVALHO pessoa idonea e muito respeitada no meio considerou infringente e indeferiu o pedido da AFTB, até onde eu sei isso no meio juridico significa obscuridade ou contradição, ou seja, não ficou claro para ela.

    O que me irrita é a AFTB não publicar o pedido dela no site, ou seja ,o documento peticional o Agravo de Instrumento pra mim isso é falta de transparencia, já que todos os associados devem ser informado de tudo ou deveriam neh.

    Enfim sou associado AFTB nao fiquei nada contente com a decisão da juiz +++ enfim creio q não foi exposto o suficiente para que ficasse claro o q foi pedido.

    Na integra o que aconteceu.

    http://srv85.tjrj.jus.br/consultaProcessoWebV2/consultaProc.do?numProcesso=2010.001.035818-6&back=1

    • Renata permalink*
      12/06/2010 12:32

      Alex, a Juiza nao acolheu embargos (um recurso interposto pela aftb) porque considerou que o recurso pretendia, na realidade, modificar o conteudo da decisao (dai o termo efeito “infringente”). Embargos servem pra sanar obscuridade, contradicao ou omissao e nao para modificar decisao, a menos que o erro da decisao seja muito patente, o que a Juiza considerou nao ser, neste caso. Ainda persiste a decisao que impede a oscip de funcionar. Mesmo se estes embargos fossem acolhidos, creio que nao serviriam para revogar a liminar.
      Realmente os associados precisam ter informacoes mais concretas. A maioria dos que comentam aqui parecem nao entender corretamente a situacao atual da aftb na acao civil publica (ou preferem nao acreditar que a aftb possa perder o processo).

  58. Alex Monte permalink
    12/06/2010 12:55

    Do jeito que estão caminhando as coisas não acho q a AFTB vá conseguir reverter a situação, +++ jah antecipo aos assicados para tentar ver um meio de reaver o valor junto a AFTB, não acho q a AFTB tah fazendo de tudo para que volte a funcionar e outra ela deveria ter contratado no minimo o melhor escritorio de advocacia para cuidar do caso, dinheiro tem…

    transparencia é o quero da AFTB.

    Obrigado Renata por esclarecer…

  59. Marcelo Freire permalink
    12/06/2010 20:37

    Página 1 de 7
    Carta aos Associados AFTB 14.05.10 PDF

    Caros Associados,
    Para aqueles que desejam se aprofundar um pouco mais quanto às questões pertinentes à Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro oferecemos a seguir, algumas explanações a título de leitura complementar e um pequeno glossário para que compreendam melhor e se necessário orientem sua rede de relacionamento quanto à licitude e idoneidade das atividades da AFTB, este texto manteve boa parte de sua redação baseada em textos técnicos jurídicos, para uma explanação mais breve e menos técnica sugerimos a leitura da Carta do Presidente datada de 07 de maio de 2010.
    Apresentamos algumas observações quanto às irregularidades na forma de atuação da Justiça do Estado do Rio de Janeiro, passamos a expor alguns textos de lei e nossa interpretação:
    A Constituição Federal de 1988, Lei máxima em nosso País, em seu artigo 5.º, que trata dos Direitos e Garantias Fundamentais, traz a seguinte redação:
    “Art. 5º – Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
    XVIII – a criação de associações e, na forma da lei, a de cooperativas independem de autorização, sendo vedada a interferência estatal em seu funcionamento; (grifo nosso)”
    Frisamos este trecho da Constituição para que melhor se entenda as incoerências cometidas e que estão sendo combatidas, como podemos observar a AFTB é organização do Terceiro Setor da espécie Associação, e desta forma possui liberdade constitucional para ser criada sem a intervenção do Estado, porém mesmo sendo livre para se associar e desenvolver as atividades propostas requeremos a qualificação como OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) perante do Ministério da Justiça, buscando consagrar as atividades desenvolvidas em prol de nossos associados e consequentemente da Sociedade Brasileira, sendo este o primeiro ponto a ser a observado, já que a associação atende aos critérios objetivos para existir, pois a certificação prevista na Lei n.º 9.790/99 foi regularmente concedida pelo Ministério da Justiça.
    Ainda no artigo 5.º da CF/88 temos:
    “Art. 5.º…
    Página 2 de 7
    Carta aos Associados 14.05.10 PDF
    XIX – as associações só poderão ser compulsoriamente dissolvidas ou ter suas atividades suspensas por decisão judicial, exigindo-se, no primeiro caso, o trânsito em julgado; (grifo nosso)”
    Com a manifestação do PROCON RJ junto ao MPE RJ e consequente propositura da Ação Civil Pública por este, a Liminar requerida pelo Juiz de 1.ª instância está eivada de falhas graves, como a sua própria concessão, pois a Liminar não tem, não deveria e não poderia ter efeito e ou objetivo de encerrar ou dissolver as atividades da AFTB, pois a Constituição Federal de 1988 determina que apenas sejam dissolvidas compulsoriamente as atividades das associações após o trânsito em julgado (ou seja, após a sentença do juiz que não admitir mais nenhuma possibilidade de recurso, o que não é o caso, já que sequer foi discutido o mérito da Ação), ou seja, é flagrante a inconstitucionalidade, pois com a determinação da suspensão das atividades pela Liminar conclui-se que esta ordem se equipara a determinação arbitrária de sua dissolução de forma sumária, ou seja, sem a possibilidade de se manifestar e oferecer sua defesa e esclarecimentos (Princípios do Contraditório e da Ampla Defesa garantidos pela Carta Magna), pois os danos e prejuízos decorrentes de tal arbitrariedade apresentam potencial lesivo à Associação de tal ordem que somente com muito esforço e união de todos os associados e administração poderemos superar tal momento, sem grandes transtornos á Associação e aos nossos Associados.
    A Ação Civil Pública em questão, ainda será rebatida nos autos do processo principal, com o oferecimento de Contestação em momento oportuno, assim que o processo voltar ao seu curso normal de discussão, ou seja, assim que o resultado final da Liminar e os recursos que a combatem forem decididos, momento em que a Associação terá condições de se defender usando dos mecanismos constitucionais da ampla defesa e do contraditório, pois a nossa Lei Maior situou os destacados princípios conjuntamente em seu inciso LV, artigo 5.º:
    “LV – aos litigantes, em processo judicial ou administrativo, e aos acusados em geral são assegurados o contraditório e a ampla defesa, com meios e recursos a ela inerentes;”
    O Princípio do Contraditório contém o enunciado de que todos os atos e termos processuais (ou de natureza procedimental) devem primar pela ciência bilateral das partes, e pela possibilidade de tais atos serem contrariados com alegações e provas.
    Vicente Greco Filho sintetiza o princípio de maneira bem prática e simples: “O contraditório se efetiva assegurando-se os seguintes elementos: a) o conhecimento da demanda por meio de ato formal de citação; b) a oportunidade, em prazo razoável, de se contrariar o pedido inicial; c) a oportunidade de produzir prova e se manifestar sobre a prova produzida pelo adversário; d) a oportunidade de estar
    Página 3 de 7
    Carta aos Associados 14.05.10 PDF
    presente a todos os atos processuais orais, fazendo consignar as observações que desejar; e) a oportunidade de recorrer da decisão desfavorável.”
    A decisão que concedeu a medida liminar na primeira instância (que é uma decisão interlocutória – aquela que não põe fim ao processo, logo não gera a coisa julgada) foi baseada equivocadamente em uma relação de consumo, que se assim fosse teria cabimento por intermédio da Ação Civil Pública, que tem dentre suas finalidades específicas visa à proteção contra danos causados ao meio-ambiente, ao consumidor, a bens e direitos de valor artístico, estético, histórico, turístico e paisagístico, porém cabe salientar que não se pode configurar nenhuma das proteções acima, pois a relação existente entre a Associação e nossos Associados é exclusivamente associativa – união de esforços para a consecução de objetivos comuns e não a relação qualificada como prestação de serviços na forma do artigo 3.º, parágrafo segundo do Código de defesa do Consumidor, ou seja, não se trata de relação de consumo, pois esta requer transação de natureza comercial, o que não ocorre no ato associativo, pois não é uma prestação de serviço ou mesmo da venda de um produto, e sim de uma proposta de promoção social por meio da união de esforços de seus associados, conforme critérios estatutários aceitos livre e voluntariamente pelos associados que compreendam e aceitem a proposta apresentada pela associação buscando oferecer uma alternativa para um gargalo social, que é a aquisição da casa própria.
    Neste sentido a determinação de lacração e outras medidas, questionadas e ainda pendentes de decisão do Agravo de Instrumento (Recurso interlocutório), foi executada pela justiça de São Paulo, em cumprimento de carta precatória (requerimento do Juiz do RJ para que se cumpra a decisão proferida por aquele, fora de sua jurisdição, em São Paulo), porém outras estratégias de defesa seguem em planejamento e o apoio de todos os associados para que superemos este momento são de vital importância, visto que a comunicação deve ser uniforme baseada nos princípios éticos e morais ainda aguardando.
    Em 12 de maio de 2010 a AFTB requereu e compareceu em audiência na Procuradoria do Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro (Órgão responsável por se manifestar a requerimento da 16.ª Turma do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, para que este possa julgar o Agravo de Instrumento) com o objetivo de fazer uma breve apresentação da Associação, seus objetivos sociais e modelo matemático de sustentabilidade para que a Procuradoria Geral de Justiça, compareceram à audiência representando a Associação os Srs. Mario Sergio Cardim Neto (Economista da MS Cardim & Associados), Luiz Rodolfo A. Ryff (Advogado do Escritório H. B. Cavalcanti e Mazzillo Advogados) e Clayton Gomes (Consultor Jurídico AFTB).
    Página 4 de 7
    Carta aos Associados 14.05.10 PDF
    A Procuradora informou que devido ao grande volume de processos aguardando seu parecer, que tem outros processos (pela ordem) que serão analisados antes do nosso e estimou que emitirá seu parecer em meados da próxima semana, o que levará mais alguns dias para ser devolvido e analisado pelo Tribunal, dependendo desta análise e manifestação. A Procuradora foi muito receptiva e nos permitiu que apresentássemos brevemente e a AFTB e a questão que envolve a Ação Civil Pública movida pelo MPE RJ. Com a palavra ao Prof.º Mario Sergio explanou quanto ao modelo matemático e sustentabilidade dos projetos.
    A Procuradora informou que tem outros processos (pela ordem) que serão analisados antes do nosso e estimou que emitirá seu parecer em meados da próxima semana, o que levará mais alguns dias para ser devolvido e analisado pelo Tribunal.
    Não podemos estimar um prazo, já que temos uma estimativa (não precisa) e sabemos que tanto a Procuradoria de Justiça do MPE RJ quanto o Tribunal trabalharão em seus tempos, mesmo que tal resultado seja crucial.
    No todo a audiência foi positiva posto que agora a Procuradora tenha um pouco mais de informações sobre a AFTB e seus projetos e poderá se manifestar com um pouco mais de embasamento.
    Ao final do procedimento proposto (Ação Civil Pública) e depois de todas as comprovações acreditamos que a Associação ganhará maior força, visibilidade e credibilidade, posto que teremos passado por crivos muito rigorosos e estaremos cada vez mais fortes e munidos de estratégias e argumentos favoráveis às atividades da Associação.
    Esperamos com este humilde material ter contribuído e que este sirva de apoio para eventuais questionamentos e orientação de sua rede de relacionamento e interessados.
    Atenciosamente,
    Consultoria Jurídica
    Clayton Gomes
    OAB SP n.º 211.909
    Página 5 de 7
    Carta aos Associados 14.05.10 PDF
    Glossário:
    Terceiro Setor: O primeiro setor é o governo, que é responsável pelas questões sociais. O segundo setor é o privado, responsável pelas questões individuais. Com a falência do Estado, o setor privado começou a ajudar nas questões sociais, através das inúmeras instituições que compõem o chamado terceiro setor. Ou seja, o terceiro setor é constituído por organizações sem fins lucrativos e não governamentais, que tem como objetivo gerar serviços de caráter público. Organização Não Governamental: (também chamadas de organizações não governamentais sem fins lucrativos), também conhecidas por ONG, são associações do terceiro setor, da sociedade civil, que se declaram com finalidades públicas e sem fins lucrativos, que desenvolvem ações em diferentes áreas e que, geralmente, mobilizam a opinião pública e o apoio da população para modificar determinados aspectos da sociedade, sinônimo de Terceiro Setor. Estas organizações podem ainda complementar o trabalho do Estado, realizando ações onde ele não consegue chegar, podendo receber financiamentos e doações do mesmo, e também de entidades privadas, para tal fim. No Brasil, três figuras jurídicas correspondentes no novo Código Civil compõem o terceiro setor: associações, fundações e organizações religiosas.
    Associação: As associações assumem os princípios de uma doutrina que se chama associativismo e que expressa a crença de que juntos, nós podemos encontrar soluções melhores para os conflitos que a vida em sociedade nos apresenta. Esses princípios são reconhecidos no mundo todo e embasam as várias formas que as associações podem assumir: OSCIPs, Cooperativas, Sindicatos, Fundações, Organizações sociais, Clubes.
    Relação de Consumo: As relações de consumo têm sua origem estritamente ligada às transações de natureza comercial e ao comércio propriamente dito, surgindo naturalmente à luz deste, sendo devidamente regulamentada com o advento da Lei n.º 8.078/90 (Código de Defesa do Consumidor), que passou a tutelar/proteger essa relação, revestindo-a de caráter público, a fim de resguardar os interesses da coletividade. Geralmente as relações de consumo surgem através de um negócio jurídico compreendido entre duas ou mais pessoas, geradas através de princípios contratuais básicos, grosseiramente dizendo: compra e venda.
    Página 6 de 7
    Carta aos Associados 14.05.10 PDF
    Liminar: É uma ordem judicial que determina uma providência antes da discussão do feito, ou seja, antes da sentença que põe fim ao processo, para resguardar possíveis Direitos. Destina-se à proteção de um direito em razão da provável veracidade dos fundamentos invocados por uma das partes e da possibilidade de ocorrer dano irreparável em decorrência do atraso da decisão. A finalidade da liminar é resguardar direitos ou evitar danos que possam suceder, durante o processo, antes do julgamento do mérito da causa.
    Ação Civil Pública: É uma medida judicial específica (Regida pela Lei n.º 7.347/85), que visa à proteção contra danos causados ao meio-ambiente, ao consumidor, a bens e direitos de valor artístico, estético, histórico, turístico e paisagístico.
    Ministério Público: Uma instituição independente que defende a sociedade e a democracia. O Ministério Público (MP) tem como papel fiscalizar e proteger os princípios e interesses fundamentais da sociedade. Por isso, seu funcionamento é independente de qualquer dos três Poderes, Executivo, Legislativo e Judiciário. As funções atribuídas ao MP na Constituição brasileira acumulam as características de fiscal, ouvidor e advogado do povo. Colocam-no em uma posição de defensor da sociedade contra possíveis abusos do Estado, ao mesmo tempo em que defende o Estado democrático de direito contra possíveis ataques de particulares de má-fé. O MP tanto pode agir por sua própria iniciativa, sempre que considerar que os interesses da sociedade estejam ameaçados, quanto pode ser acionado por qualquer cidadão que considerar que algum direito ou princípio jurídico esteja sob ameaça.
    Coisa Julgada: É a qualidade conferida à sentença judicial contra a qual não cabem mais recursos, tornando-a imutável e indiscutível. Sua origem remonta ao direito romano (res judicata), onde era justificada principalmente por razões de ordem prática: pacificação social e certeza do final do processo. Atualmente tem por objetivos a segurança jurídica e impedir a perpetuação dos litígios.
    Processo: Terminologia que pode ser vastamente discutida, mas que de forma geral é conjunto sequencial e peculiar de ações que objetivam atingir uma meta, é conjunto de princípios e normas jurídicas que regem a solução de conflitos de interesses por meio do exercício da jurisdição, tem um caráter instrumental, e busca a efetividade das leis materiais.
    Despacho: É o ato processual do juiz que dá andamento ao processo, sem decidir incidente algum. Difere o despacho dos outros atos praticados pelo juiz – decisão interlocutória e sentença – pelo seu caráter meramente instrumental, visando o contínuo caminhar do processo em busca de uma
    Página 7 de 7
    Carta aos Associados 14.05.10 PDF
    solução definitiva. Logo, do despacho não cabe recurso, diferentemente da decisão interlocutória e da sentença.
    Lacração: Mecanismo para resguardar e verificar cumprimento de ordem e de suspensão não definitiva de atividades e/ou uso de móveis ou imóveis.
    Princípio do Contraditório: É tido mesmo como o princípio norteador do próprio conceito da função jurisdicional. No entanto, o texto constitucional foi claro ao expressar o alcance do princípio para fora do âmbito processual civil. Assim é que a bilateralidade passa a ser necessária não apenas para os procedimentos judiciais, mas também para os administrativos.
    Princípio da Ampla Defesa: Traduz a liberdade inerente ao indivíduo (no âmbito do Estado Democrático) de, em defesa de seus interesses, alegar fatos e propor provas. Neste aspecto, mostra-se evidente a correlação entre a Ampla Defesa e o Amplo Debate (Princípio do Contraditório), não sendo concebível falar-se em um sem pressupor a existência do outro – daí a inteligência do inciso LV, do artigo 5.º Constitucional, em agrupá-los em um dispositivo. A Ampla Defesa abre espaço para que o litigante exerça, sem qualquer restrição, seu direito de defesa, é aplicável em qualquer tipo de processo que envolva o poder sancionatório do Estado sobre as pessoas físicas e jurídicas.

    Espero ter ajudado a esclarecer todo este mal entendido

    Obrigado e tenham um ótimo fim de semana

    • Renata permalink*
      12/06/2010 21:41

      “Com a manifestação do PROCON RJ junto ao MPE RJ e consequente propositura da Ação Civil Pública por este, a Liminar requerida pelo Juiz de 1.ª instância está eivada de falhas graves, como a sua própria concessão, pois a Liminar não tem, não deveria e não poderia ter efeito e ou objetivo de encerrar ou dissolver as atividades da AFTB, pois a Constituição Federal de 1988 determina que apenas sejam dissolvidas compulsoriamente as atividades das associações após o trânsito em julgado (ou seja, após a sentença do juiz que não admitir mais nenhuma possibilidade de recurso, o que não é o caso, já que sequer foi discutido o mérito da Ação), ou seja, é flagrante a inconstitucionalidade, pois com a determinação da suspensão das atividades pela Liminar conclui-se que esta ordem se equipara a determinação arbitrária de sua dissolução de forma sumária, ou seja, sem a possibilidade de se manifestar e oferecer sua defesa e esclarecimentos (Princípios do Contraditório e da Ampla Defesa garantidos pela Carta Magna), pois os danos e prejuízos decorrentes de tal arbitrariedade apresentam potencial lesivo à Associação de tal ordem que somente com muito esforço e união de todos os associados e administração poderemos superar tal momento, sem grandes transtornos á Associação e aos nossos Associados.

      Quem devera decidir se a liminar “nao tem, nao poderia, nao deveria” qualquer coisa É o Desembargador Relator do Agravo de Instrumento que nao suspendeu ate o momento os efeitos da decisao – que prevalece, ATENCAO, desde 5.2.2010 (ha mais de 4 meses).
      Nao li NENHUMA LINHA orientando expressamente para que nao haja recrutamento, informando que a oscip esta FECHADA e a liminar ainda vigora. APOSTO que tem gente associando e confiando que esta argumentacao ira prevalecer. Direito NAO É ciencia exata. Enquanto a liminar estiver em vigor, a oscip nao pode funcionar. PONTO FINAL.

      “Esperamos com este humilde material ter contribuído e que este sirva de apoio para eventuais questionamentos e orientação de sua rede de relacionamento e interessados.”

      aham, imagino os associados explicando para sua rede que liminar nao É decisao definitiva, o que É decisao interlocutoria, coisa julgada, que esta tudo errado no processo, Juiz, Promotor, Desembargador estao errados etc….tem que explicar que tem decisao que impede a oscip de funcionar. Nao da pra entender toda esta dissertacao tecnica, parece que e so pra confundir, principalmente as pessoas mais simples. Sera que tem muito advogado entre os milhares de associados? Duvido, a julgar pelas manifestacoes apresentadas neste blog ate o momento.

      “Espero ter ajudado a esclarecer todo este mal entendido”

      Nao tem mal entendido, tem decisao judicial em vigor.
      A aftb, por ora, nao pode funcionar, independentemente de qualquer discussao juridica, independentemente do posicionamento dos advogados da oscip.
      Ora, quando revogarem a liminar (e a decisao final favorecer a aftb), ok, tudo volta a funcionar, antes disto os jargoes juridicos so interessam as partes na acao civil publica.

      obs – salvo engano, ja postaram outra “carta aos associados”por aqui, com as mesmas “explicacoes” juridicas. Por via das duvidas, preferi pecar por excesso e aprovar. Daqui pra frente, o blog quer noticias concretas sobre o processo. A argumentacao do juridico da aftb esta devidamente registrada.

  60. Alex Monte permalink
    14/06/2010 2:31

    soh pra confirmar não foi julgado ainda o Agravo de Instrumento ?

    A Dra Juiza decidiu a respeito de q exatamente ?

    • Renata permalink*
      14/06/2010 10:45

      Agravo nao foi julgado, a Juiza apenas desacolheu embargos sobre alguma questao incidente e nao relacionada diretamente a revogacao da liminar.

      Resumindo, nao ha nada favoravel (ainda) a aftb neste processo.

  61. Stefany Palma permalink
    15/06/2010 19:49

    Renata,

    Nossa, li muita coisa e confesso que fiquei confusa agora… Eu acabei de me inscrever na aftb, pq sei que todos os consorcios e /ou financiamentos possiveis hoje em dia, tem algum tipo de processo, ate os bancos tem… ate ai blz… mas em resumo, vale a pena pagar a carta de credito pra aftb mesmo com esse processo ou não?

    • Renata permalink*
      16/06/2010 13:15

      Logico que nao vale a pena.
      Alias, a aftb NEM poderia estar recrutando mais pessoas, ha uma determinacao judicial que IMPEDE esta oscip de funcionar. Bancos tem milhares de processos, mas se houvesse alguma determinacao mandando fechar portas de algum deles, voce nao conseguiria depositar, sacar, fazer nada. Fechou, pronto. A diferenca e que esta aftb ta fazendo pouco caso do processo e recrutando mais gente.
      Acho um absurdo o que este pessoal esta fazendo. Alem de continuarem operando como se nada estivesse acontecendo, esta oscip nao tem sustentabilidade nem a medio prazo. Questione seu patrocinador e cobre deste pessoal uma posicao sobre a proibicao. Talvez voce consiga seu dinheiro de volta se argumentar com consistencia ou se entrar com um processo.

  62. Junior permalink
    23/06/2010 0:41

    voltei aqui para divulgar que a AFTB já tá querendo fazer mudanças… vai mudar o SAC. Alguns associados tiveram acesso as novas regras e eu coloco abaixo a principal mudança. estas vao valer a partir de 01/01/2011.

    “4.6.1. Da contemplação por tempo de contribuição:

    Os Associados com pagamento regular e pontual da contribuição
    associativa pelo período igual ou superior ao determinado na tabela
    abaixo, passam a ter prioridade no recebimento das cartas de crédito,
    independentemente do critério de mérito, levando em consideração a
    disponibilidade financeira da associação. Este período é designado como período
    aquisitivo.

    A tabela de prazos para o período aquisitivo considera o valor do crédito
    requerido e sua relação com o valor da contribuição associativa assumida pelo
    participante do SAC:

    TABELA DE PERIODO AQUISITIVO:
    R$ do crédito requerido CA 1/1000 CA 3/1000 CA 7/1000
    Até 40.000,00 24 meses 12 meses 6 meses
    Até 70.000,00 30 meses 15 meses 8 meses
    Até 120.000,00 36 meses 18 meses 9 meses
    Até 170.000,00 42 meses 21 meses 11 meses
    Até 280.000,00 48 meses 24 meses 12 meses
    Acima de 280.000,00 60 meses 30 meses 15 meses

    O período aquisitivo pode ser alterado sempre que necessário, prevalecendo
    individualmente o menor período entre o determinado no ato do aceite da
    inscrição do associado ao programa do SAC, ou o novo.
    Esta tabela entrará em vigor em 01/01/2011, para prazos superiores a 30
    meses, e será utilizada para as determinações de meta de contemplação para todos
    os associados que receberem o aceite de adesão ao SAC a partir desta data, ou seja,
    que completarem 6 parcelas mensais, pontuais e ininterruptas a partir de 2011.

    4.6.1.1. Da garantia de cumprimento do período aquisitivo:
    Caso a AFTB venha a reprogramar a data de contemplação pelo critério de
    tempo de contribuição, alterando a meta estabelecida na tabela de período
    aquisitivo conforme cláusula 4.6.1 acima, o associado poderá optar por:
    Aceitar a nova programação apresentada, recebendo o abono de 3
    meses de pagamento da contribuição associativa ou
    Solicitar sua demissão do quadro de associados, sendo, neste caso,
    indenizado por quebra de cumprimento de metas em valor equivalente a soma de
    todas as contribuições associativas pagas, corrigidas pelo índice das cadernetas de
    poupança, descontadas as bonificações financeiras eventualmente recebidas na
    condição de associado. ”

    Qto ao comentario da senhora acima, recebi semana passada o telefonema de um associado da cidade que queria saber onde tinha reuniões etc. Perguntei se sabia que a AFTB está respondendo processo, tem liminar impedindo o funcionamento etc, e ele me disse: – O QUE?????? Não recebi nenhum comunicado???

    Recebemos comunicados por sms, e-mail de tudo, menos que a AFTB tem processo e liminar nas costas! É um absurdo, um absurdo.

    Também eu e meu irmão já nos consideramos ex-aftb, por essas e outras, já citadas em outro post. A falta de respeito desta administraçao já passou o limite da minha curta paciencia de garoto de 20 anos.

    Volto de vez em quando aqui, qdo tiver novas para divulgar, já que considero um ótimo local para isso.

  63. 23/06/2010 12:09

    Junior (Renata), você tenta distorcer os fatos com esses comentários ridículos, vou desmontar a sua mentira….

    No site oficial http://www.aftb-oscip.org tem uma nota sobre a liminar, todos os associados sabem da ação do RJ, que foi idealizada pelo mesmo promotor que em 2008 atuou contra o MegaBônus, pelo visto o cara não gosta dos sistemas de indicação… mais tudo bem

    Também na área de documentos do site da AFTB tem 3 cartas que foram enviadas aos associados por e-mail.

    Junior, Eu não sou covarde e me identifico como associados da AFTB, meu ID é 3018 e fui contemplado agora em Maio no Grande Evento da AFTB em SP

    …….

    (Veja na integra o novo regulamento, agora a AFTB da uma garantia, se a AFTB não cumprir com o período aquisitivo, na pior das hipóteses o associado vai fazer uma poupança…)

    • Renata permalink*
      23/06/2010 14:12

      “Junior, Eu não sou covarde e me identifico como associados da AFTB, meu ID é 3018 e fui contemplado agora em Maio no Grande Evento da AFTB em SP”

      Grande evento em maio? Ora, a liminar nao vigora desde FEVEREIRO????
      Nao, covarde voce nao e, voce apenas esta agindo ILEGALMENTE ao associar novas pessoas para esta oscip e atuar na mesma como se nao houvesse impedimento legal.
      Assim como temos feito com outros associados que se identificam por aqui e informam que a liminar e ridicula, blablabla, e nao informam, EM MOMENTO ALGUM, que a aftb esta IMPEDIDA de exercer suas atividades, vamos informar este fato ao MPRJ. Voces podem achar o processo ridiculo e tudo o mais, mas tem o DEVER de cumprir a ordem de NAO FUNCIONAMENTO desta oscip. Voce nao tem ideia do problema que pode ser causado a esta associacao….parece que esqueceram que ha multa diaria de 50 mil reais por descumprimento de determinacao judicial. Neste ponto, os que insistem em recrutar outros sao os piores inimigos da oscip….e ainda vao ter que explicar muita coisa aos coitados dos novos “associados”.

  64. 23/06/2010 14:35

    Legal Renata… então você não sabe que o MPRJ também é réu em um processo onde a AFTB pede ma indenização por danos morais e financeiros, pesquise melhor “minha filha”

    0170062-22.2010.8.19.0001
    Autor: ASSOCIACAO FRUTOS DA TERRA BRASIL e outro(s)…
    Réu: MINISTERIO PUBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
    Fase: Conclusão ao Juiz

    Renata, a justiça tarda, mais ela não falha…

    só quero corrigir uma coisa, o Evento foi promovido pelo comitê dos Associados da AFTB, nós somos os maiores prejudicados por essa liminar injusta, você pode dizer isso ao Sr. Promotor, diga também que ele deveria ter um melhor conhecimento da AFTB antes de ter tomado essa decisão tão drástica e prejudicar mais de 13.000 associados ativos em favou de um pequeno grupo que nem são associados…

    • Renata permalink*
      24/06/2010 15:06

      Eraldo

      aqui nao e seu espaco e eu dispenso o tratamento jocoso (“minha filha”, mais respeito, deixe seu deboche pros teus “negocios” e pro teu espaco no ning).
      Poste aqui alguma informacao sobre revogacao da liminar. Se nao postar, prevalece o FATO de que voce esta ILEGALMENTE operando como associado e associando mais gente enquanto nao pode – por expressa determinacao judicial. A existencia de qualquer outro processo, ate o momento, nao revogou a determinacao do MPRJ. O que o promotor PRECISA e VAI saber e que alguns associados, publicamente e expressamente, estao escarnecendo de uma decisao, descumprindo-a solene e impunemente (ate agora). De resto, use seus argumentos “relevantissimos” perante o MP.

      Cuidado com o que coloca em forum publico e aprenda um minimo de lei, para nao parecer um idiota pros mais de 900 leitores diarios deste blog ou incitar os mais ingenuos em erro. Sua participacao, enquanto associado ATIVO (quando nao poderia estar, por forca de lei) esta finalizada por aqui. Ate revogacao da liminar ou decisao com transito em julgado favoravel a aftb, nao permitiremos que mais associados venham aqui falar sobre esta oscip como se pudessem legalmente funcionar. Chega de palhacada.

  65. Mateus- joinville permalink
    24/06/2010 21:25

    Eraldo
    O que tu queres dizer com 13000 associados ativos?
    Dos 72000 que haviam até meados de março sobraram somente 13000?
    Se isso for verdade, será um a menos.
    Então entendo porque estão contemplando tantas pessoas por mérito, como foi no mês de maio.
    Depois que o estouro acontecer, a patotinha se manda e os otários é que pagam o pato.

    Renata,
    Concordo contigo, tens mais é que evitar comentários de pessoas que não contribuem com informações úteis.
    Peço que deixe o rapaz acima responder meu questionamento, pois é uma informação interessante a todos associados que estão acompanhando o andar do processo através do blog.

  66. Márcio permalink
    25/06/2010 18:37

    Boa tarde a todos,

    A muito tempo não comento neste blog, pois já sei o que quero e não tenho dúvidas sobre a AFTB.

    O que temos que deixar claro aqui é que tanto a Renata, quanto o Eraldo estão certos em partes. A Renata esta cobrando o que ela acha certo e o Eraldo Tb. E é pra isso que existe este grande forum, para trocar ideias e não para ficar acusando uns aos outros.

    Vou passar um pouco de informação que eu sei e pode valer pra várias pessoas.

    1.º) A AFTB está cumprindo sim a liminar, pois sua sede tanto no Rio de Janeiro e em São Paulo se encontra lacradas, não tem atendimento ao publico e não tem mais apresentação do sistema SAC. Isso pode ser comprovado no site oficial da AFTB, pois antes era bem visivel o local de reuniões e principalmente o botão para se cadastrar na organiação. Na liminar consta que a AFTB não poderá cadastrar novas pessoas e ela não o está fazendo. Na liminar não proibe que o associado continue divulgando a organização, pois somos livres de expreção e podemos nos manifestar quando quisermos. Sou associado mas não estou trabalhando desde fevereiro, pois acho muita cara de pau minha convidar pessoas para entrar num projeto que esta sendo processado, mas isso é uma opinião minha, não quero queimar o filme da AFTB em minha cidade, e para isso estou aguardando.

    2.º) O Evento de Maio foi um encontro de associados, promovido pelo comite de associados e não pela AFTB. No evento o presidente estava como associado.

    3.º) São mais de 70 mil associados inscritos no programa SAC, mas isso não quer dizer que todos estão ativos, pois muitos se inscrevem mas não pagam nenhuma, outros pagam a primeira e param de pagar, ou seja, associados que estão em dia pagando pontual e sem interomper são apenas 13 mil.

    4.º) O Jugamento do agravo de instrumento será dia 30 de junho proxima quarta feira, e estamos todos anciosos para que sair um resultado favorável para a AFTB, pois neste caso a organização voltará a funcionar normalmente e o processo continuará sendo analizaso. Então agora é só esperar mais alguns dias para saber o resultado e torcer para que seja o melhor resultado para todo o povo Brasileiro seje ele a favor ou contra a AFTB.

    5.º) No meu ponto de vista essa Ação Civil veio na hora certa, pois fez com que nós associados tivessemos acesso a vários dados que não tinhamos antes, também fez com que muitas coisas mudacem pra melhor, um exemplo é o novo regulamento do SAC que o associado ativo não perderá seu dinheiro se a AFTB não tiver verba pra entregar sua casa no prazo determinado. Essa mudança é uma garantia muito grande para todos, pois o maior medo era pagar os 30 meses e depois a AFTB não ter dinheiro em caixa para contemplar o associado, caso isso aconteça a AFTB fará uma nova previsão e passara para o associado que sua contemplação acontecera num novo periodo, e o associado poderá escolher se vai esperar este novo prazo ou não, no caso dele não querer esperar receberá todo o dinheiro de volta corrirido pelo indice da poupança, ou seja, na pior das hipotesis o associado estará fazendo uma “poupança” forçada.

    Conclução.:

    Todos temos visões diferenciadas, o que não podemos ser é cegos, e ter consiencia de que lei é lei e tem que ser cumprida.

    E na minha visão a AFTB está fazendo o certo parou suas atividades, e continua pagando quem acredita que a liminar será eliminada, continua indicando novos associados apenas os que também acreditam e tem como explicar para esses novos associados sobre essa limar.

    A parte de cadastro hoje está sendo feita apenas pela área restrita do associado, ou seja, o associado tem a plena certeza que isso é responsabilidade dele.

    A AFTB está atendendo os associados apenas pelo sistema de Chamados que por sinal muito bom, rápido e prático, que também fica apenas na área restita do usuário.

    Então a AFTB está cumprindo a liminar, os associados corajosos é que estão trabalhando sem o auxilio da organização.

    Att.
    Márcio Leal
    Associado AFTB a 10 meses

    • Renata permalink*
      26/06/2010 19:01

      “A parte de cadastro hoje está sendo feita apenas pela área restrita do associado, ou seja, o associado tem a plena certeza que isso é responsabilidade dele”

      Nao existe isto, se a oscip permite diretamente o cadastro, e conivente com a atitude dos que continuam (ilegalmente) cadastrando.

      A presenca do presidente enquanto “associado” nao pode e nao deve ser dissociada da condicao dele de RESPONSAVEL pela oscip. Outro ponto que prova a conivencia com cadastros.

      O julgamento do agravo de instrumento – favoravel ou nao a oscip – nao poe fim ao processo. Portanto, nao se iludam pensando que, se ganharem o recurso, ganharam a causa. Deve haver sentenca com transito em julgado FAVORAVEL a oscip para que nao haja nenhum problema legal. Podem consultar o juridico da aftb para comprovar o que estou escrevendo aqui.

      Desculpe-me, mas se tem associado recrutando mais pessoas, continua existindo descumprimento da decisao. Mesmo que a “justificativa” seja a confianca na aftb, o recrutamento, neste momento, e proibido por lei e e isto que quem recruta deveria informar ao coitado que esta sendo recrutado. E digo coitado porque, neste blog, apareceram inumeros depoimentos de pessoas que associaram-se sem saber que tinha impedimento, apenas confiando na palavra do patrocinador – que e o que geralmente ocorre nestes esquemas de mmn.

  67. Bruno permalink
    27/06/2010 3:42

    Já passou a hora da Justiça do RJ decretar a PRISÃO da diretoria dessa associação e de alguns de seus associados que insistem em desrespeitar a ORDEM contida na liminar que impede de associar novos incautos, cobrar as mensalidades e fazer propaganda desse esquema. Essa associação está PROIBIDA de funcionar por força da liminar.
    O crime de desobediência está previsto no art. 330 do Código Penal e prevê a pena de 15 dias a 6 meses de detenção.

  68. Mateus- joinville permalink
    27/06/2010 13:33

    Renata,
    Tu podes me dizer exatamente a partir de que data a liminar começou a valer?
    Penso que todos que foram associados depois da liminar estão irregulares, e estes poderão sair da AFTB e pedir seu dinheiro de volta, via Procon, ou Judicial.

    • Renata permalink*
      28/06/2010 11:57

      Se for confiar somente no site http://srv85.tjrj.jus.br/consultaProcessoWebV2/consultaMov.do?v=2&numProcesso=2010.001.035818-6&acessoIP=internet
      a liminar foi concedida em 5.2.2010, e o mandado foi juntado em 12.3.2010.

      Juridicamente, valeria para os novos associados a partir da ciencia da decisao por parte da aftb. Eu nao tenho como informar com certeza qual das datas prevalece (e se seriam estas realmente), so vendo o processo ou consultando o juridico da aftb. Mas apostaria, pelas informacoes no site, na data de 12.3.2010 – a partir dai, as associacoes, a meu ver, foram feitas de forma irregular.

  69. Alex Monte permalink
    27/06/2010 17:38

    Acredito que a justiça vai deixar a AFTB funcionar normalmente, pois julgar favoravel o agravo, não há crime no que a AFTB faz isso é um fato qual é o crime no q ela faz ??

    Associa-se quem quer e pagar quem quer.

    Esquema de piramide pode ser q seja caracterizado ou nao.

    Enfim vamos esperar !!!

    • Renata permalink*
      28/06/2010 11:58

      Segundo o MP, a aftb opera em esquema de piramide e e isto que o processo decidira, nao so apos julgamento do agravo, mas apos final do processo, com sentenca transitada em julgado (sem possibilidade de recurso).

  70. silvano permalink
    27/06/2010 22:15

    Só quero saber uma coisa, caso a AFTB acabe, qual sera o direito do associado, uma coisa eu sei, eu tava pagando para daqui 30 meses receber um imovel, agora se eu não receber nada, vou querer meu dinheiro de volta e quem vai me garantir isso?

    • Renata permalink*
      28/06/2010 12:04

      Talvez a justica, ou tente negociar com a aftb uma solucao, para o caso do processo ser julgado desfavoravelmente a oscip no final.

  71. Stefany Palma permalink
    30/06/2010 19:44

    Renata, obrigada pela sua resposta a minha pergunta. Como o colega acima disse, entao, seguindo a data de 12.03.10, quem se associou após essa data, com ou sem conhecimento desse processo que foi “descoberto” pelos associados e divulgado pela aftb em abril, pode via procon ou processo pedir ressarcimento do dinheiro? é complicado fazer isso?

    • Renata permalink*
      01/07/2010 14:36

      Pode e deve, nao e complicado, pode ser demorado ou pode ser que voce nao ganhe a causa porque esta aftb previu expressamente que as contribuicoes dos desistentes seriam tidas como “doacoes” num primeiro momento.
      Entretanto, como MUITA GENTE associou-se quando a oscip deveria estar parada, este argumento pode ser nulificado. Corram atras antes que esta oscip se descapitalize rapidamente pelos gastos com processo, pelas desistencias e (por que nao levantar a hipotese?) pela ma fe de alguns que podem estar desviando dinheiro.
      Tente reaver enquanto ha dinheiro em caixa e enquanto a discussao na acao civil publica esta em andamento.

  72. Italo Rodrigues Pinto Junior permalink
    30/06/2010 20:57

    A AFTB recorreu contra a liminar proferida em primeiro instância.

    Veja o resultado mostrado pelo Twitter da AFTB (http://twitter.com/aftb)

    “A liminar foi mantida. A AFTB recorrerá em Brasília. Aguardem mais informações.”

    Vocês acham que em Brasília eles irão reverter a situação? Amigos da AFTB, infelizmente a Associação já deveria ter sido fechada há muito tempo (e foi) mas vocês continuam cobrando as contribuições dos associados (o que foi proibido com a liminar)

    Como sabemos que o Poder Judiciário no Brasil não funciona direito eu indicaria ao Sr. Carlos Rotermund que reabrisse o escritório que foi lacrado e republicar o site http://www.aftb.com.br que foi fechado por determinação judicial e foi reaberto em servidor de outro país no endereço http://www.aftb-oscip.org . Afinal, se continua cobrando as Contribuições Associativas deveria descumprir logo todos os pedidos judiciais…

    Fica a minha indignação com essa Justiça que não pune esse tipo de atitude. Se a liminar manda a Associação parar de cobrar:

    “b) que não seja cobrada dos consumidores prestações periódicas ou qualquer outros valores oriundos dos “SAC – SISTEMA ALTERNATIVO DE CRÉDITO” da Associação Frutos da Terra Brasil, ou plano equivalente, sob pena de multa diária de R$50.000,00 (cinqüenta mil reais);”

    Eles continuam enviando os boletos e recebendo os pagamentos normalmente e quem não pagar será expulso da associação (lembrem-se que quem for expulso perderá o direito de receber qualquer estorno que a Justiça venha a realizar mediante venda de todos os bens da associação e recebimento das prestações de quem já recebeu imóveis).

    Justiça bonita essa nossa. Pune no papel, mas na realidade continua a mesma coisa.

    • Renata permalink*
      01/07/2010 14:31

      Realmente, recurso da aftb foi desaprovado, POR UNANIMIDADE. Segue abaixo o link com a info do resultado do julgamento

      http://www.tj.rj.gov.br/scripts/weblink.mgw?MGWLPN=DIGITAL1A&PGM=WEBPCNU88&LAB=CONxWEB&PORTAL=1&N=201000210164&CNJ=0013245-30.2010.8.19.0000^N” OnMouseOut=

      Aviso aos leitores e associados (ativos) desta oscip – ELA ESTA IMPEDIDA DE FUNCIONAR. Neste blog, manifestacao de associado ativo so sera aprovada se trouxer alguma informacao relevante e concreta sobre o processo. Ja avisei antes e, agora, com o resultado desfavoravel a aftb, preciso reiterar, porque sei que alguns “espertinhos” tentam utilizar este espaco para dar credibilidade a oscip e tentar passar info pra recrutamento.

      “Eles continuam enviando os boletos e recebendo os pagamentos normalmente e quem não pagar será expulso da associação (lembrem-se que quem for expulso perderá o direito de receber qualquer estorno que a Justiça venha a realizar mediante venda de todos os bens da associação e recebimento das prestações de quem já recebeu imóveis).”

      Uma denuncia coletiva acabaria com este recrutamento ilegal. Nao e so o Judiciario, a apatia coletiva contribui horrores para estes abusos (e muitos outros que ocorrem em nosso pais).

  73. Junior permalink
    01/07/2010 15:02

    Pois é…
    KKKKK é o que eu posso dizer da justiça brasileira. Só rindo mesmo, para nao chorar!

    A juíza que estava ontem na audiência pediu novos documentos para a AFTB. Oras, vocês acham que a juíza foi para uma audiencia de julgamento de agravo SEM LER ANTES O PROCESSO???? Claro que não!! Se pediu mais documentos é pq não está bem convencida das provas da AFTB, e quer saber mais sobre isso, ou seja, deu um tempo ao judiciário para não dar margem de negar e a AFTB ter subsídio para recorrer com mais força. O que ela deu, foi um prazo para que o MP amealhe mais provas contundentes!! Isso é comum acontecer: o juiz saber que a causa é ganha por um, nao julga para que este um fique mais forte, e o outro fica achando que tem razão!!!
    Mas esse julgamento vai sair sim!!! E neste dia será o dia o Deus nos acuda na AFTB!! Quero ver se vão continuar cobrando mandando boleto, e avisando sobre tudo por sms, menos sobre a tal proibição de funcionar completamente!!!

    Essa estória pra boi dormir que eles contam que eles estao impedidos e sem funcionar, mas nao tem liminar que mande nos associados é bem coisa de malandro.

    Me expliquem uma coisa, pq minha inteligencia nao alcança tamanho raciocinio:
    _ Quem respondia por processo de contrabando e não tinha dinheiro para ir de São Paulo até Fpolis para uma audiência, tem menos de 3 anos depois 2 milhões para emprestar para uma ong cuja diretoria é toda de sua família??
    Não consigo imaginar como ocorreu esta MÁGICA.

    Cadê o comprovante de depósito deste empréstimo? Cadê a cópia do cheque? O Carlos Rotermund é o único técnico em eletrônica deste país que ficou milionário em 2 anos. O único! Depois querem processar o Sérgio Arrejoria!! Caras de pau!

    Antes que os fanáticos da AFTB cantem vitória (antes do tempo) quero aqui deixar público que:

    _ Tem o MP/SP também denúncia e investigação!!
    _ Tem o MP/MG também denúncia e investigação!!
    _ Tem o MP/SC também denúncia e investigação!!

    Fora os processos civis que existem por todo o Brasil e dos quais só ouvi falar, não sei se é verdade!!!

    Alguem acha mesmo que a AFTB não será dissolvida??

    Em caso de isso ocorrer, vai tudo para uma nova oscip ( que associados descontentes já criaram), com diretoria diferente e tudo diferente.

    Se soubéssemos que era uma empresa fantasiada de ong, que só queriam roubar dinheiro de gente honesta, que havia este maldito marketing multi-nível eu nao teria entrado.

    Agora vem este Eraldo, que vive nao sei de que, mas acho que é um marketeiro-macaco, aquele que vive de pular de MMN em MMN, me encher o saco, achar que o que eu falei é mentira, blá, blá.

    Nada do que eu coloquei aqui neste blogs, nos meus comentários é mentira, nada mesmo!!

    E nem sabe reconhecer estilo de linguagem, a Renata escreve de um jeito, eu escrevo de outro… estilos bem diferentes! Ah!! Não sabe o que é estilo e nem sabe reconhecer as diferenças! Desculpe, minha culpa: Estudei em Colégio PARTICULAR, não entrei na faculdade pela porta dos fundos! Prestei vestibular (28×1) e passei. E a gente sempre julga os outros por si próprio.

    Obrigado por esta oportunidade
    e Renata… desculpe as gresserias… perdi minha paciencia!

    Jr

  74. Milton permalink
    01/07/2010 15:57

    Li em um dos comentários a preocupação de um associado sobre a possibilidade de reaver o valor pago, a título de doação.
    Pode ficar tranquilo (?!!!!!!!).
    Sempre que a AFTB perder uma causa, e não tiver dinheiro em caixa, os imóveis alienados à AFTB serão garantidores das dívidas, pelo menos até o valor da dívida do associado. Afinal foi com o dinheiro das doações que tais imóveis foram adquiridos.
    Quanto maior for a lista de imóveis conseguidos por antecipação, mérito e tempo decorrido, maiores serão as garantias de dinheiro em caixa.
    A menos que a AFTB ainda não tenha quitado os imóveis junto aos seus proprietários anteriores. Mas isto é só uma hipótese, o mercado não permitiria 02 fanciamentos para o mesmo imóvel (!????????).

  75. Mateus- joinville permalink
    05/07/2010 21:38

    Boa noite…
    Para todos que interessar, segue link http://www.aftb-oscip.org/noticias?c=47
    Questionei eles sobre a data da liminar… a resposta foi o link acima.
    Pelo diagrama deles a liminar foi concedida em 05/02/2010, sendo assim, entendo que todos aqueles que entraram após esta data estão irregulares, não valendo seus cadastros.
    Já fiz através do acesso restrito, em chamados, a solicitação do cancelamento da minha associação e o pedido de devolução do valor pago.
    Irei aguardar… caso eles neguem a devolução farei a reclamação no Procon, e se precisar via judicial.

    • Renata permalink*
      06/07/2010 6:56

      Não sei se repararam que o “diagrama” jurídico, em nenhum momento, menciona EXPRESSAMENTE a proibição de cadastros desde a concessão da liminar. Concordo com um leitor daqui que mencionou que este pessoal desta oscip (os tais associados “ativos” e dirigentes) tinham que responder civil e penalmente pelo descumprimento da decisão. Ridiculamente, mencionam que um dos desembargadores expressou a POSSIBILIDADE de reversão do julgamento caso fossem apresentados fatos novos. Isto não tem peso prático nenhum, já que o recurso foi desprovido, inclusive, por este desembargador. Eles se apegam a detalhes que incitam as pessoas a pensarem que a situação é menos grave do que realmente é. Esta oscip tem que estar FECHADA, sem cadastro, sem FUNCIONAR. Simples assim. E, sim, tem que devolver dinheiro de quem entrou irregularmente e quer (prudentemente) cair fora neste momento.

  76. Jota Ká permalink
    11/07/2010 22:26

    Ementa do acordão do TJRJ que negou a cassação da liminar da lacração da AFTB

    AÇÃO CIVIL PÚBLICA. DEFERIMENTO
    PARCIAL DE LIMINAR. AGRAVO DE
    INSTRUMENTO. INDÍCIOS TRAZIDOS EM
    RELATÓRIO DO BANCO CENTRAL DO BRASIL,
    DEMONSTRAM A PLAUSIBILIDADE DO
    DIREITO INVOCADO PELO MINISTÉRIO
    PÚBLICO. NENHUMA ILEGALIDADE NA
    DECISÃO AGRAVADA, PORQUANTO DE
    ACORDO COM OS MANDAMENTOS LEGAIS E
    COM OS PRINCÍPIOS DA RAZOABILIDADE, DO
    BOM SENSO, DAÍ PORQUE DEVE SER
    APLICADA A SÚMULA Nº 59, DESTE TRIBUNAL
    DE JUSTIÇA. MANUTENÇÃO DA DECISÃO.
    CONHECIMENTO E IMPROVIMENTO DO
    AGRAVO

    Íntegra do acórdão (em pdf):

    http://srv85.tjrj.jus.br/ConsultaDocGedWeb/faces/ResourceLoader.jsp?idDocumento=0003674FC0A0536F1D7C95E90A4165BA99F7D5C402471B5D

  77. Luiz permalink
    12/07/2010 13:48

    para quem ja participa é interessante sair do negocio ou esperar um pouco mais?

    • Renata permalink*
      12/07/2010 14:03

      Por favor, leia o trecho abaixo da decisão. Na minha opinião, quem está participando NÃO SÓ deveria sair como deveria pleitear o dinheiro de volta – principalmente os que associaram-se após a liminar (estes NEM PODERIAM ter se associado, pois a decisão proibiu a oscip de cobrar prestações periódicas dos associados – está expresso no trecho abaixo transcrito -, coisa que a aftb continuou fazendo após intimação da decisão).

      Ora, uma oscip que é considerada pirâmide inclusive em segunda instância (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) e que descumpre determinação judicial carece (e muito) de credibilidade, a esta altura dos acontecimentos. Fica minha sugestão: PULEM FORA. PEÇAM DINHEIRO DE VOLTA, se o processo for julgado favorável a esta aftb, AO FINAL, voltem a contribuir, caso (ainda) acreditem nesta proposta, cuja viabilidade financeira nunca foi comprovada (independentemente de processo judicial).

      “O Ministério Público em suas contrarrazões afirmou ter proposto a ação civil pública pelo fato de a associação agravante estar administrada por Carlos Alberto Lilenthal Rotermund, com o propósito de lacrar seu estabelecimento empresarial e obstar que a mesma cobre dos associados prestações periódicas ou quaisquer outros valores oriundos do SAC – Sistema Alternativo de Crédito, ou plano equivalente, uma vez que comprovado no
      inquérito civil nº 578/2009 que a AFTB se aproveita da qualificação de OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, concedida pelo Ministério da Justiça e de seu suposto caráter não lucrativo, para angariar associados que contribuem para um sistema, onde lhes é prometida a aquisição da casa própria.
      No entanto, na verdade, trata-se de um sistema ilícito e fraudulento, com todas as características do “ esquema pirâmide
      ” ( sic – fls. 933 ).”

  78. Jota Ká permalink
    29/07/2010 21:51

    Olha aí mais um esquema de pirâmide desmascarado, que prejudicou inúmeros investidores de Minas Gerais:
    .

    http://www.agitomais.com.br/index.php?base_principal=noticias&id_busca=2711&tag=firv;_vers%E3o_mineira_de_bernard_madoff_some_com_r$_50_milh%F5es

  79. Luiz Felipe permalink
    30/07/2010 7:41

    Bom dia Renata, Fernando.
    Parabéns pelo trabalho de alerta.
    Infelizmente as vezes, não temos tempo suficiente para conseguir avisar a todos e as consequencias são previsíveis. Lembra da empresa que eu estava na cola para tentar avisar aos associados de que se tratava de piramide? http://www.firv.com.br
    Então… não deu muito tempo… segue noticia publicada ontem… muitas pessoas em Minas e São Paulo ficaram sem ver a cor do dinheiro.
    Continuamos a luta! Parabéns pelo esforço.

    Empresário desaparece após dar golpe de R$ 50 milhões em investidores

    Divulgação/Portal Uai Versão mineira de Bernard Madoff, operador de Wall Street acusado de controlar esquema bilionário de pirâmide financeira, o empresário Thales Emanuelle Maioline, de 34 anos, que administrava um fundo de investimentos de R$ 50 milhões, está desaparecido desde a sexta-feira passada. Ele teria sumido levando todo o dinheiro da Firv Consultoria e Administração de Recursos Financeiros, a ele depositado em confiança por cerca de 2 mil investidores de Itabirito, Belo Horizonte e de outras 12 cidades do interior de Minas Gerais, incluindo donos de faculdades, construtoras e também pessoas comuns, que vendiam suas casas e largavam os empregos passando a viver dos altos rendimentos prometidos pelo suposto fundo de ações.

    Link inteiro da notícia: http://www.dnonline.com.br/ver_noticia/47379/

  80. Fernando permalink*
    03/08/2010 0:23

    Obrigado tbém por sua contribuição Luiz Felipe. O sujeito que tava na cabeça do “negócio” foi muito rápido mesmo. Sabendo de alguma outra notícia sobre o caso ou sobre qualquer outro “negócio” suspeito, o espaço está aberto a ti para passar a informação e discutir a respeito.

    Saudações

  81. Alex Monte permalink
    04/08/2010 18:53

    alguem sabe me dizer em q pé anda a ação contra a AFTB ??

  82. Fernando permalink*
    05/08/2010 0:26

    alguem sabe me dizer em q pé anda a ação contra a AFTB ??

    ——————————Continua na mesma: AFTB, por determinação judicial, está proibida de cobrar a contribuição associativa, de operar o SAC, e seus membros estão PROIBIDOS de recrutar.
    .

    http://srv85.tjrj.jus.br/ConsultaDocGedWeb/faces/ResourceLoader.jsp?idDocumento=0003674FC0A0536F1D7C95E90A4165BA99F7D5C402471B5D

  83. Nilson Barbosa permalink
    05/08/2010 13:25

    Pessoal eu já informei neste site algumas informações da AFTB. Porém não é publicado. Acho que existe censura prévia.
    Nilson Barbosa

    • Renata permalink*
      06/08/2010 0:53

      se você está trabalhando numa oscip que não pode funcionar por determinação legal (ao menos até decisão em sentido contrário), o blog reserva o direito de não publicar nada de quem descumpre lei. Fora, claro, a questão da inadequação do comentário a regra do post. Eu iria até alem, diria que este assunto (terceiro setor) foi muito abordado por aqui e em nada acrescenta a discussão sobre o processo movido pelo MPRJ.

  84. Fernando permalink*
    05/08/2010 20:43

    Nilson, não existe censura prévia. O que existe é inadequação de seus comentários às regras do site, aliado ao desconhecimento seu sobre o assunto “Administração Pública”. Como é que vc pode dizer que os 3 novos setores do ESTADO, resultantes da reforma de seu aparelho (processo de DESCENTRALIZAÇÃO – reforma Bresser), são três setores da ECONOMIA? E o que isso tem a ver com a ação civil movida pelo Ministério Público, possuidor da prerrogativa de fiscalizar esse tipo de entidade paraestatal? Isso que vc tentou fazer é a clássica postagem de um SPAM, que nesse caso se configura uma falácia do aviãozinho (nº 28):

    http://industriadadecepcao.wordpress.com/2007/11/02/sofismas-falacias/

    Antes de escrever aqui, estude e raciocine um pouco. Não vomite a torto e a direito o material que te passam nos eventos da AFTB. E leia as regras do site para comentários:

    http://industriadadecepcao.wordpress.com/regras/

  85. Junior permalink
    06/08/2010 12:05

    Gente, estou de olho no processo no Rio, e descobri (acho qeu vcs já viram tb), que o Carlos – presidente, não se defendeu. Foi decretada a revelia dele!

    Por favor, me ajudem a entender uma coisa: se ele foi decretado a ser revel, isso significa que o processo vai continuar sem ele opinar, mas como se fosse ele ter aceitado tudo o que os autores disseram na inicial? Estou certo??

    Abaixo a decisão

    Tipo do Movimento: Decisão – Decisão Determinação
    Data Decisão: 29/07/2010
    Descrição: 1 – Declaro a revelia do 2º réu. 2 – Ao MP, em réplica.
    Documentos Digitados: Despacho/Sentença/Decisão – sem certidão

    tirado de http://srv85.tjrj.jus.br/consultaProcessoWebV2/consultaProc.do?numProcesso=2010.001.035818-6&tipoConsulta=publica&CNJ=0038222-83.2010.8.19.0001^N

    Como diz meu pai: Santa Picaretagem….
    o Carlos vai toda segunda falando na reunião on line, e só fala do SAC, e nada diz sobre a ação, não explica o pq não caiu a liminar ainda, onde está o dinheiro nosso, etc, etc, etc…

    Espero que você Renata, possa me ajudar nesta dúvida que postei aí. E agradeço desde agora.

    Jr

    • Renata permalink*
      08/08/2010 14:40

      “Por favor, me ajudem a entender uma coisa: se ele foi decretado a ser revel, isso significa que o processo vai continuar sem ele opinar, mas como se fosse ele ter aceitado tudo o que os autores disseram na inicial? Estou certo??”

      Não é bem assim, ele pode intervir no processo a qualquer momento. Revelia induz presunção de veracidade de matéria de FATO (exemplo de uma, a alegação no sentido de que ele é o responsável pela oscip), mas as questões de direito (exemplo de uma, definição jurídica de pirâmide) podem ser julgadas em favor do réu revel. Sem falar que desta decisão que decretou revelia, cabe recurso.

      Neste caso específico, eu entendo que a revelia nem é tão “grave” assim, considerando-se que a aftb e o próprio Carlos ajuizaram ações contra o MPRJ. Estas ações poderão ser julgadas de forma favorável aos réus (acho pouco plausível, se formos considerar que, até o momento, as decisões foram todas desfavoráveis a oscip). Picaretagem é esta oscip funcionar ‘debaixo dos panos”, com o sujeito realizando reuniões semanais. Não entendo como associados novos, ou alguns que desistiram em razão do processo não denunciam. Eu não pagaria imposto para reaver meu dinheiro.

  86. Renata permalink*
    08/08/2010 14:23

    “Repito se você mora em São Paulo você pode conseguir este documento (RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE – Desde a Fundação), na sede da AFTB, ou solicite de algum amigo que mora em São Paulo.
    A liminar proíbe recebimento de mensalidades, mas deve ser muito interessante para os economistas desta liminar. Nem em sistemas socialistas/comunistas você consegue esta proeza. Entregar um produto sem a pessoa fazer sua parte.”

    Enquanto aftb estiver proibida de funcionar, discussões incidentes (ex – “projeto”, “sustentabilidade”) não são relevantes para este blog. Quando, e se a oscip reverter a decisão, voltaremos aos debates.

    “Não tenho certeza se vai ser publicado.”

    Daqui pra frente, nenhum comentário que não aborde ou traga informações sobre o processo não será aprovado. A resposta é não, particularmente, eu não aprovarei nenhum comentário com discussão incidental ou opinião sobre o processo. O foco aqui é a ação civil pública, neste momento. A discussão sobre proposta e sustentabilidade só será produtiva SE a liminar for revogada (o que não ocorreu).

    • Nilson permalink
      08/08/2010 19:32

      Seria importante buscar mais informações sobre suas fontes. O processo que Júnio, comenta e ainda existe outra pessoa que informa que a versão publicada é verdade?
      Recomendo apresenta a versão de revelia. No link (http://srv85.tjrj.jus.br/ConsultaDocGedWeb/faces/ResourceLoader.jsp?idDocumento=0003674FC0A0536F1D7C95E90A4165BA99F7D5C402471B5D) do Tribunal de Just~iça do Rio de Janeiro não informa nada da decisão dos desembargadores sobre revelia.
      Júnior, e outros acompanhe melhor, pois não ocorreu revelia neste processo.
      Existe informações de alta qualidade, e informações de baixa qualidade. Vamos primar nas informações de alta qualidade? Eu estou provando que a minha informação é de alta qualidade
      Não tenho certeza se vai ser publicado, mas, é o meu papel, de informar.
      Por favor, façam seus comentários sem agressão.

      Um abraço, e fique sempre com Meu senhor, Meu Deus!
      Tenham um dia espetacular,
      Nilson Barbosa
      Conte sempre conosco!

    • Renata permalink*
      08/08/2010 21:21

      A fonte do Junior é tão fidedigna quanto a sua, vcs consultaram o mesmo processo em instância distinta. Houve revelia SIM.

      http://srv85.tjrj.jus.br/consultaProcessoWebV2/consultaProc.do?numProcesso=2010.001.035818-6&tipoConsulta=publica&CNJ=0038222-83.2010.8.19.0001^N

      Informe-se melhor você Nilson. O blog não publica informações “de baixa qualidade”, o Junior postou o link que comprova a alegação dele e parece-me que a sua intervenção visa somente a confundir, não consigo acreditar que você questiona uma fonte tão patentemente verídica.

      “Não tenho certeza se vai ser publicado, mas, é o meu papel, de informar.
      Por favor, façam seus comentários sem agressão.”

      Seu “papel”, enquanto defensor de aftb seria de informar que a oscip está FECHADA. Este seria o papel de qualquer um que sabe que há determinação para que a oscip fique fechada, até decisão em sentido contrário. E existem tipos e tipos de agressividade. Eu acho extremamente agressiva qualquer intervenção a favor de aftb que não mencione expressamente o fato de que esta oscip deve estar FECHADA e sem associação ativa até segunda ordem.

  87. Nilson Barbosa permalink
    08/08/2010 16:03

    O Júnior comentou no dia 06/08/2010 ás 12:05 que:
    “Gente, estou de olho no processo no Rio, e descobri (acho qeu vcs já viram tb), que o Carlos – presidente, não se defendeu. Foi decretada a revelia dele!”
    Júnior acompanhe melhor, pois não ocorreu revelia.

    Não tenho certeza se vai ser publicado, mas, é o meu papel, de informar.
    Por favor, façam seus comentários sem agressão.

    Um abraço, e fique sempre com Meu senhor, Meu Deus!
    Tenham um dia espetacular,
    Nilson Barbosa
    Conte sempre conosco!

    • gap permalink
      08/08/2010 16:41

      Nilson.

      Os comentários anteriores eu deletei porque são assuntos amplamente rebatidos nos comentários (sustentabilidade). Me desculpe. Falha minha de aprová-los.

      http://industriadadecepcao.wordpress.com/regras

      Com relação à revelia do presidente, está lá no processo, não foi inventado pelo leitor. Acesse o link que ele passou.

  88. Fernanda permalink
    10/08/2010 9:59

    Gente,

    Olha que absurdo o e-mail que eu recebi (porque era associada):

    “09 de Agosto
    Prezado Associado;

    Certidão de OSCIP

    É com imensa satisfação que informamos a manutenção da qualificação deOSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, concedidapelo Ministério da Justiça à Associação Frutos da Terra Brasil no dia 06de agosto deste ano. Tal renovação confere à AFTB a competência para atuar em projetos e programas sociais que o governo não consegue atender. Parabéns a toda equipe e a todos associados, essa conquista pertence a todos nós.
    Segue o link da nova Certidão de OSCIP contida no site da Associação.

    http://www.aftb-oscip.org/pdf/certidao2011.pdf

    Transferência de Inscrição

    Em pouco mais de 3 anos de existência, a AFTB já possibilitou a realização do sonho de dezenas de famílias brasileiras. Porém, em respeito ao despacho proferido acerca da Ação Civil Pública, sob o nº0038222-83.2010.8.19.0001, perante a 2ª Vara Empresarial da Comarca doRio de Janeiro, emporariamente foi suspensa a emissão de documentos para ativação de novas inscrições. Desta forma, para atender a demanda de associados que queiram ingressar aos programas sociais da AFTB, assim como aqueles que queiram disponibilizar a sua inscrição, criamos um sistema de transferência de cadastros. Por meio deste sistema, reunimos inscrições inativas que podem ser disponibilizadas sem ônus a novos interessados, e inscrições ativas.Neste caso, o associado titular da inscrição poderá sugerir um valor de transferência a ser tratado diretamente com os interessados. Como benefício, o novo titular da inscrição assumirá todas as características do cadastro requerido, tais como:
    - o valor da contribuição associativa;
    - o valor do crédito habitacional;
    - o resgate da rede social;
    - o resgate do bônus;
    - o resgate do tempo de contribuição associativa.

    Independente do tempo de contribuição existente na inscrição requerida,o novo associado deverá cumprir o período aquisitivo de seis meses, oque comprova sua capacidade de pagamento. É importante salientar que a AFTB não irá interferir nos acordos detransferência de cadastro e não terá participação em eventuais lucros, cabendo aos interessados a liberdade de decisão quanto ao resultado satisfatório para ambas as partes.”

    Já denunciei para o Ministério Público do RIo de Janeiro e eles falaram que já estão tomando as providências…

    Isso dá um desesperooo!!

    • gap permalink
      10/08/2010 12:05

      “Independente do tempo de contribuição existente na inscrição requerida,o novo associado deverá cumprir o período aquisitivo de seis meses, oque comprova sua capacidade de pagamento.

      É, MPRJ, olha só quem anda descumprindo liminar judicial.
      Você fez muito bem em denunciar.
      A AFTB precisa urgente de um cara especialista em gerenciar crises, porque eles não param de dar tiro no pé.

  89. Lucas permalink
    11/08/2010 0:05

    Moro no interior de SP e acabo de chegar da visita que fiz à Grand Expo Bauru 2010, feira agropecuária que é realizada todos os anos nessa cidade, no Recinto Mello Moraes.
    E nessa feira há um stand divulgando essa associação e captando interessados em se filiar e obter essas cartas de crédito prometidas.
    Fiquei curioso, pedi informações e entregaram-me um folheto, com as simulações de valores de carta de crédito, contribuições, etc, e nele consta um site que parece ser das pessoas que estão organizando essa captação de clientes (www.moradiafacil.com.br,
    Nesse folheto também há um carimbo indicando que essa AFTB agora está em novo site (www.aftb-oscip.org).
    O mais incrível que é acessando esse novo site dessa associação consta, além de uma explicação “passo a passo” ( numa redação precária..) da ação movida pelo Ministério Público do RJ, um alerta dizendo que em respeito à liminar concedida eles “reduziram” “todos os eventos de divulgação da associação para a população” e a “emissão de documentos para ativação de novos sócios”.
    Ora, o que se está fazendo na referida feira, por meio dos associados ou representantes, coligados ou sei lá o que sejam os divulgadores, não é justamente violar descaradamente essa liminar?
    Quem quiser checar se existe esse stand é só ir até a referida feira, num galpão destinado ao comércio, ou então contatar a entidade que a organiza (www.arcobauru.com.br), a qual, aliás, deve desconhecer completamente o que seja essa AFTB e a proibição do seu funcionamento, ou então pedir para alguém averiguar lá. A feira estará aberta ao público até domingo próximo, 15/8.

    • Fernando permalink*
      11/08/2010 0:15

      Exatamente Lucas! Violam a liminar na maior cara dura, ou seja, trabalhando na ilegalidade.

    • Lucas permalink
      11/08/2010 1:30

      Só esclarecendo e complementando: o stand deve ter sido alugado da organizadora da feira pelos associados/divulgadores/sei lá o quê dessa AFTB, como fizeram os demais expositores e comerciantes. Assim, existe bastante prova para demonstrar o descumprimento da liminar, o desrespeito acintoso à Justiça e impor a multa de R$ 50 mil à AFTB.

  90. cesa permalink
    11/08/2010 0:42

    Ministério Público do RIo de Janeiro reconhece que O titulo de OSCIP é verdadeiro e válido.No momento não vão poder feixa a AFTB totalmente.Pois a sintuação dela passou na analise. http://www.aftb-oscip.org/pdf/certidao2011.pdf O quê devo fazer ?

    • Renata permalink*
      11/08/2010 11:17

      A certidão que você postou não ALTERA EM NADA no processo.
      O processo ajuizado pelo MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO DE JANEIRO não questiona a qualificação da aftb como oscip, que é dada pelo MINISTÉRIO DA JUSTIÇA. O processo questiona a FORMA como a oscip opera, o MPRJ alega que a aftb é um esquema de pirâmide, o Juiz concordou e o Tribunal de Justiça do RJ endossou.
      Há uma liminar que PROÍBE a aftb de funcionar. Portanto, se estão contemplando, cobrando, recrutando, estão descumprindo a lei.

      “O quê devo fazer ?”

      Pular fora (se associou-se), constituir advogado (ou vá ao procon que não precisa obrigatoriamente de advogado), tentar reaver seu dinheiro, se já gastou. Se não entrou, NÃO ENTRE (nem poderia entrar agora porque tem determinação judicial que PROÍBE a aftb de cobrar mensalidade).
      Pelo o que vi nos últimos dias, a aftb tá fazendo de tudo pra transferir recursos e responsabilidade para os associados. Se perder na Justiça, lamento informar que os associados serão os maiores prejudicados (principalmente os que foram contemplados e entraram depois que a liminar foi concedida). NÃO SE DEIXE ENGANAR PELAS CONTEMPLAÇÕES. Tá tudo errado com a aftb neste momento.

    • Renata permalink*
      24/08/2010 10:46

      Aos interessados, informação sobre andamento atual do processo

      o réu Carlos Rotermund não é mais revel (ou seja, poderá manifestar-se sobre toda a matéria de fato e de direito abordada contra ele). Segue integra da decisão:

      “Recebo os embargos de declaração, acolhendo-os. O juízo só tomou ciência de que o segundo réu havia entrado com exceção de competência, nesta data, quando tomou conhecimento da precatória juntada às fls.1635/1642 , pois em nenhum momento o réu comunicou que tinha tomado tal providência. Desentranhe-se a exceção de incompetência de fls. 1636/1641, formando incidente em apartado, que deverá voltar concluso. Revogo a decisão de fls. 1603 e suspendo o processo até o julgamento da exceção.”

      Fonte

      http://srv85.tjrj.jus.br/consultaProcessoWebV2/consultaProc.do?numProcesso=2010.001.035818-6&tipoConsulta=publica&CNJ=0038222-83.2010.8.19.0001^N

      O que ocorreu é que o presidente da aftb entrou com um pedido para que a ação seja julgada em outro lugar. Até julgamento deste incidente (chamado de “exceção de incompetência”), o processo principal (ação civil pública) estará suspenso. Importante: aftb deve ficar fechada sem associar ou cobrar mensalidade até segunda ordem. Quem souber de descumprimento (e foram várias as “denúncias” por aqui, pode noticiar através da ouvidoria do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, por e mail mesmo, direto no site http://www.tjrj.jus.br).

  91. Mateus- joinville permalink
    02/09/2010 21:59

    Boa noite a todos
    A quem possa interessar quero deixar aqui uma dica para aqueles que se associaram após a liminar do MP.
    Como havia comentado anteriormente, achava que aqueles que haviam se associado após a liminar estavam inscritos irregularmente, sendo assim, as regras do SAC não se aplicavam.
    Pois bem, entrei com um chamado na área restrita solicitando o meu desligamento da AFTB devido a estar cadastrado de forma irregular. Também pedi o reembolso dos valores pagos já que as regras não se aplicavam no meu caso.
    Inicialmente uma tal de Cintia respondeu que era impossivel devolver os valores, conforme as regras estabelecidas pela AFTB e que eu teria concordado. Argumentei que o meu caso era diferente, porem ela insistia sempre na mesma história.
    Então ameacei registrar queixa junto ao PROCON.
    Depois de alguns dias houve um novo contato, porem agora dando uma “alternativa” para atender a minha solicitação.
    Mesmo sabendo que a minha inscrição era irregular, foi me oferecido fazer uma cessão de diretos, a favor de outra pessoa que tinha interesse em entrar no SAC, porem devido a liminar estaria impedido.
    Achei que fosse mais uma invenção deles querendo ganhar tempo, porem respondi ao email enviado aceitando a proposta.
    Passado alguns dias precisei apertar eles sobre a cessão de direitos, que então enviaram um documento para eu assinar fazer a tal cessão de direitos a um fantasma, opis não havia nenhum nome no documento. Como eles pediram apenas que eu assinasse e enviasse via correio, sem que fosse feito reconhecimento de firma, fiquei tranquilo.
    Mandei os documentos via Sedex, e assim que confirmei o recebimento passei um email dando os dados de minha conta para deposito.
    No dia seguinte recebi um email pedindo para confirmar o deposito, que para a minha surpresa estava lá. UFA… escapei bem dessa roubada….
    Espero que essas informações sirvam de ajunda para outros pessoas. Abraços

  92. nelson charles rotermund permalink
    30/09/2010 15:27

    ….. como havia dito anteriormente,sou irmao de Carlos, presidente da AFTB…. promotores e delegados estão batendo a minha porta em busca de seu presidente Carlos Alberto Lilienthal Rotermund (AFTB), deixo o recado a todos associados q o transmitam a seu presidente…..procurar urgentissimo por Del Deraldo (Policia Federal)na avenida Ipiranga 1365 sala 203 (51) 3235 9351. Ultima informacao q me chegou…Carlos passou a presidência da Aftb a sua filha Cristine, para representa-la inclusive em ações criminais, obteve a cidadania alemã atraves de nossa mae, a mesma contemplada por uma das tantas cartas de credito distribuídas a seus “familiares”em maio deste ano, e se prepara para deixar o Pais. Como tbem havia dito…o ultimo a sair por favor apague a luz ………
    e….Olho nos Aeroportos!

    30 de setembro de 2010 14:09

    • gap permalink
      07/10/2010 12:20

      Aviso ao pessoal da AFTB: o Nelson Charles Rotermund que comentou logo acima é realmente quem ele diz ser: irmão do presidente da AFTB. Ele me forneceu por e-mail algumas provas e uma identificação de que é o Nelson Charles Rotermund.
      Vários comentários anteriores dele não foram aprovados por receio de que ele fosse um impostor, mas ele não é.
      Então prestem atenção no comentário dele logo acima. É de total relevância pra quem participa da AFTB.

  93. 07/10/2010 19:56

    Olá gap,

    Já faz algum tempo que não me “meto” nessa conversa, mas gostaria de te alertar que se este rapaz é realmente quem diz ser, ele não deve ter um bom relacionamento com seu irmão, caso contrário não estaria fazendo isto, o que também coloca em dúvida suas intenções, se o camara estiver certo, ponto pra você, mas também pode ser um “tiro no pé”.

    Abraços…

    Henrique Antunes

    • gap permalink
      07/10/2010 20:42

      Ele me enviou uma identificação por e-mail e provou que é o Nelson Charles Rotermund. Em relação às motivações, isso só ele pode responder.

      abs

  94. Lucas permalink
    09/10/2010 17:50

    Já passou da hora da Polícia Federal intervir nessa OSCIP.
    Primeiro porque utiliza a mera aprovação burocrática do Ministério da Justiça para funcionar como uma OSCIP para dar a entender aos incautos de que teria autorização para agir como instituição financeira.
    Além disso, pelo próprio fato de agir como instituição financeira, sem autorização do Banco Central do Brasil.
    Ademais, desde o início essa OSCIP e seus captadores de clientes insistem em induzir os interessados a acharem que o governo federal dá algum apoio, dinheiro ou aprovação ao “sistema”. Isso porque, pasmem, o site da AFTB chegava inclusive a estampar o logo do governo federal (“Brasil, um país de todos”). Esse logo ainda consta por exemplo no site do mais famoso defensor da pirâmide. Vejam: http://ong-aftb.ning.com
    Para mim tudo issovai além de mera propaganda enganosa, pois configura estelionato.
    O delito de estelionado é assim definido por Edgard Magalhães Noronha: “… há estelionato quando o agente emprega meio fraudulento, induzindo ou mantendo alguém em erro e, assim, conseguindo, para si ou para outrem, vantagem ilícita, com dano patrimonial alheio” (Digesto Penal, São Paulo, Saraiva, 2º v., 1972, 7ª ed., p. 358). O crime de estelionato acha-se tipificado no art. 171 do CP, cujo caput conceitua o delito.

    • nelson charles rotermund permalink
      09/10/2010 23:29

      ….exatamente Lucas, este site q utiliza o ” endosso” do Governo Federal para continuar descumprindo uma ordem judicial foi criado por Eraldo Nazário, orientador da AFTB de Santa Catarina, que muito tem tumultuado a discussão em progresso neste blog e em outros, atacando todo e qualquer q se disponha a questionar. É um incendiário. Já o denunciei pessoalmente ‘a Polícia Federal e ao Ministério Público do Rio de Janeiro.

  95. 20/10/2010 18:59

    O processo não está supenso por “exceção de incompetência”?
    alguém tem informações a respeito?

    • Fernando permalink*
      21/10/2010 23:16

      Tá suspenso. Isso já foi informado pela Renata acima.

  96. Júnior permalink
    25/10/2010 18:28

    Prezados, uma informação que me chegou a poucos instantes:
    Através de e-mail (particular) ficamos sabendo que a AFTB e o Carlos Rotermund estão sendo indiciados por pela polícia civil de SC.
    Sabendo de mais detalhes, eu volto para informar!

  97. Márcio permalink
    17/11/2010 19:46

    A justiça do RJ volta a rejeitar recursos da AFTB porque só visam isso: ganhar tempo…
    RECURSO EXTRAORDINARIO – CIVEL
    Desembargador: Titular
    Data de Remessa: 11/11/2010
    Data da Devolucao: 17/11/2010
    Decisao (TAB): “considerando o disposto no paragrafo 3o do artigo 542 do codigo de
    processo civil, determino a retencao do recurso. baixem os autos ao juizo de origem.

  98. nelson charles rotermund permalink
    18/11/2010 7:39

    Processo No: 0013245-30.2010.8.19.0000

    TJ/RJ – QUI 18 NOV 2010 07:43:52 – Segunda Instância – Autuado em 11/11/2010

    Classe: RECURSO EXTRAORDINARIO – CIVEL

    Recdo : MINISTERIO PUBLICO
    Recte : ASSOCIACAO FRUTOS DA TERRA BRASIL

    Origem: TRIBUNAL DE JUSTICA DO RIO DE JANEIRO
    Ação: 201000210164

    FASE ATUAL: CONCLUSAO A 3a VICE-PRES.
    Desembargador: Titular
    Data de Remessa: 11/11/2010
    Data da Devolucao: 17/11/2010
    Decisao (TAB): CONSIDERANDO O DISPOSTO NO PARAGRAFO 3o DO ARTIGO 542 DO CODIGO DE PROCESSO CIVIL, DETERMINO A RETENCAO DO RECURSO. BAIXEM OS AUTOS AO JUIZO DE ORIGEM.
    Admitidos: 0
    Nao Admitidos: 0
    Sobrestamento: 0

    RECURSOS INTERPOSTOS

    Recurso Extraordinario: em 10/09/2010

    Em outras palavras, juizo determinou a retenção deste ultimo recurso da AFTB para que eles não consigam assim “ganhar mais tempo” como esperavam fazer com isto…..

    • gap permalink
      18/11/2010 20:47

      Sim, mas a AFTB continua as atividades normalmente.

      http://www.aftb-oscip.org/contemplados

      Um monte de gente contemplada, inclusive do RJ. A Renata pode me corrigir se eu estiver errado, mas não era pra AFTB parar com contemplações também até o processo ser resolvido? Eles estão contemplando por mérito, não estão tirando dinheiro do caixa pra contemplar, o que implica que estão recebendo dos associados, o que vai contra a liminar.

  99. Márcio permalink
    18/11/2010 8:56

    Fernando, pode ver aqui:
    RECURSOS INTERPOSTOS

    Embargos de Declaracao: em 13/07/2010
    Recurso Extraordinario: (0013245-30.2010.8.19.0000) em 10/09/2010
    Decisao

    http://www.tjrj.jus.br/scripts/weblink.mgw?mgwlpn=digital1a&pgm=webpcnu88&portal=1&lab=conxweb&n=201013410799

    Recurso Especial: (0013245-30.2010.8.19.0000) em 10/09/2010
    Decisao

    http://www.tjrj.jus.br/scripts/weblink.mgw?mgwlpn=digital1a&pgm=webpcnu88&portal=1&lab=conxweb&n=201013526457

  100. nelson charles rotermund permalink
    23/11/2010 23:17

    Eraldo Nazário, incendiário da AFTB, posta em seu site, conclamando seus associados,
    ‘a exemplo das Igrejas evangélicas mais conservadoras, para que não procurem se informar sobre a AFTB, aceitem as informações que lhes são passadas pelo Carlos e seus asseclas sem questionamento algum, para que continuem sendo manobrados como “bois de presépio” pelos quadrilheiros da AFTB que só tem interesse em seguir recebendo dos desorientados associados as mensalidades, mesmo que contrariando a Lei.
    Em seu site, além da AFTB, defende e difunde muitos outros MMN e esquemas piramidais, inclusive a tal FFI ( das tais pastilhas que economizam gasolina….), GDI (Global Domain International- essa é hilária, dois indianos que desembarcaram na Ilha de Samoa e convenceram seu “rei nativo” a vender o domínio ws (West Samoa) para eles, os tais indianos espertalhões, prometendo-lhe mundos e fundos…..Oi Chip (rsrssr), Megabonus e quaisquer outros que lhe prometam algum lucro por mais inescrupulosa que seja a proposta……

    Eis aí o que está postado lá….

    “ELES ESTÃO APELANDO…
    Esse blog da Industria da Decepção sempre apela e distorce ao máximo os seus comentário, só vou alertar que calunia e difamação também são crimes…
    (sugiro a todos que cadastrem um e-mail no blog deles pra receber os comentário mais não fiquem acessando lá pra não dar a eles visibilidade no Google, se a gente ficar acessando aquele blog o Google põem eles na 1ª pagina, vamos acessar os nossos sites e blogs, pois aquele pessoal não tem interesse em contribuir com a AFTB, ele só tem um objetivo…)”

    Sou irmão do Carlos, presidente da tal AFTB, uma vergonha para a memória de nosso pai. Hoje ele tem usado o nome do coronel (e corretissimo pai) para vender seu peixe imundo para os militares e outros incautos de plantão…..

    • Fernando permalink*
      23/11/2010 23:39

      Eu tbém já conhecia esse Eraldo da época da Alo Oi. Eu entendo o que vc sente a respeito, Nelson, mas não compensa dar muita trela pra esse sujeito. Esse cara não tem vergonha na cara, participa de tudo quanto é esquema, só posta spam nos fóruns em que dá o ar de sua graça e é fácil fácil demonstrar que quem distorce “as coisas ” é ele.

      Só pra constar, já que ele provavelmente lerá essa mensagem, o nosso blog continua constando na primeira página do Google, com ou sem sua recomendação, Seo Eraldo!!

  101. Márcio permalink
    24/11/2010 14:03

    Processo 113.10.003791-9
    Classe Procedimento do Juizado Especial Cível (Área: Cível)
    Assunto Indenização por Dano Moral

    http://esaj.tjsc.jus.br/cpo/pg/search.do?cbPesquisa=NMPARTE&dePesquisa=douglas+john&cdForo=113

    entrar em: Decisão interlocutória

    Mais um processo contra a aftb…….

  102. Márcio Videla Santos permalink
    29/11/2010 16:43

    Renata, voce tinha razao!!!!!!!!
    Processo nº: 0038222-83.2010.8.19.0001

    Tipo do Movimento: Despacho

    Descrição: Resta comprovada a violação da decisão liminar, pelo que determino a aplicação de multa diária de R$ 50.000,00. Para garantir seu pagamento, procedo o bloqueio on line de R$ 8 milhões nas contas e aplicações financeiras dos réus. Defiro itens (i), (iii) e (iv) de fls. 1692/1693.

  103. Walter Luís de Azevedo Sabino permalink
    01/12/2010 16:45

    É com grande decepção que vejo estas notícias. Sou associado AFTB desde 2008 e vinha pagando regularmente minhas parcelas de R$100,00 todo mês. Eu hesitei por um tempo, mas acabei entrando na AFTB, esperando um dia receber a carta de crédito.

    Quando me deparei com esta ação do Ministério Público, dei uma pesquisada básica e vi os comentários da própria AFTB. Achei que era só uma denúncia injusta. Entretanto só agora me deparo com tanto material contra a AFTB, desta vez, de forma muito mais clara. Sinceramente, agora eu realmente tenho minhas dúvidas quanto a veracidade desta “OSCIP”…

    Na verdade, mesmo iludido, eu medi este risco, me preparando para a possibilidade deles serem uma farsa, juntando cada fatura paga, preparado para um eventual processo para reaver o dinheiro gasto. Sim, com certeza não será nada simples, principalmente se o presidente da AFTB realmente estiver tão sujo como divulgado por aí, mas não deixa de ser uma opção. Aliás, estou pensando seriamente em parar de pagar isso, mas temo, por desconhecer o que devo fazer para reaver meu dinheiro gasto nesta empreitada. Eu deveria entrar com um processo no Ministério Público? Ou é algum outro local? Se alguém puder me ajudar pelo menos um pouco, agradeço.. :)

    Sim, há chances de que eles acabem se regularizando e realmente entregando as casas, mas, sinceramente, cada vez mais acho que esta chance está encolhendo mais e mais e tendendo a zero.. =/

    • gap permalink
      02/12/2010 12:22

      Walter Luís de Azevedo.

      O MP bloqueou 8 milhões da AFTB referentes às multas de 50 mil pelo fato da AFTB ter desrespeitado a liminar. Você não pode reaver o dinheiro investido, lembre-se que você doou esse dinheiro pra AFTB. Acho que você, e os demais, só conseguirão o dinheiro de volta se o MP dissolver a AFTB, pegar os fundos e devolvê-los. Dê uma lida de volta nesse artigo, mas se não me engano é isso que o processo exige.

    • Kildere Abreu permalink
      05/12/2010 15:37

      Caro amigo Walter Luís de Azevedo Sabino.

      Aqui procuro sempre me manter em uma posição de neutralidade observando alguns comentários e tentando sugerir ações que possam contribuir para que possamos salvar, não a AFTB, mas sim o seu projeto social que é de grande relevância para milhões de associados que sonham em conquistar o maior bem de uma família. A sua casa própria! Não precisa ser muito inteligente para perceber que muitos dos comentários maldosos, postados nesse blog, devem partir de uma mesma pessoa usando nomes diferentes. O objetivo é claro. Causar pânico entre os associados da AFTB para que haja uma grande soma de ações contra a AFTB, levando definitivamente a imagem dessa entidade para o buraco e com ela o sonho de milhões de brasileiros.
      Não se desespere que o processo ainda não foi finalizado e, mesmo que o ministério público do Rio de Janeiro condene a entidades, sem direito a corrigir o que aos olhos do ministério público está errado, podendo retornar às atividades sem usar o sistema de marketing de rede, ainda assim restará o Supremo Tribunal que é a força maior a nível federal. Imagine o Ministério da Justiça do Governo Federal julgando uma entidade que foi homologada pelo próprio Ministério da Justiça que tem a responsabilidade de fiscalizar-la e renovou o seu certificado para 2010 sem nenhum questionamento contrario às suas atividades.

      Tenho pesquisado algumas coisas sobre a AFTB e o que poderia ter motivado uma ação no Rio, em um estado que não é a base da entidade e porque alguém que nem se quer é associado a entidade teria motivo para mover uma ação conta a AFTB.

      Chegou ao meu conhecimento que algumas pessoas que trabalharam na AFTB foram desligadas por motivos não revelados com detalhes, mas uma delas até tentou tirar R$ 500.000,00 da entidade em uma ação judicial mais não teve êxito. Suspeita-se que essa pessoa, mesmo perdendo na justiça e sabendo que uma entidade certificada pelo Governo Federal, na ultima instância poderá ser absolvida, resolveu pinchar a imagem da AFTB destilando o seu veneno pelo Rio de Janeiro de forma a dificultar o trabalho da defesa da AFTB sediada em São Paulo.

      Olha. Fiquei sabendo que a lei das OSCIP´s é muito clara. Ela diz que, caso uma OSCIP certificada pelo MJ demonstre incapacidade, ma gerencia dos projetos sociais iniciados por ela, ou irregularidade nas suas prestações de contas, entre outras, o Ministério da Justiça pode delegar os trabalhos para outra entidade certificada que tenha em seu estatuto objetivo semelhantes. E também estou sabendo que tem uma OSCIP do estado da Bahia muito interessada em não deixar esse projeto da AFTB morrer. Se não for pela AFTB, certamente será através de outra OSCIP.

      Não devemos esquecer também que, se o presidente da AFTB tivesse o real interesse de dar um golpe nas pessoas e sumir do mapa, ele não precisaria ter buscado o certificado de OSCIP junto ao MJ, ele poderia muito bem ter mantido a AFTB como uma simples associação, dado o golpe em todo mundo e saído do país, como foi citado em um comentário nesse blog. Eu acredito que, se ele buscou um certificado de OSCIP, ele sabia da rigorosidade do MJ na fiscalização e buscava trabalhar com apoio do governo nas 03 instâncias, federal, estaduais e municipais na medida em que o governo não consegue suprir sozinho, a demanda do déficit habitacional no nosso país.

      Não devemos esquecer também que esse projeto da AFTB não deve está sendo bem visto pelos bancos que vivem de juros e estão se sentindo ameaçados.

      Para finalizar, não estou aqui defendendo a AFTB e sim o seu projeto social. Não acho justo as pessoas ficarem aqui semeando o pânico entre os associados da AFTB, induzindo as pessoas a moverem processo conta a AFTB, antes mesmo de ver o desfecho final desse dessa liminar que pode ou não ser derrubada do Rio, ou até mesmo no supremo tribunal.

      Infelizmente esse mundo está cheio de gente egoísta, hipócrita que só enxergam o seu próprio umbigo. Pessoas que fazem de tudo para prejudicar milhares de pessoas apenas para satisfazer a sua cede de vingança pessoal.

      O momento não é de desespero e sim de união. Particularmente eu acho que a intenção da Juíza é proteger os associados de um suposto golpe e a AFTB que se justifique até a ultima instância e prove que ele é idônea e merecedora da confiança dos seus associados. Não é momento de mover ação contra a AFTB. Não podemos dar margem nem subsídio para os críticos de plantão conseguir derrubar esse projeto social por simples capricho. Um bando de desocupado inconseqüente. Eles sabem que o ultimo recurso esta em Brasília e se for necessário será julgado por lá e se a AFTB não se mostrar capaz de continuar o projeto, outra OSCIP certamente dará continuidade dentro da legalidade a ser avaliada e imposta aos novos trabalhos. Fica na PAZ e que Deus Abençoe a todos e os livrem da fosca maligna desses egoístas.

      Para mim o que deixa muito claro essa intenção maligna dos comentários negativos, é que esses comentários partem de pessoas inteligentes sim, isso é notório, porém, nenhum deles se preocupam em salvar o projeto social. Todas as criticas são voltadas a AFTB e principalmente ao presidente da entidade.

      Aos associados da AFTB, não sejam marionetes dessas pessoas que querem destruir seus sonhos. Salvem o projeto. Lutem por ele, seja com ou sem a AFTB. Só abandonem a AFTB depois do supremo tribunal, em Brasília, julgar a entidade e dar os encaminhamentos necessários. Até lá, lutem pelos seus direitos e pelos seus sonhos!

  104. Lucas permalink
    03/12/2010 19:10

    Walter,

    Não há nenhuma chance das atividades dessa associação serem regularizadas. Não se iluda mais. O barco naufragou.
    Porque se trata do velho e conhecido esquema de pirâmide.
    Houve crime. Estelionado ou contra a economia popular, no mínimo.
    Para entrar com uma ação e tentar reaver o que pagou deve contratar um advogado da área de Direito do Consumidor ou Direito Civil (ou então a Defensoria Pública) e não o Ministério Público (promotores).
    Se bem que, me corrijam se for o caso, parece que no Juizado Especial Cível (conhecido popularmente como Juizado de Pequenas Causas) não há necessidade de advogado na primeira instância.
    E se você foi cooptado por alguém para se associar verifique a plausibilidade de também colocá-lo como réu na ação.
    Boa sorte. E corra. O Direito não protege quem dorme.

  105. 06/12/2010 7:49

    Meu nome e Sergio Arrejoria, ex-diretor de Associados da AFTB, eu trabalho com Marketing Multinivel desde o ano 1996, sou o único Líder Platina do MegaBônus no estado de São Paulo, eu fui quem implemento e impulso, junto a um grupo de Lideres o Marketing Multinivel na AFTB. eu sou o principal lesado pelo Carlos Rotermund, eu fui enganado para implementar algo, que ele sabia que era ilegal, vocês podem ver claramente na Lei de Oscip: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9790.htm en seu Art. 1 Par. 1
    § 1o Para os efeitos desta Lei, considera-se sem fins lucrativos a pessoa
    jurídica de direito privado que não distribui, entre os seus sócios ou associados,
    conselheiros, diretores, empregados ou doadores, eventuais excedentes operacionais,
    brutos ou líquidos, dividendos, bonificações, participações ou parcelas do seu patrimônio, auferidos mediante o exercício de suas atividades, e que os aplica integralmente na consecução do respectivo objeto social.
    Claramente Carlos Rotermund sabia que estaba comentendo um delito, a AFTB
    não podia nem pode distribuir dividendos, bonificações, participações ou parcelas do seu patrimônio entre os seus sócios ou associados, ele fez e continua fazendo.
    Por isso o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, através de Ação Civil Pública Consumerista, obteve liminar para o fechamento da OSCIP Associação Frutos da Terra Brasil (AFTB)
    tenho realizado varias denuncias contra Carlos Rotermund na justiça,
    Fraude Financeira
    Falsificação de Documentos
    Administração Fraudulenta
    Estelionato
    Formação de Quadrilha
    Danos Morais
    Processo Trabalhista
    Todas elas estão em andamento, e vão a comprovar de fato o acionar criminoso de
    Carlos Rotermund.
    Saiban todos, que eu estou fazendo tudo o que esta a meu alcance para salvar a AFTB,
    considero que o sistema SAC, eu a melhor forma de solucionar uma problemática social
    como e a falta de moradias no Brasil.
    Atenciosamente
    Sérgio Arrejoria

  106. 06/12/2010 9:12

    Prezado Kildere Abreu,
    eu sou o ex-diretor de Associados da AFTB, Sérgio Arrejoria, voce estase refirindo a min quando fala que “que algumas pessoas que trabalharam na AFTB foram desligadas por motivos não revelados com detalhes, mas uma delas até tentou tirar R$ 500.000,00 da entidade em uma ação judicial mais não teve êxito”
    1) sim, eu fui “desligado” como voce fala, o Presidente da AFTB, Carlos Rotermund, percebeu que eu e varios Lideres estabamos sabendo de algumas coisas sujas dentro da AFTB e decidiu fechar o Departamento de Associados e Marketing, para evitar responder a perguntas que ele nao estaba desposto a responder.
    2) Minha açao judicial por Danos Morais, e muito mais que R$ 500.000 e ainda esta em
    andamento, eu estou plenamente seguro que vou a ganhar essa acao judicial.
    3) A justiça nao esta questionando o titulo de OSCIP, o que questiona o Promotor e a utilização dos recursos da AFTB, para bonificar aos associados.
    Atenciosamente
    Sérgio Arrejoria

    • Kildere Abreu permalink
      06/12/2010 16:35

      Oi Sergio. Tudo bem?

      Olha. Não te conheço e de certa forma fico contente em saber que você também tem o intuito de salvar a AFTB, ou melhor, o projeto social da AFTB. Não deixe as suas desavenças pessoais com o presidente da AFTB matar esse projeto. Deus é pai e com certeza não irá desampara seus filhos que primam pela justiça. Se em todos os processos que você citou contra o presidente da AFTB a razão estiver ao seu favor, não se preocupe porque Deus é justo. Mas não vamos trazer isso para uma discussão que pode prejudicar o projeto!

      Minhas críticas a respeito dos comentários maldosos e irresponsáveis das pessoas aqui nesse Blog é que esses críticos de plantão não têm a mínima noção da grandiosidade desse projeto que a AFTB iniciou e nem o que ele representa para milhões de Brasileiro que vivem na linha do sofrimento sem poder contar com a tranqüilidade de ter um teto digno para acolher a sua família.

      Concordo com você quando fala da impossibilidade de uma OSCIP distribuir renda. Erro grave que poderia ser resolvido com pontuações revertidas em descontos nas parcelas dos associados para a aquisição da casa própria, podendo a casa sair até sem custo direto para o associado contemplado. Isso com certeza já seria suficiente para quem entra nesse projeto. Não precisava envolver remuneração com dinheiro para espor a entidade dessa forma!

      Independente, de através de qual entidade esse projeto com os associados que já se encontram inseridos nele, venha a ter continuidade, nesse momento pouco importa, a esperança é que ele tenha continuidade através da própria AFTB que teve a genialidade de construir algo dessa natureza e já tem a máquina funcionando. Ao contrario de uma nova OSCIP que venha assumir o projeto e ainda ter que aprender tudo sobre ele.

      Desconheço as indiferenças da sua pessoa em relação ao presidente da AFTB. Não conheço o presidente Carlos mais até que sejam provadas as acusações contra ele, ele permanecerá sendo o pai desse projeto social e tendo o respeito de muitos associados.

      Toda essa minha preocupação aqui é natural porque eu represento uma entidade que também trabalha no segmento socioeconômico com projetos sociais com foco especial na geração de emprego e renda, através do fortalecimento das empresas de micro, pequeno e médio porte. Por muitas das vezes, nós presidentes de entidades nos sentimos motivados a agir pela emoção. Acredito que o Carlos tenha dado mais ouvido ao lado emocional quando começou ter a sensação de poder esta ajudando muitas famílias necessitadas e por isso pode ter atropelado muitas coisas aos olhos frios da justiça que não trabalha com o emocional.

      Bom. Finalizo dizendo que a esperança é a ultima que morre e até que esse processo chegue ao final, se necessário no supremo tribunal em Brasília, todos os associados devem lutar pela sobrevivência da AFTB.

      Já que a justiça proibiu a AFTB de cobrar as contribuições dos seus associados, é melhor que todos os associados entrem na sua área restrita, avisando que estará suspendendo os pagamentos devido a determinação da justiça, e que assim que as coisas voltarem ao normal, as contribuições serão pagas regularmente sem nenhum prejuízo para o associado por conta da ordem judicial.

      Um grande abraço a todos e que Deus nos abençoe.

      Quem quiser compartilhar alguma informação, deixarei aqui o meu e-mail / MSN: ( kakildereabreu@yahoo.com.br ).

  107. Lucas permalink
    19/12/2010 2:53

    É inacreditável como alguns comentaristas parecem achar que todos são ingênuos e tolos para acreditar nessa falácia de “projeto social” e “erradicação do déficit habitacional”.
    Por favor…Eu já vi c0ntos do vigário mais criativos…
    Vamos ser sinceros e deixar o cinismo de lado: ninguém entrou nessa roubada preocupado com ideais nobres. Todo mundo entrou nesse esquema para tentar adquirir uma casa para si com pouco dinheiro. Ou seja, por ganância individual. E para isso nem tiveram escrúpulos para arrastar familiares e amigos para essa pirâmide , os quais também amargarão a perda do dinheiro “doado”.
    O barco naufragou faz tempo minha gente. Agora só resta agarrem-se às bóias salva-vidas e procurarem um bom advogado.

  108. nelson charles rotermund permalink
    20/12/2010 16:54

    ….em carta aberta ao Ministério Público do Rio da Janeiro , Carlos Rotermund assim termina sua patética missiva….
    “De antemão ofereço uma cadeira no conselho fiscal de nossa organização para algum
    profissional da confiança desta procuradoria, a fim acompanhar e colaborar com a
    evolução de nossos trabalhos.
    Suplico para que não se denigra a imagem de uma organização fundamentada no amor
    ao cidadão e a aplicação do conhecimento humano em prol do social.
    Respeitosamente
    Carlos Alberto Lilienthal Rotermund ”

    Carlos, voce nunca fez filantropia, só em causa própria, não queime a imagem de nosso pai desta maneira. Espero que Papai Noel exista e que possamos mesmo contar com a JUstiça sendo feita finalmente neste Pais e voce não consiga escapar de mais esta….

  109. abnoel permalink
    24/12/2010 14:47

    Muito mais q1ue 500 mil numa ação por danos morais!!!! Uau quem vai pagar essa conta … se tiver que sair da AFTB e depois “pintar” outras ações como essa , será que aindfa sobrará dinheiro para contemplar alguém???

    • Renata permalink*
      25/12/2010 17:14

      Acho difícil sobrar um vintém depois que aftb pagar todas suas contas judiciais. Neste momento, quem AINDA acredita, tá fazendo papel de trouxa com força – ora, a oscip tá (ou deveria estar) FECHADA desde o começo do ano, teve 8 milhões de reais BLOQUEADOS. Não sei o que as pessoas esperam, pois o patrimônio desta aftb, a qualquer momento, pode se tornar TOTALMENTE indisponível.

  110. Lucas permalink
    03/01/2011 22:00

    Apareceu uma reportagem sobre a AFTB no portal IG:
    O link para leitura está abaixo:

    http://economia.ig.com.br/ministerio+publico+acusa+de+golpe+ong+que+da+credito+para+casa/n1237888469952.html

    Cabe ressaltar o trecho final da matéria:
    “A AFTB está tentando reverter a decisão judicial para manter o funcionamento da Oscip. Até lá, não está mais aceitando novos membros, segundo o seu fundador. A associação continua a receber os pagamentos dos associados e a liberar cartas de crédito, diz Rotermund.”
    Então essa associação continua, na maior cara dura, a desrespeitar publicamente a liminar da Justiça, recebendo mensalidades e liberando cartas de crédito?

  111. nelson charles rotermund permalink
    15/01/2011 9:12

    “histórias trágicas
    …pessoas vendendo carros, refinanciando, pedindo empréstimos, gastando todas suas economias pra entrarem pra um negócio levadas por emoçoes forçadas, informações desencontradas e mentiras deslavadas…
    pessoas perdendo amigos e confiança…
    pessoas trabalhando feitos condenados querendo ter o resultado prometido, e se achando inferiores por não estar obtendo tal sucesso…
    pessoas considerando todas as outras do mundo que não “enxergavam” a “melhor oportunidade do mundo” como fracassados…pessoas tentando ajudar os iludidos serem tachadas como fracassados…sendo que mais de 98% nesse negócio é que fracassam…
    pessoas deixando o negócio quebradas financeiramente e emocionalmente, com a conta bancária e a auto-estima lá em baixo…
    pessoas sabendo do mal que estão fazendo a centenas, milhares de outras pessoas e convivendo tranquilamente com isso…com seus sorrisos falsos, indiferença, egoísmos, prepotência, e lábia!
    pessoas boas que continuam iludidas, e acabam atraindo mais pessoas ao golpe devido às suas personalidades cativantes…
    e tantas mais histórias…”

    ….este não é um comentário postado sobre a AFTB mas poderia ser, sem tirar nem por, mesmas palavras mesma situação….compilei de um site onde um ex associado Herbalife deplora o que passou nos dois anos em que participou (e perdeu) nesta empresa….

  112. Márcio Videla Santos permalink
    17/01/2011 21:42

    Uma associada da AFTB me falou que a secretária Ana Paula Mesquita, a tesoureira Rosângela
    Krader e a vice-presidente Cristine Rotermund estão fora da AFTB? e verdade isso?

  113. Brivaldo permalink
    18/01/2011 16:00

    Bom,
    eu liguei para a AFTB 11-3142-9408 e ninguem sabe informar……
    pedi para falar com o presidente e falaron que esta de viagem…..
    as fotos delas ja nao estao no site

    http://www.aftb-oscip.org/index.php?option=com_content&view=article&id=215&Itemid=136

  114. Lucas permalink
    02/02/2011 0:14

    Trecho final da decisão da Desembargadora do TJ do RJ confirmando a ordem de bloqueio dos R$ 8 milhões da conta corrente da AFTB, pelo descumprimento da liminar que determinou o encerramento das atividades da referida associação e a proibição de novas filiações, recebimento de valores e contemplações:

    “(…) Como já referido, a ordem judicial determinou apenas o bloqueio do dinheiro, razão pela qual oportunidade terão os agravantes de comprovar ao juizo que a liminar não foi descumprida, ou ainda que não pelo tempo alegado pelo agravado. O dinheiro será mantido a disposição do juizo, reconhecendo-se, correta a providência, até mesmo visando assegurar eventuais direitos de consumidores lesados.
    Pedem, por fecho, os agravantes seja suspensa a ordem de proibição de uso do site http://WWW.aftb-oscip.org.
    Comprovou o agravado que através do mesmo, continuavam os agravantes a divulgar e ofertar os serviços de concessão de crédito, em uma primeira análise, divorciados dos objetivos sociais de uma oscip.
    Nesta data, efetuamos consulta ao sitio e obsevamos que continuam os agravantes a fazer propaganda do SAC, continuam a captar clientela, continuam a desenvolver as atividades cuja aferição da legalidade está sub judice, fomentando ainda manifestações de associados contra a ordem judicial.
    Por certo, não se lhes pode negar o uso da internet para prestar esclarecimentos a seus associados, para oferecer outros serviços. Observa-se, porém, que tempo tiveram para excluir da pagina o link referente ao SAC, assim como a propaganda referente à matéria objeto da ação civil pública.
    Tiveram quase 10 meses para regularizar o site. Mas, ao invés de dar cumprimento à ordem judicial, desrespeitaram-na, e continuam a desrespeitala, razão pela qual não se pode censurar a decisão agravada, quando impôs a suspensão de divulgação do site.
    Ora, se um livro, um jornal, podem ter a circulação suspensa, quando verificada a ofensa ao ordenamento jurídico, também um site pode ser suspenso, sem que se esteja a violar o direito de informação, o direito de liberdade de expressão.
    Autorizado está o Relator a negar seguimento ao recurso, quando ostenta fundamentos manifestamente improcedentes, principalmente quando se põem em rota de colisão com o entendimento já sedimentado pelo órgão julgador. No caso, mais uma vez, atraído se vê o óbice da Súmula 59 do TJRJ, pelo que ao agravo de instrumento se nega trânsito.”

    Mas pasmem, o site dessa associação continua no ar e nos blogs e sites satélites da AFTB a propaganda e arregimentação de novos incautos continua a todo vapor…

    E um dado curioso do referido site da AFTB aponta que junto com os associados oficiais existem mais de 4 mil “voluntários”. Realmente é um espanto, pois acredito que nem a Cruz Vermelha, o Exército da Salvação e o Greenpeace brasileiro juntos possuam tantos voluntários…Pelo jeito passaram a chamar os novos associados de “voluntários” para não ficar tão evidente o descumprimento da liminar.

    • Renata permalink*
      03/02/2011 15:22

      “Nesta data, efetuamos consulta ao sitio e obsevamos que continuam os agravantes a fazer propaganda do SAC, continuam a captar clientela, continuam a desenvolver as atividades cuja aferição da legalidade está sub judice, fomentando ainda manifestações de associados contra a ordem judicial.
      Por certo, não se lhes pode negar o uso da internet para prestar esclarecimentos a seus associados, para oferecer outros serviços. Observa-se, porém, que tempo tiveram para excluir da pagina o link referente ao SAC, assim como a propaganda referente à matéria objeto da ação civil pública.
      Tiveram quase 10 meses para regularizar o site. Mas, ao invés de dar cumprimento à ordem judicial, desrespeitaram-na, e continuam a desrespeitala, razão pela qual não se pode censurar a decisão agravada, quando impôs a suspensão de divulgação do site.

      Pessoal, ESTE trecho da decisão (a íntegra está no site do TJRJ) é muito útil para os que tiverem se associado APÓS concedida a liminar – em claro descumprimento de determinação judicial. Quem quiser pedir o dinheiro de volta e não conseguir extrajudicialmente, comecem a lutar na esfera judicial. Depois de todo este tempo, quem ainda confia nesta oscip, DEFINITIVAMENTE carece de bom senso. Confiar numa oscip que SISTEMATICAMENTE e DESCARADAMENTE descumpre uma determinação judicial há 10 meses é muita falta de noção, desculpem a franqueza.

  115. Ricardo permalink
    22/02/2011 5:42

    Existem novas notícias da AFTB? Pararam de distribuir as cartas de crédito a quanto tempo?
    Eles continua funcionado normalmente? etc

  116. Luiz Felipe permalink
    25/02/2011 18:13

    Boa Tarde a todos…
    Faz quase dois anos, desde que iniciamos a discussão sobre a AFTB… parece até que foi ontem… me lembro bem discutindo com vários associados que buscavam o maná milagroso… o Santo Graal…
    E graças também ao esforço de vocês, estaremos brevemente livres desse grande engodo, essa farsa a que várias pessoas insistem em acreditar… no ganho fácil, na conduta duvidosa, na ganância sem limites, na chance de sobrepujar ao próximo.
    Acho que pior que o próprio inventor dessa balela, dessa vergonha, é o associado que acreditou que poderia passar por cima de outras pessoas, achando que pode mais e mais rapidamente alcançar “a glória”.

    E finalmente embora tardiamente, a justiça trará fim a essa desigualdade maior que o próprio caos habitacional no país. AFTB não traz e nunca trouxe a equidade e a oportunidade… ela foi fruto dos espertos e deu a quem foi mais ligeiro mais astuto.
    Aos que perderam nessa jornada, meu lamento… não foi por falta de falar.
    Aos que conseguiram sua moradia, que durmam eternamente sobre os esforços da maioria, como se dormissem sobre almas pobres e sem casa. Jamais poderia dormir tranquilo pensando que minha conquista está calcada no dinheiro de outros milhares… que jamais terão a mesma chance.
    Parabéns a todos do BLOG por mais essa jornada…. e a luta continua…

  117. Alex Monte permalink
    25/02/2011 19:09

    Tania, eu gostaria de ingressar tbm cm uma ação civil publica para a devolução de todos que se encontram cadastrados.

    O projeto era otimo e viavel sim, matematicamente entretanto a má fé usada por alguns é que torna isso uma fraude!

  118. Junior permalink
    06/03/2011 14:11

    Como eu alertei a alguns meses atrás, aqui mesmo neste blog, o pessoal da AFTB já se articulou e acaba de criar a Coohabras, uma cooperativa habitacional…
    Achei estranho que recebi um convite para um evento deles no e-mail que eu criei especialmente para o relacionamento que eu tinha com a AFTB.
    E… bingo!!! Neste link http://www.coohabras.org/pdfs/Cursos-COOHABRAS.pdf, é possível ver que todos os apoiadores são na verdade os líderes da AFTB…
    O golpe mudou de dono???? Fica a pergunta???
    Quem vai responder??

  119. 07/03/2011 8:55

    Prezado Junior,
    os 64 principais Lideres da AFTB NAO PARTICIPAM disso, eles ja estao fora.

    • Junior permalink
      07/03/2011 19:22

      Sérgio
      estão metidos nesta Coohabras:
      Romulo
      Esdras
      Portella
      Maria Amancio
      Márcia
      nomes conhecidos não??

      Obviamente que sei que meu irmão, você, Daniel e outros tantos estão fora.. mas não sei se são mesmo 64.

      Você falou aqui que tem processo contra a AFTB. Pode nos dizer como está o desenrolar??

      Obrigado

  120. 07/03/2011 19:57

    Junior,
    os 64 principais Lideres, que realmente movimentavam a AFTB, nao estão fazendo mais
    nada, todos pararam depois de minha saida.
    Dentro de muito pouco terão novidades.

  121. 13/03/2011 1:11

    alguém já entrou com ação na justiça para receber o dinheiro devolta?se tiver alguém comunique!por favor.obrigado!

  122. Ferdinado permalink
    13/03/2011 9:08

    Agora a AFTB, pois as manguinhas de fora, mostra como se enganan os associados.
    Criaram de uma hora p/ outra uma nova regulamentação do sac.
    Não vale mais o tempo prometido para a entrega da carta de credito, decidiram que entregarao a carta de credito por “ranking”
    O prazo prometido de 30 meses não vale mais. Agora vai depender de um monte de clausulas para poder atrasar os prazos. Sem duvida uma jogada suja! Trocar as regras do jogo no meio do caminho! Prova de que estão quebrados e continuam enganando todo mundo. Ate quando vão continua? Deveriam se juntar os prejudicados e INGRSAR COM UMA AÇÃO CIVIL contra eses caloteiros. Sera que tem alguem capacitado aqui com esa determinação, EU APOIO!!!

  123. Alexandre Fiore permalink
    14/03/2011 16:21

    alguém já entrou com ação na justiça para receber o dinheiro devolta?se tiver alguém entre em contato comigo por favor.
    Pago uma carta de R$ 500.000,00 sem atrazo a 21 meses ,e mudaram as regras estou bem revoltado

    • Ferdinando permalink
      16/03/2011 20:02

      Pois é, Alexandre. Vc deveria receber a carta, dentro de nove meses. Eu fiz o calculo na calculadora que nos fizeram engulir, como manda o novo regulamento que mudaram de repente, e deu isto aqui:
      hoje vc esta nº 6.537 no ranking, para ficar Nº 1 e receber a carta deve fazer 83 contribuições de R$500,00- que da um total de
      R$ 39.010,00- Que tal? nos FU….AM – Eu nem penso em recuperar nada,
      vamos ter que engulir essa. A menos que alguem lidere alguma revolta e procuremos juntos os direitos.

  124. Roberto permalink
    16/03/2011 21:56

    OLHA O QUE ACABEI DE RECEBER !!!!

    Filipe Sudario Associado da AFTB em Fortaleza

    > I APRESENTAÇAO DO SAC AFTB 2011 (IMPERDIVEL)
    >
    > Prezado(a) Associado(a);
    >
    > Convidamos você e SEUS CONVIDADOS a participar da PRIMEIRA APRESENTAÇAO DO SAC AFTB 2011.
    > Será uma apresentação especial onde serão apresentadas as novidades da AFTB para o ano de 2011.
    >
    > Temas:
    >
    > – Atualizações e melhorias dos programas sociais da AFTB: SAC e PCR;
    >
    > – Promoções 2011;
    >
    > -Parceria com Cooperativa habitacional COOHABRAS, uma forma de conseguir sua casa pela metade do valor de mercado;
    >
    > – Encontro Nacional de Associados no Nordeste.
    >
    > – Entre outros.
    >
    > Contamos com você e seus CONVIDADOS.
    >
    > LOCAL DA APRESENTAÇAO:
    >
    > PRAIA MANSA SUITE HOTEL (Auditório de Eventos)
    >
    > END. Av. da Abolição, 2480 – Meireles – Fortaleza – CE
    >
    > DATA: 17/03/2011 – QUINTA FEIRA
    >
    > HORÁRIO: 19h00min.
    >
    > PROPAGUE COM SUA REDE
    >
    > Obrigado
    >
    > Deus te Abençoe
    >

  125. Lucas permalink
    17/03/2011 0:24

    Alex e Ferdinando,
    Ações Civil Públicas não podem ser movidas por particulares,mas apenas pelo Ministério Público (que já está fazendo isso), União, Estados, Municípios, Defensoria Pública, autarquias e associações,conforme Lei 7347/85.
    No caso em questão o Ministério Público do RJ promove a ação civil pública contra a AFTB e seu presidente na qual pede,dentre outras coisas, o seguinte:
    “c) a condenação dos réus, solidariamente, à obrigação de devolver, em dobro, nos termos do art. 42, parágrafo único, do Código de Defesa do Consumidor, todos os valores pagos à ASSOCIAÇÃO FRUTOS DA TERRA BRASIL, acrescidos de correção monetária e de juros legais;
    d) a condenação dos réus, solidariamente, a ressarcir, da forma mais ampla e completa possível, os danos materiais e morais causados aos consumidores individualmente considerados, pelos fatos narrados;”.
    Assim, o MPRJ já está requerendo (e certamente conseguirá) além da dissolução total e definitiva da AFTB a devolução (talvez em dobro) do que os associados lesados pagaram (se haverá dinheiro para ressarcir todos é outra história..).
    Resta assim esperar o final dessa ação do MPRJ e habilitar o seu crédito no momento da execução da sentença.
    Ou então, se preferir, o lesado pode entrar com uma ação judicial normal, via advogado contratado ou por meio da Defensoria Pública.

  126. Lucas permalink
    17/03/2011 0:34

    Só para terminar: parece que vários associados ainda não entenderam uma coisa: ainda que sejam contemplados ( o que está proibido pela liminar concedida em 02/2010), os imóveis que comprarem com a carta de crédito da AFTB ficará ALIENADO FIDUCIARIAMENTE à essa associação.
    Ou seja, a propriedade do imóvel estará no Cartório em nome da AFTB e o contemplado apenas terá o direito de uso dele. E terá a propriedade somente ao final do pagamento da última prestação.
    Aqui que mora o perigo: pelo andar da carruagem essa OSCIP será dissolvida definitivamente e, evidentemente, todo seu patrimônio será arrecadado para pagar os associados lesados.
    Dificilmente, portanto, o contemplado que já comprou o seu imóvel e mora nele terá formalmente a sua propriedade em seu nome.

  127. Ferdinando permalink
    18/03/2011 19:43

    Prezado Lucas,
    ao longo das postagems me surpreendi com seu conhecimento nesta causa. Desde o começo admiro como relata as concequencias aos diversos casos aqui comentados. Seu conhecimento se deve a um profundo estudo e muita dedicação.
    Eu como tantos outros “contribuintes” deveriamos prepararnos para providenciar a recuperação do dinheiro pago. Tal vez não tanto pelo dinheiro(ja sabiamos do risco) senao pela desilusão de ter um “sonho” perdido, pela quebra de uma promessa.
    Gostaria em nome de todos os prejudicados, pedir ao Sr que nos lidere em uma causa justa para pelo menos, juntos recuperar algum valor monetario e principalmente moral. Desculpe a intromição, e uma ideia providencial, desde já, compreenderei sua opinião. Obrigado!

  128. 20/03/2011 9:41

    Prezado Lucas,
    gentileza me contatar.
    Obrigado
    Sergio Arrejoria

  129. nelson charles rotermund permalink
    20/03/2011 15:01

    Carlos A. Lilienthal Rotermund (presidente da AFTB), sua mamãe Gertrudes Lilienthal e a Psicopatia…..

    O psicopata planeja os seus passos com frieza e dissimulação. Acredito que a melhor definição para este tema é: “O psicopata é como o gato, que não pensa no que o rato sente. Ele só pensa em comida. A vantagem do rato sobre as vítimas do psicopata é que ele sempre sabe quem é o gato”. Ou seja, não importando o propósito, o psicopata vai finalizar o seu planejamento.
    Algumas características do psicopata são o egocentrismo, a ausência de culpa e remorso, o excesso de razão e a inexistência de emoção. Dentro destas características a mentira é um dos atos mais recorrentes. Para sustentar uma mentira, o psicopata cria outras e mais outras, sempre para chegar aos seus objetivos. Por não sentir culpa, o psicopata atua e finge muito bem. Facilmente pode forjar um choro, tristeza ou qualquer outro sentimento que seja mais facilmente observável.
    A grosso modo, o psicopata pode ser classificado em três graus. O primeiro deles, o leve, seria o conhecido 171 (estelionatário), o indivíduo que aplica pequenos golpes e engana as pessoas. O segundo grau, o moderado, seria o indivíduo que se envolve em grandes fraudes financeiras ou em golpes envolvendo muitas pessoas. O terceiro grau, o grave, seria a da categoria dos serial killers, que quase sempre envolvem requintes de crueldade. No Brasil já tivemos vários casos de serial killers, dentre eles o bandido da luz vermelha e o maníaco do parque. Há também muitos outros crimes que foram cometidos por prováveis psicopatas graves, como o caso Richthofen, o caso Eloá e tantos outros.
    Os crimes envolvendo os psicopatas graves são repletos de requintes de crueldade. No caso do jornalista Tim Lopes, seus assassinos fizeram um ritual para cometer o crime. Utilizaram espadas, tortura e diversos artifícios de crueldade. Por fim, o corpo do jornalista foi queimado em um local denominado “microndas”. Essa categoria mais grave de psicopata pode ser descrita ainda como um predador humano, eles simplesmente “caçam” as suas vítimas como um animal feroz.

    Não podemos confundir as coisas. Quando a ciência diz que o psicopata é desprovido de sentimentos, estamos nos referindo a todo um leque sentimentos, a um vasto repertório conhecido pelas pessoas de bem. Outra característica fundamental é o excesso de razão e a quase inexistência de emoção. Neste último que se enquadra a questão dos sentimentos.

    Quando dizemos que o psicopata não apresenta culpa e remorso, por exemplo, esses são sentimentos fundamentais para o convívio dentro de uma sociedade. Como poderei fazer algo sem pensar no próximo? Um psicopata que está planejando um grande golpe financeiro, por exemplo, com toda a certeza não está pensando nas pessoas que serão prejudicadas por este ato. Já uma pessoa que não seja psicopata, uma hora ou outra irá sentir culpa ou remorso por algum mal que tenha cometido. Essa é uma diferença fundamental entre os psicopatas e as outras pessoas. Lembrando que a culpa e o remorso levam para a reparação, o outro pólo destes sentimentos. Coisa que o psicopata em nenhum momento irá visar, pois para ele, não há nada a reparar com a sua vítima.

    Quando você coloca sobre a inveja e a raiva, tenho algo a complementar. A inveja e a raiva que o psicopata supostamente pode vir a sentir, estarão direcionadas única e exclusivamente ao próximo golpe que ele irá aplicar. Ou então ao próximo plano de fuga.

    Com relação ao caso Hitler e Eva Braun. Fica difícil afirmar qualquer coisa, pois quase tudo o que sabemos são relatos vindos de terceiros. O que posso colocar é que sem dúvida alguma é que a relação entre os dois era patológica. Uma mulher, por mais dedicada que seja, não ficaria incólume a atos tão desumanos como os que o Hitler cometeu. Algo que chama atenção, é em relação ao suicídio dos dois. Quando estavam prestes a serem pegos, os dois se mataram com veneno e com um tiro. A frustração que o Hitler sentiria se fosse pego, sem dúvida seria tão grande quanto as atrocidades que ele cometeu. Mas vale lembrar que essa frustração delimita-se a ser pego, a não conseguir escapar ileso.

    Sobre o transtorno bipolar tipo I, essa é uma psicopatologia que nem sempre é diagnosticada corretamente. Muitos pacientes levam anos, e em outros casos até décadas para terem um diagnóstico e um tratamento correto. Como você já deve ter pesquisado, as fases maníaca e depressiva nem sempre são claras. Em alguns casos acontece o contrário, o paciente fica completamente embotado na fase depressiva, e na fase maníaca fica mais falante e mais próximo das outras pessoas. Acredito que apenas alguns componentes da fase maníaca poderiam ser confundidos com a psicopatia, do contrário não vejo como.

    Para complementar o seu estudo sobre o assunto, recomendo a leitura de dois livros: Mentes Perigosas , da Drª Ana Beatriz Barbosa Silva; é um ótimo livro, não só para o público leigo, mas também para todos os profissionais da área psi.

    O outro livro chama-se Uma Mente Inquieta, da Drª Kay Redfield Jamison; é um relato emocionante de uma psicóloga norte americana que sofre de transtorno bipolar. Ela descreve com riqueza de detalhes todos os dramas desta patologia.

    Artigo do psicólogo
    Leonardo Fd Araujo

    http://www.psicologoemcuritiba.com.br/2009/04/psicopatia.html

    Também passo por isso com minha mãe;não tenho a menor esperança que mude, porque se é uma doença,é incurável, pelo menos até agora;se for desvio de caráter,menos ainda, visto que tem idade muito avançada.O problema mqior é que a família não aceita sequer me ouvir e continua a sed eixar embrenhar por suas artimanhas com requintes de crueldade, inclusive pelo olhar que destrói os egos e auto-estima,sistemas psíquicos em defesa da própria vida.É terrível,isso e estou isolada de pés e mãos atados,pois ninguém,mas ninguém procura nem tentar saber se é verdade e como lidar com essa realidade.Todos se entregam a ela de corpo e alma.Ela, o próprio Narciso e sem culpa de nada faz de todos,verdadeiras marionetes e assim destrói as relações familiares, as pessoas se acabam.É triste demais.Percebi tardiamente.Agressiva comigo, frágil na frente dos demais,faz e desfaz.
    23 de março de 2010 16:23

    Anônimo disse…
    Descobri por observação e leitura q minha mãe, é psicopata: narcísica,manipuladora,sádica,desfaz as relações familiares sem o menor escrúpulo,inclusive usa de requinte de detalhes e crueldade em suas mentiras ardilosas para envolver as pessoas moralmente,faz-se de vítima o tempo todo,é sarcástica comigo e fragilzinha frente aos demais;invejosa de tudo,absolutamente tudo de qualquer pessoa;o mundo é culpado e ela a grande inocente;não tem arrependimentos( a não ser os de discursos para agravar mais ainda as relações da casa) e com o olhar piedoso reducionista destrói a auto-estima daqueles a quem recorre como seus fiéis servidores.E destrói,mesmo os egos,”instinto” de defesa natural do ser humano.Sem defesa, as pessoas mais e mais se curvam a ela,invariavelmente,todos, com grande ênfase por parte dos os homens que a cercam.Estou desesperada, não sei a quem recorrer,já q só eu percebo,enquanto todos se negam a pelo menos me ouvir com alguma atenção para poderem observar.Ela me agride física e moralmente, e ai de mim se me queixar com alguém,inclusive com a minha prole já tão prejudicada pelas perversidades dela.Penso que não adiantaria muito,pelo menos neste caso, uma psicoterapia para mim, a não ser para suavizar minha dor pessoal, mas a maior dor é ver que tem tantas pessoas na família molestadas por essa mente perigosa.

    Anônimo disse…
    Tenho praticamente 100% de certeza de que minha mãe é sociopata, do tipo leve, acredito. E não digo isso sem fundamentos, mas baseado em fatos reais, e em tudo o que já li sobre a psicopatia…Na verdade, só consegui reconhecer estes traços em minha mão após adulto. A minha infÂncia e adolescência foi marcada por cmanipulações, intrigas, brigas familiares. Minha mãe, sempre a vítima, e todas as demais pessoas se afundando em culpa e angústia. Bem, ela carrega várias outras característica também (a ausência de culpa, remorso, tem sempre razão e um grande sadismo, que só fui perceber depois de mais velho, um prazer ao ver brigas horríveis entre os familiares insufladas por ela mesma). Roubos de cheque, de dinheiro entre os próprios familiares era normal. Falsificava assintauras do m meu pai, et etc.
    Apesar de tudo isso, e de saber que não há cura, sempre fico me perguntando como lidar com isso…Eu, por exemplo, poderia falar à ela que acho que ela seja sociopata? Ou devo simplemente me corformar…ainda tenho um pouco de esperança de vê-la melhor…na verdade, sinto me angustiado frente À algo tão determinante, em que não há nada que eu possa fazer… assim como o leitor acima, em alguns momentos me pergunto se não houve nenhuma atitude dela por amor a mim em nosso relacionamento, se nenhuma lágrima foi sincera, se todos os carinhos na verdade eram um ardil para manipular…e acabo chegando à conclusão que a sociopatia fala mais alto mesmo…mas ainda tenho a esperança de que, se eu disser que desconfio de que ela seja socioata, algo vá mudar…
    14 de outubro de 2009 21:22

    Leonardo disse…
    Prezado Leitor

    Fica difícil traçar um diagnóstico apenas com uma descrição, mas pelo o que você colocou no seu comentário, a sua mãe apresenta alguns traços de psicopatia sim.

    Essa sua idéia de comentar com a sua mãe que você acha que ela é uma psicopata podem ter diversos desdobramentos. Alguns positivos e outros negativos. Vou tentar enumerar alguns:

    - A sua mãe aceita a sua opinião e a relação de vocês melhora;
    - A sua mãe aceita a sua opinião e a relação de vocês piora;
    - A sua mãe não aceita a sua opinião e a relação de vocês melhora;
    - A sua mãe não aceita a sua opinião e a relação de vocês piora.

    Eu não posso dizer o que deve ou não ser feito, mas acredito que com esses possíveis desdobramentos colocados, já dá para ter uma idéia da responsabilidade embutida nisso.

    Acredito que seria interessante você procurar um psicoterapeuta para trabalhar tudo isso dentro de você. Sobre tudo isso que afetou e afeta a sua existência, e a partir disso tirar outras conclusões. Penso que esse caminho seria bem interessante para o seu caso. Está evidente que tudo o que aconteceu e acontece na sua vida ligada a essa questão, o afeta, e muito.

    Sugiro também a leitura do livro Mentes Perigosas da Dra Ana Beatriz, é bem esclarecedor, vai te ajudar bastante também.

    Espero que eu tenha ajudado, qualquer coisa estarei à disposição!!

    Um abraço

    Muito obrigado pela leitura!

    Leonardo

  130. Lucas permalink
    23/03/2011 1:03

    Sr Ferdinando

    Esclareço que não tenho nenhuma relação com essa OSCIP. Não sou nem fui associado, nem tenho parentes ou amigos que sejam e tampouco represento interesses de alguém.
    Apenas participo deste site para manifestar minha opinião a respeito dessa aventura chamada AFTB, a qual parece ter iludido muita gente.
    Espero que tenha sorte e aja rapidamente para tentar recuperar o seu dinheiro, lembrando mais uma vez que o Direito não protege quem dorme.

    • Ferdinando permalink
      24/03/2011 8:57

      Lucas,
      parece que não entendeu! “rasguei” o Sr de elogios no post anterior (18-03-11) até pedi para nos ajudar….mas como sempre, e assim.Aqui ninguem quer entender nada! Muito bla bla bla como faz esa familia ROTERMUND para nos enrolar. Estou fora!

  131. 24/03/2011 10:46

    Lucas, como em quase todo o mundo, falar, qualquer um fala, e muito, ate agora, so eu estou
    lutando na justiça, TOTALMENTE SOZINHO, pagando os advogados do meu bolso, lutando
    contra alquem, (Carlos Rotermund) que nao se importa com nada, total a grana que ele torra
    com advogados NAO E DELE, SENAO DOS ASSOCIADOS.

  132. Lucas permalink
    28/03/2011 0:42

    Sr Ferdinando
    Agradeço os elogios mas não sou a pessoa que poderia liderar os lesados. Isso deve partir de algum de vocês, de uma associação de proteção ao consumidor ou de um membro do Ministério Público.
    Como esclareci acima não tenho nenhuma relação com essa OSCIP.
    Nem tampouco trabalho atualmente na área jurídica (embora tenha formação nessa área), sendo que moro há milhares de km de onde certamente reside e minhas atuais atividades não me permitem acumular nenhuma outra.
    Minha participação neste blog é apenas para eventualmente expressar meu entendimento, como qualquer internauta.
    Novamente desejo-lhes sorte.

  133. Lucas permalink
    19/04/2011 20:44

    Nova derrota da AFTB.
    Contra a liminar concedida em 02/2010 pelo Juiz da 2ª Vara Empresarial, que determinou o encerramento da AFTB, proibição de recebimento de contribuições, propaganda, etc etc, essa associação recorreu (agravou) ao TJRJ. Esse recurso foi apreciado pela desembargadora-relatora, que o considerou incabível.
    Contra a decisão da desembargadora-relatora a AFTB recorreu à 17ª Câmara do TJRJ, que não lhe deu razão, tendo esse colegiado confirmado a decisão recorrida.
    Agora,recentemente, a AFTB recorreu dessa decisão da 17ª Câmara ao Órgão Especial do TJRJ (“reclamação correicional”) sendo mais uma vez perdeu, pois em 03/2011 esse Órgão considerou o recurso incabível (ele não cabe contra decisão do Tribunal) e, entendeu que ainda que fosse cabível ele teria sido interposto fora do prazo (intempestivo).
    Assim, a liminar de 02/2010 foi confirmada e continua valendo. E os R$ 8 milhões do caixa da AFTB continuam bloqueados.

    Fonte: http://srv85.tjrj.jus.br/ConsultaDocGedWeb/faces/ResourceLoader.jsp?idDocumento=000352A54D0BB6E64BF3D639EEA1B656C6806CC4025F585B

  134. Lucas permalink
    02/05/2011 21:36

    Associado ganha na Justiça, em primeira instância, a nulidade do contrato com a AFTB e a devolução do dinheiro pago.

    Pesquisando no site do Tribunal de Justiça de SPaulo, no Forum do Juizado Especial Cível da Capital (pequenas causas)encontrei a seguinte decisão proferida no proc. nº: 0007441-38.2010.8.26.0016 – CAGP X AFTB: (tópíco final – leiam com atenção):

    “O esforço da ré, para comprovar a regularidade da contratação de aquisição de uma “cota associativa”, é em vão. A requerida sequer comprovou nos autos a finalidade altruísta da pessoa jurídica, o que por si só não afastaria a incidência do CDC à relação.O contrato em questão não passa de simulacro da contratação principal, cujo objetivo é o ganho fácil decorrente da operação que popularmente se denomina “pirâmide” ou “corrente”, cujo objeto é contrário à lei. Em caso análogo, decidiu o Colégio Recursal dos Juizados Cíveis e Criminais do Estado de São Paulo: “O contrato juntado à inicial
    traduz nova modalidade de ‘pirâmide’ ou ‘corrente’, subordinando o autor à condição de agente multiplicador do lucro da requerida. Essa característica dos contratos firmados pela requerida já foi anteriormente avaliada: TJDF APELAÇÃO CÍVEL NO JUIZADO ESPECIAL N° 2005.07.1.009522-3 2ª TURMA RECURSAL DOS JUIZADOS ESPECIAIS CÍVEIS E CRIMINAIS” (trecho do voto do relator, Juiz Ronnie Herbert
    Barros Soares, datado de 30.05.08, Recurso Inominado n° 010605).Tal operação, por conta da ilicitude do objeto art. 2º, inc. IX, da Lei nº 1.512/51 -, é causa de nulidade da contratação, conforme artigo 166, inc. II, do CC. O mesmo Colégio Recursal, em decisão semelhante, decidiu que a contratação era igualmente nula, por violação do
    princípio da boa-fé objetiva, conforme ementa ora transcrita: “Ação de rescisão contratual Pedido verbal elaborado pela parte que não exige estrita observância do disposto no artigo 282 do CPC Pirâmide financeira mascarada por contrato de agência e concessão de uso Nulidade dos ajustes reconhecida Violação da boa-fé objetiva Pedido de
    restituição reconhecido Recurso desprovido” (relator Juiz Carlos Von Adamek, Recurso Inominado 1.008, 10.03.08). Nulo o contrato, recompõe-se as partes ao estado anterior, o que importa em procedência do pedido de condenação da ré na restituição do preço então desembolsado pela autora. Não bastasse isso, a cláusula contratual que impõe a perda
    integral da contribuição associativa no caso da rescisão contratual é nula de pleno direito, pois abusiva, representando onerosidade excessiva ao consumidor, devendo ser considerada como não escrita. Diante no notório desinteresse do autor na manutenção da avença, de rigor a restituição da quantia desembolsada, sequer impugnado o montante apresentado. Ante o exposto, JULGO PROCEDENTE a presente ação, para declarar a nulidade do contrato celebrado entre as partes, e condenar a requerida a restituir ao autor a quantia de R$ 2.000,00, a ser atualizada pela tabela prática do E. TJ-SP desde o desembolso, incidindo juros legais de 1% ao mês desde a citação.”

    A AFTB recorreu da decisão mas o Juizado concedeu apenas efeito suspensivo ao recurso. Em outras palavras, a sentença pode ser executada de imediato.

    • Renata permalink*
      03/05/2011 20:49

      Lucas

      se o recurso foi recebido no efeito suspensivo, a decisão não pode ser executada de imediato….se fosse recebido no efeito devolutivo, daí sim, poderia ter execução imediata. Por favor, verifique este detalhe…
      No mais, excelente decisão. Tomara que os associados (que foram lesados) utilizem este precedente judicial.

      Obrigada por compartilhar conosco!!!

  135. Lucas permalink
    04/05/2011 3:06

    Olá Renata,
    No site do TJ, na movimentação do processo, consta a seguinte decisão (proferida em 18.01.11):
    “03/03/2011 Remetido ao DJE – Relação: 0045/2011 – Teor do ato: Considerando o certificado às fls. 135, recebo o recurso interposto por ASSOCIAÇÃO FRUTOS DA TERRA BRASIL- AFTB em seu efeito devolutivo. Intime-se o recorridos(s) para apresentar contrarrazões, no prazo de 10 (dez) dias. Após, remetam-se os autos ao E. Colégio Recursal, com nossas homenagens. (…).”
    Por isso deduzi que não teria sido recebido no efeito suspensivo.
    De qualquer forma, sendo possível ou não ser executada de imediato, achei excelente a sentença para firmar jurisprudência a respeito.

    • Renata permalink*
      04/05/2011 13:39

      Lucas, no teu comentário, consta o seguinte trecho

      “A AFTB recorreu da decisão mas o Juizado concedeu apenas efeito suspensivo ao recurso. Em outras palavras, a sentença pode ser executada de imediato”

      Por isto fiz a ressalva – você trocou as palavras, apenas. Agora, com a transcrição da decisão, sabemos que o recurso foi recebido no efeito devolutivo, portanto, a decisão pode ser imediata (e provisoriamente) executada.

  136. Lucas permalink
    04/05/2011 21:17

    Renata,
    Realmente troquei as palavras no meu comentário à decisão. Não tinha percebido isso.
    Assim, onde escrevi “suspensivo”, leia-se “devolutivo.”
    Obrigado.

  137. Alessandro Felix permalink
    05/05/2011 14:36

    Amigos, entrei no site da AFTB e eles continuam contemplando e cadastrando pessoas, tiveram um evento aqui em Joao Pessoa e, mesmo sendo advogado, nao entendo como eles continuam desobedecendo a liminar mesmo com as multas. Por acaso não estao sendo pagos por eles e sim pelos associados ou estou errado? OBRIGADO A TODOS.

  138. Daniel permalink
    08/05/2011 18:22

    Pessoal,

    Se isto for algo ruim mesmo, que sejam tomadas as decisões cabíveis.
    Eu recebi um convite, assisti e vim pesquisar na internet e o que tenho visto
    é pessoas que defendem cegamente a AFTB e outras que a detestam tanto que
    só querem mesmo ver a sua desgraça. Antes tanta raiva fosse contra os bancos
    que nos roubam e são riquíssimos a nossas custas. Cadê o MPU pra nos defender
    deles? Eles não estão nem aí pra o povo, acho que essa ação é de algum banqueiro
    que viu nesse trabalho uma ameaça aos seus lucro grandiosos. Como disse, não
    sei se farei, estou apenas pesquisando, mas deixo essa sugestão: se unam contra
    o preço abusivo do combustível, contra o baixo salário mínimo comparado ao
    aumento imenso que foi dado ao senado e companhia e contra tanto tributo que
    não tem o seu devido retorno!

    • Renata permalink*
      09/05/2011 14:00

      Daniel

      Não seja irresponsável…..a AFTB (independentemente dos argumentos de quem defende ou acusa) tem um problema SÉRIO…por determinação judicial, ela não pode funcionar – isto há mais de um ano. Acorda e não entre em oscip que tem proibição legal pra operar e teve bloqueados nada menos do que OITO milhões de reais pelo descumprimento da determinação. Pesquise o andamento da ação civil pública no site do TJRJ e não coadune com ilegalidade ao pagar a tal contribuição associativa. Não feche os olhos para os fatos e não recrute NINGUEM. Afirmo que você, caso associe-se e recrute, é cumplice de ilegalidade. Se veio ao blog e leu o post, sabe que aftb não pode funcionar.

  139. Roberto Jeferson permalink
    20/05/2011 22:51

    Hoje, 20 de Maio de 2011 me desvinculo da AFTB. Não por medo de perder tudo o que já paguei, mas por certeza de que muitos associados serão prejudicados nesses inúmeros gastos que a associação vem tendo e nessas mudanças repentinas que desrespeitam o contrato. Sendo sincero, sempre acreditei ser possível a sustentabilidade do sistema com a entrada de mais e mais pessoas, mas depois que a Justiça inviabilizou esse sistema é questão de tempo para a verba das contemplações acabarem e muitos associados com mais de 30 meses ficarem sem receber seus créditos. NÃO HÁ GARANTIA DE CRÉDITO, HÁ PROMESSA DE CRÉDITO como diz o “meu” antigo Presidente. Fica o depoimento, outra pessoa entrou no meu lugar e saio feliz, sabendo que não chorarei por um prejuízo que se evidencia a cada dia mais. Abraços amigos, boa sorte para quem fica ainda nesse barco afundando.

  140. Roberval permalink
    22/05/2011 2:06

    Renata, e Lucas
    A AFTB é muito um Consorcio Social..
    Isto nunca existiu.
    Portanto é DIFICIL para voces entenderem sem um estudo aprofundado

    Como disse o Daniel,
    Por que voces náo LUTAM contra os juros do Cheque Especial e do Credito Pessoal com os quais os Bancos Faturam BILHOES e náo oferece Credito a qualquer um ?
    Parece que voces sáo MILHONARIOS que náo pagam juros de cheque Especial. Duvido..\

    • Renata permalink*
      22/05/2011 15:19

      Roberval,

      Só aceitaremos comentários que abordem a AÇÃO CIVIL PÚBLICA. Nesta altura do campeonato, quaisquer considerações acerca do propósito desta oscip e blablabla são impertinentes. Juridicamente, a oscip está FECHADA desde fevereiro-2010. Respeite os leitores. Se quiser, crie você um espaço para “lutar” contra juros de cheque especial ou participe dos já existentes. Aqui o foco é mmn. E, neste post, o objeto é a ação civil pública contra aftb. Ou traga info sobre o processo ou não tem espaço neste post.

  141. Brivaldo Pereira Alves permalink
    22/05/2011 16:04

    Roberval,
    me explica ai, como vai fazer a AFTB para pagar noventa e cinco milhões de reais
    de 1049 associados que cumprimos os 30 meses ate o final do 2011?

  142. Brivaldo Pereira Alves permalink
    23/05/2011 10:59

    Prezada Renata,
    minha mulher, esta pagando uma contribuição de R$ 250,00 meu filho uma de R$ 150,00
    a todo, já são 28 meses de pagamentos mensais, pontuais e ininterruptos, no ano 2009
    o presidente da AFTB, Carlos Rotermund, visito nossa cidade, Fortaleza, e perguntei para ele si pagando 30 (trinta) meses sem atrasos teríamos nossas cartas de crédito, ele falou que tinha até Termo de Compromisso assinado em cartório, eu acreditei, até porque o Termo de Compromisso estava publicado no site da AFTB.
    Hoje esse Termo de Compromisso sumiu do site, e nós recebemos uma comunicação onde somos quase que obrigados a assinar um novo regulamento onde já não existe mais nenhuma certeza de quando seremos contemplados.
    Já consultamos a nosso advogado, a AFTB esta violando um Direito Adquirido, e vamos procurar nossos direitos na Justiça.
    Esse e o comunicado da AFTB, onde estão apagando com o cotovelo o que escreveron com as mãos.

    De: Informativo AFTB
    Data: 4 de maio de 2011 17:18
    Assunto: Informativo AFTB
    Para: xxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    Prezado(a) Associado(a);

    Visando sempre a melhoria de nossos programas sociais, a partir de fevereiro de 2011
    algumas atualizações foram implementadas ao SAC- Sistema Alternativo de Crédito.
    Entre elas podemos destacar o Termo de Opção de Participação no SAC.

    Sendo assim, ainda não consta em nosso sistema a sua adesão ao programa SAC.
    Para regularizar a sua participação é necessário ler o Regulamento do Sistema
    atualizado em 12 de fevereiro de 2011, assinar o Termo de Opção de Participação
    no SAC e encaminhá-lo, junto com uma cópia simples do seu documento de
    identidade (RG), para o endereço abaixo:

    AFTB – Associação Frutos da Terra Brasil
    Caixa Postal – 72605
    Cidade – São Paulo – SP
    CEP: 01405-971

    Não aderindo ao Programa SAC, a Organização entende que o associado (a) permanece
    na AFTB- Associação Frutos da Terra Brasil, porém não participa do Sistema
    Alternativo de Crédito – SAC, programa que permite a inclusão social por meio
    do acesso à casa própria, com distribuição de créditos habitacionais isentos de juros.

    Para visualizar o Regulamento do SAC, assim como imprimir o Termo de Opção de
    Participação no SAC, acesse o site http://www.aftb-oscip.org ,
    menu Associado – Documentos – Documentos do Programa – SAC.

    Em caso de dúvida, entrar em contato com a AFTB por meio do
    e-mail suporte@aftb-oscip.org ou pelo telefone (11) 3142-9408.

    Atenciosamente,
    Equipe AFTB

    • Renata permalink*
      23/05/2011 14:47

      Brivaldo

      alem da questão do direito adquirido, verifique com o teu advogado a questão da liminar…..se vcs contribuíram após a proibição legal imposta em fevereiro-2010, a oscip não poderia receber, vcs tem direito a ressarcimento. Outra, não sei se é seguro vcs adquirirem um imóvel que permanecerá alienado a oscip até pagto total. Não na conjuntura atual (ação civil pública com todas as decisões, até o momento, desfavoráveis a aftb).

      Eu não acreditaria em nada da aftb depois de constatar o desprezo desta oscip pela liminar impeditiva de funcionamento….

      Boa sorte.

  143. Lucas permalink
    24/05/2011 5:20

    Roberval, como você me citou nominalmente em seu comentário peço licença aos colaboradores do blog para abrir um parênteses no tema em discussão (ação civil pública) e responder ao referido comentarista:
    1- Endosso totalmente as palavras da Renata;
    2 -Esclareço que não sou milionário e tampouco uso cheque especial (mesmo tendo um bom limite) nem faço “papagaio” (alguém ainda lembra dessa expressão bancária?).
    Vivo dentro das minhas possibilidades financeiras e gasto somente o dinheiro que tenho.
    Quando quero comprar algo de maior valor utilizo um esquema legal e antiquíssimo: poupo por um longo tempo e compro à vista.
    3 – Não acredito em milagres como os pregados pela AFTB. Sou vacinado contra esquemas mirabolantes e “almoço grátis”, que distorcem os fatos, usam doutrinação e se valem de discursos “sociais” e emocionais para camuflar o peixe que vendem.
    4 – Reproduzindo um trecho da sentença do Juizado Especial Cível de SP, transcrito por mim num post acima:
    “O contrato em questão não passa de simulacro da contratação principal, cujo objetivo é o ganho fácil decorrente da operação que popularmente se denomina “pirâmide” ou “corrente”, cujo objeto é contrário à lei.”
    Assim, no caso em discussão “consórcio social” é só um eufemismo para denominar a velha e conhecida pirâmide.
    Encerrado isto, voltemos ao assunto daqui, que é a ação judicial movida pelo Ministério Público do RJ contra a AFTB.

  144. Junior permalink
    04/06/2011 3:03

    AFTB teima em descumprir a lei!

    Os associados receberam o seguinte convite por e-mail:

    Apresentação AFTB em Búzios/RJ
    Prezado (a) Associado(a);

    Convidamos você e seus amigos para participarem do evento de apresentação dos programas sociais da AFTB em Búzios/RJ, onde serão apresentadas as novidades da AFTB para o ano de 2011.

    Temas:

    - Atualizações e melhorias dos programas sociais da AFTB;

    - Promoções 2011;

    - Entre outros.

    Contamos com você e seus CONVIDADOS.

    Data: 07de junho de 2011

    Horário: 19h

    Local: Pousada Weekend
    Rua Maria Rodrigues, 10
    Bairro Geribá- Búzios/RJ

    Informações: 22-9946-6136

    e-mail enviado a partir de informativo@aftb-oscip.org

    Não consegui fazer denuncia ao MP do Rio, se alguem puder eu agradeço!!

    • Renata permalink*
      04/06/2011 11:59

      Junior

      a determinação e o bloqueio persistem. Não sei se denúncia, neste momento, gera algum efeito prático. Mas toda informação é válida. Este pessoal CONTINUA escarnecendo da Justiça, em claro prejuízo dos desavisados e mal informados.

      Obrigada pela postagem.

  145. Junior permalink
    06/06/2011 17:42

    Renata e demais leitores deste blog..

    Novamente venho aqui colocar em público mais um e-mail vindo para o e-mail que criei exclusivamente para contato com a AFTB:

    Hoje (2ª feira) 19 horas Conferência Consulado da Cidadania

    Prezado(a) Associado(a);

    Nesta semana, realizaremos somente hoje – segunda feira as 19 horas a conferência online sobre o Consulado da Cidadania.
    O Consulado da Cidadania é um sistema de multiplicação de conhecimentos, suporte e apoio a programas e entidades sociais, desenvolvido através do modelo de Franquia Social.

    O Sistema de Franquias Sociais atua como ferramenta de gestão cujo objetivo principal é o benefício social e a disseminação de experiências bem sucedidas.

    Para participar da apresentação, o interessado deve:
    1°) Acessar o site: http://www.gvolive.com/conference,consulado
    2°) Inserir o seu nome e o nome da sua cidade no campo “Your Name”;
    3°) Inserir a senha “vouserfranqueado” no campo “Room Password”.
    Vagas limitadas, participe e veja como esse novo sistema poderá mudar sua maneira de pensar.

    Até lá!
    Equipe Consulado da Cidadania.
    Soluções para um Brasil melhor.
    http://www.consuladodacidadania.org

    e-mail enviado de contato@prohabitat.com.br

    Ou seja… a AFTB e seus “proprietários” agora realmente estão criando outras formas de se safar, e de ludibriar o povo!!
    É incrível!!

    Obrigado pela oportunidade

    Junior

  146. Valdelio Santos permalink
    17/06/2011 15:32

    Estou lendo muitas queixas, justificadas pela mudança do tempo (máximo) de 30 meses para 60meses, mas ninguem está perguntando o que levou a AFTB fazer esta mudança? A resposta é óbvia, a famigerada ação civil pública é claro, esta ação do MP/RJ só serviu para atravancar o crescimento da AFTB e o comprimento do tempo, obedençendo todo um organograma elaborado pela associação para cumprir o estabelecido baseado em crescimento e sustentabilidae, fico a me perguntar, quantos destes urubús de plantão que estão em oração contraria ao fortalecimento da Associação e consequentemente a viabilização de mais créditos para mais Brasileiros, vão se render ao sucesso do projeto quando derrubarmos esta ação e reconhecer que estavam errados? Eu estarei aqui para ver e vou repetir esta mesma pergunta.

    • Renata permalink*
      17/06/2011 19:42

      Valdelio

      se você AFIRMA que a ação serviu para “alavancar crescimento da aftb” só posso concluir que você é conivente com a conduta da oscip ao descumprir a lei. Uma pena, mas os leitores não precisam esperar até o final de ação alguma para saber quem efetivamente, agiu como “urubú”. Quem escarnece de determinação judicial e explora boa fé alheia é um urubú de plantão e não os que informam fatos. Qualquer manifestção neste post só será aprovada se trouxer informação sobre o processo…mas o blog tem divulgado comentários pró aftb neste momento para que os leitores conheçam os que defendem aftb e não mencionam a OBRIGATORIEDADE que esta oscip tem de estar FECHADA por decisão em sede de liminar.

  147. Brivaldo Pereira Alves permalink
    17/06/2011 19:54

    Prezado Valdelio,
    minha mulher e meu filho são associados da AFTB, temos pagas 28 pagamentos mensais, pontuais e ininterruptos, você sabe quantos associados cumprem os 30 meses até a primeira metade do ano 2012? quase 9000 associados…… jamais a AFTB teria como honrar essas contemplações.
    Já ninguém responde nossas perguntas na AFTB, agora só fica aguardar até os 30 meses e ver
    como vai fazer o presidente para cumprir o compromisso assinado por ele em cartório público.

  148. Brivaldo Pereira Alves permalink
    17/06/2011 20:05

    olha só!!!!!!!
    Prezado(a) Associado(a);
    A partir de 16 de junho de 2011, a AFTB, por decisão democrática entre dirigentes e associados, suspende a utilizacao do sistema de Marketing Multinivel (MMN). O motivo desta decisão é devido ao fato desta ferramenta, apesar de eficaz, não ser regulamentada em nosso país, o que transmite uma imagem negativa para a Organização.
    A AFTB reconhece a importância do MMN em sua trajetória e respeita o trabalho desenvolvido por seus associados por meio desta ferramenta, permanecendo, assim, com a manutenção das regras atuais para os já inscritos.
    O debate entre associados e dirigentes sobre a suspensão do MMN pode ser acompanhado no Fórum AFTB.
    Desde já agradecemos a compreensão de todos.
    Equipe AFTB
    decisão democrática?????????? ninguém pergunto nossa opinião, gracias ao Marketing Multinivel (MMN). encheu a AFTB e os bolsos do presidente e agora quer jogar fora o trabalho de miles de pessoas
    que acreditamos no Marketing de Relacionamento.
    A justiça e devagar, mais sempre chega.

  149. Lucas permalink
    19/06/2011 18:23

    Inacreditável, o Sr. Valdélio está reclamando que o Ministério Público e a Justiça do Estado do Rio de Janeiro estão atrapalhando o esquema da AFTB !!
    Por esse raciocínio os bandidos presos pela polícia podem então ingressar em juízo pedindo indenização por lucros cessantes…
    Outra coisa, esse blá-blá-blá de filantropia e objetivos nobres da AFTB não cola aqui. Aliás acho que isso não impressionou nem os ingênuos que se associaram a ela, pois eles estão querendo resolver os próprios problemas de moradia e não dos outros. Todo mundo sabe que essa alegação é lorota para tentar dar um ar respeitável à pirâmide em questão.
    Aguardaremos ansiosos o fim da ação civil pública. Por hora, a AFTB continua FECHADA liminarmente e PROIBIDA de fazer propaganda, receber mensalidades e distribuir cartas de crédito. E analisando as decisões do TJRJ proferidas este ano nessa ação e em seus desdobramentos não se observa NENHUMA delas favorável à tal associação. Até agora perdeu todos os recursos que interpôs.
    Como disse a Renata, urubús são aqueles que querem continuar enganando as pessoas de bem, omitindo e distorcendo a verdade dos fatos e induzindo-as a perder dinheiro com essa aventura que já naufragou.

  150. Ricardo permalink
    25/07/2011 12:35

    Poderiam me informar qual o caminho para pedido de devolução dos valores pagos a AFTB e os principais documentos que tenho que apresentar para poder ter o meu dinheiro de volta? Tenho 23 parcelas pagas e vejo que o prazo para contemplação pela calculadora virtual aumenta a cada dia mais.

  151. Luiz Cláudio Minas Gerais permalink
    28/07/2011 10:48

    Esta semana fui procurado por dois amigos de trabalho cheio de entusiasmos dizendo que iriam conseguir comprar a casa deles no inicio do próximo ano, então perguntei como conseguiriam tal façanha, uma vez que suas despesas já comprometem quase o total do salário deles, me responderam que era mediante a uma carta de crédito, cheio de risos foram logo me apresentando o projeto na intenção de me indicarem pois assim eles ganhariam bônus, podendo até mesmo adiantar a tão sonhada casa própria. Pedi informações e logo fiquei desconfiado, pois ja vários tipos de pirâmides ruirem e deixar suas bases na sarjeta. Entao mediante ao papel de apresentação da AFBT vim a internet procurar informações, e logo me deparei com este site e suas informações, e constatei que estava certo, nada mais é que uma pirâmide, que a AFTB nao tem bens ou dinheiro para manter a proposta para todos, fico pensando se estão proibidos de receber novos depósitos e aceitar novos adptos, não seria caso de uma medida mais drástica por parte do ministerio público?. Ou seja, já virou caso de policia mesmo. Agora é muita ingenuidade não raciocinar que a pirâmede uma hora vai cair, e que quem não chegou cedo, vai ficar no prejuízo. Para aqueles que nao entenderam vejamos o desenho abaixo,suponhamos que cada numero 1 seja uma pessoa, e ela teria que adquirir novos adptos para receber seu premio, só que no fim pode nao ter adptos para manter a mesma proporçao para os de cima, por isso ela é quebrada.

    1
    1 1
    1 1 1
    1 1 1 1
    Agora imaginem quantas pessoas serão necessárias contribuir por 30 meses para que o primeiro integrante da associação pegue uma carta de crédito de 100.000,00, e logo depois já nao é apenas uma carta de crédito e sim dua, três no mesmo ano, pois existe um prazo para contemplação dos associados.
    entao a piramide começa a ruim pois nao tem como manter o prazo inicialmente definido e quem esta no meio da piramide pra baixo ficaram no prejuizo.
    1
    1 1
    1 1 1
    1 1 1 1
    1 1 1 1 1
    1 1 1 1 1
    1 1 1
    1 1
    1 ou seja caiu a piramide, e a maioria esta no prejuízo.

    Cabe o Ministerio Público coiber a ação criminosa desta associação, para que nao tenha mais familias envolvidas nesse absurdo jeito de ganho fácil que na verdadé é um prejuizo.

  152. Valmir Guise permalink
    06/08/2011 0:54

    Ricardo:

    Vc pode entrar em contato com a AFTB:
    De 2ª a 6ª feira das 10h às 16h

    (11) 3142.9408
    (11) 8531.0005 (TIM)
    (11) 7728.4670 / 100*101314 (NEXTEL)

    Por e-mail suporte@aftb-oscip.org

    Veja o Termo de Garantia de Contemplação para saber sobre a devolução de seu dinheiro:

    http://aftb-oscip.org/v12/pdf/documentos/Termo-de-Garantia-de-Contemplacao.pdf

    Luiz Claudio:

    Compreendo sua preocupação e eu tbm ficaria preocupado na sua posição. Mas cabe explicar algumas coisas neste momento.

    1° Vc mostra o projeto como uma pirâmide. E neste caso quem está no topo recebe primeiro. Me associei na AFTB e depois de uns 2 meses minha tia se associou tbm. Portanto quem deveria receber primeiro? Curiosamente minha tia já foi contemplada e eu ainda não. Por que será? Pelo simples fato de não se tratar de uma pirâmide.

    2° Numa pirâmide quando uma pessoa recebe(o produto ou dinheiro) o ciclo dele se encerra e deixa para trás um rombo financeiro. Na AFTB a pessoa recebe um Crédito, um empréstimo, e como tal, deverá pagar de volta tudo o que recebeu acrescido de mais 34%, fora o que ela já contribuiu antes da contemplação. O imóvel fica alienado como garantia de pagamento desse financiamento, de modo que não tem como a pessoa dar algum calote na dívida. Algo bem diferente de uma pirâmide !

    3° Por se tratar de uma OSCIP, a AFTB está apta a receber doações de empresas dispostas a colaborar. Elas podem doar até 2% do que pagam de Imposto de Renda. Isso aceleraria em muito as contemplações. Não fosse a ACP isso estaria contecendo em larga escala. Já uma pirâmide….. bem, nem preciso falar.

    4° De acordo com o Termo de Garantia de Contemplação, o associado pode pedir a devolução de seu dinheiro acrescido dos juros da caderneta de poupança nesse período. Uma pirâmide devolve o dinheiro tbm ?

    O que vc deve analisar é o seguinte:

    Vc acha que a habitação é um problema hoje no Brasil ?
    Vc acha que é fácil sairmos sairmos do aluguél e conquistarmos a casa própria ?
    Vc acha que os juros do financiamento da casa própria é um percentual justo ?
    Vc conhece alguma ONG que poderia ajudar aqueles que não conseguem sair do aluguél
    ?
    Vc estaria disposto a contribuir para um projeto social que ajudasse essas pessoas ?

    A situação financeira da AFTB não é boa atualmente, eu sei. Nem sei se vai conseguir melhorar, mas vamos tentar. Enquanto isso as contemplações continuam. Procure Neide Guise, é minha tia: http://aftb-oscip.org/v12/contemplados

    Muitas mudanças ocorreram recebetemente na AFTB, incluindo o fim do MMN, Bônus, etc. E outras mudanças virão. Confesso que não gostei da maioria das mudanças mas dou meu apoio, assim como sempre apoiei o projeto.

    Vc não precisa se associar à AFTB, mas deveria conhecer um pouco mais esse projeto antes de formar sua opinião.

    Estou sempre à disposição para qquer dúvida que tiver.

    Valmir Guise

    • Renata permalink*
      07/08/2011 20:01

      Valmir
      se esta oscip CONTINUA recebendo contribuição associativa, CONTINUA agindo em descumprimento a lei. Nunca se esqueça de informar isto. NINGUEM até ulterior decisão do Judiciário tem que pagar NADA pra esta aftb e vocês NÃO PODEM RECEBER. Mesmo que vc confie e goste do projeto, para resolver o problema habitacional, ele não serve neste momento por um entrave JURÍDICO.

      Fica o alerta (pela milésima vez) – esta oscip não pode receber dinheiro de associados. Esta é a ÚNICA coisa que deve ser levada em consideração neste momento.

  153. Valmir Guise permalink
    08/08/2011 0:57

    Renata e a todos do deste forum:

    O fato de a AFTB não poder receber dinheiro dos associados não é a ÚNICA coisa que deve ser levada em consideração neste momento. Muitas mudanças estão acontecendo na AFTB como citei em meu comentário anterior.

    Não omiti essa informação, mesmo pq minha resposta foi direcionada para o Luis Claudio e ele já está sabendo disso, como mostra seu comentário.
    Realmente há esse problema jurídico e é bom que todos que venham a conhecer a AFTB saibam disso. Apenas quis mostrar que o trabalho executado NÃO SE TRATA DE PIRÂMIDE, pois era isso que ele estava imaginando. Espero que os 4 pontos que alistei enterrem de uma vez por todas esse assunto de pirâmide e passemos então para um outro nível de discussão nesse forum.

    Comento pouco nesse forum, mas leio muito o que escrevem e temos que parar de ficar rodando no mesmo lugar e falando a mesma coisa mil vezes, prós e contras. Temos que discutir um assunto, debater e chegar a uma conclusão

    Assuntos encerrados na minha opinião:

    1° A AFTB não é uma pirâmide financeira.
    2° A AFTB está proibida pelo MP de cobrar mensalidades. (Porém o MP não pode proibir ninguém de contribuir)

    Eu acredito que o MP esteja equivocado em sua decisão e a forma que encontrei para mostrar minha posição é continuar pagando minha contribuição associativa mensalmente por livre e expontânea vontade.
    Acredito que cada pessoa deve decidir por si mesmo se deve apoiar ou não a AFTB, mas antes deve analisar todas as opiniões a respeito, tanto de quem critica, como tbm de quem defende o projeto.

    Att

    Valmir Guise

    • Renata permalink*
      09/08/2011 11:30

      “Assuntos encerrados na minha opinião:

      1° A AFTB não é uma pirâmide financeira.
      2° A AFTB está proibida pelo MP de cobrar mensalidades. (Porém o MP não pode proibir ninguém de contribuir)

      Primeiro assunto, pendente de decisão final transitada em julgado. Sua opinião, infelizmente, não influi no julgamento da causa.
      Segundo, o MP proibiu a oscip de receber. Se você paga e ela recebe, isto não poderia, neste momento ocorrer.

      “Eu acredito que o MP esteja equivocado em sua decisão e a forma que encontrei para mostrar minha posição é continuar pagando minha contribuição associativa mensalmente por livre e expontânea vontade.”

      Pagar para quem não pode receber é de um risco que nem sei expressar.
      Vc pode ser contemplado e ter seu imóvel indisponibilizado pelo Judiciário. Nos tempos atuais, assumir um risco deste tamanho beira insanidade, na minha opinião PESSOAL.
      Mas livre arbítrio prevalece. Só acho, com toda sinceridade, que você deveria dar mais valor ao seu dinheiro, financiar sua casa própria de outra forma, sem empecilho jurídico. E dar uma boa estudada na ação, para saber as consequências de eventual julgamento desfavorável. Parece-me que muitos ainda não entenderam a extensão do problema que a aftb enfrenta no momento.

  154. Márcio Leal permalink
    08/08/2011 10:23

    Vamos ver se a AFTB está descumprindo a LEI.

    “DO PEDIDO LIMINAR
    .
    Ante o exposto o MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO requer que seja determinado liminarmente e sem a oitiva da parte contrária:
    a) o lacre do estabelecimento e a cessação das atividades da Associação Frutos da Terra Brasil, sob pena de multa diária de R$50.000,00 (cinqüenta mil reais);
    b) que não seja cobrada dos consumidores prestações periódicas ou qualquer outros valores oriundos dos “SAC – SISTEMA ALTERNATIVO DE CRÉDITO” da Associação Frutos da Terra Brasil, ou plano equivalente, sob pena de multa diária de R$50.000,00 (cinqüenta mil reais);
    c) que se abstenham os réus efetuar qualquer oferta ou publicidade relativas aos “SAC – SISTEMA ALTERNATIVO DE CRÉDITO” da Associação Frutos da Terra Brasil, ou plano equivalente, bem como de receber novos associados, sob pena de multa diária de R$100.000,00 (cem mil reais);
    d) a INDISPONIBILIDADE de todos os bens dos réus ASSOCIAÇÃO FRUTOS DA TERRA BRASIL e CARLOS ALBERTO LILIENTHAL ROTERMUND;”

    Acima está o pedido da liminar e como ela foi concedida a AFTB tem que cumprir, mas ela está cumprindo? Vamos ver na minha opinião.

    a) o Lacre do Estabelecimento: R. Sim, pois tanto no Rio de Janeiro quando em São Paulo a sede está lacrada, no Rio de Janeiro foi lacrada até com pertence de associados.

    b)que não seja cobrada dos consumidores prestações periódicas ou qualquer outros valores oriundos dos “SAC – SISTEMA ALTERNATIVO DE CRÉDITO”.: R.: Sim, pois os associados não são consumidores e não pagam prestações e sim contribuições. E nenhum associado para contribuição para o programa SAC, todos os associados pagam contribuições(doações) para a Organização AFTB, ou seja, a AFTB não está recebendo nada oriundos do programa SAC, pois está recebendo doações para a organização toda. Organização essa que não tem apenas o SAC como programa, pois existe também outros programas que podem ser mantidos normalmente, pois não consta restrições na liminar para outros programas.

    c) Publicidade sobre o SAC e a proibição de novos associados R.: Sim está cumprindo, antes tinha reuniões e apresentações do SAC por todo o Brasil, hoje não tem mais. Tinha conferencia pela internet todos os dias da semana e não tem mais. Hoje o que tem é a Mesa Redonda que é uma reunião para discutir o futuro da organização e outros eventos que a AFTB participa ou organiza sem apresentar e oferecer o programa SAC. Não existe inscrição de novos associados, todos poderão entrar no site oficial e lá embaixo tem a quantidade de associados que está em 81433 deste o inicio da liminar. O que acontece é a transferência de associados, ou seja, um associado desiste e quer sair, ai ele entra em contato com a AFTB e pede pra disponibilizar seu ID para transferência, ai a AFTB coloca no quadro de transferência, caso tenha uma pessoa interessada essa pessoa paga para o associado tudo o que ele já pagou e continua pagando as doações. O antigo associado recebe de volta o que pagou e outro assume dali em diante o compromisso das doações.

    • Renata permalink*
      09/08/2011 11:20

      “a) o Lacre do Estabelecimento: R. Sim, pois tanto no Rio de Janeiro quando em São Paulo a sede está lacrada, no Rio de Janeiro foi lacrada até com pertence de associados.”

      Quando determinam o lacre da sede, determinam a paralização das atividades. Não precisa ser gênio para saber que operam via site.

      “b)que não seja cobrada dos consumidores prestações periódicas ou qualquer outros valores oriundos dos “SAC – SISTEMA ALTERNATIVO DE CRÉDITO”.: R.: Sim, pois os associados não são consumidores e não pagam prestações e sim contribuições. E nenhum associado para contribuição para o programa SAC, todos os associados pagam contribuições(doações) para a Organização AFTB, ou seja, a AFTB não está recebendo nada oriundos do programa SAC, pois está recebendo doações para a organização toda. Organização essa que não tem apenas o SAC como programa, pois existe também outros programas que podem ser mantidos normalmente, pois não consta restrições na liminar para outros programas.

      Menos….

      “O SAC – Sistema Alternativo de Crédito da AFTB, não é um sonho. Baseado na Economia Solidária, ele já acontece, hoje, aqui mesmo, agora. E está crescendo rapidamente, se espalhando pelo país inteiro, e mais, pelo mundo. Só durante o mês de julho o site da AFTB recebeu mais de 42.873 visitas vindas de 31 países diferentes. Isso comprova a força da Organização transformada em responsabilidade social. Nos mostra também que é necessário repensar o programa, que aos poucos de transforma em um conceito de sucesso, disponível a todos os cidadãos, independente do país, da política, da moeda ou das regras. Prova deste sucesso foram as contemplações, no mês de julho foram 30 novas famílias isentas do aluguel, como é o caso da associada Terezinha Edinir Caitano do Nascimento da cidade de Fortaleza/CE, que morava em um imóvel cedido por uma empresa. Entre as contemplações, 23 foram no 1° Seminário de Orientadores para Mobilização Social, evento organizado pelo Instituto Pró Brasil onde a AFTB inaugurou o Ranking Único, um sistema de pontuação que unifica os critérios de mérito e tempo e contribuição em um único ranking, ponderando as regras e pesos de cada fator que aproximam o associado ao momento da sua contemplação.
      “Ao conhecer a AFTB senti que ali estava à solução de meu sonho.”, informou o Sargento do Exército Brasileiro Elizeu Moraes da Silva E Silva, da cidade de Duque de Caxias/RJ, contemplado em 27 de julho.”

      Fonte http://www.aftb-oscip.org/v12/index.php

      Muita cara de pau sua vir neste fórum para dizer que não contribuem para SAC, que contribuem para OSCIP….ora, as pessoas pagam contribuição associativa SIM para ter carta de crédito, é um relação de fornecimento de serviço rapaz – vai dizer que as “doações” são dissociadas de contemplações.
      Distorção pura. Jogo de palavras e conceitos muito mal feito.
      Sobre a questão de associado ser ou não consumidor, a questão está “sub judice” e esta informação é a tese de defesa da aftb que, por ora, não foi avalizada pelo Judiciário. O que prevalece é a seguinte decisão, esta sim, transitada em julgado e proferida nos autos da exceção de incompetência

      “NÃO SE TRATA DE VIA PRÓPRIA PARA ALEGAÇÃO DE VIA IMPRÓPRIA DE AÇÃO CIVIL PÚBLICA, BEM COMO PARA PRODUÇÃO DE PROVA SOBRE O MÉRITO DA AÇÃO DE CONHECIMENTO. O QUE CARACTERIZA HAVER OU NÃO RELAÇÃO DE CONSUMO É A ATIVIDADE PRATICADA E NÃO A NATUREZA DA PESSOA JURÍDICA. A EXCIPIENTE FINANCIA A AQUISIÇÃO DE IMÓVEIS, DE MODO QUE PRESTA SERVIÇOS E, PORTANTO, É FORNECEDORA. POR FIM, AS ATIVIDADES DA SOCIEDADE RÉ SÃO PRATICADAS NESTA COMARCA, DE MODO QUE AQUI SE ESTABELECE A COMPETÊNCIA TERRITORIAL. REJEITO A EXCEÇÃO. ”

      fonte http://srv85.tjrj.jus.br/consultaProcessoWebV2/consultaProc.do?v=2&numProcesso=2010.001.035818-6A

      Portanto, ao contrário do que você afirma, até o momento, a aftb é tida como fornecedora de serviços SIM e os associados são CONSUMIDORES sim. Não sou eu quem afirmo isto, é o Judiciário. Não é você que tem competência para informar o contrário ou tentar convencer alguem disto.

      “c) Publicidade sobre o SAC e a proibição de novos associados R.: Sim está cumprindo, antes tinha reuniões e apresentações do SAC por todo o Brasil, hoje não tem mais. Tinha conferencia pela internet todos os dias da semana e não tem mais. Hoje o que tem é a Mesa Redonda que é uma reunião para discutir o futuro da organização e outros eventos que a AFTB participa ou organiza sem apresentar e oferecer o programa SAC. Não existe inscrição de novos associados, todos poderão entrar no site oficial e lá embaixo tem a quantidade de associados que está em 81433 deste o inicio da liminar. O que acontece é a transferência de associados, ou seja, um associado desiste e quer sair, ai ele entra em contato com a AFTB e pede pra disponibilizar seu ID para transferência, ai a AFTB coloca no quadro de transferência, caso tenha uma pessoa interessada essa pessoa paga para o associado tudo o que ele já pagou e continua pagando as doações. O antigo associado recebe de volta o que pagou e outro assume dali em diante o compromisso das doações.”

      O trecho retirado do site acima já prova que descumprem e fazem publicidade do SAC (O SAC – Sistema Alternativo de Crédito da AFTB, não é um sonho. Baseado na Economia Solidária, ele já acontece, hoje, aqui mesmo, agora. E está crescendo rapidamente, se espalhando pelo país inteiro, e mais, pelo mundo…..). Não é publicidade não e eu acredito em papai noel. Claro que recebem contribuições, senão não haveriam contemplações. Para ser contemplado tem que estar ativo, para estar ativo, tem que pagar, se paga, a oscip recebe, se recebe, não poderia – se recebe e dizem que não é via SAC, isto chama-se “jeitinho brasileiro”.

      No mais, meu caro, cobre dos advogados da oscip uma posição e maiores informações sobre a ação civil pública. Não é só este blog que AFIRMA e PROVA que aftb tem descaradamente descumprido determinação judicial (utilizando o amplo nicho virtual para isto). O Juiz da causa tambem concorda conosco, tando é que mandou bloquear 8 milhões da conta da aftb por descumprimento da liminar. Não entendo como vocês A) mantem a cara de pau ou B) definitivamente não sabem o que ocorre nos autos da ACP. Prefiro acreditar na segunda hipótese. Até concordo que aftb tomou medidas para minimizar os prejuízos oriundos desta ação, como a suspensão de mmn, por exemplo. Agora, daí a afirmar que estão cumprindo a lei são outros quinhentos. A oscip passa por enormes dificuldades e ainda divulga crescimento de SAC, ainda induz as pessoas desavisadas a pensarem que está tudo sob controle. VOCÊ sabe que não está – nós sabemos. E os que não tem acesso a informação, pergunto. Estes sim, sofrerão as consequências caso a decisão final dsfavoreça a oscip. E, se a decisão favorecer, a oscip tem um longo caminho a percorrer para reestruturar-se.

  155. 09/08/2011 11:00

    Muito bem Márcio…. Agora eu me pergunto, como um funcionário do Ministério Publico do RJ pode ter o interesse de prejudicar um projeto social como o da AFTB, Porque ele não interviu na OSCIP quando ele foi lançada em 2007 no Diário Oficial da União, será que esse nosso representante é conhecedor dessa publicação.
    Outro ponto importante é que ele esta alheio aos interesse de milhares de brasileiros…
    Será que vamos ter que montar outra representação contra esse promotor junto ao CNJ.

    Será que estamos em CUBA?
    Porque querem acabar com a AFTB sem nos dar o direito a defesa?

    “Até um bandido perigoso tem direito a defesa, porque a AFTB mão tem, estranho…”

    • 18/08/2011 11:18

      Caro colega, leia o post com mais inteligencia. Inclusive fale com um advogado que ele te explica que não se chega onde chegou sem as partes mostrarem suas razões. Tentou-se derrubar a liminar várias vezes interpondo recusos e mais recursos. Sou advogado e te falo que estamos no Brasil, pq em Cuba a AFTB nem existiria. Infelizmente a democracia que temos faz com que pessoas espertas (pejorativamente falando) façam com que outros sem muito entendimento do bem comum, social, por lacunas em nossas legislaçoes, consigam agir de forma ilícita e continuar ludibriando a todos sem uma ação enérgica do Poder Público. Em Cuba, garanto que teríamos muitos presos e mortos pela TENTATIVA de esperteza de alguns. Mas, pela Lei tupiniquim temos todos direito a legítima defesa…processo lento, pessoas sendo lesadas. A grande questão é: Fazer ou não parte da quadrilha, eis a questão, direta ou indiretamente.

  156. Márcio Leal permalink
    09/08/2011 11:51

    Renata, concordo com quase tudo que você disse, o que eu postei anteriormente é a defesa que a AFTB usa para dizer que não está descumprindo a LIMINAR. Não sou advogado e por isso não sei te dizer com certeza se esse “jeitinho brasileiro” como vc mesma disse vai dar certo.
    Só que a AFTB ainda não foi ouvida, não deve como se defender, e como vc mesma disse é o que o ministério da justiça está dizendo, mas e se não for? e se a AFTB consegui provar que é sustentável (pois já tem essa prova), e se a AFTB provar que não é uma fraude? Ai sim os associados estão sendo prejudicados e muito, pois hoje se a AFTB esta contemplando 23 associados em um mês era pra ser no mínimo uns 300 associados sem a ACP.
    O ministério da justiça está apenas fazendo seu dever em defender o povo brasileiro, mas e se ele estiver errado.
    Como vc mesma disse, a AFTB fez algumas mudanças para minimizar o impacto da ACP, mais não foram poucas, o fim do MMN foi apenas uma delas. A implementação de um sorteio mensal também foi incluído, ou seja, qualquer pessoa poderá sem contemplada, isso não acontece em pirâmide. Antes se a pessoa atrasassem mais de 5 dias perdia todo o seu histórico de contribuições e começava a contribuir tudo de novo, hoje o associado tem até 8 dias pra pagar com atraso e se passar não perde o histórico, apenas não poderá ser contemplado nos próximos 6 meses. Antes se o associado desistisse da AFTB ele perdia tudo o que tinha contribuído, hoje ele pode pedir o dinheiro de volta com correção monetária. Essas são algumas que estou lembrando agora, mais tem bem mais.

    Pode até ser que eu esteja apostando errado, mas na minha opinião se fosse um golpe, ou uma farsa vc acha que a AFTB estaria fazendo todas essas mudanças e ainda tentando ficar viva todo esse tempo. A meu ver a AFTB já teria sumido do mapa, deixado todos os associados na mão, o presidente que também é réu na ação poderia viajar pra outro pais com todo o dinheiro da AFTB que como vc mesma disse tem 8 milhões bloqueados, e esse dinheiro foi bloqueado depois de quase um ano de liminar, mais todo o dinheiro que a AFTB vem contemplando deste a LIMINAR, e sumir no mundo. Todos os associados poderiam entrar com ação na justiça pra receber o dinheiro de volta que nunca iriam ter resultados.

    Tinha e tem muitas coisa errada na AFTB, mas temos que considerar que o projeto é uma idéia revolucionaria e merece respeito, se tem erros vamos arrumar e transformar o projeto em realidade.
    Respeito muito o seu blog e todos que comentam, mas acho que em vez de acusar o interessante era tentar ajudar, apontar os erros e suas possíveis soluções. Para isso pense no projeto, veja que é excelente e ajude a corrigir todos os erros. A AFTB errou sim, mas era porque não estava preparada, e agora quem está sofrendo são todos os associados, povos brasileiros que vivem de alugueis e que não tem condições de financiar sua casa pelos bancos.

    • Renata permalink*
      11/08/2011 12:56

      Marcio

      a aftb foi ouvida SIM, recorreu contra a decisão liminar e ainda não teve êxito. Eu acho que a aftb precisou fazer mudanças não para o bem estar social, mas para continuar angariando dinheiro. Não seja ingênuo e cobre do governo sua casa própria. Sempre disse que eliminação de déficit habitacional nunca seria alcançada com oscip que utilizou mmn pra funcionar e dá um jeito pra camuflar atuação proibida por lei por jogos de palavras (de associado para contribuinte, por exemplo). A aftb apenas criou um novo termo pra fingir que cumpre a lei.

      Se depois desta batalha jurídica a aftb sair vitoriosa (e viável financeiramente), torço por vocês associados e sempre torci. O que me indigna é que esta oscip descumpre sistematicamente a lei e isto não condiz com a honra da proposta. Reitero, INFORME-SE mais sobre esta ACP e suas consequências, cobre dos dirigentes uma postura clara sobre o que recebem e para onde vai, cobre a alteração do termo em desfavor do associado. Racionalize, fica a dica.

  157. Brivaldo Pereira Alves permalink
    11/08/2011 16:49

    Márcio,
    me responde ai, porque a AFTB mudou na calada da noite o regulamento do SAC?
    porque nenhum associado foi consultado?
    como é que agora minha mulher e meu filho tem 29 contribuições em dia e nem figuram no ranking?
    como é que uma tal de Cássia ameaça com cancelar o cadastro se reclamamos muito por informação?
    é verdade que a vice-presidente a tesoureira e a secretaria se demitiram?
    você que parece estar muito bem informado, seria tão amável de publicar os nomes dos integrantes do Conselho Fiscal?
    Desde já agradeço.
    Brivaldo

  158. Renata Lima permalink*
    20/08/2011 23:57

    “Agora eu me pergunto, como um funcionário do Ministério Publico do RJ pode ter o interesse de prejudicar um projeto social como o da AFTB, Porque ele não interviu na OSCIP quando ele foi lançada em 2007 no Diário Oficial da União, será que esse nosso representante é conhecedor dessa publicação.”

    Que asneira gigante, Eraldo, a oscip foi processada por operar em esquema de pirâmide e isto não TEM NADA A VER com qualificação dada a oscip em 2007. Uma ação civil pública é ajuizada mediante interesses de VÁRIAS pessoas, e não um “funcionário” do MPRJ. Você parece, ou se faz, de sonso.

    “Outro ponto importante é que ele esta alheio aos interesse de milhares de brasileiros…
    Será que vamos ter que montar outra representação contra esse promotor junto ao CNJ.”

    Quem esteve alheio aos interesses de milhares de desavisados foi a própria oscip, quando instituiu o mmn no projeto social (e, obviamente, quando surgiu seu interesse pelo projeto, considerando-se sua “militância” em mmn- megabônus, oi alò chip e por aí vai)

    “Será que estamos em CUBA?
    Porque querem acabar com a AFTB sem nos dar o direito a defesa?”

    A oscip tem e exerce seu direito de defesa..pena que os argumentos, até o momento, não convenceram Juizes, Desembargadores e o MP. Informe-se sobre processo antes de vir neste blog postar asneira e pagar de injustiçado. Incrível, estamos no Brasil (terra do “pode tudo”) e esta oscip não pode funcionar. Alguma coisa BEM errada existena aftb, e isto extrapola interesses jurídicos ou políticos. Espero que poucas pessoas sejam lesadas. Torço pelas bem intencionadas e que acreditaram na proposta.

  159. Nilson Barbosa permalink
    27/08/2011 12:05

    A Liminar Contra a AFTB “FOI ARQUIVADA”.
    A liminar contra a AFTB “FOI ARQUIVADA” dia 24 de Agosto: Tipo do Movimento: Despacho – Proferido despacho de mero expediente Data Despacho: 24/08/2011.
    Site de consulta da veracidade da informação: http://srv85.tjrj.jus.br/consultaProcessoWebV2
    Processo: 2010.001.035818-6
    Assunto encerrado!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Tenha um dia espetacular,
    Nilson Barbosa

    • Renata Lima permalink*
      28/08/2011 13:05

      Nilson
      ´
      o processo não foi arquivado e há em andamento recursos a serem julgados. Se, por acaso, a liminar foi revogada, há ainda a decisão de mérito e há possibilidade de recursos por parte do MP. Então, por ora, o assunto (leia-se processo) não foi encerrado.

      Segue última movimentação do processo em primeira instância

      “Data Decisão:
      26/08/2011
      Descrição:
      RECONSIDERO A DECISÃO DE FLS. 2394, POIS COMPLETAMENTE EM DESACORDO COM A ATUAL FASE PROCESSUAL.
      Documentos Digitados:
      Despacho/Sentença/Decisão – sem certidão”

      fonte – http://srv85.tjrj.jus.br/consultaProcessoWebV2/consultaProc.do?numProcesso=2010.001.035818-6&tipoConsulta=publica&CNJ=0038222-83.2010.8.19.0001^N

      Informe-nos melhor sobre a revogação da liminar, por favor. Tenha um dia espetacular tambem.

  160. 02/09/2011 12:29

    Vamos deixar claro aqui por favor aos colegas que visitem este site:
    Pergunta 1:
    A AFTB pode voltar a funcionar normalmente dentro da legalidade da Lei? Ou seja, cadastrar pessoas e continuar entregando as casas legalmente?
    Pergunta 2:
    Com as mudanças que ocorreram conforme acima citados, irão ocorrer ganhos licitamente com cadastros de pessoas para a casa propria da AFTB e irão obter ganhos em rede por isso?
    Pergunta 3:
    Ainda há risco de perda de todo o dinheiro arrecadado até agora pelos associados?
    Favor se possivel retornar com provas materiais (links), se possivel.
    Abraços!

    • Renata Lima permalink*
      03/09/2011 11:56

      “A AFTB pode voltar a funcionar normalmente dentro da legalidade da Lei? Ou seja, cadastrar pessoas e continuar entregando as casas legalmente?”

      Não, a aftb não poderia funcionar se estivesse seguindo a risca os termos da liminar.

      ” Pergunta 2:
      Com as mudanças que ocorreram conforme acima citados, irão ocorrer ganhos licitamente com cadastros de pessoas para a casa propria da AFTB e irão obter ganhos em rede por isso?”

      O mmn foi abolido, conforme consta do site da oscip. Se há ainda ganhos em rede, isto é ilegal e vai contra a liminar e contra a própria postura expressa da oscip no site (no tocante ao fim do mmn)

      “Pergunta 3:
      Ainda há risco de perda de todo o dinheiro arrecadado até agora pelos associados?”

      Sim, a oscip entende que o dinheiro é “doação”, mesmo que na prática não o seja (porque quem não paga não leva carta de crédito). Já li por aqui que teve gente que conseguiu reaver o dinheiro, mas entendo que existe o risco.

      obs – estas respostas foram dadas em razão do que ocorre na ACP (links informativos no post e em vários comentários), e em função da natureza social de qualquer oscip, conforme a lei.

    • gap permalink
      04/09/2011 17:44

      Renata.

      Eu tava vendo o último video no site da AFTB com o fundador falando sobre o MMN na AFTB (http://www.aftb-oscip.org o primeiro video, aos 36min11s). E no final do video o cara admite que o crescimento da AFTB foi o mesmo COM e SEM o programa de bonificação — depois que o MMN foi suspenso. Além disso ele admite que a performance de mobilização dos associados que participavam do programa de multinível foi bem INFERIOR à performance daqueles que NÃO participavam, em termos de mobilização Em suma, a melhor coisa que poderia ter acontecido pra AFTB foi a suspensão do MMN… eeeeeee laiiiaaaaa.

      Que ótimo que a AFTB anda melhor sem MMN, pois sempre achei interessante a intenção da oscip.

      abs

  161. Brivaldo Pereira Alves permalink
    05/09/2011 13:17

    Prezada Renata,
    o cara e um grande mentiroso, em Fev/2009 a AFTB (sem MMN) tinha 423 associados
    ativos, em Março/2010 (saida de quem trouxe e implementou o MMN na AFTB Sergio Arrejoria) deixou 13687 associados ativos hoje 05/09/2011 a AFTB tem 15044 associados ativos o seja entre Abril/2010 a Setembro/2011 so cresceu 1357 associados, menos de 80
    associados por mes. O problema do presidente a AFTB, é que as verdades começaram a
    aparecer, agora vai tentar sujar o MMN porque não quer pagar mais bonus. A justiça vai
    dar conta dele.

    • Márcio Leal permalink
      05/09/2011 16:57

      O Arrejoria saiu bem antes de Março de 2010, pois foi antes da ACP (Liminar) e a AFTB passou de 13687 associados para 15044 ativos devido a manutenção dos associados já inscritos que são mais de 80mil, devido a LIMINAR a AFTB não pode fazer novas inscrições, entao não foi por causa da saida de algum lider que fez com q as inscrições parassem.

      O que o presidente está dizendo sobre o MMN é que com ele a AFTB teve várias novas inscrições e chegou ao topo de mais de 80 mil familias cadastradas, mas deste total apenas 15 mil estão ativas(contribuindo para a associação). Destes ativos a maioria deles foram indicados por pessoas que não estão cadastradas no MMN, ou seja, pessoas comuns que apenas queria o social. Enquanto lideres do MMN cadastrava 100, um associado normal cadastrava 10. No entanto dos 100 indicados pelo lider apenas 5 continuam ativos, já os 10 indicados por um associado normal 7 estão ativos. Ou seja, pra que gastar com uma ferramenta que apenas traz números, mas não traz resultado?

    • Renata Lima permalink*
      05/09/2011 18:00

      “Ou seja, pra que gastar com uma ferramenta que apenas traz números, mas não traz resultado?”

      O dinheiro que foi gasto para pagamento de bônus certamente teria sido mais útil se utilizado para cumprimento da finalidade social da oscip. Pena que os dirigentes aceitaram mmn em oscip, pra mim, o maior erro em todo o projeto.

  162. Nilson Barbosa permalink
    05/09/2011 16:57

    Ministério Público não tem legitimidade para defender interesses de Associados
    Cidade

    06/07/2011 08:53:44
    Ministério Público não tem legitimidade para defender interesses de sócios de clube
    A Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) entendeu que o Ministério Público não tem legitimidade para propor ação civil pública contra a Associação Atlética de Sergipe, com o objetivo de retornar o título de propriedade de um imóvel àquela associação. Dessa forma, os ministros do colegiado extinguiram o processo do MP, sem resolução do mérito.
    No caso, o MP de Sergipe ajuizou ação civil pública contra a Associação Atlética de Sergipe, sustentando ter havido simulação no negócio jurídico que resultou na venda do imóvel sede da associação, razão por que pediu a nulidade do ato e o retorno do título de propriedade.
    Em primeiro grau, concluiu-se pela legitimidade do MP para o ajuizamento da ação, entendimento que foi mantido pelo Tribunal de Justiça de Sergipe.
    No STJ, a associação alegou que o MP não tem legitimidade para propor a ação civil pública, pois a relação com seus associados é meramente associativa, e não de consumo.
    Em seu voto, o relator, ministro Luis Felipe Salomão, ressaltou estar evidenciado que se busca, com a ação, a suposta defesa de um pequeno grupo de pessoas – os associados do clube, numa ótica predominantemente individual.
    Ora, a proteção a um grupo isolado de pessoas, ainda que consumidores, não se confunde com a defesa coletiva de seus interesses. Esta, ao contrário da primeira, é sempre impessoal e tem como objetivo beneficiar a sociedade em sentido amplo, disse Salomão.
    O ministro destacou, ainda, que não cabe cogitar até mesmo que se trate de interesses individuais homogêneos, isso porque a proclamação da nulidade beneficiaria esse pequeno grupo de associados de maneira igual. No entanto, como já visto, para a proteção dos interesses individuais homogêneos, também seria imprescindível a relevância social, o que, repita-se, não está configurado na espécie, concluiu o relator.

    Fonte: http://www.jornaldodiase.com.br/viz_conteudo.asp?codigo=6720118535850767
    Atenciosamente,
    Nilson Barbosa

    • Renata Lima permalink*
      05/09/2011 17:08

      Nilson

      “entendeu que o Ministério Público não tem legitimidade para propor ação civil pública contra a Associação Atlética de Sergipe, com o objetivo de retornar o título de propriedade de um imóvel àquela associação.

      Se vc acha que a postagem desta decisão, QUE NÃO TEM CORRELAÇÃO COM O OBJETO DA ACP movida contra aftb, está de acordo com as regras para comentar neste post, então é mais ingênuo do que pensei. O objetivo da ação cuja ementa vc transcreveu é a retomada de título de propriedade de imóvel. Na ACP contra a aftb, o objetivo é provar que a oscip opera em esquema de pirâmide, fugindo ao objetivo social OBRIGATÓRIO que qualquer oscip deve possuir. A acp questiona a sustentabilidade da aftb e não o título de propriedade de imóvel de associação atlética.
      Com relação a oscip ser considerada uma fornecedora de serviços (e consequentemente sujeita a lei consumerista) já há decisão favorável ao MP neste sentido, nos autos da exceção de incompetência (transcrevi a decisão nos comentários por aqui).
      Consulte advogado antes de postar qualquer coisa de cunho jurídico em fórum público, sugiro. Aprenda a interpretar decisões e fazer comparações, fica a dica.

      Outro trecho pertinente para comparar….

      “O ministro destacou, ainda, que não cabe cogitar até mesmo que se trate de interesses individuais homogêneos, isso porque a proclamação da nulidade beneficiaria esse pequeno grupo de associados de maneira igual. No entanto, como já visto, para a proteção dos interesses individuais homogêneos, também seria imprescindível a relevância social, o que, repita-se, não está configurado na espécie, concluiu o relator.”

      Obviamente, há relevância social no processo da oscip da “casa própria”. Outro ponto que diverge da ação civil pública em foco no post.
      Esta decisão não guarda relação direta com a ACP e nem deveria estar aqui….mas como você reclamou, deixei passar e repliquei.
      Espero ter ajudado e espero que você aprofunde um pouco a análise jurídica das ementas que transcreve (seja onde for).

  163. Sérgio Arrejoria permalink
    05/09/2011 18:49

    Prezado Marcio Leal e Renata, “extraoficialmente” meu ultimo dia de trabalho na AFTB foi Sexta Feira 12 de Março de 2010, digo “extraoficialmente” porque NUNCA foi comunicada “oficialmente” minha demissão, quando me apresente a trabalhar Segunda Feira 15 de Março de 2010 não foi permitido meu ingresso ao predio.
    Marcio, PUBLICAMENTE posso afirmar que graças ao MMN a AFTB consiguiu
    ter tantos associados, todos os dados publicados aqui por Brivaldo, são
    os dados que eu repassei para os Lideres depois de minha “extraoficial saida da AFTB” voce esta TOTALMENTE ERRADO com o que esta afirmando, embaixo da minha rede, esta o 95% dos cadastros da AFTB, e hoje o 99%
    dos associados ativos são fruto do trabalho dos Lideres do MMN.
    Atenciosamente
    Sérgio Arrejoria

    • Márcio Leal permalink
      06/09/2011 10:29

      Sergio Arrejoria, obrigado pelos esclarecimentos, apenas passei o que me foi passado e como vc mesmo disse informações erradas, assim sendo, peço desculpas pelo erro, e parabéns pelo seu trabalho. Torço para que o projeto da AFTB tenha um futuro brilhante, pois o social é sem duvida fantástico.

  164. Sérgio Arrejoria permalink
    06/09/2011 10:25

    Prezada Renata,
    porque meu comentario/resposta para Marcio Leal não foi publicado?

    • Renata Lima permalink*
      06/09/2011 12:15

      Sergio

      foi publicada sim. Eu mesma aprovei.

      Renata

  165. Marcos Costa permalink
    11/09/2011 3:41

    Muito bem, vamos lá…

    1) Tomei conhecimento da AFTB através de um amigo, que por saber que eu trabalho no meio jurídico, veio me consultar a respeito da mesma. Ele é associado desde 2010 e vem pagando mensalmente R$ 50,00, num total de 30 meses, o que somando ao final vão totalizar R$ 1.500,00, para a obtenção de uma carta de crédito no valor de R$ 50.000,00, podendo-se escolher o imóvel em qualquer lugar do Brasil;

    2) Daí então comecei as minhas investigações e descobri a Ação Civil Pública do MP/RJ, a qual continua em pleno vigor, inclusive a liminar que suspendeu as atividades da AFTB e bloqueou os seus bens por duas vezes;

    3) O processo chegou a ser arquivado no dia 24/08/2011, mas no dia 26/08/2011, ou seja, dois dias após, a juíza reconsiderou a sua decisão;

    4) Quem quiser ver a íntegra da ACP, basta acessar o link abaixo:

    http://www.tj.rj.gov.br/scripts/weblink.mgw?MGWLPN=DIGITAL1A&PGM=WEBJRP104xLCI&LAB=LEDxWEB&PORTAL=1&PRO=20100010358186&FORMA=1&SEF=1&JOB=12235&PAL=ASSOCIACAO%20E%20FRUTOS%20E%20DA%20E%20TERRA%20E%20BRASIL&CNJ=20100010358186^N

    5) Fazendo uma consulta em todos os andamentos do referido processo, acabei descobrindo que houve um chamado para todos os interessados que quisessem ingressar na ação no dia 15/07/2011, mas o prazo para tal ingresso foi de apenas 20 dias, o que lamento profundamente, pois esse meu amigo ganharia bastante tempo com tudo que já foi decidido até agora, não necessitando ingressar com uma ação nova do zero, o que será preciso agora para recuperar o seu dinheiro;

    6) Ora minha gente, como já falado acima, nada vem de graça pra gente. Ou trabalhamos com o suor do nosso rosto para conquistar o que é nosso ou só mesmo a roleta russa da loteria…

    7) Não se iludam, quem vem aqui defender com unhas e dentes a AFTB é pau mandado deles, pois com certeza ficam investigando as denúncias que têm contra eles na INTERNET para se defenderem e continuarem enganando mais gente!

    8) E sobre o reconhecimento que o Ministério da Justiça deu à AFTB como OSCIP em nada interfere na investigação do Ministério Público, instituição séria e independente, que merece toda a nossa credibilidade. Aliás, bom saber que a AFTB criou outro site com domínio internacional para fugir do bloqueio e que continua recebendo as mensalidades dos seus associados, como é o caso desse meu amigo. Vou acompanhar tudo isso de perto a partir de agora e vou fazer questão de levar ao conhecimento do Promotor Julio Machado, pois tenho meios para isso;

    10) Recomendo também a leitura dos links abaixo:

    http://oglobo.globo.com/economia/mat/2010/12/02/associacao-frutos-da-terra-brasil-diz-que-esta-sendo-agredida-de-forma-preconceituosa-923165004.asp

    http://economia.ig.com.br/ministerio+publico+acusa+de+golpe+ong+que+da+credito+para+casa/n1237888469952.html

    http://economia.ig.com.br/filhos+mae+e+esposa+do+fundador+da+aftb+receberam+credito/n1237888472806.html

    http://blogs.estadao.com.br/advogado-de-defesa/va-a-justica-sem-precisar-de-advogado-1/

    http://industriadadecepcao.wordpress.com/2010/02/24/acao-civil-publica-contra-a-aftb/

  166. Marina permalink
    11/09/2011 22:01

    Olá, gostaria de saber quem faz o blog. Achei interessante e venho buscando informaçoes sobre isso. As informações aqui são bem fundamentadas, mas gostaria de saber quem são vocês. Advogados tentando ajudar pessoas? Pessoas que passaram por experiências em uma empresa de Marketing Multinível? Pesquisadores de economia dentro desse ramo?

    • Fernando permalink*
      12/09/2011 14:28

      Nosso intuito é ajudar pessoas diminuindo a assimetria de informações existente na net a respeito desse sistema de distribuição. Sou economista. A Renata, advogada.

  167. Junior permalink
    29/09/2011 17:06

    Tem coisas que não entendo. Pessoas que depois de quase 2 anos ainda acham que quem não defende a AFTB é o bandido.
    Essa história me chegou por e-mail a poucos minutos:
    Associada da AFTB, que dava palestras e era a pessoa mais atuante na região onde mora, foi chamada em junho do ano passado num telefonema à ela, para dar explicações ao MP. Alguem fez uma denúncia ao MP da AFTB e colocou ela como “a representante oficial” ou até funcionária da AFTB. Foi lá… falou com o prmotor, colocou os pingos no ís. Contou tudo!! Dái o promotor abriu um inquérito para apurar os fatos. Lá foi ela a ser intimada denovo, para ir na delegacia perto da casa dela, faltou ao trabalho naquela manhã e… contou tudo denovo!! Mas então deu o nome de alguns associados para que eles fosses ouvidos tb. Entre eles o Eraldo Nazário.
    A uns meses ficou sabendo que um associado (que já processou a AFTB e ganhou) foi intimado a delegacia, na cidade dele e corroborou o que ela falou. E o MP da cidade tb está construindo um processo! Ou sejam, 2 processos no MP do estado dela!
    Agora, o Eraldo deve ter sido intimado, e está perseguindo ela… chamou no msn ontem e falou um bobagem qualquer.. como “estou decepcionado” “vc tb quer processar a AFTB?” ela mandou ele para “algum lugar”. Tá até a tampa dessa história! Sabe o que a pessoa idônea, que nunca se envolve em negócios escusos, respondeu? Que já denunciou ela e os rolos dela ao MP!! Póde????
    Até onde vai a lavagem cerebral desse povo?

    Eu respondi o e-mail (enviado a todos os ex-aftb) que no lugar dela eu iria era processar o Eraldo. Mas, apesar dela poder pagar ótimos advogados, mas não precisar disso (pai dela é dos feras de lá) ela não vai se sujar com “aquela lama” onde está enfiada a AFTB e seus seguidores fanáticos!

    E agora vai somente pegar o dinheiro dela devolta… quem reclama no PROCON a AFTB está devolvendo o dinheiro!

    Quando isso vai terminar?

  168. Brivaldo Pereira Alves permalink
    07/10/2011 16:07

    Associado obteve na justiça a primeira condenação contra a AFTB por Pirãmide Financeira.

    Processo: 0007441-38.2010.8.26.0016 (016.10.007441-9)
    Reqte: CARLOS ALBERTO GARCIA PEREIRA
    Reqda: ASSOCIAÇÃO FRUTOS DA TERRA BRASIL- AFTB

    Classe: Procedimento do Juizado Especial Cível

    Área: Cível

    Assunto: Perdas e Danos
    Distribuição: Livre – 20/07/2010 às 16:19
    1ª Vara do Juizado Especial Cível – Vergueiro – Foro Central Juizados Especiais Cíveis
    Valor da ação: R$ 2.000,00
    Consultar pelo nome das partes em http://consulta.tj.sp.gov.br; link “Colégio Recursal”.

    São Paulo, 15 de agosto de 2011

    Colégio Recursal dos Juizados Especiais
    Cíveis e Criminais do Estado de São Paulo

    Vistos.

    A sentença recorrida analisou o caso de maneira adequada e não
    merece qualquer reparo. Evidente a aplicação do Código de Defesa do
    Consumidor á situação dos autos.

    A contratação caracteriza o que se convencionou denominar
    “pirãmide financeira”, cuja finalidade última é auferir lucros com a captação
    de novos contratantes. Manifestamente ilegal, pelos motivos bem deduzidos na
    sentença recorrida.

    Os danos morais foram fixados em patamar razoável, razão pela
    qual os mantenho.

    Ante o exposto, pelo meu voto, nego provimento ao recurso
    inominado, mantendo a sentença recorrida em seus termos. Em razão da
    sucumbência, condeno o recorrente ao pagamento de honorários advocaticios que
    fixo em 10% sobre o valor atualizado da condenação, nos termos do artigo 55 da
    Lei 9.099/95.

    Tom Alexandre Brandão
    Juiz Relator

  169. Brivaldo Pereira Alves permalink
    24/10/2011 19:40

    Renata,
    pode confirmar? a Juiza mando a bloquear os ativos da AFTB, incluidas as contas bancarias?

    Processo nº: 0038222-83.2010.8.19.0001

    Tipo do Movimento: Despacho

    Descrição: DESENTRANHEM-SE FLS. 2415/2416 E ENTREGUE-SE À REQUERENTE, VISTO QUE NÃO FOI ACOSTADA TEMPESTIVAMENTE A PETIÇÃO ORIGINAL. FLS. 2324/2325 E 2408/2409: DEFIRO A RETIRADA DO LACRE, REMOVENDO-SE PARA O DEPÓSITO PÚBLICO OS BENS PERTENCENTES À RÉ ATÉ JULGAMENTO DA LIDE. FLS. 2361/2362: INDEFIRO O PEDIDO PELOS MOTIVOS APONTADOS PELO MP A FLS. 2419/2420. (ADV. WAGNER DE OLIVEIRA – OAB/RJ 97.423) REITERE-SE O OFÍCIO DE FLS. 1737 E 2393, DETERMINANDO O IMEDIATO CUMPRIMENTO, SOB PENA DE DESOBEDIÊNCIA. OFICIE-SE À EMPRESA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS CONFORME REQUERIDO A FLS. 2422. OFICIE-SE À CEF PARA QUE BLOQUEIO TODOS OS ATIVOS DA RÉ, INCLUSIVE OS DA CONTA CORRENTE INDICADA A FLS. 2424. RENOVEI O BLOQUEIO ON LINE. DEFIRO O LACRE CONFORME REQUERIDO A FLS. 2443/2444.

    Obrigado desde já.
    Brivaldo

    • Renata Lima permalink*
      24/10/2011 20:37

      Brivaldo

      foi determinado o bloqueio de todos os ativos, inclusive de outra conta corrente e foi renovado o bloqueio on line. A AFTB interpôs recurso de agravo de instrumento contra esta decisão.

      http://srv85.tjrj.jus.br/consultaProcessoWebV2/consultaProc.do?v=2&numProcesso=2010.001.035818-6

      A situação da aftb, até eventual reforma desta decisão, fica praticamente inviável. Bloqueio de contas e bens removidos para depósito público (indisponíveis totalmente para utilização) é fim de carreira.

      Espero que esta situação seja passada pros associados.

  170. Luiz permalink
    27/11/2011 19:59

    Ainda não conseguir entender o que o MP quer na verdade. Se é pra defender os associados ou tentar acabar com a AFTB, em todas as decisões “deles”, afirmam que a associação pratica pirâmide, que os associados são incautos, até antes do processo não via nenhum associado se queixar, enfim, não sou ingênuo, só sei que tem muita coisa por trás disso, pq eles não acabam com herbalife, forever etc… será que tem juíza ou promotor recebendo propina alta? favor liberar o meu comentário.

    • Renata Lima permalink*
      28/11/2011 9:46

      A proposta de ong + mmn SEMPRE FOI ilegal (e contraditória), o pessoal achou uma “brecha” na lei e instituiu esta besteira de bonificar associado por indicação.

      Uma hora a casa ia cair…se não fosse pela justiça, seria pela impossibilidade de se manter uma proposta desta. Não sem ajuda do governo ou doadores fixos – aftb nunca teve “cacife” pra manter a proposta (eliminar déficit habitacional em 20 anos) e nunca teve apoio substancial. Os associados queixam-se mais da quantidade de mudanças de regulamento, todas perpetradas pós processo. E todas em prejuízo dos que antes pagavam contribuição associativa e hoje são tidos como “doadores”. Esperteza demais tem prazo de validade.

    • Não-me-chama-que-não-vou permalink
      28/11/2011 23:28

      Luiz, compre mais 10 (DEZ) cotas.
      Quando todas as decisões “deles” forem “cassadas” você ficará
      milionário e ainda terá feito um grande auxílio para a diminuição
      do déficit imobiliário no Brasil.
      Será um herói e milionário.

    • Renata Lima permalink*
      29/11/2011 19:43

      Luiz

      esta oscip teve uma boa ideia, que foi TOTALMENTE corrompida pela instituição ILEGAL de mmn (acharam uma brecha na lei de Oscips e colocaram mmn pra bonificar associado por recrutamento). Por lei, uma Oscip não pode ter fim lucrativo. Havia ilegalidade patente desde a instituição de mmn (tanto é que tiraram mmn depois do processo).

      A aftb nunca teve apoio substancial do governo ou de doadores fixos….um dia o problema da sustentabilidade (a falta dela) apareceria, com ou sem processo. Outra…os associados reclamam agora porquê a oscip mudou o regulamento unilateralmente. Antes, era “contribuição associativa” e “x” meses pra contemplação. Hoje, virou “doação” com “x+y” de prazo pra contemplação.

      Não vejo porquê o MP teria interesse escuso de prejudicar uma oscip com um objetivo tão….inxequível.

      Sugiro dar uma analisada nos comentários e nos posts relativos a oscip aqui no blog, tem muita explicação e análise. O foco do problema (a meu ver) foi o objetivo (ELIMINAR déficit habitacional em 20 anos – inviável) e a forma de colocar em prática (bonificação por recrutamento).

  171. Luiz permalink
    29/11/2011 16:07

    Não-me-chama-que-não-vou.

    Fiz uma pergunta, dá pra responder? ou quer ficar de gracinha?

  172. não-me-chama-que-não-vou permalink
    30/11/2011 9:09

    Luiz.

    Não é gracinha. É trágico.
    E, se você não viu ninguém se queixar, é porque não tinha como, as queixas não eram divulgadas.
    É só ler os depoimentos acima, a não ser que você não queira ver.
    Ou você acha que “eles” começaram esse processo do nada ?
    Foram “n” denúncias e reclamações.

  173. Brivaldo Pereira Alves permalink
    30/11/2011 11:25

    Luiz,
    estão surgindo inúmeras denuncias e processos por todo Brasil,
    muitos associados, depois de “contribuir” mais de 30 meses, descobriram
    sua condição de “doadores” claro, jamais terão sua Carta de Crédito.
    Eu e minha família (4 Cartas de Crédito) já entramos na Justiça em Fortaleza.
    Slds.
    Brivaldo

    • Renata permalink
      07/12/2011 22:17

      Brivaldo,
      Por favor, que órgão específico vc recorreu?
      Ministperio Público ou Banco Central?

      Por favor me responda porque tb quero mto mover a ação contra eles.

      Obrigada!

  174. Junior permalink
    07/12/2011 14:41

    Por favor, vejam se isso não é o cúmulo!
    E-mail recebido a todos os associados da AFTB:
    “Parceria com Governo Federal

    Olá meus amigos e minhas amigas, cooperativados e cooperativadas da COOHABRAS.
    Com grande alegria estamos anunciando que se consolidou o apoio institucional da Secretaria Nacional da Economia Solidária do Governo Federal.
    Esta parceria tem a finalidade de acompanhamento, desenvolvimento e divulgação do cooperativismo habitacional autogestionário desenvolvido pela COOHABRAS.
    A marca do Governo Federal passará a estar presente em nossos materiais informativos e de divulgação como um aval solidário aos métodos de organização coletiva, poupança conjunta e educação popular da COOHABRAS.
    É uma conquista de todos e todas. Parabéns COOHABRAS.
    Ivanio Dickmann – Presidente COOHABRAS”

    O Ivanio Dickmann é associado a AFTB, e sempre defendeu o Carlos, presidente da AFTB, o tal Consulado da Cidadania, em várias cidades, estão divulando a AFTB (na moita) atrás desta Coohabras, que é a fuga da AFTB!

    Alguem pode dar uma luz, de como poderemos fazer parar estes escorregadios?? AFTB está processada, com ordem de não funcionar, funciona com nome diverso: Consulado da Cidadania e Coohabras!

    Até onde vai isso?

    Obrigado pela oportunidade

    • Marcos Costa permalink
      08/12/2011 11:19

      Ministério Público nessa maracutaia já !

  175. Renata permalink
    07/12/2011 22:12

    Pelo que percebo claramente, aqueles que defendem a AFtb com unhas e dentes, facilmente estão sendo recompensados por isso.
    O que ocorre é algum tipo de lavagem cerebral, virou religião esse negócio.

    Quem é que defende uma empresa assim?? Em troco de nada?
    Ninguém dá nada de graça a ninguém hoje em dia.
    Vamos acordar minha gente!

    Infelizmente eu estou associada a esta mentira toda. Mas as providencias já estão sendo tomadas a respeito. Quem tiver mais informações que servirão como prova para processá-los, e quiesr me mandar, deixe o email que eu entro em contato. Inclusive posso enviar o material que eu já tenho.

    Com todo respeito a todas as pessoas: Mas acordem. NADA NESTA VIDA É DE GRAÇA.
    É RAZOAVEL ACREDITAR NESTA PALHAÇADA TODA?
    Eu acreditei, porém qdo me associei nao havia nada na internet. Eu procurei saber. Mas estouraram mtas coisas. NÃO SE ASSOCIEM A ESSE NEGOCIO.
    JÁ estou perdendo mais de 5 mil reais.
    Não caiam na mesma besteira que eu!

    Espero ter ajudado alguém a nãos e enroscar nessa!

    • Ricardo Ximenis Silva permalink
      08/12/2011 13:51

      A verdade sobre á AFTB.
      Sou Ricardo Ximenis Silva e conheci a AFTB em março de 2009 com varias promessas á maior dela a de que se eu indicar-se poderia não ter que pagar minha casa e que dependendo do tempo poderia gerar uma renda extra.
      Concluindo Sou aposentado por invalidez já faz 8 anos nesta época em 2009 estava muito feliz quando conseguia o financiamento de uma casa pequena na construtora tenda era pequena mas estaria mais feliz lá.
      Fui contemplado com 6 meses na AFTB depois me informaram que deveria pagar a casa e que os bônus que recebia não era direito porque eu era aposentado e que aposentado não tinha direito, hora a documentação por eles apresentada não informava nada disso ou teria feito em nome da minha esposa.
      Então tentei transferir para o nome de minha esposa disse que não existe transferência porem existe muitas transferência só não o fez para mim.
      Depois de muita brigas retornaram a pagar os bônus e agora com a liminar exigiram que para continuar a receber teria que indicar tenho ate gravações telefônicas sobre esta parte da obrigação eu não descumpri a liminar não indiquei e tive os bônus transferidos para os que defende a AFTB temos alguns videos com eles falando que recebem mais de R$ 9 mil reais por mês.
      Existe uma pessoa preparada e orientada pela AFTB para chamar a atenção de quem esta sendo lesado ou chegando próximos aos 30 meses ou os que já ultrapassou este prazo para a contemplação, esta pessoa de uma forma os agride sutilmente fazendo com que perca a cabeça e faça algum tipo de ameaça e assim ele leva para a AFTB estas provas conta a pessoa que quando entra na justiça perde o processo porque desrespeitou algum tipo de clausula do regulamento de conduta.

      Bom resumindo com os ganhos que tinha na AFTB eu pagava a casa, prestação de um carro e ajudava meu pai com mais R$ 300,00 para pagar outro carro como a AFTB não me pagou e inclusive o que foi creditado ele pegou para traz meu pai desistiu do carro e foi atropelado bom alguns poe culpa em Deus mas eu sei que se ele tive-se no carro não teria sido assim, logo apos minha filha da uma parada cardio respiratória e vai parar na UTI com todos estes problemas tive que fazer vários empréstimos para honrar minhas dividas que tinha com base em ganhos que vinha da AFTB, e no dia 25 de novembro minha filha faleceu e esta pessoa que faz estas atrocidades teve a capacidade de falar em um blogue que eu ainda ia perder mais a casa.

      O nome dele Eraldo Nazário eu gravei em vídeo esta informação e a forma que ele trabalha;

      Também gravei em conversas telefônicas onde a AFTB diz que não á reajuste na contribuição associativa porem a minha sobe mais de a prestação da casa;

      Tudo que faço eu gravo mesmo porque não acredito mais em nada que falam e agora tentei ver com a Teresa a verdade sobre o reajuste da contribuição associativa ela disse que não me responde por telefone porque gravo tudo e que era para mandar email mas eu ja mostrei em videos que eles não respondem meus emails muitos aberto em chamado oficial com 8 meses sem resposta em um deles eu perguntava se era obrigado a indicar descumprindo a liminar e tive como resposta 8 meses depois a exclusão da AFTB, 8 meses depois informaram que eu desrespeitei algum funcionário eu os desafiei a provar eles como sempre só fala mas não prova porque não existe prova a não ser as que o ministério publico publica com relação a AFTB.
      no link você ve que não adianta ligar na AFTB esta ligação é de hoje dia 08/12/2011

      Tirem as conclusões quem ainda acredita…

  176. 08/12/2011 20:43

    Mais um Vídeo pra enriquecer ainda mais o que Ricardo Ximenis está falando!

  177. Fernando Ferreira permalink
    10/12/2011 18:53

    Cara Renata e Caro Fernando,

    Começam a surgir outras iniciativas com a mesma essência da AFTB buscando, ao que parece, corrigir os problemas que desvirtuaram a principal finalidade daquela OSCIP.

    Pergunto: vcs teriam algum e-mail para que eu possa encaminhar para vcs a proposta que está surgindo (não sei se esse fórum seria o mais adequado) ou poderia publicar aqui mesmo?

    Um abraço e obrigado.

    • Renata Lima permalink*
      10/12/2011 23:39

      Pode publicar por aqui mesmo. Se for interessante, o blog pode utilizar para elaborar um post.

      Obrigada

  178. Fernando Ferreira permalink
    11/12/2011 5:53

    Seguindo a sua orientação Renata, aí vai o endereço de uma OSCIP voltada ao financiamento social de moradia:

    a) http://www.naomeabandone.org.br/

    b) divulgação da OSCIP: http://www.videiraimoveis.com.br/?sessao=sobre

    Dada a seriedade com que você e seus colaboradores abordam o tema, para os cidadãos seria de enorme valia a avalação jurídica e de sustentabilidade de iniciativas como essa.

    Um abraço,

    Fernando Ferreira

    • Renata Lima permalink*
      11/12/2011 19:40

      Fernando

      a princípio as propostas parecem válidas. Mas QUALQUER proposta desta natureza deve contar com auxílio forte e permanente do governo ou doadores de empresas. A oscip precisa prestar contas de toda verba que entra. Somente com mensalidade, não há como uma proposta destas sustentar-se.

      Notei também que ambas tem EXATAMENTE o mesmo discurso que a aftb tinha….menos o mmn. Atente-se para que REALMENTE, NADA, NENHUM valor seja direcionado a lucro por parte dos associados ou por parte dos dirigentes. O máximo que oscip’s podem fazer, por lei, é remunerar seus dirigentes.

      Atente-se para que o princípio social seja sempre único e prevalente.

  179. Ricardo Ximenis Silva permalink
    12/12/2011 12:14

    Tivemos dois andamentos no STJ segue os links abaixo

    Decisão – Site certificado – DJe: 07/12/2011

    Decisão – Site certificado – DJe: 12/12/2011

    https://ww2.stj.jus.br/websecstj/decisoesmonocraticas/decisao.asp?registro=201102972191&dt_publicacao=12/12/2011

    Alguém com conhecimento jurídico que vejo por aqui atuante poderia nos esclarecer e comentar o que realmente foi definido?

    • Renata Lima permalink*
      12/12/2011 12:47

      Trata-de de uma medida cautelar interposta pela AFTB para concessão de efeito suspensivo a recurso especial.

      Em termos leigos, a aftb pretendia revogar a liminar que determinou o fechamento da oscip, dentre outras providências.

      A medida cautelar foi julgada EXTINTA por ausência de pressupostos, o que significa que a decisão liminar não foi revogada e a oscip CONTINUA proibida de exercer suas atividades ou receber contribuições associativas. Nada mudou de fato ou direito.

  180. 13/12/2011 2:33

    Olá Fernando e Renata…

    Com relação ao site proposto acima no comentário onde Fernando Ferreira aponta 2 sites eu gostaria de comentar algumas coisas:

    Eu paguei 32 meses na AFTB, nunca recebi nada, mas nao tava preocupado em receber, e viajei o estado todo de SC cadastrando pessoas, até que um dia a Cássia me mandou um email pedindo pra mim se eu queria uma ajuda de custo, pediu pra mim abrir um CNPJ, abri e um ano se passou e nada me ajudaram, nem aluguel, nem publicidade e nada pagaram, e tive despesas com Junta comercial, e multas por atrasos nos boletos. Fiquei com tanta raiva que sai da AFTB, abri um processo e ta correndo na justiça. Contudo gastei mais de 16 mil reais só em investimentos, fora todas as 600 pessoas que eu enganei.

    Revoltado eu começei a postar videos no Youtube falando sobre a AFTB, até que o Ivan Gusmão presidente da Não Me Abandone, viu e me convidou pra mim trabalhar nesta OSCIP, gostei da proposta e abracei a causa, visto que por traz disso existe uma família Cristã onde eles união, onde o Ivan é um ex-funcionario do Banco do Brasil e vendo isso eu abraçei a causa e me dedico totalmente. Eu não sou dono da OSCIP, mas eu me dedico totalmente nela porque na AFTB eu trabalhei 32 meses e não vi resultados e tenho plena certeza que se a AFTB tivesse realizado meu sonho estaria lá até hoje e estaria defendendo-a com unhas e dentes. Mas a realidade foi tão diferente que abracei a causa de outra OSCIP não pra concorrer com a AFTB porque na Não Me Abandone não existe Marketing Multinivel, ninguem ganha nada por cadastrar ninguém e mesmo assim em Novembro teve um crescimento de mais de 5 mil associados, muitos deles que vieram da AFTB.

    Com esta Promoção dos 500 Primeiros lançada em 02 de Dezembro, muitas pessoas estão se inscrevendo, mas a realidade é que muitas pessoas ainda tem medo, acham que é Golpe, acham que serão enganadas! Mas a realidade é bem diferente, todo mundo pode acompanhar meus vídeos e sabe que eu sou uma pessoa honesta e que sempre defendeu os associados, tanto que o Ivan vendo meus videos me convidou pra trabalhar com a OSCIP e hoje eu cuido da área de associados e posso acompanhar isso de perto.

    E como eu moro em Videira, aqui na minha cidade eu sou programador de páginas e eu fiz uma página para divulgar as Imobiliárias da cidade: http://www.videiraimoveis.com.br – Se você entrar nesta página ainda existe na parte superior um botão escrito CADASTRE-SE que hoje não funciona mais, porque eu desativei para evitar confusões. Mas a ideia era a imobiliária se cadastrava e poderia divulgar seus imoveis no site SEM CUSTOS. E eu ganharia com isso Páginas, poderia vender muito mais sites. Contudo as imobiliárias não quiseram e nem tiveram interesse, então como estou trabalhando e divulgando meu trabalho dentro da Não Me Abandone, eu começei a colocar no final de meus videos o site da http://www.videiraimoveis.com.br e as pessoas começaram a ver e chegaram até a Não Me Abandone, mas uma coisa não tem nada haver com a outra. O site Videira Imoveis é um site regional, que atende mais a realidade da minha cidade, ninguém consegue se cadastrar, mas as pessoas conseguem obter mais informações somente por email ou telefone contidos no site. Enquanto que no site da Não Me Abandone – http://www.naomeabandone.org.br é o site Oficial onde ter todas as informações Oficiais e também tem documentos, registros, e as pessoas podem se inscrever. O site vai sofrer umas mudanças, vai mudar totalmente o Designer mas nao com a intenção de mudar de endereço como a AFTB mas sim de modernizar e melhorar ainda mais o visual.

    Gostaria também de informar a todos que a Não Me Abandone não venho pra concorrer com ninguém e sim venho pra entregar Cartas de Crédito. Em 2012 serão muitos contemplados, atualmente a NMA trabalha com Captação de Recursos, e existe uma política interna onde os associados serão benefiados. Eu não respondo por este setor, mas sei da capacidade que a NMA tem, hoje os recursos que entram nela não são e nunca serão bloqueados pela Justiça, porque não tem processos e nem vai ter porque trabalha com a Verdade. Tanto que a NMA está participando esta semana em São Paulo da Feira Nacional das ONG e OSCIP 2011, e já a AFTB foi desqualificada por denuncias, porque no começo ela estava. Eu só espero que as pessoas não percam seus sonhos, e não é porque a AFTB fez as coisas erradas que todas farão, e quando esta Promoção 500 Primeiros acabar, as pessoas somente irão receber as suas Cartas de Crédito no final dos 32 ou 36 meses conforme regulamento.

    E o Ultimo detalhe, é que todas as pessoas que irão receber as suas Cartas de Crédito, serão filmadas e todas poderão ver a verdade na sua frente. Ja temos as chaves prontas, ja temos as salas aonde vai ser feito as entregas alugadas. Então pra que ficar de fora e ter que esperar 32 ou 36 meses? Pensem nisso! Você poderá começar 2012 de Casa Nova! É apenas com você! Acredite e você verá os resultados acontecendo com você! E se este for seu medo, LEIA BEM O CONTRATO, e vai ver que enquanto na AFTB vc tinha um contrato virtual que você assinou, aqui você tem um contrato fisico, registrado em cartorio, que te dá toda a segurança em mãos, e aqui não tem alterações de contrato. Olha a certeza que temos!

    Esqueci de comentar! A Não Me Abandone não nasceu hoje! Ja está no Mercado desde Junho de 2009, e não nasceu este ano. E quem quiser consultar CNPJ: 10.949.411/0001-81 – http://www.naomeabandone.org.br

    • Renata Lima permalink*
      13/12/2011 9:56

      “Eu paguei 32 meses na AFTB, nunca recebi nada, mas nao tava preocupado em receber, e viajei o estado todo de SC cadastrando pessoas, até que um dia a Cássia me mandou um email pedindo pra mim se eu queria uma ajuda de custo, pediu pra mim abrir um CNPJ, abri e um ano se passou e nada me ajudaram, nem aluguel, nem publicidade e nada pagaram, e tive despesas com Junta comercial, e multas por atrasos nos boletos. Fiquei com tanta raiva que sai da AFTB, abri um processo e ta correndo na justiça. Contudo gastei mais de 16 mil reais só em investimentos, fora todas as 600 pessoas que eu enganei.”

      Pelo visto, o mmn te atraiu na proposta da aftb, já que saiu cadastrando pessoas. Agora, sua dedicação a outra oscip com a mesma proposta é esquisita..o que você ganha com isto, afinal…
      Qual seu interesse nesta outra oscip e por quê você divulga-a e incita a associação de novos membros. Muito estranho isto, uma oscip ser divulgada para fins de angariar associados. Via de regra, oscips são divulgadas para propagandear o trabalho voltado a fins sociais, para atrair interesse de órgãos públicos e privados (doações, parcerias), mas não para incitar a contribuição de outras pessoas, associando a contribuição ($$$) a benefício (carta de crédito). Escrevi um monte sobre isto nos posts da aftb e não vou repetir a argumentação que é contrária a este tipo de postura.

      “Revoltado eu começei a postar videos no Youtube falando sobre a AFTB, até que o Ivan Gusmão presidente da Não Me Abandone, viu e me convidou pra mim trabalhar nesta OSCIP, gostei da proposta e abracei a causa, visto que por traz disso existe uma família Cristã onde eles união, onde o Ivan é um ex-funcionario do Banco do Brasil e vendo isso eu abraçei a causa e me dedico totalmente. Eu não sou dono da OSCIP, mas eu me dedico totalmente nela porque na AFTB eu trabalhei 32 meses e não vi resultados e tenho plena certeza que se a AFTB tivesse realizado meu sonho estaria lá até hoje e estaria defendendo-a com unhas e dentes. Mas a realidade foi tão diferente que abracei a causa de outra OSCIP não pra concorrer com a AFTB porque na Não Me Abandone não existe Marketing Multinivel, ninguem ganha nada por cadastrar ninguém e mesmo assim em Novembro teve um crescimento de mais de 5 mil associados, muitos deles que vieram da AFTB.”

      Desculpa a franqueza, mas a presença de ex defensor de aftb que está em outra oscip de casa própria causa estranheza. A uma, porquê vc deixou claro acima que participou ativamente do mmn da aftb, sendo que mmn e oscip possuem finalidades incompatíveis. A duas porquê sua dedicação a outra oscip infere que, no mínimo, você recebe por isto. Se recebe, isto deve estar expresso no contrato social.

      “Com esta Promoção dos 500 Primeiros lançada em 02 de Dezembro, muitas pessoas estão se inscrevendo, mas a realidade é que muitas pessoas ainda tem medo, acham que é Golpe, acham que serão enganadas! Mas a realidade é bem diferente, todo mundo pode acompanhar meus vídeos e sabe que eu sou uma pessoa honesta e que sempre defendeu os associados, tanto que o Ivan vendo meus videos me convidou pra trabalhar com a OSCIP e hoje eu cuido da área de associados e posso acompanhar isso de perto.”

      O que significa “cuidar da área de associados”…o quê vc faz, especificamente. Lembre que este blog possui mais de 2000 acessos diários, sua exposição aqui é relevante para a oscip que está divulgando.

      “E como eu moro em Videira, aqui na minha cidade eu sou programador de páginas e eu fiz uma página para divulgar as Imobiliárias da cidade: http://www.videiraimoveis.com.br – Se você entrar nesta página ainda existe na parte superior um botão escrito CADASTRE-SE que hoje não funciona mais, porque eu desativei para evitar confusões. Mas a ideia era a imobiliária se cadastrava e poderia divulgar seus imoveis no site SEM CUSTOS. E eu ganharia com isso Páginas, poderia vender muito mais sites. Contudo as imobiliárias não quiseram e nem tiveram interesse, então como estou trabalhando e divulgando meu trabalho dentro da Não Me Abandone, eu começei a colocar no final de meus videos o site da http://www.videiraimoveis.com.br e as pessoas começaram a ver e chegaram até a Não Me Abandone, mas uma coisa não tem nada haver com a outra. O site Videira Imoveis é um site regional, que atende mais a realidade da minha cidade, ninguém consegue se cadastrar, mas as pessoas conseguem obter mais informações somente por email ou telefone contidos no site. Enquanto que no site da Não Me Abandone – http://www.naomeabandone.org.br é o site Oficial onde ter todas as informações Oficiais e também tem documentos, registros, e as pessoas podem se inscrever. O site vai sofrer umas mudanças, vai mudar totalmente o Designer mas nao com a intenção de mudar de endereço como a AFTB mas sim de modernizar e melhorar ainda mais o visual.”

      O blog agradece o esclarecimento.

      “Gostaria também de informar a todos que a Não Me Abandone não venho pra concorrer com ninguém e sim venho pra entregar Cartas de Crédito. Em 2012 serão muitos contemplados, atualmente a NMA trabalha com Captação de Recursos, e existe uma política interna onde os associados serão benefiados. Eu não respondo por este setor, mas sei da capacidade que a NMA tem, hoje os recursos que entram nela não são e nunca serão bloqueados pela Justiça, porque não tem processos e nem vai ter porque trabalha com a Verdade. Tanto que a NMA está participando esta semana em São Paulo da Feira Nacional das ONG e OSCIP 2011, e já a AFTB foi desqualificada por denuncias, porque no começo ela estava. Eu só espero que as pessoas não percam seus sonhos, e não é porque a AFTB fez as coisas erradas que todas farão, e quando esta Promoção 500 Primeiros acabar, as pessoas somente irão receber as suas Cartas de Crédito no final dos 32 ou 36 meses conforme regulamento.”

      Opa, opa….que política interna é esta, que benefícios os associados podem auferir. Lembrem-se, oscip tem finalidade SOCIAL e não visa lucro. Nada em oscip pode ser “interno”. Políticas e doações devem estar expressamente discriminadas em documentos públicos – poste-os aqui se tiver. Isto é determinação legal que rege QUALQUER oscip. Reitero, se a oscip não tem doador fixo e não tem parceria com o governo, angariar recursos para conceder carta de crédito é muito, mas muito difícil mesmo. Vide aftb que nunca teve apoio e agora está no lamaçal – de fato e de direito.

      “E o Ultimo detalhe, é que todas as pessoas que irão receber as suas Cartas de Crédito, serão filmadas e todas poderão ver a verdade na sua frente. Ja temos as chaves prontas, ja temos as salas aonde vai ser feito as entregas alugadas. Então pra que ficar de fora e ter que esperar 32 ou 36 meses? Pensem nisso! Você poderá começar 2012 de Casa Nova! É apenas com você! Acredite e você verá os resultados acontecendo com você! E se este for seu medo, LEIA BEM O CONTRATO, e vai ver que enquanto na AFTB vc tinha um contrato virtual que você assinou, aqui você tem um contrato fisico, registrado em cartorio, que te dá toda a segurança em mãos, e aqui não tem alterações de contrato. Olha a certeza que temos!”

      Poste o contrato aqui, terei prazer em analisá-lo e deixar a questão BEM transparente para potenciais associados.

      “Esqueci de comentar! A Não Me Abandone não nasceu hoje! Ja está no Mercado desde Junho de 2009, e não nasceu este ano. E quem quiser consultar CNPJ: 10.949.411/0001-81 – http://www.naomeabandone.org.br

      Obrigada pela participação e esclarecimentos, Yatri.

      O blog aborda mmn, mas pode abrir uma exceção apenas para esclarecer esta situação da outra oscip da casa própria – que tem como defensor um dos participantes ativos do mmn da aftb, que está proibida de funcionar em razão de processo judicial…por ter sido considerada uma pirâmide financeira. Podemos fazer uma análise, caso os leitores manifestem interesse.

  181. 13/12/2011 12:57

    Olá a todos, acabei de receber uma ligação de um amigo meu, que comentou sobre um comentário postado aqui na Industria da Decepção, e gostaria de Declarar que tem algum engraçadinho se passando por mim, usando meu nome, usando meus dados e usando minhas informações para me atingir, mas gostaria de Declarar aqui que Yatri só existe UM, e tanto que o Eraldo Nazário criou um Post na internet, pra me atingir e tanto que vocês podem verificar que eu nunca falei nada e nunca postei nada, e nem aqui iria postar. Portanto gostaria de esclarecer a todos que os comentários acima citados, não foram feitos por mim, e sempre que alguém vem me pedir informações a respeito do meu trabalho as pessoas se dirigem a mim por e-mail ou por telefone, e ….

    Gostaria de me retratar aqui diante desta Comunidade, deste Bloger que os comentários acima não foram feitos por mim! E se alguém quiser conversar comigo fiquem a vontade! Responderei a todos tanto por e-mail ou por telefone! Peço a todos que perdoem a pessoa que está usando de má fé e usando meu nome, e qualquer pessoa que vir a conversar comigo, ou quiser maiores informações, entrem em contato comigo! Eu realmente sou um programador e meu trabalho é na área de Publicidade e Propaganda e não tenho nada haver com esta ou aquela empresa! A pessoa acima sabe muitas coisas de mim, pelos meus videos, pelos meus comentários. Mas venho aqui afirmar que não se trata de mim! Ok?

    Muito Obrigado! E por favor usem o bom senso e parem de usar meu nome! Afinal de contas isso não é justo!

  182. Junior permalink
    16/12/2011 15:38

    Agora não entendi… o Yatri diz uma coisa e depois retira??? Se não foi ele que escreveu sobre a Não me abandone (e que nominho desgraçado – que trabalheira para o marketing um nome destes não?), então como é que no site desta outra OSCIP tá lá bem divulgado que ele é o representante em SC, com foto e tudo!
    Tá todo mundo louco, ôba???

    • Ricardo Ximenis Silva permalink
      17/12/2011 9:41

      Junior foi eu quem informou o Yatri sobre a publicação de comentários com nome dele aqui, ele disse que não participava deste fórum tanto que não tinha recebido e-mail e não sabia deste e de outros comentários, se é verdade não sei, mas uma coisa é certa existe associados pró captação da AFTB que tem desrespeitado a liminar judicial e que fica vasculhando a internet em busca de toda informação que possa ser encontrada para ser usada contra quem se levante contra a AFTB falar o que foi dito contra o Yatri apos uma pequena pesquisa seria muito simples como você afirma era só usar o Ctrl + C e Ctrl + V pra fazer este comentário, como você mesmo afirmou sabia de tudo que e já tinha confirmado tudo, assim como não sei se o Yatri fez o comentário você poderia ser o autor também já que informa saber e ter se certificado de tudo que foi dito como se tive-se feito uma pesquisa sobre a pessoa dele concorda! Então afirmar e complicado.

  183. Fernando Ferreira permalink
    16/12/2011 22:09

    Renata, gostaria de manifestar meu interesse em conhecer com maiores detalhes o funcionamento da OSCIP Não Me Abandone – NMA(contratos, condições, requisitos), bem como sugiro os seus integrantes para vir debater aqui a sua proposta.

    • Renata Lima permalink*
      17/12/2011 11:59

      Fernando,

      este blog tem como foco o marketing multinível. Se a tal oscip operar com mmn, podemos abordar o assunto. Foi o mmn que chamou nossa atenção com relação a AFTB.
      Se não, não iremos abordá-lo. O que posso adiantar é que QUALQUER associação que se preste a diminuir déficit habitacional precisa ter apoio financeiro estável (governo, empresas públicas e privadas), porquê só com dinheiro de associado não tem como vingar a proposta. Outra, cuide para que LUCRO não esteja na meta. Oscips (por lei) não podem objetivar lucro, Se montaram estrutura para alguem ganhar dinheiro, desconfie.

      Obrigada pela participação.

  184. 17/12/2011 2:51

    Junior…

    Se você observar no blogger do senhor Eraldo Nazário, existe um comentário lá do Senhor DEUS Eraldo Nazário, porque ele afirma que eu entrei lá e comentei, inclusive ele afirma que:

    Abaixo:———————–
    Responder até Eraldo Nazário terça-feira
    oi Tooneto (Yatri), quem se utiliza de um e-mail ( safadinho_too@hotmail.com ) como o seu não merece credibilidade, procure um site de sacanagem meu amigo. Você esta cada vez mais ridículo e desesperado. As suas respostas serão dadas até o final de Janeiro/2012——————————

    http://ong-aftb.ning.com/forum/topics/yatri-x-eraldo – Página 5

    Ele é tão ético que fala e afirma que sou eu que postei isso! Eu nunca entrei no Blogger dele, nunca criei nenhum tipo de discução, e tanto que ele afirma isso no blogger dele.

    Gostaria de exclarescer aqui algumas coisas:

    01 – Em primeiro lugar eu não sou marketeiro! Na AFTB sim eu fiz um exelente trabalho, sim, isso é verdade, tanto que postei videos no Youtube. Minhas brigas e revoltas nao passaram disso. Nunca criei ou postei comentários aqui. Tanto que eu coloquei um tópico aqui afirmando que não sou a mesma pessoa que está postando os comentários. Alguém criou um email ou descobriu alguma forma de postar, e eu quando entrei aqui achei que era mais complicado pra postar, achei que exigisse CPF, ou uma confirmação. Mas percebi que qualquer FANTASMA pode postar, não pede nada, nem tem que confirmar. Na minha opinião a pessoa deveria ter que confirmar inserindo alguma coisa pra confirmar que é ela. Tanto que no Site do Eraldo Nazário, ele afirma que sou eu, mas não tem como provar nada!

    02 – Quando eu sai da AFTB minhas brigas contra a AFTB foram no Youtube e foram contra a AFTB e o senhor Eraldo Nazário, o maior PUXA SACO da AFTB começou a meter o pau em cima de mim, tanto que ele criou ate um blogger pra puxar o saco e ja me disse por e-mail que a AFTB vai acabar em 31 de Dezembro, porque vai existir apenas a FRSH. Tenho isso no email, e ele disse pra mim como resposta quando solicitei a ele pra apagar o blogger dele.

    Eraldo Nazário diz:
    Ele disse nao se preocupe com meu o blogger, ele sairá do ar em 30 de Dezembro de 2011 pois trabalharemos somente com a FRSH.

    Ou seja em outras palavras, tire o entendimento que você quiser. As palavras são do Eraldo, quem quiser o e-mail posso enviar sem problemas!

    03 – Eu quando sai da AFTB fiz algumas videos SIM, porque estou indignado com o que a AFTB me fez, isso todo mundo sabe e deixei claro. Mas nunca postei nada aqui porque pra mim os Videos no Youtube sempre tiveram muito mais repercução do que este canal. Porque aqui somente entra pessoas que conheçem o caminho e quando as pessoas pesquisam sobre alguem sempre pesquisei no youtube. Agora aqui os comentários acima não foram eu. Quem quiser se certificar entrem no orkut, site e me liguem, mandem email, fiquem a vontade!

    04 – Com relação a Não Me Abandone. Eu fui contratado pra fazer um site, sou programador e Web-designer. Gostei da ideia e me ofereci pra trabalhar porque ja tenho um projeto social, e adorei a ideia e fui recebido de braços abertos. E podem ter certeza absoluta que se a AFTB não tivesse me dado um pé na bunda eu taria defendendo a mesma com unhas e dentes também. E é claro que o Eraldo Nazário ganha muitissimo bem em cima da AFTB pra poder me humilhar da forma que ele me humilha, tanto que ja pedi pra ele apagar os post e estão lá pra quem quiser ver. Minha briga sempre foi com a AFTB e nao com Eraldo. Mas como todo Puxa Saco é! Ele até me mandou um email pedindo pra mim entrar na dele! Mas nunca entrei e nem vou entrar, porque lá comentarios são moderados, excluidos e só tem puxa sacos. Ou seja não mostra credibilidade alguma!

    Conclusão: Eu nao vou ficar aqui postando comentários, porque isso não é de minha indole, quem quiser comentarios, respostas ou perguntas, fiquem a vontade e me liguem, entrem em contato por email. Logico ta cheio de pessoas que sabem tudo sobre mim, email, nome, meus videos, meus comentários, então é facil falar o que quiser, comentar, não so aqui, mas em varios lugares; O que eu falo claramente para as pessoas é APAGUEI todos meus videos do Youtube. Verifiquem: http://www.youtube.com/portalyatri – Apaguei com a intenção que não é mais meu foco isso! Está estampado em varios sites, blogger serios como este, porque o site do Eraldo Nazário é moderado, ele deixa apenas o que quer. Tanto que ele mete o pau no Ricardo Ximenis e ainda deu graças a Deus que a Filha dele morreu e espera que a AFTB tire a casa dele. (Injustiça) E quando ele fala de Deus, agora apareceu mais um pra defender a AFTB, o Eraldo 2 que tem nome de Dilson Grassi. Enfim, querem se matar, se matem, mas me deixem de fora! Nao acredito mais na AFTB e o Brasil todo e inclusive a Justiça ja sabe disso!

    E todo mundo ta louco mesmo! Usar nome dos outros, comentarios com nome como eraldo fez de mim, isso é ridiculo. Mas enfim, deve ser mais um fake que usa nome dos outros. Ou deve ser mágoa que ele tem de mim, porque magoa só tem quem é Perdedor!

    • Ricardo Ximenis Silva permalink
      17/12/2011 22:38

      AFTB hoje não se defende usa pessoas para fazer isso assim no final não poderá ser acusada a maior prova disso vem da comunidade aberta por Eraldo Nazário os associados que o idolatrava agora começa a encontrar o senário de que o dinheiro não é suficiente de que as promessas não passaram de promessas, aqueles que pediram o dinheiro de volta começa e ver que a realidade é outra e a verdade não pode aparecer diante disso e com base no que Yatri disse se confirma agora com este comentário ( Responder até Dilson Grassi 5 minutos atrás
      Eraldo sinceramente eu acho que tem gente querendo continuar a tumultuar, minha opinião é que as colocações com este tipo de intenção deveriam ser moderadas. Vc abriu um tópico para se defender de alguns detratores, eles mostraram a que vieram e vão querer continuar usando este espaço para o fim de seus intentos. Minha opinião é que este tópico seja fechado e continue sendo postados aqui assuntos que possam contribuir para o fortalecimento da AFTB e seus associados..
      Abração,
      Dilson Grassi )
      Não posso dizer com certeza de que se trata de uma pessoa real, muito eu acredito que seja o próprio Eraldo com diversos nomes se defendendo o tempo todo levando e induzindo associados a continuarem a contribuir ou melhor como ele mesmo afirma em seu blog a doar assim desrespeitando a liminar e desta forma ele prova de fato e os que defende á AFTB de que a verdade deve ser silenciada ou manipulada conforme a palavra moderação é apresentada o tempo todo.

    • Ricardo Ximenis Silva permalink
      19/12/2011 9:28

      Olá amigos participantes a verdade é dura mas temos que conviver com ela para crescer, AFTB realmente tinha uma proposta seria com números de pessoas onde depois de 10 mil pessoas iria ter doações de umas instituições depois com 50 mil ajudo do governo este realmente poderia ser o senário real e verdadeiro, agora a própria AFTB assume a ilegalidade proposto pelo ministério publico do Rio de Janeiro e a impossibilidade de garantir o funcionamento ela passa a ter novo nome novas regras ou seja nova identidade, sei que como Oscip ela poderia ter um grande avanço devido as desobrigações fiscais como foi comentado aqui agora quero saber a AFTB pode usar o dinheiro do consumidor chamado inicialmente de associado e agora de doador para contemplar com os recursos da AFTB em uma outra instituição chamada FRSH ?

      Sobre o ultimo comentário que fiz sobre o blog do Eraldo sobre eles moderarem o que é falado acabou por abril as emoções mais profundas de ofensas por parte deles chegando ao pondo de dizer que uma criança de 10 anos tem mais inteligencia do que eu e para terminar o blog e ou topco ficou perigoso afinal as pessoas ali enganadas começa a aparecer e ai o eraldo deixou a seguinte mensagem ( REDE SOCIAL AFTB
      Associação Frutos da Terra Brasil
      Uma mensagem a todos os membros de REDE SOCIAL AFTB
      ATENÇÃO:
      Esta rede social não terá mais finalidade a que se propõem em 2012, iremos finalizar e encerrar todo conteúdo dela… é bem possível que iniciemos uma outra rede pra atender o FRSH, COOHABRAS e outros projetos relacionados a nossa causa, todos serão informados.
      “FELIZ NATAL, MUITA SAÚDE, PAZ, O RESTO A GENTE CORRE ATRÁS…”
      Obrigado
      Associado Eraldo Nazário )

      Então ficou claro que a AFTB não existira mais depois de 2012 este é o ponto como vai ficar os associados que se escreveram na AFTB poderia me informar Renata agradeço se responder, não respondendo não acharei ruim porque sei que é ocupada e desempenha um grande e ótimo trabalho aqui.

    • Renata Lima permalink*
      19/12/2011 12:36

      “Então ficou claro que a AFTB não existira mais depois de 2012 este é o ponto como vai ficar os associados que se escreveram na AFTB poderia me informar Renata agradeço se responder, não respondendo não acharei ruim porque sei que é ocupada e desempenha um grande e ótimo trabalho aqui.”

      Entrem na justiça e peçam o dinheiro de volta, caso aftb não devolva de forma amigável.
      De preferência antes desta oscip transferir todos os recursos pra outra de finalidade análoga, como prevê e faculta a lei.
      Vcs associados ficaram numa situação complicada porquê aftb quafificou quem contribui como doador (só para dizer que contribui quem quer e não quem quer carta de crédito – sinceramente, uma forma descarada de descumprir a liminar e tanto é que a oscip teve conta e bens bloqueados por desobedecer ordem judicial).
      A tranformação de associado para doador não poderia ser feita, trata-se de um artifício para receberem dinheiro e dar “bola nas costas” do Judiciário. Pena que tanta gente continuou contribuindo mesmo sabendo dos problemas.

      Corram atrás dos direitos de vocês, pois (há mais de ano venho falando por aqui…) há chances concretas de vcs serem prejudicados por conta do processo e da conduta pouco transparente desta oscip. Denunciem tambem a (flagrante) esperteza da aftb para destinar recursos pra outra oscip – agora, com este processo, não poderiam montar é NADA.
      Boa sorte.

  185. Fernando Ferreira permalink
    17/12/2011 12:49

    Ok Renata.

    O meu posto declarando o interesse em conhecer alguns aspcetos de funcionamento da OSCIP Não Me Abandone foi uma interpretação errônea minha a partir de seu comentário anterior, onde entendi que você abriu essa possibilidade.

    No mais agradeço as suas orientações.

    • Renata Lima permalink*
      17/12/2011 16:21

      Fernando

      eu realmente dei abertura sim, porquê o assunto (Oscips) me interessa do ponto de vista pessoal e profissional.
      Não foi interpretação errônea não.
      Só não posso estendê-lo aqui no blog senão perdemos o foco….rs.

      Eu agradeço seu interesse.

  186. Junior permalink
    17/12/2011 22:19

    Yatri
    ainda não entendi… (não me interessa essa briga entre vc e o eraldo)..
    A minha questão foi: Se você disse que não escreveu a divulgação daquela oscip e se fez entender que não tinha nada a ver com aquela nova oscip.
    Mas teu nome está lá… representante de SC na oscip!!!
    É isso que quero saber, que você diga se representa ou não aquela oscip
    Quem fez ou deixou de fazer postagens ou comentários em seu nome é um problema seu, ok??
    Minha pergunta é só se vc realmente faz parte desta oscip que financia carros, frotas de carros (???), negócio próprio, etc….

    (Eita, deve ser A OSCIP!!!! – que faz isso tudo e muito mais)

  187. Hugo Nilsen permalink
    18/12/2011 22:45

    Antes de mais nada saldo a todos, e informo-vos que não defendo nem um lado nem o outro, mais eu queria pedir-lhes encarecidamente se alguém poder me da uma resposta ficarei grato.
    Sou associado a 2 anos e 5 meses, e bem pertinho da minha contemplação fui informado que ainda tenho que pagar mais algumas parcelas de contribuição, e vendo todo este debate fiquei um tanto quanto confuso, confesso que nunca fui muito de estar atras das noticias só agora que vim ver porque estava perto da minha contemplação, pessoal nunca atrasei, eu queria saber se realmente a AFTB vai ou não contemplar os associados? Alguém me ajude com esta resposta, meu e-mail: hugonilsenmangueira@hotmail.com
    agradeço diante mão, aguardo ancioso.

  188. 20/12/2011 3:26

    Resposta a Junior….

    Em primeiro, se quiser minha resposta se identifique, Junior existem aos milhares, e não sei quem é realmente você! E não costumo falar pra quem nao conheço!

    Se quiser saber sobre mim e sobre a OSCIP que trabalho, SIM eu trabalho pra Não Me Abandone, porque eu quando sai da AFTB postei um video no Youtube informando que fui enganado, que fui LEZADO, e fui realmente e mostrei os fatos pra todo mundo ver. Contudo recebi uma proposta de outra OSCIP que ja estava no mercado desde 2009. Gostei da Proposta e entrei de corpo e Alma. E pode apostar uma coisa se eu não tivesse sido enganado pela AFTB eu teria até hoje nela, e teria feito o que fiz nos 30 meses que trabalhei. Eu investi muito, até que um dia a Cássia me pediu pra mim abrir um CNPJ que a mesma iria me ajudar com MIL reais mensais. Reformei a garagem da minha casa, coloquei extrutura pra dar palestras diárias. Eliminei churrasqueira, coloquei uma lousa, cadeiras, mesas tudo foi investido, e abri um CNPJ e quando a AFTB viu tudo isso exigiu uma sala Comercial no centro da Cidade. Aqui no centro um aluguel custa mais de 4 mil reais. Pra ganhar uma ajuda mensal de MIL reais? Iria pagar pra trabalhar! Conclusão a AFTB nao liberou o meu crédito, não entregou minha Carta de Crédito, e no site do Eraldo Nazario ele afirma que em 30 de Dezembro o site dele sairá do ar!

    Isso fica claro que o site da AFTB também sairá do ar e irá apenas funcionar o site do Fundo Rotativo Solidário – FRSH que é tudo a mesma coisa! Pra quem é Leigo como a maioria e nao entende nada, pode dizer deve ser um site novo, mas pra quem tem visão sabe claramente que a Justiça mandou excluir como fez com os antigos sites http://www.aftb.com.brhttp://www.aftbrasil.org.br e agora este atual http://www.aftb-oscip.org que demorou mais tempo pra sair do ar por se tratar de um site internacional. No site do Eraldo que diz que ele é apenas um associado da AFTB ele afirma que quem recebeu as Suas Cartas de Crédito depois da Liminar ou que ainda não tem escritura a AFTB vai pegar devolta as Casas. Então te pergunto, de que adianta você ter a Carta de Crédito da AFTB se ela vai pegar devolta de você? Pra que iria servir a Carta de Crédito?

    Pra quem Duvida a Prova está ai e bem clara pra todo mundo ver e não dizer que é mentira e todo mundo sabe a Posição que o Eraldo tem dentro da AFTB – A Foto está no meu orkut e está aberta pra todos verem, cliquem no Link ou acessem meu orkut e vejam todas as demais…
    Prova 01 – http://images.orkut.com/orkut/photos/PQAAAJ0KIKZur_mrkv9PQGCr_uDTzR2Z7MVjHr3U0A0jT3Q9GIcA-3Qz7g66imoUDTZoMDHws6XBKopVuWglAIIiZcMAm1T1UMlaXaMLuNNgWXr8H5iff3uY0AP2.jpg

    Ele me acusa que eu fiz videos e postei no Youtube, e quem viu meus videos, sabe que somente mostrei a verdade com fatos reais. E no comentário abaixo ele fala que postei videos no Youtube denegrindo a imagem dele. Peço a vocês olharem o Nome do Tópico criado no site dele: YATRI X ERALDO. O blogger é dele, e não tem nenhum comentário no site dele de mim, somente ele faz acusações, inclusive o site dele é uma DIFAMAÇÂO sobre mim, e ele falar que estou denegrindo a imagem dele, isso é uma piada!

    Prova 2 – http://images.orkut.com/orkut/photos/PQAAAN7q5jgH7IyvDqQfK-lcS5RKoZE1cBZwHbzBemEWoP3yOz_5co76eIIxAqmDrbnmLpQHzmYq5DfQgW287Auch1MAm1T1UGioS0zOJtLQJIr3B92ahj23ugs1.jpg

    E vejam aqui onde Eraldo Nazário afirma no seu site que a AFTB mudará de nome, quem ta falando é ele. Se ele não vai mais trabalhar com a AFTB e o site dele irá sair do ar, é porque alguma coisa mudou! Eu só quero ver quem vai entrar no novo site que ele criar! Isso quero ver, porque de certeza ele irá criar outro site!

    Prova 3 – http://images.orkut.com/orkut/photos/PQAAAPnLfxCJQ9DKDmpvWwZlRY1JLSRimn_0zo_fP5xrPPYVNdrCn52YFldYWOMw_wxDzG_dApxRCV9YGMvvn_D33VEAm1T1UM2xrOndvHlDLqC3SHWtt9WGfh0z.jpg

    Pra quem duvida disso, acesse o site do próprio Eraldo e vejam quando ele fala pro Ricardo Ximenis que ele ja perdeu a Filha e agora é pra ele tomar cuidado que a AFTB vai tirar a casa que pertence a AFTB, isso prova o que pra você? No site do Eraldo ele faz varias acusações contra minha pessoa, ele me acusa de entrar no site dele, usando um MSN que nunca imaginei que uma pessoa usaria e ele me acusa e coloca ainda meu nome. Isso ainda que ele se diz ser um professor.

    Eu gostaria de deixar claro aqui algumas coisas:

    01 – Eu entrei noutra OSCIP porque a AFTB pra mim acabou. O que eu investi perdi tudo. E porque nesta outra OSCIP todos tem direitos iguais e nao existem puxa sacos, até quem quiser entrar nela todos tem os mesmos direitos.

    02 – Nesta Outra OSCIP não existem processos, pendencias na Justiça e nem mentiras. As pessoas tem várias formas de receber seu crédito, e não existe Marketing Multinivel e muito menos enganação. Muitas pessoas que estavam na AFTB ja estão aqui. E qualquer pessoa que quiser entrar irá receber seu crédito, eu não sou dono mas trabalho VOLUNTARIAMENTE sem ganhar nada! Na AFTB eu fazia isso também. Fiz isso 30 meses, só que me deram um pé na bunda. Senão eu taria lá até hoje!

    E finalmente eu não to aqui pra julgar o que eu perdi na AFTB e sim pra argumentar os comentários acima que nao fui eu quem postou, e apenas queria lembrar alguns fatos, por isso compartilhei com vocês! E no próprio site do IG que é um site de renome e de credibilidade, eles mesmos afirmam que:

    Filhos, Mãe e Esposa do fundador da AFTB receberam crédito.
    Reportagem: http://economia.ig.com.br/filhos-mae-e-esposa-do-fundador-da-aftb-receberam-credito/n1237888472806.html

    É justo isso? Precisava isso? O Esdras fala em seu video que o Carlos mora numa Casa de 8 Milhoes de Reais, fala também que ele ganha 9 mil reais por mes, e ainda que ele NÂO PAGA FINANCIAMENTO! Isso é justo? O Vídeo está no Youtube pra todo mundo ver, e ele fala CLARAMENTE, e nao preciso inventar nada, quem quiser ouvir:

    Youtube: http://www.youtube.com/watch?v=X0BYi4T0oQ8

    E porque eu que trabalhei 30 meses, cadastrei 600 pessoas não recebi? Agora pergunto a você, você acha que você irá receber a sua Carta de Crédito da AFTB? Minha briga com a AFTB foi por isso, e o Eraldo Nazário, comprou a briga e vai comprar a briga com qualquer pessoa que se meter contra a AFTB. Apenas peço a vocês que tenham cuidado com este professor!

    Entendeu agora JUNIOR, porque eu sai da AFTB e estou em outra OSCIP? Porque tenho sonhos, porque tenho projetos de vida! Depois que eu receber a minha carta de Crédito, vou ajudar meus amigos também a realizarem seus sonhos! Ou afinal de contas isso é errado fazer?

  189. Brivaldo Pereira Alves permalink
    21/12/2011 16:30

    Renata, você saberia explicar isso:

    Tipo do Movimento: Decisão – Processo Suspenso ou Sobrestado por Por decisão judicial
    Data Decisão: 12/12/2011
    Descrição: DEFIRO O PRAZO DE DEZ DIAS REQUERIDO A FLS. 2534.
    Documentos Digitados: Despacho/Sentença/Decisão – sem certidão
    Obrigado
    Brivaldo

    • Renata Lima permalink*
      21/12/2011 16:52

      Foi concedido a uma das partes o prazo de 10 dias para alguma providência.

      Não houve alteração nenhuma no tocante a liminar, que PERSISTE e determinou o fechamento da oscip em fevereiro de 2010.

  190. 21/12/2011 21:03

    Conclusão: Se a AFTB nao mostrar provas, acabou a AFTB! No meu ponto de vista o que vale é o seguinte, se eles acabarem podem criar outras quantos quiserem, ninguem mais vai acreditar na AFTB, pode aparecer FRSH, COOHABRAS ou tanto quanto nome for que ninguém mais vai acreditar neles! Certo Renata?

    • Renata Lima permalink*
      22/12/2011 10:13

      Sei não….acho que muita gente vai achar que FRSH, Coohabras são associações distintas e “sem dedo” de aftb.
      Ou acham que é uma aftb “consertada”. Não duvido de nada. Só acho muito difícil a aftb reerguer-se. Eles prejudicaram muita gente e isto fica claro ao analisarmos várias postagens aqui no blog.

  191. 23/12/2011 22:27

    Olá Renata e a todos que comentei que estava trabalhando na NMA – Não me Abandone…

    Venho aqui declarar a todos que Não estou mais trabalhando com Financiamentos e muito menos com a Não Me Abandone. Estou até mesmo procurando um outro trabalho DIGNO e HONESTO, se alguém souber de alguma coisa por favor entre em contato comigo!

    Agradeço a todos e Feliz Natal, e quem quiser entrar em contato comigo, entrem no meu site e mandem suas mensagens ou me liguem. No meu site vocês encontram tudo. Procuro uma empresa HONESTA e que CUMPRE com o que fala.

    Obrigado!

    • Renata Lima permalink*
      24/12/2011 11:02

      Yatri (ou quem quer que seja…)

      A partir de hoje, fecharemos espaço para qualquer comentário que não enfoque a ação civil pública contra aftb que é, com efeito, o objeto do post.

      Notei que a discussão “onde trabalha Yatri” tomou um espaço maior do que deveria por aqui e não desviaremos mais do objeto.

      Nada pessoal, espero que compreendam, mas não faremos quórum para disputas pessoais aqui….feliz natal a todos!!!!!

  192. chirley permalink
    17/01/2012 0:10

    Eu só queria saber uma coisa, alguem contribuiu ate o fim do prazo necessario para recebimento da casa e não foi contemplado?
    Vejo muita gente aqui detonando a AFTB, que não contribuiu todas as parcelas necessárias para recebimento da casa.

    • Renata Lima permalink*
      17/01/2012 11:08

      Chirley, alguem denunciou esta situação aqui neste blog. Teve sim, gente que pagou e não foi contemplado. Sabe o que é pior….desde fevereiro de 2010 esta aftb SEQUER poderia receber contribuição associativa (que eles, “espertamente” mudaram a denominação para “doações”), por força de determinação judicial. Esta oscip tem IMPEDIMENTO LEGAL para funcionar, este é o maior problema.

    • Ricardo Ximenis Silva permalink
      17/01/2012 13:59

      Bom algumas novas irregularidades que se apresenta na AFTB.
      1º Tenho um vídeo gravado informando que não existe reajusta na contribuição associativa.
      2º A contribuição mudou de nome para doação.
      3º Tenho um novo vídeo informando que a contribuição associativa também sera é esta sendo corrigida.
      4º Com base no valor que iniciei a pagar minha carta de credito apos minha contemplação e os reajustes que vem sofrendo sobre o saúdo devedor junto com a contribuição ou doação no final irei pagar mais que em qualquer banco.

      Agora uma pergunta a Renata Lima que tem conhecimentos legais sobre tudo e principalmente sobre leis.

      1º Esta correto este reajuste na contribuição ou doação?
      2º Fui expulso da AFTB por denunciar fatos como a obrigação de indicação eu deveria continuar a pagar esta contribuição já que não sou mais associado?
      3º Existe dentre os programas sociais da AFTB a assistência jurídica nunca fui atendido gravei recentemente um vídeo com a funcionaria informando que o Jurídico não me responde porque as respostas seria contrarias as que eles queria dar ou seja se responderem poderia se incriminarem e desta forma não o faz.
      4º A AFTB diz em outra gravação que não responde por telefone a mim por motivos de que eu gravo as conversas e depois as uso contra eles, bom eu gravo porque 1º eles não cumprem com o que promete 2º porque na minha expulsão disseram que eu destratava funcionários por telefone então eu os desafiei a comprovar isso e passei a gravar para que posso demostrar que nunca destratei nenhum funcionário e muito pelo contrario sempre os tratei como amigos, afinal sempre que liguei pedi para ajudar a corrigir alguma coisa e a resposta sempre é vai pro jurídico que vai entrar em contato que nunca acontece.
      2º O vídeo do funcionário da AFTB afirmando que não existe correção na contribuição tem valor?
      5º A AFTB em diversos vídeos através de seu presidente informa que o no final do financiamento o associado pagara 136% sobre o valor ou seja 100% do valor emprestado e mais 36% no restante que seria com referencia as contribuições associativa isso também tem valor porque se continuar em breve já ultrapassarei este valor em percentual comprovando mais um descumprimento de contrato.

      Obrigado pela resposta que terei.
      Parabéns por este blog pena eu não ter dado mais valor nas informações aqui apresentadas antes mas estava sego com a oportunidade de comprar a casa sem ter que pagar entrei somente pelo projeto PGRE, que hoje foi mudado para PCR e por final franquia.

    • Renata Lima permalink*
      17/01/2012 15:22

      “1º Esta correto este reajuste na contribuição ou doação?”

      Doação, via de regra, é espontânea e não deve sujeitar-se a critérios de valor. Quiçá reajuste. A estas alturas, eu nem sei como eles enquadraram a contribuição para obtenção de carta de crédito como DOAÇÃO, assim, impunemente. ÓBVIO que o pagamento de prestações periódicas visando benefício econômico passa LONGE de ser doação (vai ver que é por isto que a Justiça mandou bloquear os ativos da aftb…..).

      “2º Fui expulso da AFTB por denunciar fatos como a obrigação de indicação eu deveria continuar a pagar esta contribuição já que não sou mais associado?”

      Não, NINGUEM é obrigado a pagar NADA pra oscip, ninguem é obrigado a “doar”.

      “3º Existe dentre os programas sociais da AFTB a assistência jurídica nunca fui atendido gravei recentemente um vídeo com a funcionaria informando que o Jurídico não me responde porque as respostas seria contrarias as que eles queria dar ou seja se responderem poderia se incriminarem e desta forma não o faz.”

      Não sei o que vc quer saber, na prática, sobre a falta de atendimento da assistência jurídica. Se vc não é associado ou doador, não sei porquê faria jus aos serviços da aftb. Agora, se nunca te atenderam enquanto vc participava, vc pode alegar isto num processo ou denúncia, sem problemas.

      “4º A AFTB diz em outra gravação que não responde por telefone a mim por motivos de que eu gravo as conversas e depois as uso contra eles, bom eu gravo porque 1º eles não cumprem com o que promete 2º porque na minha expulsão disseram que eu destratava funcionários por telefone então eu os desafiei a comprovar isso e passei a gravar para que posso demostrar que nunca destratei nenhum funcionário e muito pelo contrario sempre os tratei como amigos, afinal sempre que liguei pedi para ajudar a corrigir alguma coisa e a resposta sempre é vai pro jurídico que vai entrar em contato que nunca acontece.”

      “2º O vídeo do funcionário da AFTB afirmando que não existe correção na contribuição tem valor?”

      Valor pra quê? O que você pretende? Prova produzida com desconhecimento da outra parte é controversa.

      “5º A AFTB em diversos vídeos através de seu presidente informa que o no final do financiamento o associado pagara 136% sobre o valor ou seja 100% do valor emprestado e mais 36% no restante que seria com referencia as contribuições associativa isso também tem valor porque se continuar em breve já ultrapassarei este valor em percentual comprovando mais um descumprimento de contrato”

      Isto sim, o vídeo da própria aftb informando dados contrários a realidade tem validade sim. Cabe a você provar isto, que mentem.

      No mais, apenas para esclarecer, o blog não tem nenhum vínculo jurídico pró ou contra AFTB. O que este blog HÁ TEMPOS, reforça é que a aftb tem proibição legal para funcionar e isto você provavelmente sabe. Se resolveu apostar nesta associação MESMO com proibição judicial em vigor desde fevereiro 2010, seu risco tornou-se muito, mas muito maior mesmo. Apostar numa oscip que descumpre lei é, no mínimo, ingênuo de sua parte. Boa sorte.

  193. Brivaldo Pereira Alves permalink
    17/01/2012 10:54

    Chirley,
    eu já paguei 37 contribuições associativas em dia, nunca me atrasei, resposta da AFTB,
    tenho que assinar um novo termo, que muda todo, o seja, não sei quando irei a receber
    minha carta de crédito, já entramos na justiça, só em minha rede, tem mais de 50 pessoas
    que já pasaron dos 30 meses, nenhum foi contemplado.

    • chirley permalink
      18/01/2012 21:44

      Brivaldo,
      Gostaria de entender melhor seu caso, qual o valor do imovel que vc ta pagando?
      a aftb te falou pq cainda nao recebeu a casa?

    • Renata Lima permalink*
      19/01/2012 9:41

      “Chirley”

      vc está ciente do impedimento legal que aftb tem pra funcionar? Porque o foco deste post é a ação civil pública e não casos isolados de contemplação ou não…vou deixar o Brivaldo responder e depois retomaremos o debate com foco no post, ok…se tiver novidades sobre a ação, agradecemos.

    • 27/07/2013 23:29

      Para você conseguir devolução de suas contribuições e também ganhar indenização, você precisa seguir alguns passos, e deve ser logo, pois o dinheiro que tem lá disponível no processo não dá pra pagar todos associados do Brasil. Somente os primeiros conseguirão.
      Acesse o site: http://www.aftb.dinheirodevolta.direitoseu.com.br e tenha acesso a várias informações para você conseguir seu dinheiro de volta.

  194. Brivaldo Pereira Alves permalink
    19/01/2012 10:29

    Renata,
    muito bem apontado.
    Chirley,
    como já postei aqui, minha mulher paga R$ 150,00 e meu filho também R$ 150,00
    quando o presidente da AFTB, junto com Sergio Arrejoria e Daniel Mello estiveron aqui
    em Fortaleza, eu perguntei ao presidente Carlos Rotermund, quando eu seria contemplado, ele falou que pagando as 30 contribuições associativas em dia eu
    teria minha carta de crédito, que ele conprometia sua palavra públicamente, até tinha
    um Termo de Compromisso, no site http://www.aftbrasil.org.br (bloqueado pela justiça)
    assinado pelo presidente. Depois, na calada da noite, o presidente mudo o regulamento
    e o demais são fatos por todos conhecidos.
    Brivaldo

  195. Márcio Leal permalink
    19/01/2012 11:33

    Brivaldo, como o presidente vai cumprir a palavra dele se a AFTB está proibida de funcionar???? o que ele está fazendo mudando o regulamento é dando um jeito de burlar a liminar e continuar funcionando. Antes da Liminar a AFTB era uma, e o presidente poderia prometer sim, pois estava funcionando perfeitamente, agora depois da liminar a aftb foi proibida de funcionar, como vc quer que as promessas se cumpram????? Se vc continuou pagando as contribuições (como eu) é pq acredito que a AFTB vai dar a volta por cima e voltar a funcionar com todo o vapor, mas não podemos exigir que a organização cumpra com seus deveres, pois ela não pode funcionar. Nem pagando as contribuições nós poderíamos estar fazendo, mas o dinheiro é meu e faço o que eu quiser, e por isso estou arriscando.

    • Brivaldo Pereira Alves permalink
      19/01/2012 16:55

      Márcio,
      leia seu mensagem “o que ele está fazendo mudando o regulamento é dando um jeito de burlar a liminar” o seja, segun você o presidente da AFTB está “burlando a justiça”
      você acha confiável alguém assim? eu nasci na Espanha, escolhi ser brasileiro, minha mulher e meus filhos são brasileiros, eu jamais nem sequer pensaria em burlar a justiça.
      Brivaldo

    • Renata Lima permalink*
      19/01/2012 21:33

      “Nem pagando as contribuições nós poderíamos estar fazendo, mas o dinheiro é meu e faço o que eu quiser, e por isso estou arriscando”

      Se você reconhece que não PODERIA pagar, por quê paga, afinal??? Por quê vem a público reconhecer que aftb descumpre determinação e você, ainda que indiretamente, é conivente? Por quê escarnece da justiça desta forma?

      Sinceramente, não consigo entender. E aposto que os leitores tambem não.

  196. 19/01/2012 22:26

    “Nem pagando as contribuições nós poderíamos estar fazendo, mas o dinheiro é meu e faço o que eu quiser”

    Desculpa, amigo, mas essa mentalidade é a personificação do “farinha pouca, meu pirão primeiro”. Quer dizer, dane-se que estão descumprindo uma liminar né. A lei de Gerson parece que se apossou da alma do brasileiro e não quer largar. Pior é que tem vários comentaristas ai falando que vão fazer a mesma, ai depois todo mundo se revolta por conta de corrupção, disso e daquilo, mas não olha pro umbigo né.

    • 20/01/2012 12:53

      EU PROMETI PRA MIM QUE EU NÃO IA MAIS PERDER O MEU TEMPO COM VOCÊS)

      Muito bem Marcio, você tirou as palavras que digitou do fundo do nosso coração, é isso que os milhares de associados da AFTB sentem… estamos sento traídos pela nossa própria justiça…

      A Dra. Renata Lima nem tem mais argumentos, só sabe colar a mesma ladainha nas suas postagens…

      Quanto ao Geovani, Meu caro, você, quer que eu lhe mostre a verdadeira e mais vergonhosa corrupção do nosso Brasil? pois bem, acompanhe o trabalho da brava Corregedora Nacional de Justiça que teve a ousadia de lembrar que bandidos também usam togas…. (doeu?)

      Acompanhem os trabalhos do CNJ …

    • Renata Lima permalink*
      22/01/2012 15:35

      Ô Eraldo (manezão de mmn)…

      as minhas postagens são repetidas MESMO. A única coisa que interessa sobre aftb NO MOMENTO, é que ela está simplesmente impedida de de funcionar há quase dois anos, por medida judicial (liminar).

      Daí a terem pessoas (até hoje) que preferem dar dinheiro e ainda propagandear este negócio de forma articulista e má intencionada (na minha opinião), são outros quinhentos. Enquanto aftb estiver proibida de funcionar, é isto que o blog ressaltará, para tristeza dos que defendem e doam recursos, por conta, risco e “contra legem”.

      Não deve ser fácil para ninguem tentar, a qualquer custo, lucrar em cima de proposta social. Acompanhe o desenrolar da ação civil…

  197. Brivaldo Pereira Alves permalink
    20/01/2012 15:44

    Márcio,
    o presidente da AFTB, mudo as regras do SAC, sem convocar a uma Assembléia Geral Extraordinária, por duas razones, 1) ele sabia que não tinha como pagar todas a contemplaçôes que cumpriran os 30 meses. 2) si ele fazia uma convocação a Assembléia Geral Extraordinária, tinha claro que perderia uma votação com os Líderes y ele y sua familia perderían o controle da AFTB.
    Nos soubemos que empresas como a AMBEV – PSA Peugeot Citroën não fizeron doações quantiosas, porque souberam que o presidente Carlos Rotermund tem “ficha suja” por
    estelionato, falsificação de documentos e descaminho.
    Veja o “grau de transparência” com o qual presidente Carlos Rotermund maneja a AFTB,
    até o dia de hoje, NUNCA foi comunicado oficialmente as razões da saída da vice-presidente Cristine Rotermund (sua filha) e da tesoureira Rosângela Krader (a babá dos filhos) depois da saída, nenhuma ata mais foi publicada.
    Brivaldo

  198. Brivaldo Pereira Alves permalink
    22/01/2012 14:35

    Eraldo,
    como sempre você….. eu também prometi não responder a um covarde como você, pero…
    você sabe quantas condenações por Prática de Pirâmide Financeira a AFTB já sofreu no Brasil todo?
    você sabe quantos associados entramos na Justiça reclamando nossos direitos adquiridos?
    você sabe quantos associados ligan todos os dias para a AFTB e NÂO são atendidos
    porque não tem respostas (o não queren dar respostas) a esses reclamos?
    conheco o caso de uma indicada minha de Itabuna (Bahia) pagou 33 contribuições associativas, quando ligou para a AFTB, falaron que como ela não havia assinado o novo
    termo do SAC, essos 33 pagamentos em dia, eram considerados “doações” que ela NÂO
    tinha direito a receber NENHUMA CARTA DE CRÈDITO….
    A Justiça e devagar, mais chega…..
    Brivaldo

  199. NAVAL - TOLEDO /PR permalink
    06/02/2012 1:24

    De acordo com a Procuradoria da República no Estado de São Paulo, o Banco Central publicou ofício declarando que a AFTB “não integra o rol de instituições autorizadas a atuar como instituição financeira ou administrar grupo de consórcio e tampouco realizou convênio de representação com empresa autorizada”. O BC informou ao MPF que as atividades da entidade violam as regras de qualificação e funcionamento das Oscips.

    Apesar disso, o Ministério da Justiça teria renovado, em setembro do ano passado, a condição de Oscip da AFTB, conforme notícia publicada no site da entidade, relacionada à certidão de renovação. Segundo o Ministério da Justiça, no entanto, em dezembro foi publicada uma portaria que declarava a perda da qualidade de Oscip para a entidade. A AFTB teria 10 dias para recorrer da decisão após notificada pelo correio, mas o ministério ainda não recebeu aviso de recebimento da notificação por parte da associação. Na prática, portanto, a AFTB ainda é considerada uma Oscip. Procurada, a organização ainda não retornou o contato da redação.

    Se condenado, o presidente da AFTB pode pegar até quatro anos de reclusão e multa. Caso a Justiça Federal aceite o pedido de retirada do site da AFTB do ar, o link deverá ser substituído, em até 48 horas, por uma mensagem, informando que ele foi retirado do ar por ordem judicial, sob pena de multa diária de 100.000 reais em caso de descumprimento. Na esfera cível, o Ministério Público do Rio de Janeiro já ajuizou uma ação civil pública.

    Matéria atualizada no dia 01/02/2012 às 19h20.

    * quem quiser ver a materia completa esta aqui:

    http://exame.abril.com.br/economia/brasil/habitacao/noticias/financiadora-de-imoveis-e-denunciada-por-esquema-de-piramide

  200. Brivaldo Pereira Alves permalink
    06/02/2012 10:07

    Renata,
    agora também o MPF está denunciando ao presidente da AFTB

    http://noticias.pgr.mpf.gov.br/noticias/noticias-do-site/copy_of_criminal/01-02-12-2013-mpf-denuncia-dono-de-site-que-exerce-financiamento-imobiliario-ilegal

    Slds
    Brivaldo

    • Renata Lima permalink*
      06/02/2012 10:18

      Rapaz…

      e não é que este NOVO processo questiona a QUALIFICAÇÃO da aftb como Oscip. O Ministério da Justiça informa que o “selo” está sendo usado pela aftb indevidamente. Se SEQUER está qualificada como oscip, esta aftb é (atualmente) uma falcatrua GIGANTE.

  201. 08/02/2012 10:40

    Olá, sou Dalton de Curitiba e estou processando a AFTB com Advogado contratado e tudo bem organizado. Tenho toda documentação necessária. Além da restituição de todos os valores pagos estou solicitando danos morais. Então, após levar plena vantagem na primeira Audiência de Conciliação – que foi a revelia da presença do Carlos (que não compareceu) – agora eu preciso de pessoas que foram lesadas, pessoas que eram para estar contempladas e nada. Eu preciso de uma carta impressa, assinada e autenticada em cartório destas pessoas, que devem me enviar por correios. Uma vez eu vencendo, divulgarei a todos e abrirei jurisprudência. As pessoas que quiserem colaborar com PROPRIEDADE e sem LEVIANDADE emocional, eu agradeço. Abri um e-mail específico para contato: consciencial@yahoo.com.br – Faça contato e darei melhores instruções. Você poderá ecannear ou fotografar seu carnê de pagamentos a fim de me enviar por e-mail para COMPROVAR que você é idôneo. Abraços éticos e respeitosos.

  202. NAVAL permalink
    03/03/2012 7:33

    Sr. Dalton ja que voce quer ajuda, primeiro deve se mostrar de confiança. 1º) Na net ninguem vai te passar daos e informações sem saber exatamente quem o você realmente é etc… e pedir ” carta impressa, assinada e autenticada em cartório destas pessoas, que devem me enviar por correios” é um pouco de falta de senso. E ainda ao afirmar que: “Uma vez eu vencendo, divulgarei a todos e abrirei jurisprudência.” Ora neste caso o Sr. Não pensa no coletivo mas sim apenas no seu ganho pessoal. Então vamos por partes:

    a) coloque o numero do seu processo para que todos disposto e interresados em ajudá-lo possam acompanhar o mesmo e verificar se realmente abriu um processo. Creio que apos verificar quem é sua pessoa (identificação etc…) parte-se para um início de um diálogo para uma possivel ajuda com informações.

    Até porque é meio estranho este seu pedido de documentação…. tem 2 processos movidos contra a aftb na minha cidade, e nenhuma das pessoas (autoras) precizaram anexar documentos de terceiros (de outros sócios) para ter ganho de causa. Os documentos aprensdos ao processos aberto pela promotoria do RJ, já são suficientes ao somar-se com os documentos relativos as suas contribuições e associação á AFTB (ré).

    E tbm ja tem disponivel na internet a jurisprudência do processo de um ex-associado da AFTB, que já teve ganho de causa…..segue o link com possibilidade de impressão de todas as folhas do processo (podendo selecionar apenas as que vc quer)

    https://esaj.tjsp.jus.br/cpo/pg/show.do?processo.foro=16&processo.codigo=0G0000B7M0000

    Logo apóa a abertura da pagina do presso tem uma frase escrita em vermelho dizendo o seguinte: “Este processo é digital. Clique aqui para visualizar os autos.” , Lembrando que o site vai pedir pra vc adicionar a exceção (do certificado de segurança) e vc tem que aceitar.

    • 03/03/2012 12:42

      Então conheça-me, com direito a acesso a telefone, endereço e portifólio:

      http://www.consciencial.org

      http://www.consciencialcursos.org (cursos à distância)

      http://www.ramatis.org

      http://www.aprenderadistancia.org (cursos à distância)

      http://www.websitearte.com

      E também em:

      http://www.amor.consciencial.org

      http://www.curitiba.consciencial.org

      http://www.video.consciencial.org

      http://www.facebook.com/consciencial

      Obras:

      Livro O Karma e suas Leis – Ramatís/Dalton – (2004, 2010; 2011, 2012);
      Livro Estudos Espiritualistas – Desvendando os Caminhos – Ramatís / Dalton – (2008; 2012);
      Livro Pérolas Conscienciais – Dalton/Andréa – (2009, 2011, 2012);
      Livro Espiritualmente Falando – Dalton/Andréa – (2010, 2011, 2012);
      Livro Distorções Conscienciais – Dalton / Andréa – (2012)

      CD Práticas Bioenergéticas Volume I – (2006);
      CD Práticas Bioenergéticas Volume II – (2006);
      CD Práticas Bioenergéticas com os Sete Chacras – (2006);
      CD Proteção Espiritual e Captação Bioenergética – (2008);
      CD Apometria – CD (2008);
      CD Viagem Astral – kit com dois CDs (2009);
      CD Mediunidade e Universalismo (2010);
      CD Limpeza da Aura e Chacras (2012);

      Ser voluntário é de minha natureza em ações físicas e presenciais assim como pela internet já há muitos anos. Compreendo e aceito a desconfiança alheia nesse mundo de interesses tão mesquinhos e egoístas. Então feita uma apresentação minha, peço ao ao NAVAL que se apresente e se exponha no mesmo nível e profundidade, claro, se tiver coragem e idoneidade para isto. Abraços. Dalton

  203. João permalink
    07/03/2012 18:20

    olá a todos e parabéns a Renata pelo blog, sou um associado que após pagar 35 contribuiçoes para a AFTB tive que escultar que teria que pagar mais umas 40 ou aumentasse o valor da contribuição de 120 para 700 reais e eu seria contemplado, pois bem, aumentei o valor e fui contemplado, mas entrei na justiça e pagarei em JUIZO o valor combinado a 3 anos atrás. Aos que ainda defendem a AFTB , tipo o Sr Eraldo, só digo uma coisa, foi a melhor idéia que eu já vi na minha vida , mas infelismente algo aconteceu no meio do caminho e tudo leva a crer que foi a ganancia ao dinheiro fácil, ao querer tapar o sol com a peneira acabaram se queimando, Seria muito mais simples quando o MP do RJ interveio, parar realmente com a AFTB e “acertar” os ponteiros como manda a lei, mas não, a humildade não faz parte dos adjetivos do Sr Carlos, quis bater de frente, arranjar saidas mirabolantes e agora nenhum associado consegue respostas. enfim,a AFTB já era, isso é fato…

    • 08/03/2012 8:36

      Olá João, poderia me fornecer o link com o número de seu processo para eu dar uma olhada? Se preferir um contato mais privado escreva para consciencial@yahoo.com.br – Também estou processando a AFTB, seu processo poderá me ajudar. Obrigado, Dalton

  204. NAVAL - TOLEDO /PR permalink
    11/03/2012 14:52

    Ola caro João… sou paranaense como vc…sou do interior do estado da cidade de Toledo.
    SOu conhecido no meio artístico como “NAVAL” Sou produtor artistico, de shows projetos junto ao minc, e produtor musical e diretor de uma emissora de radio. Meu nome é Edson de Moraes. Para maiores detalhes te adicionei no facebook. Parabens pelo seus trabalhos e obras…., mas voltando ao assunto AFTB, vc disse que tinha aberto um processo e que ganhou na primeira audiencia de conciliação pois houve revelia. Tem como passar o numer do seu processo… para que outros associados possam acompanhar se motivarem a abrirem os seus tbm?

  205. itanel valentim lofiego permalink
    14/03/2012 14:01

    meu nome e itanel email itanel@bol.com.br,me sinto lesado pela aftb,gostaria de ser resarcido paguei 30 parcelas de 150,00 como nao fui contemplado parei,como devo proceder para ter meu dinheiro robado de volta obrigado.

    • Renata Lima permalink*
      14/03/2012 14:09

      Mande por escrito pra AFTB o seu pedido de ressarcimento, fundamente-o no fato de que eles SEQUER poderiam receber dinheiro por conta da liminar de fev de 2010. Talvez este povo crie juízo e te devolva o dinheiro sem precisar de processo. Se não quiserem devolver e vierem com papo de que era “doação”, vá ao Juizado especial cível mais próximo e faça reclamação. Mencione tb que a aftb tem processo por funcionar sem autorização do BACEN e seu presidente é processado por estelionato. Creio que QUALQUER pessoa que se sinta prejudicada e queira dinheiro de volta, com bons argumentos (processos, liminar em vigor, mudança unilateral de regulamento, quebra de contrato, etc…) irá conseguir. Boa sorte.

  206. ENR permalink
    09/04/2012 11:18

    Uma Curiosidade: Casoa AFTB venha “quebrar” de deixe passivos no mercado, seus associados serão responsabilizados?

    • Renata Lima permalink*
      09/04/2012 13:03

      Creio que não.

  207. João Carlos permalink
    18/04/2012 17:03

    Renata só pouco tempo fiquei sabendo das falcatruas da AFTB, sou do interior da Bahia paguei 28 prestações, ontem recebei um e-mail: Prezado(a) (s) Associado(a) (s),
    conforme determinação da justiça, você tem direito a receber
    todo seu dinheiro pago em contribuições associativas na
    AFTB – Associação Frutos da Terra Brasil
    NÂO SE DEIXE ROUBAR!!!
    preencha o formulário e nós ajudaremos você a recuperar seu dinheiro.

    http://ageaftbrasil.com/devolucao/formulario.htm

    Copiar e colar em seu navegador

    Hoje estou assustado em mandar os meus dados para quem não conheço.
    voçê conhece essa gente desse site?

    me de uma dica de como colocar a AFTB NA JUSTIÇA desde já muito obrigado
    João Carlos

    • Renata Lima permalink*
      18/04/2012 18:37

      Não faço a menor ideia de quem está por trás disto. E acho estranho que a própria aftb disponibilize devolução integral desta forma.

      Tente negociar a devolução com a aftb (com e mail do site oficial), se eles não devolverem, consulte um advogado. Guarde toda a documentação que vc possui, imprima e mails dos contatos, registre contatos telefônicos para subsidiar eventual processo. Boa sorte.

    • Brivaldo Pereira Alves permalink
      18/04/2012 18:46

      Prezado João,
      somos um grupo de associados da AFTB, que estamos ajudando a outros associados
      a receber seu dinheiro pago em contribuições associativas de volta.
      O escritorio de advogacia já foi contratado e pago por nosso grupo.
      As únicas despesas que você terá de cobrir são:
      Reconhecimento de firma com valor econômico em seu cartório: R$ 5,90 a R$ 10,00
      Envio de Carta Registrada para o CEP: 05001-000
      Em São Paulo, a justiça determinou num processo que a AFTB devia devolver para
      um associado, os pagamentos efetuados mais juros e acréscimos.
      Assim que, nós unimos só para ajudar, a todos aqueles associados que estão
      sendo ENGANADOS, a AFTB não quer que ninguém saiba dessa condenação para que
      não seja aplicada a jurisprudência y ter que devolver todo o dinheiro.
      Atenciosamente.
      Brivaldo

    • Renata Lima permalink*
      18/04/2012 19:02

      Brivaldo

      este formulário que o João recebeu foi enviado por este grupo que vc participa?
      se positivo, sugiro a criação de uma assinatura eletrônica para que os associados identifiquem o remetente e possam, efetivamente, fazer algo na prática para receberem o dinheiro de volta. Agradeço desde já a resposta.

  208. 18/04/2012 19:20

    Está na hora da turma de lesados pela AFTB mostrar sua força. É uma ideia simples e grátis. Temos que criar uma comunidade no Facebook sobre isto e outra no orkut, assim poderemos nos comunicar melhor e divulgar esta parada toda. Eu mesmo não abro a comunidade no meu Face agora porque compartilho o perfil com minha esposa e isto acaba me limitando, mas poderei criar um outro novo só meu para isto. As comunidades poderão se chamar AFTB devolva meu dinheiro. Importante iniciar com a sigla deles para facilitar os mecanismos de busca. Talvez o pessoal aqui do blog que é pró-ativo queira fazer isto e nos convidar para fazer um debate paralelo por lá. Teremos dados para saber quantos são os lesados e iremos mostrar nossa força. Paz e luz. Dalton – Curitiba

  209. Brivaldo Pereira Alves permalink
    18/04/2012 20:08

    Renata,
    sim, eu participo desse grupo, nós convidamos aos associados através do formulário, não precisan inserir nenhum dado sensível (CPF/RG) até agora já são mais
    de 1500 cadastros, o intuito e apresentar a maior quantidade possível de solicitudes
    na 1ª Vara do Juizado Especial Cível – Vergueiro – São Paulo onde a AFTB foi condenada a
    devolver o dinheiro pago em contribuições associativas para um associado, quero lembrar a você que a AFTB foi condenada por “Prática de Pirâmide Financeira”
    Processo: 0007441-38.2010.8.26.0016 (016.10.007441-9)
    Classe: Procedimento do Juizado Especial Cível
    Área: Cível
    Assunto: Perdas e Danos
    Distribuição: Livre – 20/07/2010 às 16:19
    1ª Vara do Juizado Especial Cível – Vergueiro – Foro Central Juizados Especiais Cíveis
    Valor da ação: R$ 2.000,00
    Reqte: CARLOS ALBERTO GARCIA PEREIRA
    Reqda: ASSOCIAÇÃO FRUTOS DA TERRA BRASIL- AFTB
    Abraços
    Brivaldo

  210. João Carlos permalink
    18/04/2012 20:13

    Boa noite Brivaldo, como vcs souberam do meu e-mail ?

    • Brivaldo Pereira Alves permalink
      19/04/2012 11:38

      Prezado Joaõ,
      seu endereço e-mail foi fornecido pelo Líder do grupo onde você foi cadastrado.
      Slds.
      Brivaldo

  211. João Carlos permalink
    19/04/2012 11:18

    Bom dia renata me mandaram outro e-mail de outra OSCIP, eu acho que o meu e-mail deve ter ido da AFTB para a filial, vc conhece essa OSCIP? É PRA CONTEMPLAR MESMO!!!

    A determinação vinda diretamente da presidência da ONG/OSCIP Não Me Abandone, na pessoa do nosso presidente Ivan Gusmão e com os pareceres favoráveis das diretorias: financeira, de marketing e de políticas públicas e privadas é que se contemplem ao máximo aos nossos associados e no menor espaço de tempo possível, respeitando-se a sustentabilidade financeira da nossa Oscip, e que essa divulgação faça nossa Organização se diferenciar no segmento.

    Em sendo assim, está determinado que:

    1- Até o dia 05 de maio de 2012, todo e qualquer pagamento de ativação (primeiro boleto, depósito ou transferência bancária) gerará uma pontuação de 12 mil pontos para o associado, que servirá de antecipação em um mês para a liberação (contemplação) da sua carta de crédito;
    2- A todo e qualquer associado que ativar 05 pessoas em seu primeiro nível, até o dia 05 de maio de 2012, também receberá por cada um 12 mil pontos e antecipará em 05 meses a liberação (contemplação) da sua carta de crédito.

    INDICADOS NO PRIMEIRO NÍVEL

    INDICADO 1 ATIVADO
    INDICADO 2 ATIVADO
    INDICADO 3 ATIVADO
    INDICADO 4 ATIVADO
    INDICADO 5 ATIVADO
    TOTAL DE PONTOS
    12 MIL
    12 MIL
    12 MIL
    12 MIL
    12 MIL
    60 MIL

    “Por nosso SCS – Sistema de Conquista de Sonhos ter sido elaborado para prever diversas situações mercadológicas, podemos nos dar ao prazer de criar oportunidades de contemplar mais associados sem prejudicar nossa sustentabilidade e independência financeira”, afirmou Ivan Gusmão.

    Ainda como medida de aceleração do crescimento e da credibilidade, a Não Me Abandone opta por contemplar mais que a obrigatoriedade dos contratos do SCS ao invés de deixar seus recursos financeiros aplicados em bancos, levando a satisfação ao seu quadro associativo.

    Informamos em público que em apenas 06 meses de lançamento do SCS já estaremos contemplando nosso primeiro associado, o Sr. Fabiano Joaquim da silva, da cidade de Pedras de Fogo (PB), em 30 de junho de 2012.

    Como nossos contratos, nossas tabelas e nossa sistemática de trabalho e relacionamento já fora avaliada por vários advogados de associados espalhados por todo o Brasil, lançamos essa oportunidade por tempo limitado para demonstrar e comprovar a nossa responsabilidade de entrega dos compromissos assumidos, bem como de moralização do segmento habitacional conduzido por Oscip.

    São Paulo 18/04/2012

    deve ser mais um golpe o site deles e http://www.naomeabandone.org/

    • Renata Lima permalink*
      19/04/2012 11:43

      João

      mesma roubada, mesmo diretor de marketing que participou de aftb, mesma premissa irregular (oscip + mmn), mudaram o nome e a forma do mmn (quanto mais a pessoa indica, mais rápido recebe a tal carta de crédito). Mais informações no post abaixo

      http://industriadadecepcao.wordpress.com/2012/03/23/oscip-nao-me-abandone-aftb-reloaded/

      Cuidado com esta nova mania de mmn….”infitrar-se” em projeto social para obter lucro pra poucos.

  212. 20/04/2012 17:09

    Olá. Estou me comunicando em privativo com vários lesados da AFTB. A maioria do pessoal peca em não guardar os documentos e não conseguir provar a situação. Atualmente os processos são todos digitalizados, então e-mails, sites, blogs poderão ajudar como documentos. Você tem que converter tudo em PDF com menos de 1 Megabyte para enviar ao Advogado para ele anexar ao processo. Tenho tudo, tudo, tudo guardado, não perdi nada! Como muitos dos documentos são genéricos não possuem nome da pessoa lesada (que está processando a AFTB) eu poderei então ajudar enviando o material digital QUE SERVIR apenas a quem me servir de testemunha. Vou ter que escrever um artigo – DEPOIS – em meu site de informática – http://www.websitearte.com – para ensinar a converter e-mails, blogs e sites em PDF, mas adianto: é preciso ter o Office 2007 ou 2010 no seu PC. O Microsoft Outlook 2007 ou 2010 convertem e-mails em PDF.

  213. 21/04/2012 18:21

    Paguei 30 parcelas ou mais e não fui contemplado! O que fazer?

    Redija uma carta no computador com seus dados pessoais, número do usuário do site da AFTB solicitando a contemplação conforme contrato. Tenho o contrato aqui, posso te enviar por e-mail, baixei do site deles na época. Faça uma cópia autenticada da carta para guardar para você. Vá aos correios e envie com AR – Aviso de Recebimento. Depois a mesma carta que imprimiu, envie por e-mail para a AFTB, mas coloque uma CC para você mesmo e guarde, não delete nunca. Você enviou a carta de dois jeitos: em papel e por e-mail e então aguarde. Leve esta ideia a um advogado, vc estará se protegendo. O resto do plano, se vai parar de pagar ou não, peço que converse com seu advogado para estudar melhor o contexto de seu caso. Fazendo o que digo vc estará documentado.

  214. EDSON NAVAL permalink
    22/04/2012 0:54

    Ola Pessoal …tive recentemente no dia 27 de maio a primeira audiência contra a AFTB. Foi uma audiência de conciliação, que não teve êxito. E a AFTB fez a contestação do meu pedido inicial, e eu ja impugnei a contestação apresentada por eles. Agora foi a julgamento antecipado que será feito pelo juiz (não tem um prazo especifico…aqui no juizado especial civel geralmente tá demorando uns 6 meses) assim que sair a sentença postarei o link para todos apreciarem.

    Caso algum nobre colega ex- associado aqui quiser cópias dos modelos para montar um processo, (inicial + impugnação) é só me mandar um email: edson_naval@hotmail.com

    Sou da cidade de TOLEDO – PARANA

    Att,

  215. EDSON NAVAL permalink
    22/04/2012 0:58

    Ola RENATA deveria-se fazer um reloaded do FRSH / consulado da cidadania…
    Estes sim são copias mascaradas da aftb…. tem ate video do presidente da AFTB apresentando o FRSH

    http://www.frsh.org.br/

  216. 26/04/2012 13:20

    Olá. Acabei de vasculhar meu computador e encontrei todos, eu disse todos, os documentos que existiram e existem sobre a relação Associado e AFTB. Montei uma pasta exclusiva com os documentos para ajudar os Associados que pagaram 30 meses ou mais e NÃO FORAM CONTEMPLADOS. Tenho, inclusive um termo de garantia ASSUMINDO a contemplação após 30 meses assinado pelo Presidente, irrefutável! Tenho os contratos, manunais, regulamentações, áudios, vídeos, etc. Áudios e vídeos não valem no processo, apenas documentos que possam ser convertidos em PDF com no máximo 1 Megabyte de tamanho. Quando o documento exceder 1 Mb deve ser subdividido em partes sequenciais. Quem quiser trocar apoio me passe o e-mail para consciencial@yahoo.com.br , mas também pedirei um favor. Estou com 10 documentos já convertidos em PDF prontinhos aqui, ou seja, você precisará apenas de acrescentar os recibos dos pagamentos. Muito bom não? Dalton

    • 27/04/2012 15:24

      Olá a Todos.
      Meu nome é Kildere Abreu, em dezembro de 2012 cumpro as 30 parcelas para a aquisição de uma carta de crédito no valor de R$ 250.000,00, prazo esse que foi estendido e diante dessa nova regra eu não mais vou querer fazer parte da AFTB e pretendo solicitar o valor investido. Alguém tem conhecimento de que outras pessoas tenham conseguido o seu dinheiro de volta antes de cumprir o prezo dos 30 meses? Será que terei como solicitar o que investi até o momento, antes mesmo dos 30 meses?

  217. 26/04/2012 16:06

    Três documentos originais e oficiais da AFTB que garantem contemplação após 30 parcelas sem atraso que tenho aqui:
    Contrato ou Regras do SAC
    Manual do Associado
    Termo de Compromisso assinado pelo Presidente
    Abraços,
    Dalton – consciencial@yahoo.com.br

  218. 27/04/2012 12:48

    Acabei de escrever um artigo de como converter sites, blogs e e-mails em PDF para efeito legal. Passo-a-passo, tela a tela. Aproveitem e visitem: http://www.websitearte.com/internet/transformar-e-mails-e-sites-em-pdf/

  219. 01/06/2012 11:45

    Vamos ser práticos:
    1. Como obtenho meu dinheiro de volta?
    Vá ao Procon, procure um advogado, reúna e organize toda papelada. Arrume testemunhas (eu me ofereço de testemunha se topar ser a minha tb).
    Sem sair da poltrona, sem sair de casa e sem se juntar a outros NÃO ADIANTA FAZER NADA, só se lamentar.

  220. Wellington Alexandre permalink
    20/06/2012 12:06

    Bom dia Renata,
    Fui Associado da AFTB com 32 parcelas pagas, não fui contemplado, pedi meu dinheiro de volta e informaram que só tenho direito a receber 60% das contribuições! ABSURDO!!!
    Entrei no Juizado Especial, na Audiência de Conciliação teve só a contestação da AFTB e agora foi pra SETENÇA, estou no aguardo.

    Ex-Associado: Wellington Alexandre A. Félix ID 023190

    Processo nº: 0008577-86.2012.8.05.0274 TJ-BA
    E-mail: raylher@yahoo.com.br
    TIM (77) 9135-5471

    • Renata Lima permalink*
      20/06/2012 14:10

      Boa sorte. Torço para que vários prejudicados tomem atitude contra o absurdo que esta aftb fez.

  221. 05/07/2012 14:35

    01 de março

    Prezado(a) Associado(a);

    AFTB OBTÉM VITÓRIAS EM AÇÕES DE EX-ASSOCIADOS NO RIO DE JANEIRO
    O ex-associado L.F.T.R. ingressou com ação no Juizado Especial Cível no Rio de Janeiro, requerendo a devolução das contribuições associativas e indenização por danos morais. O Juiz reconheceu a legitimidade do programa social desenvolvido pela AFTB, ratificando a relação associativa existente entre a AFTB e seus associados, afastando a aplicação do código de defesa do consumidor e por fim julgou improcedentes os pedidos formulados pelo ex-associado. Da sentença podemos destacar os seguintes trechos: “… No caso o autor demonstra que se associou à ré com o objetivo de obter carta de crédito para aquisição de imóvel. Assim não há que se falar em ilegalidade das cobranças das mensalidades, nem em devolução destas, pois eram condição necessária para a manutenção do vínculo associativo e o regulamento não prevê a devolução dessas parcelas, fato este que o autor tinha ciência quando se associou. … Cabe observar, ainda, que permitir que o autor tenha a devolução dos valores pagos à titulo de mensalidade implicaria em enorme injustiça com os demais associados.” O também Ex-Associado W.L.S. teve a sua ação onde pretendia o ressarcimento das contribuições associativas e indenização por danos morais julgada improcedente, na sentença o Juiz afirmou que o Autor não tinha razão alguma uma vez que resolveu por sua conta deixar de pagar suas contribuições associativas, asseverando ainda que eventuais demandas como a ação civil pública não podem, por si só, ser utilizada como justificativa para propositura de ações sob pena de violar princípio constitucional da presunção de inocência. O Departamento Jurídico da AFTB informa que continuará firme na defesa dos interesses da AFTB e de seus associados.
    Fonte: TJRJ – Processos nº 0001586-14.2012.8..19.0207 e 0002214-30.2012.8.19.0004

    Atenciosamente,
    AFTB – Associação Frutos da Terra Brasil
    

    • Renata Lima permalink*
      05/07/2012 16:28

      Eraldo, já que vc CONTINUA nesta falcatru…..digo, oscip, esclareça o seguinte. No primeiro processo, consta a improcedência conforme o trecho que vc transcreveu, mas no caso do segundo processo, as informações não “batem”. Segue o que extraí diretamente do site (no caso do segundo processo)

      0002214-30.2012.8.19.0004

      http://srv85.tjrj.jus.br/consultaProcessoWebV2/consultaProc.do?v=2&FLAGNOME=&back=1&tipoConsulta=publica&numProcesso=2012.004.001875-8

      “Sentença
      Descrição: Homologo para que produza seus efeitos jurídicos e legais, o Projeto de Sentença elaborado pela(o) Dr(a) Juiz(a) Leigo(a) que presidiu a AIJ, o que faço com fulcro no art.40 da Lei 9099/95. Autorizo desde já a expedição de mandado de pagamento, se for o caso, tão logo venham aos autos o comprovante de depósito, mediante quitação do credor. Após o trânsito em julgado, dê-se baixa e arquivem-se. PRI. Cientes as partes, na forma do art.1º, §1º do Ato Normativo Conjunto 01/2005, publicado no DOERJ em 07/01/2005, que os autos processuais findos serão eliminados após o prazo de 90 dias da data do arquivamento definitivo.”

      Não consta improcedência, mas foi homologada uma decisão e foi determinada a expedição de mandado de pagamento, do quê seria (custas, honorários, depósito judicial de valores, condenação, algum acordo, esclareça, já que levantou a questão).

      Obs – se as partes (e respectivos advogados) não recorrerem, perderam a grande chance de reverter uma decisão, a meu ver, equivocada. Não li na sentença a proibição LEGAL que esta falcatru…ops, oscip, tem de receber valores a partir de FEVEREIRO de 2010. Superficialmente, acredito que este fator não foi abordado (da forma necessária) nas demandas. Mas é só minha opinião, manifestada pela análise das informações constantes do site.

    • Brivaldo Pereira Alves permalink
      24/07/2012 0:46

      E agora Eraldo Nazário, tem algum comentario a fazer da decisão da juiza?
      falta muito pouco para ver a varias “pessoas” detrás das grades, aqui em Fortaleza já tem varios vários juízes procurando pelo “presidente” Carlos Rotermund, minha audiência e o dia 27 de Junho, será que vou a ter o prazer de ver a cara desse bandido? dúvido, não é
      homem o suficiente para enfrentar um coitado como eu.

  222. Brivaldo Pereira Alves permalink
    05/07/2012 16:29

    Eraldo,
    porque a AFTB não fala dos demais processos onde já foi condenada a devolver o dinheiro dos associados???
    em especial o processo: 0007441-38.2010.8.26.0016 (016.10.007441-9)
    Procedimento do Juizado Especial Cível
    Área: Cível
    Assunto: Perdas e Danos
    Distribuição:Livre – 20/07/2010 às 16:19
    1ª Vara do Juizado Especial Cível – Vergueiro – Foro Central Juizados Especiais Cíveis
    Valor da ação: R$ 2.000,00
    Partes do Processo
    Reqte: CARLOS ALBERTO GARCIA PEREIRA
    Reqda: ASSOCIAÇÃO FRUTOS DA TERRA BRASIL- AFTB
    a AFTB foi condenada pela prática de “Pirâmide Financeira”
    podem ver a sentença aqui: http://www.ageaftbrasil.com/sentencadojuiz.html
    eu já tive noticias de 11 associados que conseguiram na justiça a devolução do dinheiro.
    Algum comentário?

    • João permalink
      10/07/2012 17:52

      é exatamente sobre esses processos que falei logo acima, o primeiro a AFTB “ganhou, mas o segundo não, como pode então dizer que a AFTB foi “vitoriosa” nos processos, além disso, qual é a magnitude moral que eles querem mostrar com isso? não cumprem com o prometido que era os 30 meses e os 1/1000 e ainda ficam “contentes” em mostrar que não vão devolver o dinheiro dos associados enganados? falta de respeito descarado.
      Eu gostaria de saber qual é a do Sr. Eraldo que aparece do nada pra se gabar dessa associação que só me trouxe dor de cabeça até hoje….ora essa, agora é assim? pra conquistar associados diziam “É MUITO BOM FAZER O BEM SEM VER A QUEM”, lenbra Eraldo? e agora? tratam os associados como imbecis e palhaços…

  223. Edson permalink
    21/07/2012 21:10

    Pessoal saiu a decisão do Juiz….a AFTB e o Carlos routermount foram condenados, entrem em contato com o forum para recebem seus dienhiros e indenizações…

  224. Edson Naval - TOLEDO / PARANA permalink
    21/07/2012 21:27

    Olá Renata Lima, eu acabei de ler a sentença…. http://srv85.tjrj.jus.br/consultaProcessoWebV2/consultaMov.do?v=2&numProcesso=2010.001.035818-6&acessoIP=internet, pelo que entendi cada associado tem direito de recebr suas parcelas em dobro e mais um dano moral no valor de 5.000 reais. Me corrija se eu estiver errado. Agora como tem muitos associados de vários lugares do Brasil, que não vão ter como acompanhar a publicação que vai ser feita pela AFTB ou pela justiça em jornais do Rio de Janeiro, alguém poderia colocar aqui no site informações como deve ser feito o procedimento para que seja feito o pedido dos valores.

    • Renata Lima permalink*
      22/07/2012 13:35

      Entendi que o pagamento será feito aos consumidores que integraram o polo ativo da ACP.

      Que porrada a sentença, acabou com a aftb. Duvido que reformem-na integralmente em sede de recurso.

      Amanhã leio com calma, agora me surpreendeu a determinação no sentido de proibir o tal presidente a fazer parte de qq coisa relacionada a financiamento de casa própria.

  225. Edson Naval - TOLEDO / PARANA permalink
    22/07/2012 17:00

    Renata aqui eu ganhei no juizado especial a sentença PARCIALMENTE ao meu favor. O juiz determinou que a AFTB devolva os valores pagos 2.300,00 corrigidos, porém não deu o dano moral 7.200,00. A AFTB recorreu com recurso inominado, para o tribunal egrério de CURITIBA, (última instância onde 3 juizes vão dar o parecer final) aprovetarei o embalo e vou anexar junto á minha contra-razões, esta decisão do RJ, ja que estou pedindo para o tribunal rever a decisão do juiz monocromático e me darem o dano moral também.

    Uma duvida RENATA: – Caso eu não ganhar o dano moral aqui, neste processo, poderei ingressar com o pedido la no RJ?

    ,
    E quanto a decisão de não deixar o “presidente participar de outra organização foi justa e sabia, pois assim ele tbm não poderá participar do FRSH, que alias se forem acessar o site da AFTB ele rediciona para lá…rsss ou seja, o FRSH é laranja da AFTB, e quando vc vai no campo de “CONTATO” faça o teste: tente o leitor enviar uma virgula e veja que apos o envio aparece um texto com foto da aftb e com os campos para login do associado da aftb… falhas na picaretagem…)

    enfim parece que a novela chega nos seus capitulos finais….
    enfim a justiça parece ser feita a todos…
    Abraço a todos…

    • Renata Lima permalink*
      23/07/2012 14:36

      Não, a decisão faz coisa julgada, o que significa que não poderá mais pedir dano moral. Devia era ter recorrido da parte que não concedeu o dano moral neste processo do juizado mesmo. Boa sorte.

    • 26/07/2012 11:34

      Postei os documentos necessários (14 Mb) para processar a AFTB no 4shared para todo mundo baixar a vontade. Visite http://www.4shared.com/account/dir/9IxDvAFK/_online.html?&rnd=7 – está no formato RAR. Abraços.

  226. Edson Naval - TOLEDO / PARANA permalink
    28/07/2012 22:43

    Bom talves não teria muito a ver com a AFTB, mas vou postar porque pode ser mais uma picaretagem que vem por ai… o que será que ele tem em mente agora? vejam isso:

    http://carlosrotermund.org/

  227. Sandro Moreira permalink
    30/07/2012 14:07

    Boa tarde, tudo bem?
    Gostaria de saber como faço para receber este valor?
    E quanto o valor de 500mil reais, do que se trata?
    Como moro em Minas e a sentença foi dada pela justiça no Rio de Janeiro como devo proceder?
    Obrigado.

    • Renata Lima permalink*
      30/07/2012 16:52

      Boa tarde.

      1) o consumidor “lesado” deve estar habilitado nos autos da ACP

      2) o valor de 500 mil reais é de indenização e deve ser depositado em um fundo para fins de cobrir prejuízos decorrentes de não contemplações.

      Sugiro ler a decisão e consultar um advogado. Transcrevo abaixo a conclusão para ajudar. Boa sorte

      “ISSO POSTO, julgo procedentes os pedidos da ação civil pública, para o fim de: (1) confirmando a tutela requerida, determinar a dissolução da 1ª ré, com o cancelamento de seus respectivos atos constitutivos e posteriores alterações, e adoção das providências do art. 461, par. 5º do CPC, sob pena de multa diária de R$ 150.000,00; (2) condenar os réus, solidariamente, na obrigação de devolver, em dobro, to-dos os valores pagos à 1ª ré, com juros e correção monetária, a ser apurado nas habilitações individuais ajuizadas pelos lesados, ou através de liquidação por ar-tigos, no caso de cumprimento coletivo da presente decisão; (3) condenar os réus, solidariamente, a ressarcir, da forma mais ampla possível, os danos materiais sofridos, a serem apurados na forma do item anterior; (4) condenar os réus, solidariamente, a pagamento de indenização por danos morais, tendo em vista a expectativa criada nos consumidores quanto à aquisição da casa própria, e sua frustração com o golpe sofrido relativo a sua não obtenção, que fixo em R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para cada consumidor lesado; (5) a condenação dos réus a pagamento de indenização por danos morais co-letivos, no total de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais), a ser depositado no Fundo de Reconstituição de Bens Lesados mencionado no art. 13 da Lei nº 7.347/85; (6) a condenação do 2º réu na obrigação de não fazer consistente em não constituir, nem participar, na qualidade de sócio ou administrador, de qualquer categoria, de nenhuma sociedade que tenha por objeto social a construção ou financiamento de casa própria, sob pena de pagamento de multa diária de R$ 100.000,00 (cem mil reais); (7) a condenação solidária dos réus na obrigação de fazer consistente em fazer publicar, às suas custas, em dois jornais de grande circulação nesta Capital, a parte dispositiva desta sentença condenatória, a fim dos consumidores dela to-marem ciência, sob pena de multa diária de R$ 5.000,00 (cinco mil reais). Julgo extinto o processo da ação declaratória incidental, sem julgamento do mérito, por falta de condições da ação, com fulcro no art. 267, inciso VI do CPC. Condeno os réus, ainda, ao pagamento das custas processuais relativas a ambas as ações, bem como assim em honorários de advogado, fixados estes em R$ 100.000,00 (cem mil reais), com fulcro no art. 20, § 4º do CPC, em favor do Fundo Especial do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro. Oficie-se ao Cartório do Registro Civil das Pessoas Jurídicas para ciência da presente sentença. Rio de Janeiro, 19 de julho de 2012. Marcia C.S.A.de Carvalho Juiz de Direito”

  228. Mariley Eride Zaparoli permalink
    31/07/2012 11:40

    Não entendi o que quer dizer “estar habilitado nos autos da ACP”. sou ex-associada, paguei 32 contribuições e deixei a AFTB depois que as regras mudaram. Gostaria muito de ter meu dinheiro de volta. Alguém poderia me ajudar? Não sei o que fazer.

  229. Edson Naval - TOLEDO / PARANA permalink
    02/08/2012 2:10

    Renata…

    Pelo que entendi e liguei la para pedir esclarecimento eles falaram que não preciza estar participando na ACP, basta apenas estar associado á aftb e ter pago as mensalidades. Pois a sentença não faz distinção entre os associados qeu só pagavam as mensalidades e aqueles que tbm participavam da ACP. Ou seja todos tem direito.

    Epara receber os valores das parcelas: mandaram eu ler o item 2 da sentença:

    (2) condenar os réus, solidariamente, na obrigação de devolver, EM DOBRO, to-dos os valores pagos à 1ª ré, com juros e correção monetária, a ser apurado nas habilitações individuais ajuizadas pelos lesados, ou através de liquidação por ar-tigos, no caso de cumprimento coletivo da presente decisão;

    E conforme me disseram mesmo quem teve ação ajuizada e que já foi julgada (encerrada)
    e que ganhou apenas o valor integral das parcelas…. pode entra com pedido la no RJ, e solicitar a diferença, pois tem direito ao DOBRO do que pagou de valores nas mensalidades.
    ________

    Mandaram eu ler o item 4 da sentença. (isso para receber o dano moral)

    (4) condenar os réus, solidariamente, a pagamento de indenização por danos morais, tendo em vista a expectativa criada nos consumidores quanto à aquisição da casa própria, e sua frustração com o golpe sofrido relativo a sua não obtenção, que fixo em R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para cada consumidor lesado;

    • Renata Lima permalink*
      02/08/2012 11:45

      Edson

      quem te deu esta informação?

      “a ser apurado nas habilitações individuais ajuizadas pelos lesados”

      A decisão faculta aos associados a habilitação nos autos do processo. Creio que vc deveria consultar um advogado e submeter teus documentos para análise e melhor juízo sobre o que fazer.

      Outra questão que vc deve atentar-se é pelo fato de que a sentença ainda é passível de recurso. Boa sorte (pra vc e para quem mais lutou pelos direitos contra esta “oscip”).

  230. Roberval permalink
    03/08/2012 22:09

    Renata, e os juros altos dos cartoes de credito e cheque especial ?
    Eles não lesam os consumidores de emprestimos
    Voces podaim ir contra os Bancos também que colhem dinheiro do povo -Tipo pirâmide- barato e cobra caro dos consumidores de emprestimos – sem oferecer vantangens alguma

    • Renata Lima permalink*
      03/08/2012 22:43

      E o que juro de cartão tem a ver com a Ação civil pública que determinou o fechamento da aftb (por operar esquema de pirâmide) e condenou a oscip a devolver dinheiro pra TODO consumidor lesado, alem de pagamento de meio milhão pra fundo de perda? E proibiu o presidente de gerenciar qq negócio envolvendo financiamento pra casa própria?

      Nosso blog é ESPECÍFICO pra mmn. E não vamos “contra” mmn, apresentamos dados, números, estudos que provam que é um negócio lesivo. Sobre qq outro assunto, acredito haver fontes ótimas internet afora.

      Obrigada pela participação.

  231. 07/08/2012 0:16

    Olá boa noite,
    Estava pronto para entrar com uma ação contra a AFTB porém ao ver essa sentença recuei um pouco da decisão, será que ainda é preciso?
    Será que essa sentença é definitiva?
    Alguém já sabe como receber os valores de volta?

    Obrigado

  232. Edson Naval - TOLEDO / PARANA permalink
    26/08/2012 22:38

    Renata vc me pediu:

    Edson, quem te deu esta informação?

    “a ser apurado nas habilitações individuais ajuizadas pelos lesados”

    Esta informação ou frase, ESTÁ NA PROPRIA SENTENÇA, Paragrafo que copiei na integra e colei na postagem maior acima, referenciado como sendo item (2)

    • Renata Lima permalink*
      27/08/2012 11:33

      Não Edson, há tempos atrás eu questionei quem deu a informação no sentido de que qualquer prejudicado iria receber a condenação estipulada na sentença.

      Foi isto que perguntei…não sobre o que constava “In verbis” da sentença. De todo modo, obrigada.

  233. 06/10/2012 14:31

    Vejam quem é realmente a AFTB. Preciso de ajuda para mover uma ação contra a AFTB para reaver o valor investido de boa fé, em busca de uma carta de crédito para comprar cada própria.

    ACOMPANHE ESSE CHAMADO:

    KIldere – Recentemente enviei um chamado solicitando instruções para reaver tudo o dinheiro investido, corrido, conforme me foi prometido no inicio quando me cadastrei. Meu contrato de 30 meses encerra final de dezembro de 2012 quando eu deveria receber minha carta de crédito de R$ 250.000,00 e pelo visto essa carta não vai sair mais no prazo prometido. Quero instruções para resgatar o que investi com a correção prometida.
    Fui um dos associados que mais brigou pela AFTB quando ela mais precisou, e não gostaria de ter nenhum tipo de prejuízo sobre o valor investido.

    AFTB – Boa tarde Kildere. As contemplações não são mais por tempo de contribuição desde outubro/2010.As contemplações são mediante ao ranking,que agora será regional e também pelo sorteio da loteria federal.
    Caso péça a devolução de suas contribuições,informamos que todas as devoluções,sem excessão,são mês a mês conforme contribuído.O senhor tem o termo do SAC assinado e tem 28 contribuições.Estará recebendo 60% do valor em 28 parcelas.Caso deseje dar contunuidade,poderá estar solicitando o formulário a ser preenchido e nos enviado.

    Kildere – Isso é uma palhaçada. Infelizmente eu agora tenho que concordar com tudo que tenho ouvido de negativo a respeito da AFTB.
    Diante dessa proposta vergonhosa, só me resta apelar para a justiça em busca dos meus direitos, e de todos os meus contatos que entraram acreditando na minha palavra quando afirmei estar tratando com uma organização seria.
    Vocês estão usando uma mascara de entidade social, toma posse das contribuições associativas de pessoas de boa fé, que fazem sacrifícios para manter suas contribuições em busca de um recurso para adquirir casa própria e depois se acham no direito de devolver os valores investidos com defasagem de 40% e ainda parcelado.
    Que decepção…. Que vergonha.
    Quero o que me foi prometido quando entrei para a AFTB. Meu dinheiro de volta, corrigido pela poupança e em uma única parcela, ou seremos mais om grupo na justiça a mostrar para a sociedade quem é realmente essa organização!

    Tem alguém aqui que conseguiu receber de volta o que investiu na AFTB através da justiça? Por favos. Agradeço a ajuda.

    Hoje a AFTB acaba de ganhar mais um grupo de pessoas de boa fé, revoltados, querendo justiça! Meu contato TIM é: (71) 9115-3807.

  234. josé permalink
    13/12/2012 19:48

    Recebi um documento da AFTB pelos correios, que resumindo diz:
    Assine aqui, e com isso você estará afirmando que não quer receber nenhum dinheiro, por meio da justiça RJ que está em andamento e tudo que desejo é continuar pagando minhas parcelas infinitamente de preferencia.
    Algém mais recebeu um desse?

    • Kildere Abreu permalink
      14/12/2012 10:49

      Eu também recebi e fiquei indignado com essa atitude! Estou movendo uma ação contra a AFTB depois que liguei para lá para me informar a respeito da minha carta de R$ 250.000,00 que deveria sair agora no final de dezembro de 2012 e fui informado que para eu ter essa carta teria que pagar mais 18 parcelas e ainda assim sem garantias de nada. Fiquei muito P….. da vida e resolvi deixar de pagar as 2 ultimas parcelas que completaria 30 meses e entrei com uma ação contra a AFTB para que se cumpra a sentença determinada pelo MINISTÉRIO PÚBLICO do Rio de Janeiro, onde a AFTB tem que devolver tudo que foi pago em dobro, mais R$ 5.000,00 de danos morais coletivo. Imagine fazer com que os associados assinem um termo abrindo mão de tudo que investimos e ainda atestando para o Ministério Público do Rio que não queremos que ele nos represente diante da AFTB. Acreditei na AFTB até o ultimo momento, mesmo depois da ação movida pelo ministério público no Rio de Janeiro, tentei reaver meu investimento de forma amigável QUANDO SOUBE QUE NÃO RECEBERIA MINHA CARTA DE CRÉDITO AO FINAL DOS 30 MESES. Queria apenas o que me foi prometido quando entrei para a AFTB, meu dinheiro investido, apenas corrigido pela poupança, mas fui tratado com descaso pelas pessoas que me atenderam ao telefone, alegando que a AFTB não devolve o dinheiro como prometido no inicio, que eu teria que me contentar em receber apenas 60% do que eu investi e na mesma proporção de parcelas que paguei. Um descaso, uma falta de respeito, uma falta de vergonha! Eles estão brincando com os sonhos das pessoas! NÃO ASSINEM NADA. ENTREM NA JUSTIÇA PARA FAZER VALER A SENTENÇA EXPEDIDA PELO MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO DE JANEIRO.

    • Patricia permalink
      05/01/2013 20:30

      Não recebi acho que porque parei de pagar. Gostaria de saber se tem algum endereço nesta correspondencia? Endereço deles?

    • Kildere Abreu permalink
      06/01/2013 17:27

      Não assinem nada da AFTB. Estou movendo uma ação contra ela exigindo que seja cumprimo o que determina a sentença onde obriga a AFTB a devolver tudo que pagamos em dobro + R$ 5.000,00 de danos morais coletivo. Meus advogados conseguiram localizar o endereço deles e certamente essa semana terei a confirmação da data da primeira audiência. Assim que tiver certeza de que tudo deu certo para mim, estarei compartilhando com todos vocês.
      Eu acreditei na AFTB até a 28º parcela de R$ 250,00 quando soube que não receberia minha carta ao completar as 30 parcelas, liguei para tentar receber meu dinheiro de volta corrigido pela poupança como me foi prometido e infelizmente fui tratado de qualquer jeito como se tivesse pedindo algum favor e fui informado que se eu quisesse receberia apenas 60% do que paguei (R$ 7.000,00 – 40%) ainda dividido em 28 parcelas. Uma afronta às pessoas de boa fé que um dia até brigou em defesa dessa organização. Já que não quiseram devolver apenas o que eu investi amigavelmente, eu não aceitarei menos do que manda a sentença dada pelo ministério público do Rio de Janeiro. Tudo que paguei em dobro e + R$ 5.000,00 de danos morais coletivo. Tudo dando certo ajudarei quantos puder para que recebam da mesma forma.

    • Patricia permalink
      07/01/2013 11:48

      Kildere hoje é o prazo que tenho para informar outro endereço da AFTB minha audiencia já foi remarcada 2 vezes. Vou no Forum hoje a tarde. Voce poderia informar o endereço que consegui?

  235. André permalink
    14/12/2012 12:11

    Dois anos foi o intervalo entre os primeiros comentários do Kildere Abreu neste post defendendo o modelo da AFTB e esse último comentário indgnado.

    Pelo que tenho acompanhado, é um tempo até superior da maioria das pessoas que se decepciona com o modelo, logo suas perdas financeiras devem ter sido elevadas.

    Não quero entrar aqui na questão do nefasto “eu avisei”, pois tenho certeza que não é esse o propósito do blog, mas gostaria de aproveitar a oportunidade para parabenizar os idealizadores do blog pelo excelente trabalho.

    É de histórias como esta que precisamos para tentar fazer a voz de alerta ganhar musculatura e tentarmos impedir que mais e mais pessoas sejam prejudicadas (digo “precisamos” pois tenho estudado bastante a respeito desse assunto e tenho grande interesse em começar a fazer algum tipo de, digamos, ativismo nesse sentido).

    Tenho pra mim que quando boa parte das pessoas enganadas pelas falsas promessas do MMN pararem de se auto-culpar pelo seu fracasso, entender que não foi apenas um acaso do destino seu prejuízo e passarem a levantar voz a esse respeito, a consciencia coletiva de quão lesivos são esses esquemas aumentará.

  236. Brivaldo Pereira Alves permalink
    03/01/2013 9:16

    Justiça suspende atividades da AFTB, ASCOMSERV e PRÓ-HABITAT
    Atendendo aos pedidos formulados pelo Ministério Público de Sergipe, em Ação Civil Pública (ACP) ajuizada pelos promotores de Justiça Ana Paula Machado Costa Menezes, Daniel Carneiro Duarte e Edyleno Ítalo Santos Sodré, o Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ/SE) deferiu a tutela de urgência e determinou que as Associações Frutos da Terra Brasil (AFTB) e Associação Comunitária de Serviços (ASCOMSERV) e o Instituto Pró-Habitat – Consulado de Cidadania suspendam suas atividades em Sergipe e fiquem impedidos de executar os contratos já existentes bem como de celebrar novos contratos ou vínculos associativos com consumidores/cidadãos residentes em Sergipe.

    De acordo com o Inquérito Civil n° 22/12, que tramitou na Promotoria Especializada do Terceiro Setor, as entidades, através de sistema alternativo de crédito, criaram a ilusória expectativa de que o cidadão/consumidor, facilmente poderia adquirir a sonhada casa própria, fosse pela rápida liberação da carta de crédito, fosse pela recompensa em bônus para os associados que cooptassem novos voluntários. O programa, dentre outras particularidades, estimulava a associação de novos adeptos, que aderissem à entidade social com fim único de obter futura carta de crédito para aquisição de imóvel, obrigando-os a se manterem associados até a quitação total do débito, no prazo de 30 (trinta) anos, consolidando o movimento cíclico.

    Segundo os promotores de Justiça, trata-se do famigerado golpe da pirâmide, modelo comercial não-sustentável, que se baseia na obrigação individual de recrutar novos adeptos, ou de participar com pequena contribuição, sob uma promessa falaciosa de futuros benefícios econômicos, sem provas claras de lastro financeiro.

    Ainda de acordo com os promotores, a AFTB disseminou por todo território nacional a falsa promessa de consórcio social de imóvel, atraindo milhares de associados ligados pelo sonho da casa própria, tendo, todavia, o Banco Central reconhecido sua insustentabilidade, a caracterização da “pirâmide” e a nítida possibilidade de prejuízos para os associados/consumidores.

    Aqui em Sergipe, a entidade tinha escritório na sede da ASCOMSERV, franqueada do Instituto Pró-Habitat, diretamente ligado ao esquema criminoso.

    As referidas entidades deverão efetuar, em juízo, valor necessário à devolução integral das contribuições pagas pelos associados/consumidores, com correção monetária, a fim de evitar qualquer perda nos valores já pagos.

    Deverão, também, divulgar, por três vezes, em dias alternados, no site das próprias Associações e em dois jornais de grande circulação no Estado, a notícia do cancelamento do título de Organização de Sociedade Civil de Interesse Público – OSCIP FEDERAL – qualificação dada pelo Ministério da Justiça.

    A ASCOMSERV deverá remover do prédio onde funciona, a placa de Consulado da Cidadania. Além disso, as referidas entidades não deverão promover palestras e cursos, nem efetuar qualquer publicidade relativa ao Sistema Alternativo de Crédito(SAC) Fundo Rotativo de Habitação Solidário( FRHS), ao recém-criado Consulado da Cidadania ou de outro plano equivalente para o Estado de Sergipe.

    Em caso de descumprimento do determinado judicialmente, a Juíza de Direito Dra. Bethzamara Rocha Macedo, fixou pagamento de multa diária no valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais), importância que deverá ser revertida para outra entidade de interesse social, a ser depositada em conta aberta pelo Poder Judiciário.

    • 03/01/2013 18:55

      Tem eficácia erga omnes, ou seja, a todos, mas como foi interposta pelo Ministério Público Estadual tem eficácia só naquele Estado.
      A melhor executar a ação de forma individual, pois há mais chance de receber.

    • Kildere Abreu permalink
      07/01/2013 22:37

      Olha aí galera. Audiência Marcada, Processo contra a AFTB
      K………. x AFTB
      Processo nº …………………….
      Audiência de Conciliação Designada
      Agendada para06/03/2013 às 08:40 h
      Juizado Especial Cível – …………………….

      Não posso revelar maiores detalhes nesse momento mas manterei contato a respeito dos acontecimentos para ajudar os outros associados prejudicados como eu.

  237. Brivaldo Pereira Alves permalink
    03/01/2013 14:20

    AFTB perde qualificação como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público.

    DESPACHO DO MINISTRO

    Em 16 de outubro de 2012

    N 1.689 – Ref.: PROCESSO nº 08071.019515/2009-06, INTERESSADO: Associação Frutos da Terra Brasil.
    ASSUNTO:
    Recurso. DECISÃO: Pela não admissibilidade do recurso interposto pela Associação Frutos da Terra Brasil, com base no previsto no inciso I do artigo 63 da Lei 9.784/99 (intempestividade), e manter a decisão do Secretário Nacional de Justiça, que determinou a perda da qualificação como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público.

    JOSÉ EDUARDO CARDOZO

    • Patricia permalink
      05/01/2013 20:33

      Alguem tem o endereço atual da AFTB? Sem este ninguem conseguirá entrar com ação contra eles! Se alguem descobrir por favor avise!!!

  238. Brivaldo Pereira Alves permalink
    07/01/2013 16:32

    Patricia,
    isso é o que faz o pilantra do Carlos Rotermund e sua quadrilha, Cassia Naour, Edmundo Roveri, Esdras Firmino é Lucimara Gallarde, eles fugiron do endereço da Fagundes filho e da Av. Paulista, assim a justiça não consegue notificarlos todo para ficar com o dinheiro dos associados.

    • Patricia permalink
      08/01/2013 18:35

      Brivaldo,
      Então estamos num beco sem saída? Não tem mais o que fazer? Você tem alguma sugestão? Estou enrolando o Forúm dando endereços para adiar a audiência mas não sei até quando…..

  239. edaon irapua de lara permalink
    11/01/2013 16:16

    gostaria que me informasse o endereço correto da aftb„ venho tentando encontrar„pois se e uma entidade em prol da comunidade de baixa renda„cade o endereço ou ta se escondendo`?

  240. Brivaldo Pereira Alves permalink
    13/01/2013 22:29

    Patricia e Edaon,
    todas as notificações deven ser enviadas para:
    Carlos Alberto Lilienthal Rotermund (presidente Associação Frutos da Terra Brasil – AFTB)
    RG: 101.623.683-6/SSP-RS
    CPF: 400.411.070-04
    Rua Conselheiro Crispiniano, 102 –
    República – São Paulo – SP
    CEP: 01037-000
    gentileza de repassar para todo pessoa que precisar.
    Brivaldo

    • Patricia permalink
      14/01/2013 18:29

      Acabei passando o endereço: Rua Baru, 102 Jardim Petrolopolis – São Paulo CEP 04639-030, foi o que encontrei. Não é mais lá? Vou ter que esperar a resposta do correio para depois informar esse novo endereço que você informou. Muito obrigado!!!!!

  241. Brivaldo Pereira Alves permalink
    15/01/2013 7:53

    Patricia, esse era o endereço da casa do presidente, já não mora mais lá,
    por enquanto não sabemos onde ele mora.
    Brivaldo

  242. Brivaldo Pereira Alves permalink
    15/01/2013 10:34

    Prezados (as) associados (as) da AFTB – Associação Frutos da Terra Brasil,
    para quem já tem processo aberto para recuperar as contribuições associativas, ou quem
    quiser começar um novo processo, ou quem quiser fazer um BO (Boletim de Ocorrência)
    contra a AFTB, a forma certa de enviar as notificações e assim:

    Carlos Alberto Lilienthal Rotermund (presidente Associação Frutos da Terra Brasil – AFTB)
    RG: 101.623.683-6/SSP-RS
    CPF: 400.411.070-04
    Rua Conselheiro Crispiniano, 102
    República – São Paulo – SP
    CEP: 01037-000

    • Ewerton Gazaniga permalink
      16/01/2013 11:42

      Obrigado pela informação, mas você tem certeza que tem alguém lá? E até quando?

    • Brivaldo Pereira Alves permalink
      16/01/2013 15:46

      Certeza mesmo, associados vem fazendo plantão na frente do prédio, tirando fotos e até já
      estiveron dentro do mesmo prédio, lá funcionan varias “empresas é negócios” do Carlos Alberto Lilienthal Rotermund (presidente Associação Frutos da Terra Brasil – AFTB) a mais importante, a que agora está gerenciando o FRSH.

  243. renda1 permalink
    25/01/2013 19:21

    Olá Brisvaldo,poderia por favor informar se a AFTB ainda se encontra neste endereço?

  244. 31/01/2013 15:38

    Tudo bem Pessoal?

    Estou precisando do endereço Atual da AFTB para entrar na justiça.

    Se alguém que conseguiu entrar na justiça e tem o endereço atual se puder passar para mim eu agradeço.

    Meu e-mail: abel.minas@hotmail.com
    Tel: (31) 9274-3020 TIM
    Abel Alves

  245. Brivaldo Pereira Alves permalink
    31/01/2013 20:38

    Abel,
    segue seu pedido:

    Carlos Alberto Lilienthal Rotermund (presidente Associação Frutos da Terra Brasil – AFTB)
    RG: 101.623.683-6/SSP-RS
    CPF: 400.411.070-04
    Rua Conselheiro Crispiniano, 102
    República – São Paulo – SP
    CEP: 01037-000

  246. George Emerson permalink
    01/02/2013 11:39

    Gente,
    Bom dia.

    Alguém poderia me ajudar me encaminhando uma cópia escaneada do primeiro REGULAMENTO do SAC da AFTB, pois estou dependendo disso para fazer minha petição. Se alguém se compadecer de mim gentileza encaminhar para:

    gefpinto@gmail.com

    Obrigado.

    George

  247. josé permalink
    03/02/2013 4:05

    se pudessem me enviar também a cópia, ficaria muito agradecido.
    para email
    elenjucy_nogueira@hotmail.com

    • George Emerson permalink
      03/02/2013 18:35

      Jose, assim que consegui também te encaminho, isso está me consumindo e sinceramente não sei o que fazer, temos que contar com a ajuda dos nossos amigos que estão na mesma situação.

    • George Emerson permalink
      04/02/2013 11:53

      José, os links já estão disponíveis. Agora corra! Muita sorte para ti e os demais que estão nesta empreitada.

  248. 16/02/2013 21:23

    Ola, sera que alguém pode me ajudar, estou a 43 meses na aftb, nos 37 meses a contemplação saiu, mas por ser um valor baixo para mim adquirir um imovel (35mil), fiz contato com tereza priolli e pedir que refizessem meu para (70mil), ela me informou que eu teria que ter 6 meses de carência e logo apos sairia minha contemplação. Agoravnão consigo falar nem com ela, nem com cassia naour e os poucos ligados não me dam solução. Eu quero apenas minha contemplação, estou morando de aluguel e preciso. Entrem em contanto comigo, por e-mail ou facebook.

  249. 27/02/2013 15:23

    Gostaria de saber se alguem que entrou na justiça já recebeu o dinheiro integral, 100%?

    • 06/03/2013 20:34

      Ninguem????????????????

    • Brivaldo Pereira Alves permalink
      06/03/2013 22:14

      Sim Luiz amanha passo os dados para você.

    • Brivaldo Pereira Alves permalink
      08/03/2013 10:51

      Luiz, aqui tem os arquivos, http://www.ageaftbrasil.com/aftbsp.rar
      esse foi o primeiro processo que um associado teve como ganho, essa sentença
      abriu o caminho para todos os demais processos.
      Brivaldo

    • Kildere Abreu permalink
      20/03/2013 0:56

      Alguém tem o endereço atual da AFTB?

  250. 07/03/2013 12:52

    No aguardo Brivaldo.

  251. José Benvindo permalink
    01/04/2013 16:27

    Por gentileza envia-me cópia da ação civil pública contra a AFTB e a sentença.

    • Renata Lima permalink*
      01/04/2013 16:38

      Temos estas cópias postadas aqui no blog, nos comentários aos artigos relativos a aftb. Caso tenha dificuldade, pode obter diretamente no site do Tribunal de Justiça do RJ. Boa sorte.

  252. não-me-chama-que-não-vou permalink
    02/04/2013 10:06

    Bom dia, Renata e equipe do Blog.

    É inacreditável, mas… procurem FRSH, e vejam o que é.
    Eu fique abismado com a cara-de-pau desse povo.

    PS: se considerarem adequado não publicar meu comentário,
    não há problema.
    Imagino que vocês queiram dar um boa olhada no sítio da FRSH antes
    de “levantar a lebre”

    Abraços e força.

    • Patricia permalink
      03/04/2013 12:38

      Desculpa mas não entendi o que quis dizer… disse para olhar FRSH onde? e que sítio é esse?

  253. Patricia permalink
    02/04/2013 13:48

    Brivaldo, infelizmente o endereço que você passou da AFTB da rua Conselheiro Crispiniano não deu certo! Acabei de saber que a correspondência foi devolvida pelo correio com o motivo: mudou-se. Estou desesperada. Pensei que dessa vez ia conseguir notifica-los. Essa foi a minha 4o tentativa!! Minha audiência já tinha sido marcada para maio e agora…. o que faço?

    Você sabe de outro endereço?

    Patricia

    • Kildere Abreu permalink
      02/04/2013 17:57

      Estou na mesma situação. O meu advogado agora vai citar o CONSULADO DA CIDADANIA aqui da minha cidade. Já que as pessoas são praticamente as mesmas, que sejam intimadas todos que estão ligados ao escritório do CONSULADO como co-responsáveis.
      Só assim, as pessoas ligadas ao CONSULADO DA CIDADANIA vão querer se proteger entregando o verdadeiro responsável. Todos os CONSULADOS da CIDADANIA sabem onde estão essa turma toda. Ou eles entregam ou serão arrolados também no processo..

  254. Patricia permalink
    03/04/2013 12:34

    Obrigado Kildere pela informação, se descobrir algo me avisa por favor!!! E muito obrigado!
    O Pior de tudo é que coloquei os meus pais nessa e to me sentindo culpada. Meu pai tem 64 anos e ainda mora de aluguel…

    • Kildere Abreu permalink
      03/04/2013 17:27

      Sei como é. Eu coloquei pessoas amigas e fiquei em uma situação complicada também. Mas não deixe de procurar na sua cidade, se tem algum escritório co Consulado da Cidadania e manda seus advogados citarem as pessoas a frente desse escritório co co-responsáveis. Só assim poderemos fazer com que essas pessoas se manifestem e recebam as intimações.

  255. não-me-chama-que-não-vou permalink
    03/04/2013 23:01

    Oi, Patrícia.

    sítio=site
    Se você colocar no google FRSH vai entender.

  256. 03/04/2013 23:35

    O fato de termos recomendado a amigos consiste num dano moral gravíssimo. Eu aleguei isto em meu processo. Não me manifestei mais sobre o processo porque meu advogado me pediu silêncio absoluto, mas logo que eu puder eu dou notícias – estou louco para isto!

  257. Jorge Menezes permalink
    04/04/2013 14:23

    Xi…..FRSH – http://fundorotativo.org/
    Já vi esse filme….
    Tô fora!!

  258. Patricia permalink
    04/04/2013 15:07

    Kildere

    A pessoa que me colocou na AFTB disse a uns meses atrás se eu queria entrar com eles numa ação coletiva contra a AFTB. Acho que acionar eles não vai adiantar…. posso estar enganada mas temo estar andando em círculos…..

  259. Patricia permalink
    04/04/2013 15:16

    Dalton

    Não tenho advogado, fiz todo processo sozinha, meu problema é conseguir acioná-los pois todos os quatro endereços que mandei voltaram do correio e a audiência vem sendo prorrogada …. Não sei mais o que fazer…

    • não-me-chama-que-não-vou permalink
      05/04/2013 0:44

      Oi, Patrícia.
      Penso que está na hora de você ACORDAR.
      Sinto muito, mas você é mais uma vítima que
      não quer aceitar que foi iludida.

    • Renata Lima permalink*
      05/04/2013 9:59

      Ela acordou…só não consegue intimar aftb e seus representantes. O melhor é pegar advogado, mostrar a sentença e tentar habilitar no processo do RJ.

  260. Patricia permalink
    05/04/2013 15:01

    Renata

    Não sei o que ele quer dizer com ACORDAR, pois já fiz tudo que eu podia, fiz muitas ligações para SP fui Min. Publico, cartório, Fórum, procon, só não peguei advogado porque eles não aceitam pegar uma causa que já foi iniciada. Vou seguir teu conselho e procurar um advogado mesmo que tenha que começar outro processo do zero e desistir deste….

    • Renata Lima permalink*
      05/04/2013 15:04

      Vc foi mal interpretada, Patricia (creio…). Boa sorte no que decidir fazer, só não vale o “deixar pra lá”.

  261. Juliana Passos permalink
    09/04/2013 17:20

    Boa tarde Brivaldo

    Muito obrigada pelos documentos, consegui baixar sem problemas, mas fiquei com uma dúvida. Quando eu fiz o cadastro na AFTB em 2009 tinha pra mim que no regulamento dizia que em caso de cancelamento seria ressarcida das parcelas, mas nesse regulamento de 2008 fala que não temos direito. Os próximos Regulamentos que tenho são de 2010 que não consta nada à respeito e o de 2012 do FRSH que fala que temos direito à apenas 80% na mesma forma que foram pagas. Mas me lembro de videos com o Carlos Rotermund e discussões no fórum da AFTB que diziam que quem não estava satisfeito poderia cancelar e pedir o dinheiro de volta.
    Alguém mais lembra disso? Há algum regulamento em 2009 que nos dava direito de ter de volta as parcelas?

    Se alguém tiver algum documento ou se lembrar de algo parecido por favor comente…

    Obrigada.

    jspassos_777@hotmail.com

    • Jaime permalink
      19/04/2013 14:12

      Juliana, por favor, me manda por email a documentação necessaria para entrar tmb contra a aftb, eu não consigo baixar os linkes. Email: js.gaucho@hotmail.com
      Obrigado.
      Grato
      Jaime

  262. 16/04/2013 15:41

    quais são os 4 endereços que vcs dizem que tem?

  263. Patricia permalink
    16/04/2013 18:55

    Brivaldo

    Sabe de algum endereço novo da AFTB pois aquele que você passou não deu certo!!!

  264. Jaime permalink
    19/04/2013 15:03

    por favor, alguém pra me manda por email a documentação necessaria para entrar tmb contra a aftb, eu não consigo baixar os linkes. Email: js.gaucho@hotmail.com
    Obrigado.

  265. Patricia permalink
    19/04/2013 23:26

    Amigos

    Sem o endereço atual da AFTB não adianta entrar com ação nenhuma contra eles. No meu caso já foram marcadas 3 audiências e eles não foram …. claro…. o endereço dá como mudou-se!!!

    • Renata Lima permalink*
      20/04/2013 16:49

      Vejam o que aparece no processo do RJ, por ali tem até endereço dos advogados da aftb!!!

    • Jaime permalink
      20/04/2013 17:01

      Possuo o endereço do Departamento de Contempledos do FRSH, se ajudar!
      Rua Barão de Itapetininga, 88 Conjunto 314
      Bairro: República
      CEP: 01042-903
      São Paulo-SP

    • Brivaldo Pereira Alves permalink
      20/04/2013 18:04

      Patricia, infelizmente, fato comprovado, o “Presidente da AFTB” Carlos Rotermund,
      mostrou á todos sua verdadeira cara é personalidade, é um pilantra y um BANDIDO,
      ele é o bando (quadrilha) que trabalham com ele. Quando conseguimos localizar o endereço onde estavan “ocultos” y começamos a enviar as notificações, voltaron a
      sumir, agora ninguém sabe onde estão. Eu, minha mulher e meus filhos perdemos
      mais de R$ 40.000,00 valor pago em contribuições associativas.

  266. NAVAL - Toledo/PR permalink
    21/04/2013 16:53

    Pessoas…. vc s ainda não entendenram neh…afff…
    esqueçam de acionar a AFTB na justiá ou o seu presidente.
    Faliu ta com os bens todos bloqueados a favor da justiça do RJ
    Não adinata entrar na justiça contra eles e nãpo ter como receber…entenderam???
    tem que fazer a HABILITAÇÃO DE CREDITO na jsutiça do RJ.
    la está a disposição de todos os associados os 8 milhões da AFTB.
    ,
    So que por dificuldade da justiça do RJ não possuir processo virtual as petiçoes tem que serem feitas pessoalmente, ou vc paga um advogado da sua cidade pra ir ate la ou contrata um do RJ.
    ,
    As custas da habilitação estão em torno de 128,00 (ainda)
    e claro cada um vai gastar um pouco com advogado mas acho que vale a pena
    pois segundo a sentença do RJ, determina que cada associado receba o que pagou mais o dobro mais a multa pecuniaria de 5.000 reais.
    ,
    Detalhe ate a data de hoje apenas 7 associados entraram com petição de habilitação de credito. (eu e meu irmão somos um deles) e digo mais: fiquei imporessionado com a rapides da justiça do rj e sua serventia em dar conclusão pois enviei por correio e em 7 dias ja estava protocolodao e a juiza ja estav despachando.
    ,
    Agora digo tem advogado quebrando a cabeça pra conseguir fazer a habilitaçao de credito posi la no RJ eh complicado, quem quiser pegar um advogado que ja tem esperiencia NESTE processo conhece os tramites e tem acessoria e escritorio no RJ me manda um email que repasso o contato do advogado….
    ,
    edson_naval@hotmail.com
    ,

    e sejam rapidos o prazos da habilitaçao ta passando….
    vanmos fazer nossos direitos de associados valerem….
    abraço a todos…

    Edson Naval
    Toledo – Parana

    • Sandro Moreira permalink
      24/04/2013 11:12

      Edson, tudo bem?
      Já mandei 2 e-mails para você solicitando o contato com o advogado,mas não tive resposta.
      Manda pra mim os contatos do advogado que fez a Habilitação de Crédito no sandrodiv@yahoo.com.br
      Obrigado

  267. 22/04/2013 8:49

    Olá Edson pode enviar aqui um modelo com essa petição?

  268. 22/04/2013 8:52

    Esse endereço está recebendo documentos, meu irmão enviou um documento esse mês e eles receberm o documento.

    Rua Barão de Itapetininga, 88 – Centro
    CEP: 010.042.903

  269. charles permalink
    22/04/2013 15:21

    Em 10 de marco do corrente: “Durante o evento “Construindo a Casa Própria” realizado em Aracajú/SE, no último dia 10, seis pessoas foram contempladas e agora poderão realizar o sonho da casa própria. O evento contou com a participação de Carlos Rotermund, presidente do Sinditres (Sindicato Nacional das Instituições do Terceiro Setor) e idealizador do FRSH (Fundo Rotativo Solidário da Habitação), que viajou este mês para o Nordeste a fim de divulgar o Projeto de Lei da Casa Própria. As contemplações na região foram possíveis porque o grupo já está formado, mais de 50% dos associados migraram para o FRSH e a documentação está em dia. Quanto mais associados migrarem para o FRSH, que é baseado na Economia Solidária e possui mais recursos, maior a quantidade de cartas de crédito concedidas e participantes contemplados. Parabéns aos contemplados: Anderson Soares da Silva, Antônio Rogério dos Santos, Márcio Ricardo Santos, Thiara Kelly Silva Barbosa, Marcos Santos da Silva e Maria de Lourdes Marques. Atenciosamente, Equipe FRSH….” sendo que a sentenca do juizo do Rio de Janeiro, entre outros foi determinar que: f) que seja o réu CARLOS ALBERTO LILIENTHAL ROTERMUND condenado a não constituir nem participar, na qualidade de sócio ou administrador, de qualquer categoria, de nenhuma sociedade que tenha por objeto social a construção ou financiamento de casa própria, sob pena de multa de R$ 100.000,00 (cem mil reais), para o caso de comprovada participação em nova sociedade; Rio de Janeiro. Oficie-se ao Cartório do Registro Civil das Pessoas Jurídicas para ciência da presente
    sentença. Rio de Janeiro, 19 de julho de 2012. Marcia C.S.A de Carvalho Juiz de Direito
    Veja a sentença completa (https://www.facebook.com/Neymaroficial/posts/270121076421882)

  270. Patricia permalink
    24/04/2013 13:36

    Sandro

    O Edson te mandou o e-mail do advogado?
    Eu também pedi mas não tive resposta….

    Patricia

    • Sandro permalink
      25/04/2013 11:34

      Patricia, ainda não recebi o e-mail do Edson. Estou aguardando.

    • Jaime permalink
      25/04/2013 20:21

      Boa noite Patricia, a hora q vc receber o email do Edson sobre o advogado, por favor, me repassa, tmb estou precisando.
      js.gaucho@hotmail.com
      Obrigado, aguardo.

  271. 01/05/2013 21:53

    Edson nada ainda, será que ele conseguiu mesmo?

  272. Jorge permalink
    02/05/2013 23:37

    Alguém possui o CNPJ do FRSH? Se alguém tiver por favor me passem para o email js.gaucho@hotmail.com
    Grato.

  273. NAVAL - TOLEDO / PR permalink
    03/05/2013 1:14

    Ola pessoal desculpe pela demora para responder neste topico, mas todos vcs que dizem que me mandaram email peçam que revejam suas caixas de lixo eletronico, pois enviei email para 170 associados….. e recebi resposta de uns 50 e ja estamos encaminhando a HABILITAÇÃO DE CREDITO para ums 32 que ja se mecheram e estão correndo atraz de seus direitos.

    Quero deixar claro algumas coisas:

    a) so vou responder por email… edson_naval@hotmail.com

    b) Esta habilitação de credito so serve para quem tem comprovantes de pagamento feitos para a AFTB. ( os da FRSH não serve)

    c) quem ja tem processo em andamento vai ter que optar por continuar com ele , ganhar a causa e nunca conseguir receber…. ou mandar arquivar e fazer a habilitaçao de credito no RJ.

  274. Ricardo Ximenis permalink
    16/05/2013 17:13

    Hoje fui notificado a comparecer á sede da Policia Federal para ser ouvido por um Delegado Nome Ramon Santos sobre assunto relacionado a AFTB, alguém também já foi tem alguma dica de como agir, foi marcado data é hora para o comparecimento.

    • nelson charles rotermund permalink
      17/05/2013 9:26

      Pode dizer-lhe que se precisar do depoimento do irmao do presidente da AFTB e demais correlatas, ppor favor, coloco-me a sua disposicao tambem. Obrigado, Charles

  275. Patricia permalink
    17/05/2013 13:32

    Boa tarde Nelson

    Você tem alguma novidade sobre a situação da empresa? O Carlos continua trabalhando, os associados vão receber o dinheiro de volta?

  276. 18/05/2013 15:01

    E esse Nelson é irmão dele mesmo?

    • nelson charles rotermund permalink
      20/05/2013 7:52

      Patricia,nao, se nao for como Renata orienta, pelos meios legais. Infelizmente estas trapacas exploram um ponto fraco do ser humano, a vantagem desproporcional e tambem sua ignorancia. Quanto ao questionamento do Luiz Seara, deveria antes perguntar-se quais seriam meus propositos em dispor me a depor antes de fazer uma pergunta tao tola. Claro que este blog e seus dirigentes ha muitos meses, antes de publicarem meus comentarios, se certificaram do fato.

  277. Patricia permalink
    20/05/2013 16:16

    Boa tarde a todos

    Uma advogada de confiança me informou o seguinte:

    “A associação recorreu da sentença e o processo está no Tribunal de Justiça para julgamento do recurso. Ainda não tem nada definido ainda, por hora, devemos aguardar o julgamento do recurso”.

    Pelo que entendi não adianta fazermos aquela habilitação de crédito que estão falando….

    Alguma sugestão?

    Patricia

    • Renata Lima permalink*
      20/05/2013 22:05

      Vcs nao conseguirao habilitar credito se recurso foi recebido no efeito suspensivo ou juiz assim determinou. Precisa ver a movimentacao do processo.

  278. Luiz Seara Jr. permalink
    20/05/2013 21:08

    Caro Nelson, o questionamento meu é necessário, ainda mais no Brasil.

  279. Patricia permalink
    20/05/2013 23:25

    Desculpe Renata mas não entendi o que você quis dizer… Em termos comuns o que isso significa? O que você faria?
    E pelo que me informaram alguns já conseguiram dar entrada na habilitação de crédito, só não sei dizer se no momento vai adiantar visto a AFTB ter recorrido da sentença.

    • Renata Lima permalink*
      21/05/2013 10:21

      Eu habilitaria o crédito SE o recurso não foi recebido em efeito suspensivo.

      Na prática, isto significa que o efeito suspensivo ao recurso (se o juiz concedeu) faz com que qualquer ato só possa ser praticado APÓS julgamento do recurso.

      Caso o recurso tenha sido recebido no efeito suspensivo, eu entraria no Juizado Especial e embasaria minha ação com cópias do processo do RJ.

      Se tem uma coisa que eu não faria seria esperar este julgamento….pq pode demorar ANOS e, até lá, o patrimônio da associação pode estar comprometido com vários outros pagamentos. Em outras palavras, ao final, talvez não tenha dinheiro pra pagar todos os prejudicados.

      Espero que tenha entendido, Patricia. Se não, tento explicar novamente. Boa sorte.

  280. Patricia permalink
    21/05/2013 11:49

    Entendi Renata, obrigado.
    Mas eu já havia entrado com um processo no Juizado Especial, foram marcadas três audiências e por falta de endereço da AFTB não deu em nada. Na semana passado quando foi minha terceira audiência após falar com o Juiz sobre o processo do Rio contra a AFTB ele disse não poder fazer nada por aqui e acabei desistindo deste processo. Estou num beco sem saída?

    • Renata Lima permalink*
      21/05/2013 12:54

      Patrícia, a aftb responde ao processo do RJ e é regularmente intimada. Vc tentou o endereço que está na inicial do processo do Rio??? Eu ainda acho que tem que insistir na intimação da aftb porquê ela está regularmente intimada por lá.

      Não acho que a falta de endereço possa ser empecilho. Eles estão em algum lugar. O Rotermund aparece até em video.

  281. Patricia permalink
    21/05/2013 14:59

    Você não faz idéia o quanto procurei endereços, gastei fazendo muitas ligações para SP e todos endereços voltavam como Mudou-se! Teve um que ao ligar o sindico do prédio informou que havia uma semana que eles tinham saído. Eles estão se mudando regularmente e ninguém mais sabe informar onde estão. Se não forem intimados a audiência é marcada mas não julgada! Na verdade é certo que não existe mais endereço fixo, pois eles não podem mais cadastrar ninguém e ninguém mais vai querer entrar nessa furada. Até o endereço da casa do Rotermund eu tentei……..

    • Renata Lima permalink*
      21/05/2013 21:44

      E se tentar o endereço do escritório (advogados) deles???? Afinal, se sua reclamação faz menção a este processo, acho plausível a tentativa.

      É uma tristeza Patricia, lidar com este tipo de gente. Mas não podemos desistir, senão estes esquemas proliferam. Vc tem advogado (a)???? Vc verificou todos os comentários por aqui??? Tem um monte de informação deixada por ex participantes, talvez te ajude.

  282. Dalton permalink
    22/05/2013 8:44

    DICA PARA PROCESSAR A AFTB – não processe apenas a pessoa jurídica, processe também a pessoa física do presidente e todos os diretores. Claro, é mais complicado, tem que procurar RG e CPF de todos eles, mas é uma garantia a mais no processo. Contratei um advogado, combinei com ele 20% para ele na causa, processei por danos materiais e morais, não gastei um centavo até agora em nada. Já ganhei a causa em duas instâncias. Como eles não devem ter mais bens no nome da pessoa jurídica, os bens das pessoas físicas é a segurança de quem os processa em forma dessa forma com mais possibilidades de receber. NÃO VOU PASSAR O NÚMERO DE MEU PROCESSO por instruções de meu advogado que me pediu sigilo, já estou aqui falando demais.

    Minhas dicas são:

    1. Não espere nada nem ninguém, corra você atrás. Procure um advogado combine uma percentagem com ele. Se você não tem documentos, procure um milagreiro e vá rezar. Leia o blog e descubra que há pessoas disponibilizando os documentos gerais, mas os comprovantes de pagamento PESSOAL são indispensáveis! Eu mesmo andei disponibilizando 14 Mb de documentos e já enviei para galera, não vou fazer de novo, procurem no blog acima.

    2. Processe tanto a pessoa jurídica quanto as físicas.

    3. Combine aqui com os colegas do blog e peça por 3 testemunhas, isto vai depender da habilidade de seu advogado. Eu consegui duas testemunhas por aqui, o ideal são 3. Para as testemunhas eu redigi um documento (que meu advogado me deu) enviei por e-mail, eles assinaram, registraram em cartório e me devolveram pelo correio.

    4. Reze, tenha muita paciência. E por favor, não me escreva mais pedindo nada, já dei minha contribuição. Na pior hipótese entre numa causa coletiva dessas que estão rolando por aí, assim terão mais força.

    Abraços, desejo sorte. Vou colocar o link deste blog como utilidade pública em meu site, obrigado a todas e desculpem não poder ajudar mais. As pessoas são muito inseguras e devagar, é a maldição da novela, futebol e programas de domingo.

    • Renata Lima permalink*
      22/05/2013 15:23

      Obrigada, Dalton!!!!

      O blog ADORA dicas práticas, úteis e objetivas.

      Como advogada que sou endosso e apoio as orientações. Não esperem NADA.

      Realmente tem muita dica neste blog, nos posts relativos a AFTB. BOA SORTE a quem precisa e que responsáveis sofram consequências legais.

      O volume de ações anti qualquer esquema ilegal em muito contribui para fiscalização de pirâmides no mmn (e fora dele).

    • nelson charles rotermund permalink
      22/05/2013 15:33

      CARLOS ALBERTO LILIENTHAL ROTERMUND, brasileiro, casado, empreendedor social, inscrito no CPF sob o nº 400.411.070-04 e RG nº 10.162.368-36 residente na Rua Baru, nº 102 – Jardim Petrópolis, São Paulo – SP;

    • Nogueira Maier permalink
      22/05/2013 17:14

      Caro colega seu que é pedir de mais, mais voce poderia envia esses 14MB de documento para meu email nogueiramaier@hotmail.com, tambem foi vitima da AFTB e vou entra com processo direto no RIO
      Grato
      Nogueira Maier

  283. Roberto permalink
    22/05/2013 19:06

    Boa tarde pessoal, paguei 50 parcelas, fui contemplada, e não recebi, eles nem estão pagando mais as contemplações, esta semana entrei com advogando pagando 20 % de honorarios depois que ganhar causa, INTERESSADOS para entra aqui no RJ, enviar email para dabetho@yahoo.com.br. Advogado conhecedor da causa da AFTB.

    • Max permalink
      23/05/2013 10:18

      Ola amigos gostaria de uma orientação do pessoal deste Blog sou contemplado e tenho a compra do imóvel escriturado pela AFTB e gostaria de saber se continuo pagando mesmo sem a AFTB existir mais porém ainda enviam o carnê do financiamento do imóvel. O que devo fazer?

    • Renata Lima permalink*
      23/05/2013 14:51

      consulte um advogado. Acho temerário pagar qualquer valor pra esta associação. As pessoas mal conseguem contato com os responsáveis e, até onde sei, a aftb não poderia SEQUER estar recebendo pagamento, por determinação legal. Boa sorte.

    • nelson charles rotermund permalink
      23/05/2013 21:11

      Faca seus pagamentos depositando em juizo, conta especial para tal fim. Consulte seu advogado como proceder.

  284. 23/05/2013 20:33

    Tem muita gente entrando com ações de forma diferente, seria interessante perguntar a alguem que ganhou, se realmente alguem ganhou e daí entrarmos todos juntos, acho que seria mais fácil, pq tá complicado.

    • Renata Lima permalink*
      24/05/2013 0:11

      Luiz, tire um tempo para verificar os comentários….já ganharam, um leitor disponibilizou peças, outro deu dicas, enfim, acredito que haja muita informação para você sobre este assunto.

      Boa sorte.

  285. Bruno permalink
    10/07/2013 20:38

    Renata,
    Parece que acabou a ação civil pública contra a AFTB! A sentença condenatória foi confirmada!!!!
    Saiu hoje no site do TJ do RJ:
    ==============================================================
    Notícia publicada pela Assessoria de Imprensa em 10/07/2013 15:57

    “Lesados em ação civil pública movida em face da Associação Frutos da Terra Brasil devem procurar Justiça

    A 2ª Vara Empresarial da Capital, em sentença prolatada em 20/07/2012, considerou “golpe da pirâmide” a oferta de crédito para a compra da casa própria feita pela Associação Frutos da Terra Brasil. Na decisão, a empresa, além de ter sido condenada a cessar suas atividades, está obrigada a devolver em dobro o investimento feito por seus associados para a compra da casa própria, bem como a pagar indenização, por danos morais, no valor de R$ 5 mil a cada lesado.

    A Associação recorreu, mas a 17ª Câmara Cível, no último dia 15/05, negou provimento ao apelo, restando confirmada a sentença de primeira instância. Portanto, os lesados pela Associação Frutos da Terra Brasil devem habilitar-se na 2ª Vara Empresarial a receber as importâncias fixadas na decisão, através dos seguintes procedimentos:

    1. Procurar a Defensoria Pública ou um advogado particular;

    2. Na hipótese de atendimento pela Defensoria Pública, a parte deve dirigir-se a uma das seções desse órgão, portando os seguintes documentos: carteira de identidade, CPF, comprovante de residência, comprovante de renda, contrato com a Associação Frutos da Terra Brasil e recibos dos pagamentos efetuados à empresa.

    Se o associado residir em outra comarca diversa da capital, deve apresentar todos os documentos acima listados e mais a certidão de trânsito em julgado da sentença.”

    Processo n° 0038222-83.2010.8.19.0001

    FONTE:http://www.tjrj.jus.br/web/guest/home/-/noticias/visualizar/130407

    • Renata Lima permalink*
      10/07/2013 21:00

      Obrigada por noticiar! Espero que nossos leitores interessados neste assunto consigam reaver o que pagaram pra esta associação.

      Telexfree vai pelo mesmíssimo caminho.

    • Juliana Passos permalink
      11/07/2013 1:04

      Muito obrigada pela ótima notícia!!! Por favor não entendo muito, se puderem me ajudar agradeço. Eu já ia entrar com aquele modelo de processo que disponibilizaram, minha dúvida é: essa sentença vale somente para as pessoas do Rio de Janeiro? Como ficam as pessoas de SP? No aguardo obrigada.

    • Arthur permalink
      11/07/2013 13:52

      Renata,lendo os posts mais antigos aqui e agora o desfecho desta infeliz estória consigo vislumbrar o enredo da Telxfria e da Bbomba ,onde estão os defensores da AFTB que a 2 anos vieram aqui dizer que a própria iria se sair bem dessa?A estória se repete e pelo jeito ainda teremos muitas outras iguais para acompanhar.

    • Renata Lima permalink*
      11/07/2013 16:10

      Sim, eu tô dizendo desde o começo que telexfree é aftb 2. Mesma coisa, veio liminar, sócios dizia que o mundo era culpado, aftb descumpriu a liminar sistematicamente (e mais gente se ferrou), viviam dizendo que o judiciário tava errado, que era esquema, blablabla…

      O tempo passou, não revogaram liminar, perderam processo e um MONTE de gente se ferrou. Alguns voltaram ao blog para buscar informação, a maioria SUMIU e alguns líderes (como um tal yatri) já fizeram din din em outros esquemas. Tudo se repete. Pena que a maioria que participa simplesmente não acredita, ou não quer acreditar.

    • Douglas permalink
      11/07/2013 17:57

      Como devo fazer para receber meu dinheiro de volta?

  286. Diego Costa permalink
    11/07/2013 17:26

    Pessoal, foi noticiado ontém no Jornal Hoje, o esquema de pirâmide praticado pela AFTB. Para quem não teve a oportunidade de assistir à esta reportagem, segue o link…http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2013/07/vitimas-de-golpe-pagam-por-credito-para-comprar-imovel-e-nao-recebem.html .

  287. 12/07/2013 20:26

    Acabo de ganhar a ação contra a AFTB e também de receber danos morais e materiais. Paguei 20% a meu advogado. Estou fora de minha base, depois envio notícias mais detalhadas. Não postei mais por instrução de meu próprio advogado. Depois se puder posto o link do processo que eu nem sei qual é agora. Estou em viagem com problemas pessoais. Entrei sozinho, antes de todo mundo, agi ao invés de me lamentar, implorei por testemunhas por aqui e consegui.

  288. 13/07/2013 22:40

    Estamos no aguardo Dalton.

    • 27/07/2013 23:17

      Para você conseguir devolução de suas contribuições e também ganhar indenização, você precisa seguir alguns passos, e deve ser logo, pois o dinheiro que tem lá disponível no processo não dá pra pagar todos associados do Brasil. Somente os primeiros conseguirão.
      Acesse o site: http://www.aftb.dinheirodevolta.direitoseu.com.br e tenha acesso a várias informações para você conseguir seu dinheiro de volta.

  289. MORAES & LOCATELLI - Ass. Juridica permalink
    14/07/2013 15:25

    Olá Caros colegas ex-associado da AFTB
    O advogado com experiencia no caso é do PARANA
    o Dr. Edir Virissimo Locatelli, que já tem 83 associados com habilitações feitas
    e reconhecidas/aprovadas pela juíza que já deu despacho para o contador de todas.

    Atendemos mais de 12 clientes do RIO DE JANEIRO, que nos mandam os documentos aqui para o Paraná, para fazermos as habilitações la no estado deles. Vejam Nossa experiencia no caso e a confiança.

    Nesta segunda (dia 15 Julho) estamos encaminhando mais um lote de 24 habilitações para nosso Staff no RJ, revisar tudo que foi feito aqui no escritório do PR, depois faz o protocolo.

    Gerando assim o numero do processo, que eh enviado para o Sr. Juntamente com o link
    para que possa acompanhar junto conosco a movimentação do processo. Garantia de transparencia e honestidade no nosso serviço.

    Mas se o Srs. Desejam realmente fazerem suas habilitações sejam rápidos, pois como a\
    justiça bloqueou APENAS 8 milhoes da AFTB, e quando acabar esse dinheiro… acaba o dindi para pagar as habilitações. Quem chegou na frente recebe,… quem chegar depois fica a ver navios….
    ,
    Nos mandem um email solicitando a explicação.
    ,
    edson_naval@hotmail.com

  290. Egiptólogo permalink
    15/07/2013 19:51

    Vídeo do presidente da AFTB após o fim da ação http://www.youtube.com/watch?v=-Hgy9upq2Cs

    • charles permalink
      15/07/2013 21:52

      Preparem se para a ressurreição da farsa….vocês escutaram? Midas Network eh a bola da vez do Carlos…..

  291. charles permalink
    15/07/2013 22:03

    http://www.youtube.com/watch?v=ijaBItGA0LU Vejam por voces mesmos, Midas Network

  292. Gedson permalink
    17/07/2013 21:24

    Olá pessoal olha este blog

    http://faraommn.blogspot.com.br/2013/07/abg-australian-business-group.html

    Eu lembrei disto que vi no youtube

    Aí esta o site da `empresa` ABG http://australianbusinessgroup.net/ (piramide detected)

    • Fernando permalink*
      17/07/2013 23:21

      Percebe-se claramente que a maioria é composta de pessoas simples, inocentes, que vão na base da confiança. Na Telexfria, BBOMBA, Multipilantragem, Blackshit, Cacildz e outras é a mesma coisa. Aff…

  293. 17/07/2013 22:58

    Acabo de receber da AFTB – ganho de causa total, vide a mensagem de meu advogado. Já conferi em meu extrato o valor:

    “Eu falei que ação individual é melhor que ação coletiva e acordo de R$ 1.700,00.
    Abraços

    R$ 839,56 – 15% (honorários de sucumbência que são devidos em segunda instância no juizado, para o advogado vencedor pela parte perdedora.)
    R$ 64,36 – 10% multa por eles não terem feito o pagamento em 15 dias
    R$ 1.119,41 -20% conforme contratado.
    TOTAL ADVOGADO: R$ 2.023,33 (mais juros)

    Dalton: R$ 5.056,98 (mais juros)

    Total geral:R$ 7.080,31 (mais juros)” fim da mensagem encaminhada.

    Depois envio o link do processo. Nessa altura entrar individualmente é melhor.

    • 19/07/2013 20:17

      Olá Dalton, parabéns pela vitória, pode disponibilizar o documento do advogado, como ele deu a entrada?

  294. katia permalink
    18/07/2013 19:23

    boa noite ! dei entrada no processo aqui no RJ, mais segundo meu advogado tem que esperar o numero do processo, alguem sabe ai se com este processo que entrei, eu já ganho a causa sem julgamento ?

  295. Juliana Passos permalink
    22/07/2013 20:32

    Olá Dalton, pode me passar por favor o contato do seu advogado? Desde já agradeço, Juliana Passos

    • 23/07/2013 12:48

      Olá Juliana, não posso passar o contato publicamente. Entre em meu site http://www.consciencial.org vá em contato e me envie o pedido que me chegará por e-mail. Terei prazer em responder em privativo. Abraços.

    • 27/07/2013 23:14

      Para você conseguir devolução de suas contribuições e também ganhar indenização, você precisa seguir alguns passos, e deve ser logo, pois o dinheiro que tem lá disponível no processo não dá pra pagar todos associados do Brasil. Somente os primeiros conseguirão.
      Acesse o site: http://www.aftb.dinheirodevolta.direitoseu.com.br e tenha acesso a várias informações para você conseguir seu dinheiro de volta.

  296. Egiptólogo permalink
    23/07/2013 13:32

    o que mais me impressiona é que aparece matéria de gente que pagou AFTB até este ano, apesar da empresa estar bloqueada desde 2010. Aonde foi parar essa grana?

    • Renata Lima permalink*
      23/07/2013 15:02

      bolso do rotermund. Desde o impedimento, este cara já montou (salvo engano) outros dois esquemas.

  297. Bruno permalink
    28/07/2013 2:57

    Tem uma questão nesse caso da AFTB que vai dar trabalho para o MP e Judiciário resolverem: dentre os bens e direitos da “empresa” está o crédito que ela concedu para centenas de associados comprarem seus imóveis, para eles pagarem por longos anos.
    Ou seja,além do dinheiro bloqueado a AFTB tem a receber muitos recursos dessas “cartas de crédito” que ela sorteou ou concedeu por outros critérios.
    Lembrando que, salvo engano, a garantia dada foi alienação fiduciária, ou seja, a AFTB é legalmente a proprietária dos imóveis comprados com as cartas de crédito e os contemplados têm apenas o direito de uso, sendo que se tornarão proprietários somente quando pagarem a última prestação e for averbada a baixa desse gravame na matrícula dos imóveis.

    • Renata Lima permalink*
      28/07/2013 12:52

      salvo engano o patrimônio da associação foi indisponibilizado.

    • 29/07/2013 9:41

      Renata,
      eu fui um dos contemplados, ganhei o direito de pagar minha mensalidade do crédito na justiça, o seja, estou depositando numa conta do juizado, só que a AFTB como associação
      será dissolvida e seu CNPJ cancelado, como ficamos os contemplados que conseguimos
      comprar nossa casa?

    • Renata Lima permalink*
      29/07/2013 12:50

      Sergio, tem que verificar na sentença o que foi definido e se a justiça apropriou-se do patrimônio, agora não me lembro. Pela lei, o patrimônio da associação pode ser destinado a outra de finalidade similar. Mais seguro contatar algum advogado que tenha acesso ao processo…
      Vc me ajuda se colocar o link da sentença aqui, eu dou uma lida e posso falar alguma coisa com segurança. Obrigada.

  298. Patricia permalink
    02/08/2013 22:05

    Seguinte pessoal

    Uma advogada de confiança garantiu que não é necessário entrar agora com ação. Vai ser dado um prazo para que todos os lesados entrem com pedido… mas por enquanto não saiu nada. Esses advogados que ficam dizendo que tem ordem de chegada e que tem que correr e fazer logo é só para garantir o cliente!

    Estou no aguardo do processo …
    É só uma dica para quem tá sendo pressionado..

    Cada um faz o que achar melhor mas se entrarem agora e for alterado alguma coisa na hora que “baterem o martelo” terão que alterar seus pedidos.

    • Jorge permalink
      03/08/2013 0:42

      Não é bem assim…

      “Quem antes entra,antes recebe”

      Ordem de chegada… Enquanto tiver dinheiro,quem entrou primeiro recebe… O dinheiro acaba,que entrou depois fica a ver navios…. Simples assim….

  299. Patricia permalink
    04/08/2013 0:26

    Você é advogado? Eu que digo que não é assim…

    • Jorge permalink
      04/08/2013 17:46

      Como não tenho dinheiro nessa história,não me preocupo com isso, só quis te ajudar Patricia… Tomara que você esteja certa (o que eu creio que não). Sou formado em Direito,mas não advogo (respondendo só por que você perguntou),pois tenho uma empresa de consultoria em outra área..
      Vamos aguardar e quando sair alguma definição você posta aqui pra gente.

      Meu conselho, pra quem tem dinheiro “investido” e não recebeu é que consulte um bom advogado e entre com a ação.
      Mas como você foi instruída de forma diferente pelo seu advogado e confia nele, então aguarde.

      Tomara que dê tudo certo.
      Abs

  300. Luiz Seara Jr. permalink
    05/08/2013 17:57

    Pq quem disse que já ganhou, não coloca um print aqui? tá tudo estranho, são muitas informações desencontradas.

    • Jorge permalink
      05/08/2013 18:25

      Boa.. Luiz , seria interessante.. Até pra ajudar outras pessoas…

  301. Reis permalink
    07/08/2013 12:29

    Arrejoria, se você conseguiu a aprovação do juiz para quitação em juízo, ou seja, você manifestou o compromisso em quitar, no caso o patrimônio (valores quitados) deverão ser reinvindicados ao juiz para liberação. Portanto, se você está quitando em dia (cumprindo o contrato), não tem nada a temer, seu patrimônio está preservado.

  302. Luiz Seara Jr. permalink
    22/08/2013 22:27

    Dalton, se puder manda um e-mail pra mim, com todas as informações sobre seu caso, por favor. searajr@yahoo.com.br

    • 29/08/2013 17:52

      Olá. O blog está repleto não apenas de dicas, mas de como proceder num passo a passo. Não sei mais como contribuir, só se eu indicar um “Pai de Santo”. Mas vai de novo:
      1. Pegue toda documentação original – tem links no blog para baixar isto, não sei exatamente onde, procurem;
      2. Pegue principalmente as comprovações de pagamento;
      3. Consiga uma ou duas testemunhas que podem assinar um termo, reconhecer assinatura e enviar por correios um testemunho – peça a seu advogado para formular um;
      4. Claro: arrume um advogado e ofereça 10 ou 20% da causa a ele,
      5. Entre com processo e comece a rezar.

      Fui

  303. Flavio Ramos permalink
    09/09/2013 17:48

    Pessoal,

    Preciso de uma ajuda urgente de quem já recebeu o valor em juizo recentemente.

    Eu entrei com o processo, o juiz já deu causa ganha pra mim, e notificou a AFTB a pagar voluntariamente o valor em 15 dias. Ela não o fez! Entramos com a execução para penhorar contas bancárias em nomes da AFTB, e na pesquisa pelo sistema da justiça (RENAJUD), não foi encontrada nenhum ativo financeiro em nome dela, conforme a seguir (retirado do processo):

    Considerando a inexitosa pesquisa de ativos
    financeiros e no RENAJUD, i-se a parte credora para que, em 15 dias,
    postule o que de direito, inclusive indicando bens à penhora, sob pena
    de extinção (art. 53, §4º, da LJE).”

    Agora, EU preciso indicar bens da AFTB para que sejam penhorados.

    Alguem tem alguma ideia de como proceder? Alguem conseguiu penhorar ativos/contas bancarias da AFTB?

    Quem quiser puder ajudar, entrar em contato: flaaviio@gmail.com ou SKYPE: flaviorr85

    • Renata Lima permalink*
      09/09/2013 22:07

      acredito que no processo do RJ (ação civil pública) há informação sobre penhora de ativos. Seria interessante consultar as peças processuais disponibilizadas no site do tjrj.

      Boa sorte. Ah, dê uma lida nos comentários aqui no blog sobre o assunto, talvez tenha algo útil.

    • 15/09/2013 10:26

      Flavio,
      nosso advogado fez uma pesquisa em todo Brasil, a AFTB como associação não tem nenhum ativo, as quatro contas bancárias (bradesco, caixa, itau, banco do brasil) estão bloqueadas pela justiça, tampouco o presidente Carlos Rotermund tem nada a seu nome registrado, o seja foi um golpe mesmo!

  304. 10/09/2013 9:48

    Meu advogado havia previsto isto e me disse que entraria não apenas contra a instituição, mas contra as pessoas físicas do presidente e de quem mais estivesse na diretoria. Esta foi uma estratégia básica. Eu já escrevi isto aqui antes – não é novidade – parece que o pessoal olha mas não lê. Abraços.

  305. 12/09/2013 22:29

    Fui contemplado a 2 anos, pago em dia mas agora preciso de ajuda, esse mês apareceu uma empresa Grupo Focus Ltda, dizendo que comprou o meu contrato de alienação fiduciária, gostaria de saber se isto e legal?? não sei a quem pagar este mês?

    • Renata Lima permalink*
      13/09/2013 18:07

      Não é legal. Leia os comentários deste post e habilite seu crédito. Se eu fosse você não pagava mais nada. Esta aftb nem poderia ter recebido dinheiro seu desfe FEVEREIRO de 2010, pois tinha impedimento judicial. Agora a associação foi dissolvida judicialmente e não existe mais.

    • 13/09/2013 22:15

      Eu tenho um contrato e meu ap como garantia, se parar de pagar eles vão acionar judicialmente e poderia perder o ap???

    • Renata Lima permalink*
      13/09/2013 23:32

      Seu contrato foi com a aftb, correto??? A aftb foi dissolvida judicialmente, o que significa que todo o patrimônio dela foi tornado indisponível e provavelmente servirá para pagar os credores – ou pode ser destinado a outra associação do terceiro setor com a mesma finalidade (conforme lei de ongs).

      Acho melhor consultar um advogado e pedir ressarcimento. Verifique neste post, nos comentários tem tudo sobre este processo.

  306. 15/09/2013 10:49

    Leandro, já sabemos o que está acontecendo, o pilantra ladrão do “Presidente da AFTB Carlos Rotermund” cedeu e transferiu todos os seus direitos creditórios decorrentes, bem como os direitos e obrigações da propiedade fiduciária, a empresas laranjas como a Focos Monitoramento Ltda. CNPJ: 79.433.918/0001-84 que pertence a mulher dele, Lucimara Galharde, diretora da AFTB, pode ver aqui:

    Pergunta para você Renata, podemos fazer alguma coisa para levar esse estelionatário
    para a cadeia.
    Obrigado pela sua ajuda.
    Brivaldo

  307. Patrícia Silva permalink
    29/09/2013 22:05

    Alguém poderia me ajudar com a seguinte dúvida: Paguei 35 parcelas e pedi estorno. Recebi durante uns meses e não recebi mais. Neste caso ainda me cabe tentar na justiça receber o restante que me falta?
    Na minha cidade (Angra dos Reis/RJ) pelo que me consta, só eu era afiliada da AFTB então estou muito perdida. Se for o caso, posso entrar pelo Rio de Janeiro?

    • Renata Lima permalink*
      30/09/2013 11:24

      Sim, pode e deve habilitar seu crédito no Rio.

  308. LUIZ CARLOS permalink
    12/10/2013 9:21

    bom dia, quero deixar bem claro que paguei rigorosamente 33 mensalidades valor de 180,00 mensal,que seria trinta parcelas para ser contemplado, sem um dia de atraso, e quando quis minha carta de crédito da AFTB, ligações e mais ligações e nada e nada,cansei, fui enganada, entrei na justiça na comarca de ANCHIETA, SANTA CATARINA, e ninguém da AFTB, foi encontrado, e o juiz deu sentença favorável a mim, no qual agora deverei requerer, valores do dinheiro bloqueado no RIO DE JANEIRO. Não podem enganar as pessoas, e a justiça está ai para socorrer os engados.
    ODETE ROSA GUERINI SCHLINDWEIN-SC. CONTATO 49 84276592 -ROMELANDIA-SC ESSA É A VERDADE

  309. Danielly permalink
    28/10/2013 18:00

    Pessoal, sou da região nordeste, pelo que entendi até aqui, para me habilitar na ACP do Rio de Janeiro basta que envie toda documentação pelos correios para o cartório da 2ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro?

    http://www.tjrj.jus.br/web/guest/home/-/noticias/visualizar/130407

    • THIAGO permalink
      31/10/2013 19:30

      Prezada Danielly, é aconselhável que se faça a habilitação de crédito constituindo um advogado que esteja familiarizado com a ação, pois podem ocorrer desdobramentos durante o trâmite que, irremediavelmente a fará ter que procurar a orientação de um causídico para dirimir a questão. Se desejar, pode encaminhar suas dúvidas para o e-mail: thiagobazan@bol.com.br

  310. Eliane Sousa permalink
    01/11/2013 15:51

    Danielly, acessei o seu link e é exatamente o que vc entendeu. Como eu não tive acesso a esse link, assinei contrato com o adv. Anderson Fabiano Pretti de Dourados/MS (o mesmo postou neste blog e deixou o link http://www.aftb.dinheirodevolta.direitoseu.com.br , o qual acessei e fiz contato). Estou aguardando o número do processo. Boa sorte a todas nós ex-associadas que acreditaram na boa fé humana.

  311. Paulo Silas permalink
    04/11/2013 14:31

    Por favor, alguém tem um endereço válido da AFTB?

  312. Pasquale permalink
    07/11/2013 15:46

    Pessoal, sem dúvidas nenhuma o caminho para aqueles que desejam recuperar o dinheiro investido na AFTB é através da HABILITAÇÃO DE CRÉDITO. Graças a Deus e por muita sorte encontrei uma advogada que por coincidência estava trabalhando em outra Habilitação de Crédito junto à AFTB e aceitou a minha causa. O primeiro passo é reunir toda a documentação que comprove sua ligação com a AFTB, boletos, cartas e emails enviados pela AFTB, material promocional, aquela carta que força o associado à migrar da AFTB para o FRSH com penalidade de desligamento sem devolução das parcelas já pagas se não o fizessem, RG, CPF, comprovante de residência, cópia das 2 (duas) últimas Declarações do Imposto de Renda Completas caso tenha interesse em pedir a gratuidade das custas processuais na ação e PRINCIPALMENTE todos os comprovantes de pagamentos das Contribuições Associativas. Com toda a documentação reunida e seu advogado munido das informações de como patrocinar a ação de Habilitação de Crédito, a documentação deverá ser encaminhada ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro ou ao TJ do seu estado para que o processo seja distribuído. A partir da distribuição do processo, ele passará por várias fases desde o juiz solicitar informações complementares até a conclusão do juiz, encaminhando o processo para os cálculos do contador e consequentemente enviando o processo para a fila de credores aguardando a liberação do crédito do processo principal. Caso não possam contratar um advogado, procurem a Defensoria Pública do seu estado para que possam ingressar com essa ação através de um Defensor Público.
    Pessoal, acredito que esta é única forma de recuperarem seu dinheiro, pois a AFTB foi pulverizada, não é possível encontrar o Sr. Carlos Rotermound e seus líderes. A única esperança que temos são os R$ 8.000.000.000 que foram bloqueados pelo MP do RJ e que devido os juros e multas acrescentados para cada credor, não sei se será possível que todos os associados recebam seu dinheiro de volta. Por isso é importante que ingressem logo com esta ação para que possam garantir seus nomes na lista de credores quando o dinheiro do processo principal for liberado.

    Foi publicado no diário oficial do RJ dia 05/11/2013, algumas sentenças dos Juízes com relação às Habilitações de Crédito já ingressadas. Vejam o link abaixo.